Ana Catarina Constança Vasa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ana Catarina Constança Vasa
Princesa da Suécia
Retrato por Johannes Spilberg, ca. 1648.
Duquesa do Palatinado-Neuburgo
Eleitora Palatina
Reinado 16051631
Coroação 11 de dezembro de 1605
 
Cônjuge Filipe Guilherme de Neuburgo
Casa Vasa (por nascimento)
Wittelsbach (por casamento)
Nascimento 7 de agosto de 1619
  Varsóvia, Polônia
Morte 8 de outubro de 1651 (32 anos)
  Colónia, Renânia
Enterro Igreja dos Jesuítas, Dusseldorf
Pai Sigismundo III Vasa da Polônia
Mãe Constança de Habsburgo

Ana Catarina Constança Vasa (em polaco: Anna Katarzyna Konstancja Waza; Varsóvia, 7 de agosto de 1619Colónia, 8 de outubro de 1651) era uma princesa polaca, filha do rei Sigismundo III Vasa da Polônia e da sua segunda consorte Constança de Habsburgo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após as mortes sucessivas da mãe (1631) e do pai (1632), e no sentido de manter o seu estatuto, em 1632 o parlamento concedeu-lhe os condados de Brodnickie, Gołubskie e Tucholskie, que anteriormente haviam pertencido a sua mãe; contudo, ela só tomou posse do seu património ao atingir a maioridade em 1638[1].

Desde 1637 foi sugerido o seu casamento com Fernando Carlos, Arquiduque da Áustria, herdeiro do Tirol e sobrinho do imperador Fernando II de Habsburgo. Apesar de algumas negociações, mantidas em 1639 e em 1642, o casamento nunca se veio a realizar, quer pela idade de Fernando Carlos (na altura apenas com 9 anos, enquanto a noiva tinha 18), quer pelo desacordo quanto ao valor do dote.

Frederico Guilherme, Eleitor de Brandemburgo e Gastão, Duque de Orleães (irmão do rei Luís XIII de França) foram também candidatos à sua mão [1] mas, por fim, Ana Catarina Constança acabou por casar com Filipe Guilherme, Eleitor Palatino em Varsóvia a 8 de junho de 1642[2].

Ela tinha um considerável dote em joias e dinheiro, calculado num total de 2 milhões de thalers[1]. A 18 de julho de 1645, a princesa deu à luz o seu único bebé, um menino, que veio a morrer no mesmo dia[3].

Morreu sem geração[2] em Colónia e foi sepultada na igreja dos Jesuítas em Dusseldórfia.

Ascendência[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. a b c S. Ochmann-Staniszewska: Dynastia Wazów w Polsce (A dinastia Vasa na Polónia), PWN, Warsaw 2007, pp. 165-167.
  2. a b Zygmunt Wdowiszewski: Genealogia Jagiellonów i Domu Wazów w Polsce (Genealogia da Dinastia dos Jagelões e a Casa de Vasa na Polónia), Kraków 2005, p. 236.
  3. Genealogia da Casa de Wittelsbach (euweb.cz)