Andrey Vlasov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Andrej Wlassow

Andrey Vlasov (em russo: Андрей Андреевич Власов) (14 de setembro de 19002 de agosto de 1946) foi um ex-oficial soviético do Exército Vermelho, feito prisioneiro de guerra durante a Segunda Guerra Mundial. Talentoso estrategista, ganhou sua liberdade ao decidir colaborar com os alemães. Sua percepção era de que libertar a União Soviética de Josef Stalin era mais importante do que defendê-la de Adolf Hitler. Com a assistência dos alemães, juntou prisioneiros soviéticos e milhares de dissidentes, formando o Exército Russo de Libertação. A maioria dos voluntários eram prisioneiros de guerra capturados pela Wehrmacht durante sua ofensiva contra a Rússia entre 1941 e 1943. Muitos dissidentes eram exilados da União Soviética e veteranos do Exército Branco da Guerra Civil Russa. Com o fim da Segunda Guerra Mundial, Andrey Vlasov e outros líderes do Exército Russo de Libertação foram presos pelos soviéticos e executados pelo crime de traição.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.