Lista dos campeões mundiais de boxe atuais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é uma lista dos campeões mundiais de boxe atuais certificados pelas principais entidades organizadoras e apresentada conforme as 17 categorias de peso atualmente existentes.[1]

Na atualidade são quatro principais organizações que regulam o Boxe profissional. Os regulamentos e regras atuais são dados pela Associação Mundial de Boxe,[2] o Conselho Mundial de Boxe,[3] a Federação Internacional de Boxe[4] e a Organização Mundial de Boxe;[5] cada organização reconhece os rankings e as regras para a unificação de títulos das outras três respectivas organizações. Cada organização sanciona e regula suas respectivas lutas por títulos e entrega o cinturão de campeão em suas distintas categorias.

Organizações[editar | editar código-fonte]

Associação Mundial de Boxe[editar | editar código-fonte]

A Associação Mundial de Boxe AMB (WBA em inglês) foi fundada como Associação Nacional de Boxe (NBA em inglês), como organização nacional reguladora de Boxe nos Estados Unidos. Em 23 de agosto de 1962, a NBA mudou seu nome para WBA, que hoje tem sua sede no Panamá.[6] De acordo com as regras da WBA, quando um campeão tem um título na mesma categoria em outra organização sancionadora, para o boxeador é entregado um reconhecimento especial: será nomeado campeão unificado e lhe é dado mais tempo entre as defesas obrigatórias de seu título. O Comitê e o presidente da WBA poderão designar a um campeão como Supercampeão em circunstâncias excepcionais;[2] se isto ocorrer considera-se o título de campeão como vago. Quando um campeão da WBA defende seu título pela quinta ou sexta vez; ele poderá ser promovido a Supercampeão, em uma junção dos membros da WBA onde acontecerá uma votação para decidir.[7][8]

Conselho Mundial De Boxe[editar | editar código-fonte]

O Conselho Mundial de Boxe CMB (WBC em inglês) foi fundado na Cidade do México, no dia 14 de fevereiro de 1963 com o fim de ser uma organização sancionadora internacional.[9] O WBC estabeleceu muitas das regras atuais, tais como a contagem até 8,[10] limitou a 12 a quantidade máxima de rounds em vez de 15 como anteriormente era, e também acrescentou algumas categorias de peso. A seu critério, o WBC pode designar e reconhecer, em uma maioria 2/3 dos votos dos membros do conselho, um ou mais Campeões Eméritos nas distintas categorias. Este reconhecimento é para toda a vida e pode ser atribuído aos campeões atuais ou passados. Os seguintes boxeadores ja ganharam o reconhecimento de Campeão Emérito pela sua carreira: Lennox Lewis, Vitali Klitschko, Bernard Hopkins (Campeão Honorario), André Ward, Mikkel Kessler, Sérgio Gabriel Martinez, Floyd Mayweather Jr., Kostya Tszyu, Manny Pacquiao, Danny Garcia, Érik Moralez, Toshiaki Nishioka, Vic Darchinyan, e Édgar Sosa. O WBC tem "Campeões Diamantes", este é um título que se entrega ocasionalmente ao ganhador da luta entre os dois melhores boxeadores considerados pelo conselho em uma categoria determinada; Manny Pacquiao foi o primeiro ganhador deste título, quando em 2009 derrotou o então campeão dos meio-médios da WBO Miguel Cotto; em 2011, Sergio Martinez ganhou este título na categoria de peso-médio ao derrotar por KO Sergiy Dzinziruk, que nesse momento tinha um cartel invicto de 37 lutas ganhas; o terceiro boxeador que ganhou este título foi Bernard Hopkins quando no dia 21 de maio de 2011 derrotou por pontos a Jean Pascal convertendo-se também no boxeador com mais idade a ganhar um título mundial, o quarto a obter o Título Diamante foi Floyd Mayweather Jr. ao derrotar em maio de 2012 o então campeão médio-ligeiro da WBA Miguel Cotto, nesta mesma categoria. Outros ganhadores deste título foram Nonito Donaire (supergalo), Jean Pascal e Sergey Kovalev (meio-pesados) e Léo Santa Cruz (pena). Embora este título possa ser defendido não é um requisito obrigatório. O título também pode ser vago em caso de uma longa ausência ou a retirada do boxeador. Durante a 51º convenção da WBC em Bangkok, Tailândia, Floyd Mayweather Jr. foi nomeado Campeão Supremo, uma designação que ninguém tinha antes alcançado.

