Andrei Karlov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Andrei Karlov
Andrei Karlov em 10 de outubro de 2016.
Embaixador da Rússia na Turquia
Período 12 de julho de 2013
a 19 de dezembro de 2016
Presidente Vladimir Putin
Antecessor(a) Vladimir Ivanovsky
Sucessor(a) vago
Embaixador da Rússia na Coreia do Norte
Período 9 de julho de 2001
a 20 de dezembro de 2006
Presidente Vladimir Putin
Antecessor(a) Valery Denisov
Sucessor(a) Valery Sukhinin
Dados pessoais
Nome completo Andrei Gennadyevich Karlov
Nascimento 4 de fevereiro de 1954
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Moscou, RSFSR, União Soviética
Morte 19 de dezembro de 2016 (62 anos)
Turquia Ankara, Turquia
Nacionalidade russo
Alma mater Instituto Estatal de Relações Internacionais de Moscou

Andrei Gennadyevich Karlov (em russo: Андрей Геннадьевич Карлов; Moscou, 4 de fevereiro de 1954Ancara, 19 de dezembro de 2016) foi um diplomata russo. Foi o embaixador da Rússia na Coreia do Norte de 2001 a 2006 e na Turquia de 2013 até à data em que foi assassinado.[1] Em 19 de dezembro de 2016, ele foi morto a tiros em uma exposição numa galeria de arte em Ancara.[2][3] por Mevlüt Mert Altıntaş, um policial turco fora de serviço[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Karlov nasceu em Moscou em 4 de fevereiro de 1954.[4][3] Em 1976, se formou no Instituto Estatal de Relações Internacionais de Moscou. Nesse mesmo ano, ingressou no serviço diplomático.

Em 1992 completou o curso na Academia Diplomática do Ministério das Relações Exteriores russo. Karlov era fluente em coreano e desempenhou diferentes papéis na embaixada da União Soviética na Coreia do Norte entre 1979 e 1984 e de 1986 a 1991, antes de ser embaixador da Rússia no país de 2001 a 2006.[4]

De 2007 a 2009, atuou como diretor adjunto do Departamento Consular do Ministério das Relações Exteriores russo. Foi promovido a diretor do departamento em janeiro de 2009. Foi nomeado embaixador na Turquia em julho de 2013.[5]

Karlov era casado e tinha um filho.[5]

Assassinato[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Assassinato de Andrei Karlov

Em 19 de dezembro de 2016, Andrei Karlov foi morto a tiros por Mevlüt Mert Altıntaş, um policial turco de 22 anos fora de serviço, em uma exposição de arte em Ankara, Turquia.[6]

Um vídeo do ataque mostra o assassino gritando: "Não se esqueçam de Alepo, não se esqueçam da Síria" e "Allahu Akbar" ("Deus é o Maior") enquanto segurava uma arma em uma mão e movendo a outra no ar.[7] O atacante também gritou: "Saiam, saiam! Todos aqueles responsáveis por essa opressão e tortura, pagarão por isso".[8][9] Mevlüt gritou em árabe e turco.[1] O assassino, vestido com terno e gravata, abriu fogo sobre Karlov à distância, enquanto o embaixador discursava.[1] As imagens do assassinato revelam que o diplomata não teve conhecimento do perigo até as primeiras balas o terem atingido.[10]

O assassinato ocorreu após vários dias de protestos da população turca pelo envolvimento da Rússia na Guerra Civil Síria e pela ofensiva contra a cidade de Alepo, embora os governos russo e turco estivessem negociando um cessar-fogo.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e «Russian ambassador Andrei Karlov wounded in gun attack in Turkey» (em inglês). BBC News. 19 de dezembro de 2016. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  2. Chulov, Martin; Walker, Shaun; Chulov, Martin; Wintour, Patrik (19 de dezembro de 2016). «Russian ambassador to Turkey wounded in Ankara shooting attack» (em inglês). The Guardian. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  3. a b «Убийство посла РФ в Анкаре. Хроника событий» (em russo). ТАСС. 19 de dezembro de 2016. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  4. a b «H.E. Andrey Karlov, Ambassador of the Russian Federation to the Republic of Turkey» (em inglês). Embaixada da Federação Russa na Turquia. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  5. a b Voluyskaya, Maria (19 de dezembro de 2016). «Посол России в Турции Андрей Карлов. Досье» [Dossiê do Embaixador Russo na Turquia, Andrei Karlov] (em russo). aif.ru. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  6. Shoichet, Catherine E.; Thompson, Nick (19 de dezembro de 2016). «Russia's ambassador to Turkey assassinated in Ankara» (em inglês). CNN. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  7. Bektas, Umit; Coskun, Orhan; Gumrukcu, Tuvan (19 de dezembro de 2016). «Russian ambassador shot dead in Ankara gallery» (em inglês). Reuters. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  8. Osborne, Samuel (19 de dezembro de 2016). «Russian ambassador to Turkey dead: Andrey Karlov dies after being shot in Ankara» (em inglês). The Independent. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  9. «Atirador de embaixador russo é identificado pela polícia na Turquia». G1. 19 de dezembro de 2016. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
  10. «Russische ambassadeur in Turkije doodgeschoten, Syrië lijkt motief» [Embaixador russo é morto na Turquia; provavelmente a Síria é o motivo] (em neerlandês). NOS. 19 de dezembro de 2016. Consultado em 19 de dezembro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.