Amplectobelua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAmplectobelua
Ocorrência: Cambriano
Amplectobelua symbrachiata.jpg

Classificação científica
Domínio: Eukaryota
(sem classif.) Unikonta
Opisthokonta
Reino: Animalia
Subreino: Eumetazoa
(sem classif.) Bilateria
Protostomia
Superfilo: Ecdysozoa
(sem classif.) Panarthropoda
Filo: Lobopodia
Classe: Dinocarida
Ordem: Radiodonta
Família: Anomalocaridae
Género: Amplectobelua
Espécie
A. symbrachiata (Hou, Bergström & Ahlberg, 1995)

A. stephenensis (Daley & Budd, 2010)[1]

Amplectobelua foi um gênero extinto de Anomalocaridae, que viveu durante o Cambriano Inferior (525 milhões de anos atrás).[2][3] O gênero é representado por uma espécie em cada grande depósito do Cambriano (Folhelho Burgess e Chengjiang).[4]

Em comparação com outros anomalocarídeos, Amplectobelua era mais compacto.[5] Teve grandes olhos,[5][6] situados nos flancos da boca, e nove lóbulos estendidos em ambos os lados de seu corpo segmentado.[5] Teve dois apêndices como garras na frente de sua boca.[2][3][6] Seus espinhos das apêndices não eram ramificados.[2][3][6] Estas últimas foram provavelmente utilizadas para capturar presas e levá-las a boca, situada na parte inferior de sua face. Crê-se que eram carnívoros.[6]

Referências

  1. ANOMALOCARIDID APPENDAGES FROM THE BURGESS SHALE
  2. a b c Anomalocarid Grasping Appendage of Amplectobelua
  3. a b c Fossil Museum
  4. Daley, Allison C.; Graham E. (2010-07-01). «New anomalocaridid appendages from the Burgess Shale, Canada». Palaeontology (em inglês) [S.l.: s.n.] 53 (4): 721–738. doi:10.1111/j.1475-4983.2010.00955.x. ISSN 1475-4983. 
  5. a b c Anomalocaris Homepage
  6. a b c d Xianguang Hou (2004). The Cambrian fossils of Chengjiang, China: the flowering of early animal life [S.l.: s.n.] p. 96. ISBN 1-4051-0673-5.