Aníbal de Mesquita Guimarães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Aníbal de Mesquita Guimarães
Aníbal de Mesquita Guimarães.
Nascimento 5 de novembro de 1882
Porto
Morte 22 de maio de 1952 (69 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação servidor público
Prêmios Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo, Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis, Comendador da Ordem Militar de Avis, Oficial da Ordem Militar de Avis, Cavaleiro da Ordem Militar de Avis

Aníbal de Mesquita Guimarães GCCCvAOAComAGCA (Porto, Santo Ildefonso, 5 de Novembro de 1882Lisboa, São Sebastião da Pedreira, 22 de Maio de 1952) foi um oficial da Armada Portuguesa, onde atingiu o posto de vice-almirante, e político ligado ao regime do Estado Novo que ocupou as pastas de Ministro da Marinha e Ministro dos Negócios Estrangeiros (interino) em governos presididos por José Vicente de Freitas e Oliveira Salazar.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi Ministro da Marinha dos 4.º e 5.º Governo da Ditadura Nacional, presididos por José Vicente de Freitas, exercendo funções de 18 de abril de 1928 a 8 de julho de 1929.

Foi Ministro da Marinha dos 8.º e 9.º Governo da ditadura, exercendo funções de 5 de julho de 1932 a 18 de janeiro de 1936, tendo nesse período por diversas vezes acumulado as funções de Ministro dos Negócios Estrangeiros interino.[2]

A 11 de Março de 1919 foi feito Cavaleiro da Ordem Militar de Avis, a 19 de Outubro de 1920 foi elevado a Oficial da mesma Ordem, a 28 de Abril de 1928 foi elevado a Comendador da mesma Ordem, a 15 de Abril de 1929 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo e a 21 de Fevereiro de 1951 foi elevado a Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis.[3]

Referências e Notas

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.