André Sardet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
André Sardet
Informação geral
Nascimento 08 de janeiro de 1976 (39 anos)
Origem Coimbra
País  Portugal
Gênero(s) Baladas românticas, Pop
Instrumento(s) vocal, guitarra
Período em atividade 1996–presente
Editora(s) Universal Music
Página oficial www.andresardet.pt

André Sardet (Coimbra, 8 de Janeiro de 1976) é um compositor e cantor português.

Carreira[editar | editar código-fonte]

André Sardet começou por ser conhecido pelo tema "O Azul do Céu", nem sempre quis escrever canções e tocar guitarra.

Fez parte de uma banda durante a adolescência, mas pouco depois abandonou o projecto e começou a compor por conta própria, e quando se apercebeu que tinha material suficiente para gravar um disco, colocou as cartas nas mesa e em 1996 editou o seu álbum de estreia, a que chamou "Imagens". Para além de "Azul do Céu", o registo incluiu ainda canções como "Frágil", "Não Mexas no Tempo" e "Um Minuto de Prazer".

Dois anos mais tarde, estava nas lojas novo álbum de originais, desta feita intitulado "Agitar Antes de Usar", que teve por single de apresentação o tema "Perto, Mais Perto".

Sem pressa de chegar ao centro das luzes da ribalta, André Sardet optou então por fazer uma pausa mais alongada no que tocava à edição de um novo disco, tendo aproveitado para reflectir sobre os seus objectivos, estudar e viajar. Começou então a compor um álbum autobiográfico, a que chamou "André Sardet", e onde contou nas letras alguns dos bons e maus momentos da sua vida. O disco foi editado em Setembro de 2002 e contou com a colaboração de Rui Veloso, Luís Represas e Mafalda Veiga.

Em 2006, o músico comemora 10 anos de carreira com o álbum "Acústico". O registo inclui 15 músicas gravadas ao vivo no Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra, e uma nova versão do tema 'Quando eu te falei de Amor'. Também é autor da famosa música "Foi Feitiço". O álbum foi um enorme sucesso, tendo ultrapassado as 140 000 cópias de discos vendidos. O cantor realizou em 2007 uma grande turné por todo o país.

Em 2008 é lançado o disco "Mundo de Cartão" e em 2009 a sua versão ao vivo.

Em 2011 associa-se a causa da Associação Fonográfica Portuguesa no combate à pirataria na Internet.[1] [2]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de originais[editar | editar código-fonte]

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências