Andreas Moustoxydis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Andreas Moustoxidis.JPG

Andreas Moustoxydis (em grego: Ανδρέας Μουστοξύδης, 1785 - 29 de Julho de 1860), às vezes Latinizado como Mustoxydes ou na forma italiana Andrea Mustoxidi, foi um Historiador e Filólogo Grego de Corfu.

Sui quattro cavalli della Basilica di S. Marco em Veneza, 1816

Formou-se em Pavia e em 1804 publicou um tratado sobre a história de Corfu intitulado Notizie per servire alla storia Corcirese dai tempi eroici al secolo XII. Esta publicação levou a ele ao emprego de historiógrafo das Ilhas Jônicas, uma posição que manteve até 1819.

Quando jovem, realizou uma viagem científica longa para a Itália, França e a Alemanha. Na Itália, descobriu manuscritos do retórico Isócrates nas bibliotecas Ambrosiana e Laurenziana. Enquanto isso, publicou uma obra de dois livros sobre a história de Corfu chamado Illustrazioni Corciresi (1811–14).

Em 1820, foi nomeado secretário para o embaixador russo em Turim e nove anos depois foi nomeado diretor da educação pelo presidente grego Ioánnis Kapodístrias (1776-1831). Após a morte de Kapodístrias, retornou para Corfu e foi recolocado ao seu antigo cargo como historiógrafo. Lá, fundou a revista filológica/histórica Hellenomnemon. Quando morreu, era diretor do departamento de educação da Academia Jônica.

Quando era filólogo, Mustoxydis editou sete discursos de Isócrates, os escólios de Olimpiodoro ao Platão e em colaboração com Demetrios Schinas de Constantinopla, publicou uma edição de cinco livros da História Ambrosiana. Além disso, foi o autor de uma tradução italiana de Heródoto (1822) e também publicou uma série de artigos sobre o autor do século II, Polieno.

Referências[editar | editar código-fonte]