Ana Moreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ana Moreira
Nascimento 13 de fevereiro de 1980 (37 anos)
Lisboa
Nacionalidade Portugal Portuguesa
Ocupação Actriz
Atividade 1997–presente
Outros prêmios
Globo de Ouro (2006)
IMDb: (inglês)

Ana Moreira (Lisboa, 13 de Fevereiro de 1980) é uma actriz portuguesa.

Estreou-se como actriz na curta-metragem Primavera, de João Tuna (1997). No ano seguinte participa em Os Mutantes de Teresa Villaverde (1998), cineasta que a viria a dirigir novamente em Água e Sal (2001).

Recebe os Prémios de Melhor Actriz nos Festivais Internacionais de Cinema de Bastia e Taormina. Foi nomeada em 1999 pelo European Film Promotion para a Shooting Stars.

Ainda no cinema trabalha em Tarde Demais (2000) José Nascimento, em Rasganço (2002) de Raquel Freire e em O Fascínio (2003) de José Fonseca e Costa.

Para a televisão gravou a série Pedro e Inês (RTP, 2005) interpretando o papel de Inês de Castro.

Em 2005 é a protagonista do filme Adriana de Margarida Gil. Por esse filme recebeu, em 2006, o Globo de Ouro para a Melhor Actriz em Cinema.

Volta a trabalhar com Teresa Villaverde no filme Transe de 2006. Entra nos filmes O Capacete Dourado (2006) de Jorge Cramez e em Histórias de Alice (2007) de Oswaldo Caldeira.

Em 2008 é uma das protagonistas da novela "Olhos nos Olhos" da TVI. Em Março de 2010, foi capa da revista masculina Urban Man.

Participa no filme "Quinze Pontos na Alma" de Vicente alves do Ó e em "Tabu" de Miguel Gomes.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]