Federação Internacional de Boxe[editar | editar código-fonte]

A Federação Internacional de Boxe FIB (IBF em inglês) apareceu em 1976 como a Associação de Boxe dos Estados Unidos (USBA sigla em inglês) quando os membros americanos da WBA decidiram sair e legitimar o boxe nos Estados Unidos com classificações (rankings) imparciais.[11] Em abril de 1983, se estabeleceu como uma organização internacional mudando seu nome para Associação Internacional de Boxe dos Estados Unidos (USBA-I).[11] Em maio de 1984, a sede da USBA-I em Nova Jersey mudou de nome e se converteu em Federação Internacional de Boxe (IBF).[11]

Organização Mundial de Boxe[editar | editar código-fonte]

A Organização Mundial de Boxe OMB (WBO em inglês) foi fundada em San Juan (Porto Rico) (comunidad autónoma dos Estados Unidos) em 1988. Seu lema é "Dignidade, democracia e honestidade".[12] Quando um campeão alcança o "estado de excelência" pode ser designado como "Supercampeão" pelo Comitê Executivo da organização.[13] Mais do que grandes campeões de boxe, também foram considerado supercampeões: Bernard Hopkins, Joe Cazalghe, Kelly Pavlik, Oscar de la Hoya, Juan Díaz, Juan Manuel Márquez, Marco Antonio Barreira, Fernando Montiel e Iván Calderón. Em 8 de dezembro de 2012, Juan Manuel Márquez foi nomeado Lutador da Década pela WBO e ganhou um título especial logo após derrotar por KO a Manny Pacquiao no 6° round. Este que um tempo depois também veio a receber o título de Supercampeão.

Campeões mundiais[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão registradas as lutas de cada campeão, antes do nome do boxeador aparece a bandeira de seu país, embaixo está o seu cartel da seguinte maneira: vitórias-derrotas-empates-sem resultado (vitórias por nocaute) e por último o dia em que obteve o título.

Pesado (+90.7 kg, 200 lbs)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Reino Unido Anthony Joshua
Super campeão
19-0-0-0 (19 KO)
29 de abril de 2017
Estados Unidos Deontay Wilder
38-0-0-0 (37 KO)
17 de janeiro de 2015
Reino Unido Anthony Joshua
19-0-0-0 (19 KO)
9 de abril de 2016
Nova Zelândia Joseph Parker
23-0-0-0 (18 KO)
10 de dezembro de 2016

Cruzador (90.7 kg, 200 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Rússia Denis Lebedev
Super campeão
29-3-0-0 (22 KO)
21 de maio de 2016
Letónia Mairis Briedis
22-0-0-0 (18 KO)
1 de abril de 2017
Rússia Murat Gassiev
24-0-0-1 (17 KO)
3 de dezembro de 2016
Ucrânia Oleksandr Usyk
12-0-0-0 (10 KO)
17 de setembro de 2016
Cazaquistão Beibut Shumenov
Campeão regular
17-2-0-0 (11 KO)
21 de maio de 2016
Cuba Yunier Dorticos
Campeão interino
21-0-0-0 (20 KO)
20 de maio de 2016

Meio-pesado (79.4 kg, 175 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Estados Unidos Andre Ward
Campeão incontestável
32-0-0-0 (16 KO)
19 de novembro de 2016
Canadá Adonis Stevenson
29-1-0-0 (24 KO)
8 de junho de 2013
Estados Unidos Andre Ward
32-0-0-0 (16 KO)
19 de novembro de 2016
Estados Unidos Andre Ward
32-0-0-0 (16 KO)
19 de novembro de 2016
Reino Unido Nathan Cleverly
Campeão regular
30-3-0-0 (16 KO)
1 de outubro de 2016
Rússia Dmitry Bivol
Campeão interino
11-0-0-0 (9 KO)
21 de maio de 2016

