Andrzej Schally

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Andrzej Schally Medalha Nobel
Nascimento 30 de novembro de 1926 (94 anos)
Vilnius
Nacionalidade Estadunidense
Cidadania Polônia, Estados Unidos
Ocupação médico, bioquímico, pesquisador
Prêmios Prêmio Albert Lasker de Pesquisa Médica Básica (1975), Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (1977)
Empregador Universidade de Tulane
Instituições Baylor College of Medicine, Universidade Tulane, Universidade de Miami
Campo(s) medicina

Andrzej Wiktor Schally (Vilnius (então pertencente à Polônia), 30 de novembro de 1926) é um médico e endocrinologista[1] polonês naturalizado estadunidense, que foi co-paciente com Roger Guillemin e Rosalyn Sussman Yalow, do Prêmio Nobel de Fisiologia ou medicina.[2]

Vida e carreira[editar | editar código-fonte]

Schally nasceu em Wilno , Segunda República Polonesa  (desde 1945 Vilnius, Lituânia),[1][2][3] como filho do General Brigadeiro Kazimierz Schally, que era Chefe do Gabinete do Presidente Ignacy Mościcki da Polônia, e Maria (Łącka).

Em setembro de 1939, quando a Polônia foi atacada pela Alemanha nazista e pela União Soviética, Schally escapou com o presidente da Polônia Ignacy Mościcki, primeiro-ministro e todo o gabinete para a Romênia neutra, onde foram internados.

Tive a sorte de sobreviver ao holocausto enquanto vivia entre a comunidade polonesa-judia na Romênia. Eu costumava falar polonês, romeno, iídiche, italiano e um pouco de alemão e russo, mas os esqueci quase completamente, e meu francês, no qual costumava me destacar, também está longe de ser fluente.[2]

Imediatamente após a guerra, em 1945, mudou-se via Itália e França para o Reino Unido. Schally recebeu sua educação na Escócia e na Inglaterra. Em 1952, ele se mudou para o Canadá. Ele recebeu seu doutorado em endocrinologia da Universidade McGill, em 1957. Naquele mesmo ano, ele partiu para uma carreira de investigação nos Estados Unidos, onde ele tem trabalhado principalmente na Universidade de Tulane. Schally atualmente conduz pesquisas em Endocrinologia no Miami Veteran's Administration Medical Center em Miami, Flórida. Cidadão canadense quando deixou o Canadá, Schally se tornou cidadão naturalizado dos Estados Unidos em 1962. Ele foi filiado ao Baylor College of Medicine por alguns anos em Houston, Texas.[2]

Ele desenvolveu um novo domínio de conhecimento sobre o controle do cérebro sobre a química corporal. Seus trabalhos também abordaram métodos anticoncepcionais e hormônios de crescimento. Junto com Roger Guillemin, ele descreveu o neurohormônio GnRH que controla FSH e LH.

Schally recebeu uma honoris causa grau Médicos da Universidade Jagiellonian em Cracóvia.

Reconhecido como Fellow da Fundação Kosciuszko de Cientistas Eminentes de Origem e Ancestralidade Polonesa.[4]

Era casado com Margaret Rachel White (divorciada) e Ana Maria de Medeiros-Comaru.[3]

Referências

  1. a b Andrew V. Schally, "Andrew V. Schally" , Encyclopædia Britannica .
  2. a b c d Andrew Schally: Autobiografia
  3. a b "Biografia de Andrew V. Schally (1926-)"
  4. "Cópia arquivada" . Arquivado do original em 05/09/2018 . Recuperado em 18/09/2017 .
Outras fontes[editar | editar código-fonte]
  • Aleksandra Ziółkowska, Korzenie są polskie (The Roots Are Polish), Warsaw, 1992, ISBN 83-7066-406-7.
  • Aleksandra Ziolkowska-Boehm, The Roots Are Polish, Toronto, 2004, ISBN 0-920517-05-6.
  • Nicholas Wade, The Nobel Duel, Garden City, Anchor Press/Doubleday, 1981.

Link externo[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Baruch Blumberg e Daniel Carleton Gajdusek
Nobel de Fisiologia ou Medicina
1977
com Roger Guillemin e Rosalyn Yalow
Sucedido por
Werner Arber, Daniel Nathans e Hamilton Smith


Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.