André Cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
André Cruz
Informações pessoais
Nome completo André Alves da Cruz
Data de nasc. 20 de setembro de 1968 (49 anos)
Local de nasc. Piracicaba, (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,82 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Zagueiro
Site oficial AndreCruz.com.br
Clubes de juventude
1982–1986 Ponte Preta
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1987–1989
1990
1990–1994
1994–1997
1997–1998
1999
1999
2000–2002
2002
2003
2004
Ponte Preta
Flamengo
Standard de Liège
Napoli
Milan
Standard de Liège
Torino
Sporting
Goiás
Internacional
Goiás
00014 0000(0)
00001 0000(0)
00107 000(18)
00083 000(13)
00013 0000(1)
00010 0000(1)
00013 0000(1)
00078 0000(9)
00016 0000(1)
00012 0000(1)
00007 0000(0)
Seleção nacional
1988–1998 Brasil 00033 0000(1)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Seul 1988 Competição de equipe

André Alves da Cruz (Piracicaba, 20 de setembro de 1968), mais conhecido como André Cruz, é um ex-futebolista brasileiro, que foi zagueiro da Ponte Preta, Flamengo, Milan, Sporting e da Seleção Brasileira.

Carreira[editar | editar código-fonte]

André Cruz começou sua carreira nas categorias de base da Ponte Preta, tendo se profissionalizado como jogador em 1987.

Campeão dos Jogos Pan-Americanos em 1987, esteve também na conquista da medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988.[1] Um ano mais tarde, participou da Seleção Brasileira que conquistou a Copa América de 1989. no Brasil.

Em 1989 estava praticamente contratado pelo Vasco da Gama. Mas o Flamengo, embalado pela contratação de Bebeto pelo time cruz-maltino, anunciou a contratação de André Cruz, que só teve condições de jogo somente em 1990, quando saiu sua liberação.

Então, após jogar na Ponte Preta e Flamengo, André Cruz mudou-se para a Europa, aonde fez uma longa e vitoriosa carreira. Em mais de uma década no futebol europeu, o zagueiro teve passagens brilhantes por clubes da Bélgica (Standard de Liège), Itália (Napoli, Milan e Torino) e Portugal (Sporting).

Quando estava jogando no Milan, foi convocado por Mário Zagallo para disputar a Copa do Mundo da França, substituindo o tetracampeão Márcio Santos, afastado por lesão, porém não entrou em campo.

Chegou ao Sporting de Portugal no meio da temporada 1999/00. Lá, venceu dois campeonatos, duas Supertaças e uma Taça de Portugal. Deixou o clube português em 2002.

No retorno ao Brasil, doze anos após sua saída, jogou pelo Goiás e Internacional.[1] Finalmente, em 2004, quando realizava sua segunda passagem pelo Goiás, decidiu pendurar as chuteiras. Ele chegou a pensar em seguir jogando ao receber uma proposta para voltar ao Napoli, que disputava a Terceira Divisão italiana após entrar em falência por motivos financeiros e queria um atleta experiente para reforçar o elenco. Mas as duas partes não conseguiram entrar em acordo.

Atualmente, mora na cidade de Santa Bárbara d'Oeste, SP, tem uma escola de futebol em Campinas[2] e também faz palestras contando sua vida como motivação pessoal e mostrando como futebol é igual a uma empresa.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Standard de Liège
Napoli
  • Copa da Itália: 1994-1995 - Finalista
Milan
Sporting
Goias
Internacional
Seleção Brasileira
  • Copa do Mundo 1998 - vice-campeão
  • Copa América 1995 - vice-campeão
  • Torneio UMBRO 1995 - Campeão
  • Copa America: 1989 - Campeão
  • Olimpíadas de Seul 1988 - (Prata)
  • Jogos Pan-Americano1987- (Ouro)
  • 1987 - Juvenil - Classificação p/ mundial no Chile - vice-campeão    
  • 1987 - Torneio Bi Centenário na Austrália - Campeão  
  • 1987 - Mundial de Juniores no Chile - quartas de final 
  • 1986 - Torneio no Qatar - Campeão
  • 1985 - Torneio classificatório para o mundial Infantil na China - vice -campeão 
  • 1985 - Mundial da China - 3° lugar  
  • 1985 Torneio em Cannes - campeão
  • 1985 - Torneio de Toulon - Campeão     
  • 1985 - Torneio de Cáceres, Espanha - Campeão      
  • 1985 - Torneio TDK da China - Campeão 
  • 1984 - Torneio Monteguy, França - Campeão   

Referências

  1. a b «Andre Cruz». ZeroZero. Consultado em 5 de agosto de 2016. 
  2. «LEMBRA DELE? Ex-seleção, André Cruz é dono de uma escolinha em Campinas». GloboEsporte.com. Consultado em 21 de setembro de 2009. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]