Supermédio (76.2 kg, 168 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Reino Unido George Groves
Super campeão
26-3-0-0 (19 KO)
5 de novembro de 2016
vago Reino Unido James DeGale
23-1-1-0 (14 KO)
23 de maio de 2015
México Gilberto Ramírez
35-0-0-0 (24 KO)
9 de abril de 2016
Alemanha Tyron Zeuge
Campeão regular
21-0-1-0 (11 KO)
5 de novembro de 2016
Estados Unidos Andre Dirrel
Campeão interino
26-2-0-0 (16 KO)
20 de maio de 2017

Médio (72.6 kg, 160 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Cazaquistão Gennady Golovkin
Super campeão
37-0-0-0 (33 KO)
3 de junho de 2014
Cazaquistão Gennady Golovkin
37-0-0-0 (33 KO)
18 de maio de 2016
Cazaquistão Gennady Golovkin
37-0-0-0 (33 KO)
17 de outubro de 2015
Reino Unido Billy Joe Saunders
24-0-0-0 (12 KO)
19 de dezembro de 2015
França Hassan N'Dam N'Jikam
Campeão regular
36-2-0-0 (21 KO)
20 de maio de 2017
Geórgia Avtandil Khurtsidze
Campeão interino
33-2-2-0 (22 KO)
22 de abril de 2017

Médio-ligeiro (69.9 kg, 154 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Cuba Erislandy Lara
Super campeão
23-2-2-0 (13 KO)
8 de junho de 2016
Estados Unidos Jermell Charlo
29-0-0-0 (14 KO)
21 de maio de 2016
Estados Unidos Jarrett Hurd
20-0-0-0 (14 KO)
25 de fevereiro de 2017
vago
Estados Unidos Demetrius Andrade
Campeão regular
24-0-0-0 (16 KO)
11 de março de 2017
Argentina Brian Castaño
Campeão interino
13-0-0-0 (10 KO)
26 de novembro de 2016

Meio-médio (66.7 kg, 147 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Estados Unidos Keith Thurman
Super campeão
28-0-0-1 (22 KO)
7 de fevereiro de 2017
Estados Unidos Keith Thurman
28-0-0-1 (22 KO)
4 de março de 2017
Estados Unidos Errol Spence Jr.
22-0-0-0 (19 KO)
27 de maio de 2017
Filipinas Manny Pacquiao
59-6-2-0 (38 KO)
5 de novembro de 2016
Estados Unidos Lamont Peterson
Campeão regular
35-3-1-0 (17 KO)
18 de fevereiro de 2017

Superleve (63.5 kg, 140 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Namíbia Julius Indongo
Campeão unificado
22-0-0-0 (11 KO)
15 de abril de 2017
Estados Unidos Terence Crawford
31-0-0-0 (22 KO)
23 de julho de 2016
Namíbia Julius Indongo
22-0-0-0 (11 KO)
3 de dezembro de 2016
Estados Unidos Terence Crawford
31-0-0-0 (22 KO)
18 de abril de 2015

Leve (61.2 kg, 135 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Venezuela Jorge Linares
42-3-0-0 (27 KO)
24 de setembro de 2016
Estados Unidos Mikey Garcia
36-0-0-0 (30 KO)
28 de janeiro de 2017
Estados Unidos Robert Easter Jr.
19-0-0-0 (14 KO)
9 de setembro de 2016
Reino Unido Terry Flanagan
33-0-0-0 (13 KO)
11 de julho de 2015

Superpena (59.0 kg, 130 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Panamá Jezreel Corrales
Super campeão
21-1-0-1 (8 KO)
27 de abril de 2016
México Miguel Berchelt
31-1-0-0 (28 KO)
28 de janeiro de 2017
Estados Unidos Gervonta Davis
18-0-0-0 (17 KO)
14 de janeiro de 2017
Ucrânia Vasyl Lomachenko
8-1-0-0 (6 KO)
11 de junho de 2016

