Amyr Klink

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Amyr Klink
Amyr Klink em 2013.
Nascimento 25 de setembro de 1955 (66 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileiro
Cônjuge Marina Bandeira Klink (1996–presente)
Ocupação Navegador e escritor

Amyr Klink (São Paulo, 25 de setembro de 1955) é um navegador e escritor brasileiro. Ele foi a primeira pessoa a fazer a travessia do Atlântico Sul a remo, em 1984, a bordo do barco IAT.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido na cidade de São Paulo, é filho de pai libanês e mãe sueca. Amyr é formado em Economia pela Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduado em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Trajetória como navegador[editar | editar código-fonte]

Amyr ficou conhecido por suas expedições marítimas. O primeiro feito a ser amplamente divulgado correu entre 12 de junho a 19 de setembro de 1984, quando, em cem dias, realizou a travessia solitária em um barco a remo no oceano Atlântico. Foi um percurso de sete mil quilômetros entre Lüderitz, na Namíbia (África) e Salvador, na Bahia, percorrido em solitário por Amyr.

Em dezembro de 1989 viajou rumo à Antártica em um veleiro especialmente construído para a expedição, o Paratii. Permaneceu sozinho por um ano na região, sendo que, por sete meses, seu barco ficou preso no gelo da Baía de Dorian. Da Antártica, rumou em direção ao Pólo Norte e retornou ao ponto de partida, a cidade de Paraty, em outubro de 1991.

A partir de então, passou a planejar uma viagem de circum-navegação da Terra, a bordo do veleiro Paratii. A viagem, que aconteceu entre 1998/1999 teve por objetivo dar a volta ao mundo pela sua rota mais curta, rápida e difícil. Para cumprir o desafio, o Paratii partiu de um ponto no mapa, a ilha Geórgia do Sul, e navegou continuamente em linha reta até bater nesse ponto outra vez. Com isso, Amyr atravessou os oceanos Atlântico, Índico e Pacífico sozinho no leme do Paratii. Após 88 dias e 14 mil milhas náuticas, Amyr concluiu a viagem

Cinco anos após a primeira circum-navegação, já com o Paratii 2, em 2003, Amyr partiu em direção às altas latitudes sul novamente. Desta vez com cinco homens na tripulação, o explorador conseguiu repetir a façanha conduzindo seu veleiro por latitudes mais altas do que na viagem de circum-navegação anterior – o Paratii 2 alcançaria os 68º Sul. De dezembro de 2003 a fevereiro de 2004, após 13 300 milhas náuticas (24 600 km), Amyr e sua equipe completaram outra volta ao mundo em apenas 76 dias.

O "Paratii 2", um veleiro de Amyr Klink

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Além de escrever livros, Amyr Klink faz palestras sobre planejamento, motivação, trabalho em equipe, liderança, empreendedorismo, entre outros temas, no Brasil e no exterior.

É pioneiro na área de palestrantes esportistas: em 33 anos de experiência, conta com mais de 2 500 palestras realizadas em 13 países. Ministra palestras em quatro idiomas (inglês, francês, espanhol e português).

É diretor da Amyr Klink Planejamento e Pesquisa Ltda. e da Amyr Klink Projetos Especiais Ltda. É sócio fundador do Museu Nacional do Mar, localizado em São Francisco do Sul (SC) e da Revista Horizonte.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Amyr é casado com a fotógrafa Marina Bandeira Klink e tem três filhas, as gêmeas Tamara e Laura e a caçula Marina Helena.[1]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Mar Sem Fim (ISBN  8571649898)[nota 1]
  • As Janelas do Paraty (ISBN 8535909400 )[nota 2]
  • Paratii entre Dois Pólos (ISBN 8571642826 )[nota 3]
  • Cem Dias entre Céu e Mar (ISBN 8535906428 )
  • Gestão de Sonhos, Riscos e Oportunidades (ISBN 8585651490)
  • Os Portos do Mundo e o Porto do Rio
  • Construindo o Futuro
  • Linha-d'Água: Entre Estaleiros e Homens do Mar (ISBN 8535909400)[nota 4]
  • Dias na Antártica: Imagens de um Expedição de Amyr Klink (ISBN 8599070010)
  • Capotar é preciso: Gestão de projetos com Amyr Klink (ISBN 8582851030)

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Não há tempo a perder - Relato autobiográfico em depoimento a escritora Isa Pessoa - versão impressa e e-book[nota 5]

Videografia[editar | editar código-fonte]

Referências

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Outras edições: Versão de bolso: 58 328 exemplares vendidos até jul/2016, pela Cia das Letras. Versão e-Book: 1.991 links vendidos até jul/2016, pela Cia das Letras. Versão especial para o MEC. Editora Feltrinelli (italiano) – Fora de catálogo | Editorial Noray (espanhol) – Fora de catálogo | Edição especial para o Círculo do Livro – Fora de catálogo | Edição especial em áudio-livro para a Fundação do Livro para o Cego – Fora de catálogo Observações: 31 semanas consecutivas na lista dos “10 livros mais vendidos, não-ficção” no Brasil
  2. Informaçõesː Lançado pela Cia das Letras, em dez/1993 – 4 reimpressões. 19 314 exemplares vendidos – Fora de catálogo. Versão em capa dura e em brochura. Observações: 5 semanas na lista dos “10 livros mais vendidos / não-ficção” no Brasil. 1º livro de fotografias a constar da lista dos 10 livros mais vendidos; Livro vencedor do Prêmio Jabuti, categoria melhor Produção Editorial Obra Avulsa 1994. MAR SEM FIM - Relato da primeira circum-navegação do continente Antártico em solitário Edições: Versão especial para o MEC. Edição limitada do patrocinador Edição limitada Vento. Bloomsbury (inglês) – Fora de catálogo Observações: Livro mais vendido no ano de 2000, na categoria não ficção segundo a revista Veja.
  3. Outras edições: Edição limitada do patrocinador Versão especial para o MEC. Bloomsbury (inglês) – Fora de catálogo. Bungei Shumju (japonês) – Fora de catálogo. Bastei Lubbe (alemão) – Fora de catálogo. Editora Feltrinelli (italiano) – Fora de catálogo. Edição especial para o Círculo do Livro – Fora de catálogo. Edição especial em áudio-livro para a Fundação do Livro para o Cego – Fora de catálogo. Observações: Mais de 50 semanas na lista dos “10 livros mais vendidos / não-ficção”, no Brasil.
  4. Observaçõesː Lançado em nov/2006 pela Cia das Letras, o livro está em sua 4ª reimpressão. 46 530 exemplares vendidos até jul/2016. 
  5. Lançamento - Dezembro/2016 Um livro sobre a escassez, o medo, e a nossa misteriosa capacidade de realizar nossos sonhos. Trecho do livro: “Não existem planos perfeitos nem viagem perfeita. Mas há um momento em que você precisa partir. Sou obstinado, meticuloso e posso adiar a partida muitas vezes se ainda não considerar o projeto suficientemente seguro. Isso já aconteceu muitas vezes. Mas há quem permaneça viajando no sonho. E nunca parte para colocá-lo em prática. É muito triste, dar-se conta dos sonhos que encalharam, dos barcos que nunca saíram do quintal. Os planos reduzem os riscos, mas não podem assegurar que tudo vai dar certo na viagem”

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Amyr Klink
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.