Android TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Android TV
Captura de tela
O ADT-1, parte do kit oficial de desenvolvimento para Android TV
Autor Google
Plataforma Smart TV
Lançamento 25 de junho de 2014 (5 anos)
Sistema operacional Android
Página oficial www.android.com/tv/

Android TV é um sistema operacional baseado no kernel do Linux projetado principalmente para televisores, que se complementam com outros dispositivos, como smartphones ou tablets, e também para relógios inteligentes. O Android TV foi apresentado em 25 de junho de 2014, na Conferência de Desenvolvedores Google I/O.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2010 foi apresentado o Google TV, a empresa Google anunciou um novo hardware para plataformas Smart TV durante o evento Google I/O. Este projeto foi co-desenvolvido pela Google, Intel, Sony e Logitech.

O Google TV integrava o sistema operacional Android, e a versão para Linux do Google Chrome, para criar uma televisão interativa com um nível acima dos sistemas de Internet por televisão existentes, adicionando uma interface de usuário amigável para os sites WebTV.[1] O Google TV foi lançado oficialmente em 6 de outubro de 2010, incorporado em dispositivos Sony e Logitech.

Android Lollipop[editar | editar código-fonte]

Android Lollipop 5.0 é uma versão do sistema operacional para dispositivos móveis Android. Foi lançada em 25 de junho de 2014 e sua versão beta foi liberada no dia seguinte a determinados dispositivos Google Nexus. Foi liberada primeiro para a empresa Motorola para os dispositivos Moto G e Moto X de segunda geração, horas depois a Google lançou a atualização para a linha Nexus.

As mudanças mais importantes na Lollipop incluem uma interface de usuário redesenhada construída sobre um projeto de linguagem responsivo denominado Material Design, assim como melhorias no sistema de notificações que permitem que seja acessado a partir da tela de bloqueio, e mostrado junto com outras aplicações, como banners na parte superior da tela. Também foram feitas mudanças internas, ao substituir o tempo de execução Dalvik por ART, e alterações cujo objetivo é melhorar e otimizar o consumo de bateria.

Características[editar | editar código-fonte]

A plataforma conta com uma interface semelhante à do Google Play.

Google Assistant[editar | editar código-fonte]

Google Assistant é um assistente pessoal inteligente desenvolvido pela Google que está disponível no aplicativo para dispositivos móveis da Pesquisa Google para os sistemas operacionais Android e iOS. O Google Assistant utiliza uma interface de linguagem natural para responder a perguntas, fazer recomendações e realizar ações através da delegação de solicitações a um conjunto de serviços web. Junto com a resposta para as consultas iniciadas pelo usuário, a Google agora oferece de forma passiva a informação ao usuário que prevê que vai querer, em função de seus hábitos de busca. Foi incluído pela primeira vez no Android 4.1 ("Jelly Bean"), que foi lançado em 9 de julho de 2012, e foi suportado pela primeira vez no smartphone Galaxy Nexus. O serviço estava disponível para iOS desde 29 de abril de 2013, de uma atualização do aplicativo da Pesquisa Google. A revista Popular Science nomeou o Google Assistant a "Inovação do Ano" para o ano de 2012.

Google Cast[editar | editar código-fonte]

A tecnologia e o conceito do bem-sucedido chamado Google Chromecast, está integrado ao Google TV, deste modo, o usuário pode ver em seu televisor filmes e séries, e interagir com elas, graças a seu telefone ou tablet. O conteúdo enviado será sincronizado com seu tablet, para terminar de ver o filme na cama mais tarde. O Chromecast é um dispositivo de streaming de mídia fabricado pela Google. Foi anunciado de forma oficial junto à versão 2013 de sua linha de tablets Nexus 7 em 24 de julho de 2013 durante um evento em San Francisco.[2]

Igual ao anterior Nexus Q, todos os seus componentes são fabricados totalmente nos Estados Unidos. Basicamente é um ponto de acesso Wi-Fi, com os plugues intercambiáveis USB e HDMI, que uma vez ligado a um televisor com entrada HDMI e configurado o navegador Chrome a partir de um PC ou um smartphone Android, replica as páginas web que são vistas no televisor, no caso de YouTube e Netflix estas enviam o sinal de vídeo.[3]

Lista de parceiros[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Industry Leaders Announce Open Platform to Bring Web to TV» (em inglês). Google. 20 de maio de 2010. Consultado em 28 de dezembro de 2017 
  2. «Netflix On Google's Chromecast And In HD On The New Nexus 7». Netflix (em inglês). 24 de julho de 2013. Consultado em 28 de dezembro de 2017 
  3. .LogicLounge (25 de julho de 2013). «Hands On: Google Chromecast» (em inglês). YouTube. Consultado em 28 de dezembro de 2017. We've got our hands on the new Google Chromecast, Craighton goes in depth into how to setup the device and what it can do. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]