Anderson Vital da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dedé
Informações pessoais
Nome completo Anderson Vital da Silva
Data de nasc. 1 de julho de 1988 (29 anos)
Local de nasc. Volta Redonda (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,92 m[1]
Destro
Apelido Dedé
Informações profissionais
Clube atual Cruzeiro
Número 26
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
2002–2004
2005–2008
2006–2008
Aliança
Volta Redonda
Fluminense (emp.)
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2008–2009
2009–2013
2013–
Volta Redonda
Vasco da Gama
Cruzeiro
00029 0000(5)
00160 000(19)
00098 0000(9)
Seleção nacional3
2011–2013 Brasil 00009 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 28 de maio de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 15 de agosto de 2012.

Anderson Vital da Silva (Volta Redonda, 1º de julho de 1988), mais conhecido como Dedé, é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro pela equipe mineira Cruzeiro.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Volta Redonda[editar | editar código-fonte]

Destacado na categoria de base do Volta Redonda, Dedé foi adicionado para o profissional do elenco em 2008. No mesmo ano, em seu primeiro campeonato estadual, jogou 16 jogos e marcou 3 gols. Após um bom Campeonato Carioca pelo Volta Redonda, de 13 jogos e 2 gols, em 2009, Dedé foi contratado pelo Vasco da Gama junto com Robinho (R$ 984,4 mil por Dedé e R$ 600 mil por Robinho).

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

No Vasco da Gama, ganhou seu primeiro título como profissional: a Série B de 2009, apesar de não ter recebido muitas chances no time principal.

Em 2010, Dedé continuava sem receber chances como titular do Vasco e sua dispensa era dada como certa. Mas, em um jogo contra o Vitória, no jogo de volta válido pelas quartas-de-final da Copa do Brasil, Dedé foi escalado devido à falta de zagueiros em condição de jogo no grupo e, apesar da eliminação da equipe no torneio, se destacou, por isso teve seu contrato, que acabaria em um mês, renovado até o final do ano. A partir desse jogo, Dedé virou titular absoluto da equipe carioca, sendo ovacionado pela torcida em quase todos os jogos do clube.

Em outubro, Dedé e o Vasco entraram em um acordo pela renovação de seu contrato até o fim de 2014.[2]

Em dezembro, após o término do Campeonato Brasileiro, Dedé sofreu a primeira "derrota": perdeu, em decisão controversa e bastante duvidosa, o Prêmio Bola de Prata 2010 para Alex Silva, até então jogador do São Paulo. Porém, Dedé ganhou o Prêmio Craque do Campeonato Brasileiro como melhor zagueiro pela direita do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2010.[3]

Em 2011, após mais excelentes atuações, conquistou o prêmio de melhor zagueiro pela direita do Campeonato Carioca de 2011. Também, com mais boas atuações, escreveu seu nome na história do Vasco da Gama com a conquista da Copa do Brasil do mesmo ano, sendo um dos jogadores mais importantes da campanha vitoriosa da equipe e se tornando, de vez, ídolo do clube.[4]

No dia 9 de novembro de 2011, Dedé marcou dois gols e deu uma assistência na sua partida de número 100 pelo Vasco da Gama, vitória por 5-2 contra a equipe peruana Universitario, pela quartas da Copa Sul-Americana.[5]

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

2013[editar | editar código-fonte]

Dedé foi anunciado oficialmente no Cruzeiro no dia 17 de abril de 2013,[6] numa negociação que girou em torno de 14 milhões de reais, consolidando-se a época como a transferência mais cara da história do clube mineiro.[7] Dedé assinou por quatro temporadas e marcou seu primeiro gol pelo Cruzeiro logo em sua segunda partida, no empate por 2-2 com o Atlético Paranaense pelo Campeonato Brasileiro.[8]

Foi campeão brasileiro pelo Cruzeiro em 2013 ajudando o clube a fazer uma das melhores campanhas na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro.

2014[editar | editar código-fonte]

Em 2014, foi bicampeão do Campeonato Brasileiro com o Cruzeiro. No mesmo ano conquistou o Campeonato Mineiro.

