Andaraí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Andaraí (desambiguação).
Andaraí
  Município do Brasil  
Igatu01.JPG
Símbolos
Bandeira de Andaraí
Bandeira
Brasão de armas de Andaraí
Brasão de armas
Hino
Gentílico andaraiense
Localização
Localização de Andaraí na Bahia
Localização de Andaraí na Bahia
Andaraí está localizado em: Brasil
Andaraí
Localização de Andaraí no Brasil
Mapa de Andaraí
Coordenadas 12° 48' 25" S 41° 19' 51" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Lajedinho, Lençóis, Mucugê, Ibicoara, Itaetê, Nova Redenção e Ibiquera
Distância até a capital 429 km
História
Fundação 28 de abril de 1891 (131 anos)
Administração
Distritos
Prefeito(a) Wilson Pães Cardoso[1] (PSB, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [2] 1 895,162 km²
População total (estimativa IBGE/2021[3]) 13 122 hab.
Densidade 6,9 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 46830-000
Indicadores
IDH (PNUD/2010[4]) 0,555 baixo
PIB (IBGE/2016[5]) R$ 95 028 mil
PIB per capita (IBGE/2016 [5]) R$ 6 920,19
Sítio www.andarai.ba.gov.br (Prefeitura)

Andaraí é um município do estado da Bahia, no Brasil. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2021, era de 13 122 habitantes.[3]

É a terra natal e o cenário de vários romances do escritor Herberto Sales.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Andaraí" é um termo oriundo da língua tupi. Significa "rio dos morcegos", pela junção dos termos andirá (morcego)[6] e y (rio, água).[7]

Personalidades[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Candidatos a vereador Andaraí-BA». Estadão. Consultado em 8 de maio de 2021 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. a b «Estimativa populacional 2021 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2021. Consultado em 2 de setembro de 2021 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 à 2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 1 de maio de 2019 
  6. «Cópia arquivada». Consultado em 28 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 13 de outubro de 2011 
  7. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição. São Paulo. Global. 2005. 463 p.