Andrucha Waddington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Andrucha Waddington
Nome completo Andrew Waddington
Nascimento 20 de janeiro de 1970 (49 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Ocupação diretor e produtor
Outros prêmios
Globo de Cristal – Grand Prix do Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary
2000

Melhor Filme do Festival Internacional de Cinema de Cartagena
2001

Andrew Waddington, conhecido como Andrucha Waddington[nota 1] (Rio de Janeiro, 20 de janeiro de 1970), é um diretor, produtor e roteirista de cinema e publicidade brasileiro. É um dos sócios da Conspiração Filmes[1], junto com o cunhado, o diretor Cláudio Torres. Waddington dirigiu “Eu Tu Eles” (2000), filme que fez parte da Seleção Oficial do Festival de Cannes[2]; e “Casa de Areia” (2005), seleção oficial dos festivais de Berlim e Toronto e vencedor do prêmio NHK de Melhor Roteiro em Sundance.[3] De 2017 até o presente momento dirige a série "Sob Pressão" (TV Globo), que está em sua terceira temporada. Em 2018 levou aos cinemas "Chacrinha - O Velho Guerreiro" e, em 2019 lança o suspense sobrenatural "O Juízo".

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Nascido na cidade do Rio de Janeiro no dia 20 de janeiro de 1970[4], é casado com a atriz Fernanda Torres, com quem é pai de Joaquim, nascido em 2000, e de Antonio, nascido em 2008. Anteriormente foi casado com Kiti Duarte, mãe dos seus dois filhos mais velhos, João e Pedro.

É também irmão do diretor de televisão Ricardo Waddington, da diretora de cinema na França Tatiana Junod (Revista Europa para a GNT) e do diretor de televisão e marketing Viktor Junod (TV Bandeirantes - Rede Manchete - Globosat - RedeTV - Discovery).

Carreira[editar | editar código-fonte]

Dirigiu e produziu “Eu Tu Eles” (2000), Seleção Oficial do Festival de Cannes (menção especial do juri), Melhor Filme nos festivais de Karlovy Vary, Havana e Cartagena; “Casa de Areia” (2005), seleção oficial dos festivais de Berlin e Toronto, prêmio Sundance/NHK de Melhor Roteiro; “Gêmeas” (1999) e “Lope” (2010), coprodução Brasil-Espanha vencedora de dois prêmios Goya[5]. Também assinou um dos segmentos do filme “Rio, Eu Te Amo” (2014), da franquia internacional "Cities of Love”[6]. Seu quinto longa-metragem de ficção - “Os Penetras” - chegou aos cinemas em 2012 e foi visto por mais de 2,5 milhões de espectadores[7]. Entre 2017 e 2019 dirigiu e produziu três temporadas da série "Sob Pressão", exibidas na TV Globo, sobre a rotina de guerra do medico brasileiro na saúde pública. Em 2018 levou aos cinemas a cinebiografia "Chacrinha - O Velho Guerreiro". Em 2019 lançou o suspense sobrenatural "O Juízo".

Andrucha também dirigiu os documentários "Viva São João" (2002), “Maria Bethânia - Pedrinha de Aruanda” (2007), “Gilberto Gil - Banda Dois” (2009), “Arnaldo Antunes - Ao Vivo Lá em Casa” (2010) e “André Midani – Do vinil ao download” (2015).

Foi diretor criativo da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 ao lado do também cineasta Fernando Meirelles[8].

Sócio da Conspiração Filmes desde 1995, é casado com a atriz Fernanda Torres, com quem é pai de Joaquim, nascido em 2000, e de Antonio, nascido em 2008. Anteriormente foi casado com a diretora de arte Kiti Duarte, mãe dos seus dois filhos mais velhos, João, nascido em 1992 e Pedro, nascido em 1994.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1998 Os Paralamas do Sucesso em Close Up
1999 Gêmeas
2000 Eu Tu Eles
2002 Os Paralamas do Sucesso - Longo Caminho
2002 Viva São João
2002 Outros (Doces) Bárbaros
2005 Casa de Areia
2007 Maria Bethânia: Pedrinha de Aruanda
2010 Arnaldo Antunes - Ao Vivo Lá em Casa
2011 Lope
2012 Os Penetras
2014 Rio, Eu Te Amo
2016 Sob Pressão
2018 Chacrinha - O Velho Guerreiro
2019 O Juízo

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título
2006 'Y Ikatu Xingu
2007 Retrato Celular
2015 André Midani: do Vinil ao Download
2016 Cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Verão de 2016
2017 Sob Pressão

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Sua mãe, a psicanalista Irina Popow, é ucraniana de nascimento e sempre o chamou de Andrucha, um hipocorístico para Andrei (o equivalente de Andrew em ucraniano)

Referências

  1. «Ricardo 'Gordo' se torna um dos sócios da Conspiração». propmark. 29 de outubro de 2015. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  2. «Cannes: "Eu, Tu, Eles" recebe menção especial». www.terra.com.br. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  3. «Folha de S.Paulo - Cinema 2: "Casa de Areia" é premiado em Sundance - 30/01/2006». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  4. Verbete Andrucha Waddington Enciclopédia Itaú Cultural - acessado em 28 de outubro de 2019
  5. Lope - IMDb, consultado em 18 de dezembro de 2019 
  6. Rio, I Love You, consultado em 18 de dezembro de 2019 
  7. «Com Marcelo Adnet, filme "Os Penetras" chega a 2,5 milhões de espectadores». Guia Folha. 24 de janeiro de 2013. Consultado em 18 de dezembro de 2019 
  8. A abertura da Olimpíada por Fernando Meirelles e Andrucha Waddington - GloboNews - Vídeos do Clube dos Correspondentes - Catálogo de Vídeos, consultado em 18 de dezembro de 2019 
  9. APCA elege os melhores da Televisão em 2019
Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.