Amsterdam Compiler Kit

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde maio de 2011). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Amsterdam Compiler Kit (ACK) trata-se duma colecção de compiladores da autoria de Andrew Tanenbaum e Ceriel Jacobs que faz parte do conjunto-base de ferramentas do MINIX. Apesar de ter sido inicialmente distribuído como software fechado, em Abril de 2003 foi lançado sob uma licença BSD, passando assim a ser software livre.

O ACK oferece fachadas de C, Pascal, Modula-2, Occam e BASIC. A sua portabilidade é conseguida através do uso duma linguagem de código em bytes intermédia denominada EM. Todas as fachadas do ACK produzem código objeto sob a forma EM que é posteriormente processado por uma série de optimizadores genéricos antes de ser convertido em código-máquina da arquitectura-alvo.

Processadores suportados[editar | editar código-fonte]

* somente assembler

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.