Ana Margarida de Carvalho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ana Margarida de Carvalho
Nascimento 1969 (53 anos)
Lisboa
Ocupação Escritora e jornalista
Magnum opus Não Se Pode Morar nos Olhos de Um Gato
Ana Margarida de Carvalho por Vitorino Coragem

Ana Margarida Taborda Duarte Martins de Carvalho (Lisboa, 1969) é uma escritora e jornalista portuguesa. Única a receber sucessivamente o Grande Prémio da Associação Portuguesa de Escritores (APE/DGLB) por cada uma das suas três obras de ficção (dois romances e um livro de contos).[1]

Biografia e obra[editar | editar código-fonte]

É filha do escritor Mário de Carvalho[2]. Nascida em Lisboa no ano de 1969, licenciou-se em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Tem 2 filhos.[3]

Jornalista, foi distinguida com 7 prémios de reportagem. Trabalhou durante 25 anos na Revista Visão, onde foi editora e Grande Repórter. Colaborou com diversas publicações: Jornal de Letras, Revista Ler, Marie Claire, Egoísta, Colóquio Letras assim como com o canal televisivo SIC.[4]

Fez crítica cinematográfica no blog Final Cut[5] (do qual foi fundadora) e na Revista Visão.[6] Integrou, em diversos anos, o painel de jurados do ICA (Instituto do Cinema e do Audiovisual) para atribuição de subsídios nos concursos de produção de longas-metragens, documentários e desenvolvimento de guião. Durante dois anos, assinou a crónica semanal «Conversas de Elevador», no site da Revista Visão.[7]

Três dos seus guiões cinematográficos (documentário e ficção) ficaram classificados nos primeiros lugares em concursos do ICA, obtendo o respectivo financiamento[8].

Estreou-se no romance com o seu primeiro livro em 2013, «Que Importa a Fúria do Mar», que ganhou o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB – 2013, foi finalista de diversos outros prémios e mereceu a aprovação generalizada da crítica literária[9][10].

Em 2016 publicou o seu segundo romance, «Não se Pode Morar nos Olhos de Um Gato», que ganhou igualmente o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB – 2016 e o prémio Manuel de Boaventura 2017 por se tratar "de uma obra dotada de um imaginário poderoso e servida por uma força narrativa invulgar, visível não apenas no modo denso como convoca ressonâncias intertextuais, como pelo seu invulgar merecimento estético-expressivo”[11]. Foi finalista do Oceanos-Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa do Instituto Itaú Cultural[12] e nomeado para melhor livro de 2017 pela Sociedade Portuguesa de Autores[13]. Foi editada, no Brasil, a primeira edição em 2018.[14][15].

Publicou, em 2017, o seu primeiro livro de contos, «Pequenos Delírios Domésticos», que foi vencedor do Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco APE/CM Vila Nova de Famalicão, tornando-se assim a primeira autora portuguesa a ganhar três Grandes Prémios APE por obras sucessivas.

É autora do prefácio de «Alexandra Alpha», de José Cardoso Pires, numa reedição da Relógio D'Água, em 2015.[16]

Em 2017, foi-lhe atribuída uma bolsa anual de criação literária pela Direcção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB).[17]

Realiza várias oficinas e workshops na área da literatura e da escrita criativa.[18][19]

Publica, em 2019, o seu terceiro romance, «O Gesto que Fazemos para Proteger a Cabeça».[20]

Bibliografia (ficção)[editar | editar código-fonte]

Capa do Livro de Contos Pequenos Delírios Domésticos
  • Que Importa a Fúria do Mar (romance), 2013. - Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB – 2013
  • A Arca do É (ou a Versão Vegetariana da Arca do Noé), em co-autoria com o ilustrador Sérgio Marques, (infantil), 2015.
  • Não Se Pode Morar nos Olhos de Um Gato (romance), 2016. - Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB – 2016 e Prémio Manuel de Boaventura 2017 (CM Esposende).
    • Finalista do Oceanos-Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa.
    • Finalista do Prémio Fernando Namora.
    • Nomeado para melhor livro do ano 2017 pela Sociedade Portuguesa de Autores.
  • Pequenos Delírios Domésticos (contos), 2017. - Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco APE/CM Vila Nova de Famalicão.
    • Finalista Prémio PEN[24]
  • O Gesto que Fazemos para Proteger a Cabeça (romance), 2019.
    • Finalista do Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB – 2019[25]
    • Semifinalista do Oceanos-Prêmio de Literatura em Língua Portuguesa.[26]

Prémios[editar | editar código-fonte]

Prémios Literários[editar | editar código-fonte]

  • Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB – 2013, pelo livro «Que Importa a Fúria do Mar»[27]
  • Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB – 2016, pelo livro «Não Se Pode Morar nos Olhos de Um Gato»[28]
  • Prémio Manuel de Boaventura 2017 (CM Esposende), pelo livro «Não Se Pode Morar nos Olhos de Um Gato»[29]
  • Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco APE/CM Vila Nova de Famalicão, pelo livro «Pequenos Delírios Domésticos»[30]

Prémios de Jornalismo[editar | editar código-fonte]