Sofreu lesão no joelho direito no final de 2014, retornado aos campos somente em 2016.[9]

2017[editar | editar código-fonte]

Após 387 dias desde sua última partida oficial, quando sentiu novamente a lesão sofrida em 2014,[9] Dedé retornou aos campos em 21 de março de 2017 no empate por 0-0 contra o Joinville, partida válida pela Primeira Liga.[10][11]

Dedé voltou a marcar numa partida oficial em 9 de abril de 2017, marcando o primeiro gol da vitória por 2-0 sobre o Democrata, partida válida pelo Campeonato Mineiro.[12]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 14 de maio de 2017.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional
Competições
continentais¹
Outros
torneios²
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Volta Redonda 2008 2 0 15 2 17 2
2009 13 2 13 2
Total 2 0 28 4 30 4
Vasco da Gama
2009 5 0 5 0
2010 36 1 2 0 3 1 41 2
2011 30 6 11 1 4 2 16 3 61 12
2012 23 0 5 1 10 0 38 1
2013 15 4 15 4
Total 94 7 13 1 9 3 44 8 160 19
Cruzeiro
2013 31 2 4 1 35 3
2014 21 2 4 1 10 1 11 1 46 5
2015
2016 0 0 0 0 0 0 5 0 5 0
2017 0 0 0 0 0 0 2 1 2 1
Total 52 4 8 2 10 1 18 2 88 9
Total na Carreira 146 11 23 3 19 4 90 14 278 32

¹Em competições continentais, incluindo jogos e gols da Copa Libertadores e Copa Sul-Americana.
²Em outros, incluindo jogos e gols pelo Campeonatos Estaduais, Copa Rio, Copa da Hora, Primeira Liga e Amistosos.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Brasil
Ano Jogos Gols
2011 2 0
2012 4 0
2013 3 1
Total 9 1
Data Competição Local   Placar Adversário Gols
01 14 de setembro de 2011 Superclássico das Américas Córdoba (ARG) Brasil Brasil 0 — 0 Flag of Argentina.svg Argentina
02 28 de setembro de 2011 Superclássico das Américas Belém (BRA) Brasil Brasil 2 — 0 Flag of Argentina.svg Argentina
03 15 de agosto de 2012 Amistoso Estocolmo (SUE) Brasil Brasil 3 — 0 Flag of Sweden.svg Suécia
04 7 de setembro de 2012 Amistoso São Paulo (BRA) Brasil Brasil 1 — 0 Bandeira da África do Sul África do Sul
05 10 de setembro de 2012 Amistoso Recife (BRA) Brasil Brasil 8 — 0 Flag of the People's Republic of China.svg China
06 19 de setembro de 2012 Superclássico das Américas Goiânia (BRA) Brasil Brasil 2 — 1 Flag of Argentina.svg Argentina
07 6 de abril de 2013 Amistoso Santa Cruz de la Sierra (BOL) Brasil Brasil 4 — 0 Flag of Bolivia.svg Bolívia
08 24 de abril de 2013 Amistoso Belo Horizonte (BRA) Brasil Brasil 2 — 2 Flag of Chile.svg Chile
09 15 de outubro de 2013 Amistoso Pequim (CHN) Brasil Brasil 2 — 0 Flag of Zambia.svg Zâmbia 1

Títulos[editar | editar código-fonte]

Vasco da Gama
Cruzeiro
Seleção Brasileira

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Perfil de Anderson Vital da Silva». Consultado em 8 de fevereiro de 2013 
  2. «Destaque da defesa cruzmaltina, Dedé renova com Vasco até 2014». globoesporte.com 
  3. «Craque Brasileirão 2010: Dedé é eleito o melhor zagueiro pela direita». globoesporte.com 
  4. «Com seis jogadores, Flamengo domina a seleção do Cariocão 2011». globoesporte.com 
  5. «Na briga por dois títulos, Dedé completa 100 jogos pelo Vasco». globoesporte.com. 9 de novembro de 2011. Consultado em 10 de abril de 2017 
  6. «Dedé agora é do Cruzeiro!». cruzeiro.com.br. Consultado em 18 de abril de 2013 
  7. Laignier, Gilmar (15 de abril de 2017). «Novo reforço do Cruzeiro, Dedé é a contratação mais cara da história do clube». Superesportes. Consultado em 22 de março de 2017 
  8. «Mito Dedé e Luan marcam gol pela primeira vez pela Raposa». Site oficial do Cruzeiro. 29 de maio de 2013. Consultado em 22 de março de 2017 
  9. a b Frossard, Guilherme (1 de agosto de 2016). «Dedé vai passar por nova cirurgia no joelho e só volta a jogar em 2017». globoesporte.com. Consultado em 22 de março de 2017 
  10. «Emoção, choro e homenagens: o retorno do zagueiro Dedé». ESPN. 21 de março de 2017. Consultado em 22 de março de 2017 
  11. «Emocionado em 'dia choroso', Dedé vibra com retorno ao time do Cruzeiro em empate». Superesportes. 21 de março de 2017. Consultado em 22 de março de 2017 
  12. Anderson, Antônio (9 de abril de 2017). «Fábio retorna, Dedé marca, Cruzeiro vence e aguarda adversário da semi». O Tempo. Consultado em 10 de abril de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anderson Vital da Silva