Amu Dária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amu Dária
Mapa da Ásia Central com o Mar de Aral e os rios Amu Dária e Sir Dária. O mapa ilustra as margens do Mar de Aral como eram na década de 1960.
Comprimento 2.400 km
Nascente Montanhas Pamir
Altitude da nascente ~6.000 m
Débito médio 1.400 m³/s
Foz Mar de Aral
Área da bacia 534.739 km²
Delta Mar de Aral
País(es)  Afeganistão
Tajiquistão
Turquemenistão
 Uzbequistão

O Amu Dária ou Amudária[1] (tadjique: Амударё, Amudaryo; persa: آمودریا‎, Âmudaryâ; uzbeque: Amudaryo; "dária" significa "mar" ou "grande rio") é o rio mais extenso da Ásia Central, formado pela junção dos rios Vakhsh e Panj. Muitos dos habitantes da região, bem como a maior parte dos escritos medievais islâmicos, referem-se ao Amu Dária como Jayhoun (جيحون), nome dado a um dos quatro rios do Paraíso. O rio é navegável por mais de 1.450 quilômetros, e sua extensão total é de 2.400 quilômetros.

Na Antiguidade Clássica, o rio era conhecido em grego como Oxus (por vezes também aportuguesado como Oxo ou Oxos)[2] e em árabe como Jayhun ou Gihun.

Uma fonte do Amu Dária é o rio Pamir, que, a partir do Lago Zorkul, corre na direção leste até Ishtragh, onde passa a fluir na direção norte e, posteriormente, leste-noroeste através do Hindu Kush, com o nome de Panj, de modo a formar a fronteira do Afeganistão com o Tajiquistão, depois com o Uzbequistão por cerca de 200 km, passando por Termez, e em seguida com o Turcomenistão por outros cem quilômetros antes de adentrar o território turcomeno na altura de Kerki. Já com o nome Amu Dária, o rio corta o Turcomenistão de sul para norte, passando por Türkmenabat, e forma a fronteira daquele país com o Uzbequistão a partir de Khalkabad. Em seguida, divide-se em diversos cursos d´água que antes formavam o delta no Mar de Aral, mas hoje não chega mais a atingir o mar, ao desaparecer no deserto.

Delta do Rio Amu Darya, imagem de satélite de 1994.

Alguns apontam outra fonte para o rio, uma caverna gelada no Vale Waghjir, na cordilheira do Pamir, localizada na fronteira com o Paquistão. As águas glaciais formam o Rio Wakhan, que encontra o Rio Pamir cerca de 50 km a jusante.

O uso da água do Amu Dária para projetos de irrigação tem sido um dos principais fatores para a diminuição do Mar de Aral desde o final dos anos 1950.

Referências

  1. O Almanaque Abril registra a forma Amu Dária, no verbete "Uzbequistão". O DOELP de J.P. Machado registra apenas Amudária.
  2. DOELP, verbete "Oxos". O dicionário Houaiss registra apenas a forma "Oxo", no verbete "dérbice".