Ananias, filho de Nedebaios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ananias filho de Nedebaios (Flávio Josefo em sua obra Flávio Josefo, xx. 5. 2, o chama de "Ananias ben Nebedeus") foi um sumo sacerdote, que presidiu durante o julgamento de Paulo em Jerusalém e Cesareia segundo os Atos dos Apóstolos (Atos 23 e 24). Ele oficiou como sumo sacerdote em cerca de 47 a 52.[1] Quadrato, governador da Síria, acusou-o de ser responsável por atos de violência. Ele foi enviado a Roma para julgamento (AD 52), mas foi absolvido pelo imperador Cláudio.[2]

Por ser amigo dos romanos, foi assassinado no início da Primeira guerra judaico-romana.[3] Seu filho Eliezar ben Hanania foi um dos líderes da Grande Revolta da Judéia.

Referências

  1. Mark Heber Miller (2010). Nazarene Commentary: Volume 1 - Nazarene Teachings. Xlibris Corporation. p. 757. ISBN 978-1-4535-9568-8.
  2. Nancy L. Kuehl (2014). Becoming Christian: The Demise of the Jesus Movement. Wipf and Stock Publishers. p. 116. ISBN 978-1-62564-984-3.
  3. Emil Schürer D.D. M.A.; Aeterna Press (2014). A History of the Jewish People in the Time of Jesus Christ: Two Divisions in Five Volumes. p. 764.