Anel de Einstein

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Um anel de Einstein, também conhecido como anel de Einstein-Chwolson ou anel de Chwolson,[1] é criado quando a luz de uma galáxia ou estrela passa por um objeto massivo a caminho da Terra.[2] Devido às lentes gravitacionais, a luz é desviada, fazendo com que pareça vir de lugares diferentes. Se a fonte, a lente e o observador estiverem todos alinhados, a luz aparecerá como um anel.[3] Em 1912, Einstein previu a curvatura da luz. O físico russo Orest Chwolson foi o primeiro a mencionar o efeito do anel na literatura científica em 1924, razão pela qual os anéis também são chamados de anéis de Einstein-Chwolson.[4]

Descrição[editar | editar código-fonte]

A lente gravitacional é prevista pela teoria da relatividade geral de Albert Einstein. Em vez da luz de uma fonte que viaja em linha reta (em três dimensões), ela é dobrada pela presença de um corpo maciço, que distorce o espaço-tempo. Um anel de Einstein é um caso especial de lente gravitacional, causado pelo alinhamento exato da fonte, lente e observador. Isso resulta em simetria ao redor da lente, causando uma estrutura em forma de anel.[5] O tamanho de um anel de Einstein é dado pelo raio de Einstein. Em radianos, é

onde

é a constante gravitacional,
é a massa da lente,
é a velocidade da luz,
é a distância do diâmetro angular da lente,
é a distância do diâmetro angular à fonte e
é a distância angular do diâmetro entre a lente e a fonte.[6]

Observe que, em geral, em distâncias cosmológicas .

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Hubble Space Telescope Sees Einstein Ring | Astronomy | Sci-News.com». Breaking Science News | Sci-News.com (em inglês). Consultado em 2 de junho de 2020 
  2. information@eso.org. «Einstein Ring in Distant Universe - Astronomers Using the VLT Discover Bright Cosmic Mirage Far Away». www.eso.org (em espanhol). Consultado em 2 de junho de 2020 
  3. «Linked Data - Object Viewer». vocabs.ands.org.au. Consultado em 2 de junho de 2020 
  4. «New 'Einstein Ring' Discovered By Dark Energy Camera». Universe Today (em inglês). 2 de junho de 2016. Consultado em 2 de junho de 2020 
  5. «Out There | Einstein's Telescope». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  6. Pritchard, Jonathan. «Gravitational lensing» (PDF). Harvard and Smithsonian. p. 19. Consultado em 21 December 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço relacionado ao Projeto Astronomia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.