  • Prémio Revelação Gazeta – 1994, Clube de Jornalistas de Lisboa;[31]
  • Prémio Nacional Abel Salazar – 1995, Clube de Jornalistas do Porto;
  • Prémio Nacional Alexandre Herculano – 1995, Clube de Jornalistas do Porto;
  • Prémio Cidade de Lisboa, menção honrosa – 1997, Câmara Municipal de Lisboa;
  • Prémio Orlando Gonçalves – 1998, Câmara Municipal da Amadora;
  • Prémio Maria Lamas – 2000, Comissão da Igualdade e Direitos da Mulher;
  • Prémio Reportagem Norberto Lopes – 2001, Casa da Imprensa[32]

Referências

  1. Lusa. «Ana Margarida de Carvalho vence Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco». PÚBLICO. Consultado em 22 de abril de 2022 
  2. «Uma questão de ADN - Mário de Carvalho e Ana Margarida de Carvalho - Desta vez pai e filha são as personagens principais». TSF Rádio Notícias. 19 de novembro de 2015. Consultado em 22 de abril de 2022 
  3. «Uma questão de ADN - Mário de Carvalho e Ana Margarida de Carvalho - Desta vez pai e filha são as personagens principais». TSF Rádio Notícias. 19 de novembro de 2015. Consultado em 22 de abril de 2022 
  4. «Ana Margarida de Carvalho afastada da revista Visão de forma "humilhante"». ionline. Consultado em 22 de abril de 2022 
  5. «Visão | Final Cut». Visão. Consultado em 22 de abril de 2022 
  6. «Uma questão de ADN - Mário de Carvalho e Ana Margarida de Carvalho - Desta vez pai e filha são as personagens principais». TSF Rádio Notícias. 19 de novembro de 2015. Consultado em 22 de abril de 2022 
  7. «Visão | Conversa de Elevador». Visão. Consultado em 22 de abril de 2022 
  8. http://www.ica-ip.pt/fotos/downloads/contentdoc1116_188436056255b10c16cf03c.pdf
  9. Lucas, Isabel. «A memória de um condenado». PÚBLICO. Consultado em 22 de abril de 2022 
  10. «Visão | Que Importa a Fúria do Mar O Poder Devorador da Palavra». Visão. 6 de março de 2014. Consultado em 22 de abril de 2022 
  11. «Município entrega Prémio Literário Manuel de Boaventura 2017 à escritora Ana Margarida de Carvalho». www.municipio.esposende.pt. Consultado em 22 de abril de 2022 
  12. «Escritora madeirense entre os dez finalistas do prémio Oceanos». DNOTICIAS.PT. Consultado em 22 de abril de 2022 
  13. spautores (23 de agosto de 2021). «PRÉMIO AUTORES 2017 | NOMEADOS |». www.spautores.pt. Consultado em 22 de abril de 2022 
  14. «Não se pode morar nos olhos de um gato – Dublinense». Consultado em 22 de abril de 2022 
  15. «Romance de portuguesa sobre naufrágio foi finalista do Oceanos; leia». Folha de S.Paulo. 27 de maio de 2018. Consultado em 22 de abril de 2022 
  16. «José Cardoso Pires. O autor está aí para as voltas, aos leitores é que falta pedalada». Jornal SOL. Consultado em 22 de abril de 2022 
  17. «Regresso das Bolsas de Criação Literária abrange 12 autores, quatro na área da ficção». www.dn.pt. Consultado em 22 de abril de 2022 
  18. Fidelizarte. «Ana Margarida de Carvalho». Portal da Literatura. Consultado em 5 de dezembro de 2018 
  19. «Todos os Autores». EC.ON // Escrita Criativa Online // Escola de Escritas. 29 de dezembro de 2013. Consultado em 5 de dezembro de 2018 
  20. «"O Gesto que Fazemos para Proteger a Cabeça": o carreiro infinito de Ana Margarida de Carvalho». Jornal Expresso. Consultado em 22 de abril de 2022 
  21. «LEYA » Notícias». leya.com. Consultado em 22 de abril de 2022 
  22. «Seis escritores são finalistas do Prémio Literário Fernando Namora». www.dn.pt. Consultado em 22 de abril de 2022 
  23. «P.E.N. Clube anuncia finalistas dos Prémios de Poesia, Ensaio e Narrativa». Porto Canal. Consultado em 22 de abril de 2022 
  24. Lusa. «Foram divulgados os seis finalistas do Prémio PEN Clube». PÚBLICO. Consultado em 22 de abril de 2022 
  25. https://rr.sapo.pt/2020/07/13/vida/ha-cinco-finalistas-no-grande-premio-de-romance-e-novela-da-apedglab/noticia/200161/
  26. Renascença (25 de agosto de 2020). «Quinze autores portugueses entre os 54 finalistas do Prémio Oceanos de Literatura - Renascença». Rádio Renascença. Consultado em 22 de abril de 2022 
  27. «APE - Associação Portuguesa de Escritores». www.apescritores.pt. Consultado em 22 de abril de 2022 
  28. «APE - Associação Portuguesa de Escritores». www.apescritores.pt. Consultado em 22 de abril de 2022 
  29. https://www.dn.pt/lusa/interior/premio-literario-manuel-de-boaventura-e-hoje-entregue-a-ana-margarida-de-carvalho-6254161.html
  30. https://observador.pt/2018/10/29/ana-margarida-de-carvalho-vence-grande-premio-de-conto-camilo-castelo-branco/
  31. https://www.abrilabril.pt/nacional/ana-margarida-de-carvalho-afastada-da-visao
  32. https://expresso.sapo.pt/actualidade/vencedor-do-premio-norberto-lopes-e-anunciado-hoje=f652441#gs.pbpHpkU