Andrew Wakefield

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Andrew Wakefield
Nascimento 1957 (59–60 anos)
Nacionalidade Reino Unido britânico
Ocupação ex-médico cirugião gastroenterologista e pesquisador

Andrew Wakefield (nascido em 1957)[1] é um ex-pesquisador e ex-cirurgião britânico. Em 1999, ele publicou um artigo intitulado MMR vaccination and autism na revista The Lancet, no qual estabelecia uma suposta relação entre a vacina tríplice e o autismo.[2]

Diversas pesquisas conduzidas para comprovar ou não a tese, e não houve evidências comprovando essa hipótese nos novos estudos. Em 2010, o Conselho Médico Geral britânico considerou que Wakefield agiu de maneira antiética e desonesta ao vincular a vacina tríplice ao autismo.[3] Ainda de acordo com o Conselho Médico Geral britânico, a sua conduta trouxe má reputação à profissão médica depois que ele coletou amostras de sangue de jovens na festa de aniversário de seu filho pagando-lhes £5.

Considera-se que o sarampo tenha ressurgido no Reino Unido devido ao receio dos pais em aplicarem a vacina trípice em seus filhos: as taxas de vacinação nunca mais voltaram a subir e surtos da doença tornaram-se comuns depois da publicação do artigo.[4]

Ele teve sua licença médica cassada no Reino Unido por acusações de fraude de evidências em sua pesquisa sobre a relação de vacinas e autismo.[5]

Referências

  1. «Profile: Dr Andrew Wakefield» (em inglês). BBC. 27 de janeiro de 2010. Consultado em 9 de janeiro de 2011 
  2. Andrew J Wakefield. «MMR vaccination and autism». The Lancet. 354 (9182). 11 de setembro de 1999. pp. 949 – 950. doi:10.1016/S0140-6736(05)75696-8. Consultado em 31 de maio de 2010 
  3. «Médico britânico que ligou vacina a autismo perde registro profissional» (em português). G1. 24 de maio de 2010. Consultado em 9 de janeiro de 2011 
  4. «Artigo que associa vacina a autismo é condenado». Estadão. 03 de fevereiro de 2010. Consultado em 31 de maio de 2010  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. http://healthland.time.com/2010/05/24/doctor-behind-vaccine-autism-link-loses-license

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.