Andrea Stella

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Andrea Stella
Nascimento 22 de fevereiro de 1971 (49 anos)
Orvieto
Cidadania Itália
Alma mater Universidade de Roma "La Sapienza"
Ocupação engenheiro

Andrea Stella (Orvieto, 22 de fevereiro de 1971) é um engenheiro italiano. Ele atualmente é o diretor de corridas da equipe de Fórmula 1 da McLaren.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Stella graduou-se em engenharia aeroespacial na Universidade de Roma com uma tese realizada no C.E.I.M.M. (Centro Esperienze Idrodinamiche Marina MIlitare), em Roma.

Em 2000, ele começou a trabalhar para a equipe de corridas da Ferrari. Primeiro Stella foi ativo na equipe de teste, após extensas proibições de testes de veículos durante a temporada, a partir de 2002, ele fica responsável pela preparação do carro de Michael Schumacher e, a partir de 2007, do carro de Kimi Räikkönen. Em 2009, Stella foi promovido a engenheiro de pista de Kimi Räikkönen. Em 2006, Stella também trabalhou como engenheiro de pista com Valentino Rossi quando o motociclista fez testes na Ferrari. Entre as temporadas de 2010 e 2014, ele foi engenheiro de pista de Fernando Alonso, quando o espanhol era piloto da Ferrari.[2]

Em meados de 2014, a Ferrari ofereceu a renovação de seu contrato, mas ele recusou após receber uma oferta da McLaren. Ele, juntamente com Alonso, se muda para a McLaren para a temporada de 2015, e se torna o chefe de operações de corrida da equipe britânica.[3]

Para a temporada de 2017, além de continuar como responsável pelos engenheiros de pista da McLaren, ele assumiu algumas responsabilidades no âmbito da gestão esportiva e foi designado para lidar com o relacionamento com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA).[4][5][6] Em 4 de julho de 2018, a McLaren anunciou que havia promovido Andrea Stella como seu diretor de performance.[7][8][9]

No início de janeiro de 2020, foi noticiado que a McLaren promoveu Stella para o cargo de diretor de corridas.[1]

Referências

  1. a b «McLaren conclui reformulação de pessoal com promoção de chefe de engenharia». motorsport.uol.com.br. Consultado em 2 de janeiro de 2020 
  2. «Nos bastidores do paddock, Andrea Stella faz sua estreia na McLaren-Honda». Portal Race. Consultado em 20 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 1 de fevereiro de 2017 
  3. «Andrea Stella confirmed at McLaren as MP4/30 completes another filming day» (em inglês). Formulaspy.com. Consultado em 20 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 8 de julho de 2015 
  4. «Diretor deixa McLaren e assume posição na Williams». Motorsport.com. Consultado em 5 de junho de 2018 
  5. «Boullier fala em empolgação com reestruturação técnica e novo carro da McLaren para temporada 2017 da F1». Grande Prêmio. Consultado em 5 de junho de 2018 
  6. «Quem é quem na Fórmula 1 2018». globoesporte.globo.com. Consultado em 5 de junho de 2018 
  7. «F1 – McLaren explica como funcionará sua nova estrutura». Autoracing. Consultado em 5 de junho de 2018 
  8. «Gil de Ferran se torna novo diretor esportivo da McLaren». Motorsport.com. Consultado em 5 de junho de 2018 
  9. «Boullier pede demissão como diretor de corridas e deixa McLaren. E De Ferran assume como novo diretor esportivo». Grande Prêmio. Consultado em 5 de junho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]