Anágua-de-vénus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAnágua-de-vénus
Anágua-de-vénus com fruto

Anágua-de-vénus com fruto
Estado de conservação
Espécie extinta na natureza
Extinta na natureza
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Solanales
Família: Solanaceae
Género: Brugmansia
Espécie: B. arborea
Nome binomial
Brugmansia arborea
(L.) Lagerh.
Sinónimos
Datura arborea L.
Datura cornigera Hook.
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Anágua-de-vénus
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Anágua-de-vénus

Anágua-de-vénus (Brugmansia arborea) é uma planta ornamental originária dos Andes.

Descrição[editar | editar código-fonte]

É usada em jardins como planta ornamental. Durante a noite liberta um perfume agradável e intenso. Em Portugal também é conhecida como "trombeta dos anjos" e "saia da velha". É uma planta nativa da Bolívia, Colômbia e Peru [1].

A trombeta de anjo, é nativa de regiões da América do Sul, liberta uma poderosa toxina, contendo atropina, hiosciamina e escopolamina. Criminosos da Colômbia têm extraído a escopolamina da planta e usaram-na como uma potente droga que deixa as vítimas desconhecendo o que estão fazendo, mas totalmente consciente. A escopolamina pode ser absorvida através da pele e das mucosas, permitindo aos criminosos simplesmente soprem o pó no rosto de uma pessoa[carece de fontes?].

Referências

  1. Germplasm Resources Information Network (26 de fevereiro de 1999). «Brugmansia arborea (L.) Lagerh.». United States Department of Agriculture. Consultado em 18 de julho de 2011 
Ícone de esboço Este artigo sobre asterídeas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.