Andy Bell (cantor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde Dezembro de 2008) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Andy Bell
Andy Bell (Erasure) 2.jpg
Andy em show do Erasure (Julho de 2011)
Informação geral
Nome completo Andrew Ivan Bell
Nascimento 25 de abril de 1964 (54 anos)
Origem Peterborough, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Synthpop
Período em atividade 1985 - hoje
Afiliação(ões) Erasure

Andrew Ivan Bell (Peterborough, 25 de abril de 1964), conhecido como Andy Bell, é um cantor britânico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Bell estudou no King's School de Peterborough.[1][2]

Em 1985, tornou-se o vocalista da dupla de synthpop Erasure, criada em parceria com Vince Clarke (ex-Depeche Mode e ex-Yazoo). A formação se deu após um anúncio no jornal Melody Maker postado por Vince, que procurava por um vocalista para um novo projeto musical. Andy, que até então havia tido experiência em corais e em outra dupla chamada Dinger, foi o 43° candidato a fazer uma audição e acabou sendo aprovado. Começava o Erasure, que acumulou grandes hits ao longo da carreira, principalmente no final dos anos 80 e no início dos 90, como "Oh L'amour", "A Little Respect", "Stop!", "Blue Savannah", "Love To Hate You" e tantos outros.

Andy é ainda o letrista do Erasure. Suas canções falam principalmente sobre o amor, mas já tratou de outros temas mais polêmicos como religião e guerra, principalmente no álbum Chorus, escrito na época da guerra do Golfo.

Além de seus vocais característicos, Andy Bell é reconhecido pela sua postura extravagante nos palcos: seja por suas coreografias ou pelos seus figurinos extravagantes, principalmente os que usava até meados dos anos 90. Essa postura e o fato de falar abertamente sobre sua homossexualidade, tornaram Andy também conhecido como um dos grandes defensores dos direitos dos gays. Em 1998, ele foi diagnosticado como portador do vírus da AIDS. Além de já ter lançado 13 álbuns com o Erasure, Andy Bell já lançou dois trabalhos solo: Electric Blue (2005) e Non-Stop (2010), que possuem um som electro que os de sua famosa dupla.

Referências

  1. Lamy, Joel (24 de julho de 2016). «School 'owes debt' to inspirational teacher». Peterborough Telegraph. Peterborough Today. Consultado em 9 de outubro de 2016. 
  2. «CLAIM: Anger over 'scary city' jibe by star». Peterborough Telegraph. Peterborough Today. 21 de outubro de 2003. Consultado em 9 de outubro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.