Pena (57.2 kg, 126 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
México Léo Santa Cruz
Super campeão
33-1-1-0 (18 KO)
28 de janeiro de 2017
Estados Unidos Gary Russell Jr.
28-1-0-0 (17 KO)
28 de março de 2015
Reino Unido Lee Selby
23-1-0-0 (8 KO)
30 de maio de 2015
México Óscar Valdez
22-0-0-0 (19 KO)
23 de julho de 2016
México Abner Mares
Campeão regular
30-2-1-0 (15 KO)
10 de dezembro de 2016
República Dominicana Claudio Marrero
Campeão interino
22-1-0-0 (16 KO)
29 de abril de 2017

Supergalo (55.3 kg, 122 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Cuba Guillermo Rigondeaux
Super campeão
18-0-0-0 (12 KO)
6 de junho de 2016
México Rey Vargas
29-0-0-0 (22 KO)
25 de fevereiro de 2017
Japão Yukinori Oguni
19-1-1-0 (7 KO)
31 de dezembro de 2016
Estados Unidos Jessie Magdaleno
25-0-0-0 (18 KO)
5 de novembro de 2016
Japão Shun Kubo
Campeão regular
12-0-0-0 (9 KO)
9 de abril de 2017
México Moises Flores
Campeão interino
25-0-0-1 (17 KO)
18 de abril de 2015

Galo (53.5 kg, 118 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Cazaquistão Zhanat Zhakiyanov
Campeão incontestável
27-1-0-0 (18 KO)
10 de fevereiro de 2017
Japão Shinsuke Yamanaka
27-0-2-0 (19 KO)
6 de novembro de 2011
Reino Unido Ryan Burnett
17-0-0-0 (9 KO)
10 de junho de 2017
África do Sul Zolani Tete
25-3-0-0 (20 KO)
22 de abril de 2017
Reino Unido Jamie McDonnell
Campeão regular
29-2-1-0 (13 KO)
31 de maio de 2014

Supermosca (52.2 kg, 115 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Reino Unido Khalid Yafai
22-0-0-0 (14 KO)
10 de dezembro de 2016
Tailândia Srisaket Sor Rungvisai
42-4-1-0 (38 KO)
18 de março de 2017
Filipinas Jerwin Ancajas
26-1-1-0 (17 KO)
3 de setembro de 2016
Japão Naoya Inoue
13-0-0-0 (11 KO)
30 de dezembro de 2014

Mosca (50.8 kg, 112 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Japão Kazuto Ioka
22-1-0-0 (13 KO)
22 de abril de 2015
Japão Daigo Higa
13-0-0-0 (13 KO)
20 de maio de 2017
Filipinas Donnie Nietes
44-1-4-0 (22 KO)
29 de abril de 2017
China Zou Shiming
9-1-0-0 (2 KO)
5 de novembro de 2016

Mosca-ligeiro (49.0 kg, 108 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Japão Ryoichi Taguchi
25-2-2-0 (11 KO)
31 de dezembro de 2014
Japão Ken Shiro
10-0-0-0 (5 KO)
20 de maio de 2017
Filipinas Milan Melindo
36-2-0-0 (13 KO)
21 de maio de 2017
Japão Kosei Tanaka
9-0-0-0 (5 KO)
31 de dezembro de 2016

Mínimo (47.6 kg, 105 lb)[editar | editar código-fonte]

WBA WBC IBF WBO
Tailândia Knockout CP Freshmart
15-0-0-0 (7 KO)
29 de junho de 2016
Tailândia Wanheng Menayothin
47-0-0-0 (17 KO)
6 de novembro de 2014
México José Argumedo
20-3-1-0 (12 KO)
31 de dezembro de 2015
Japão Tatsuya Fukuhara
19-4-6-0 (7 KO)
26 de fevereiro de 2017

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «World Champions By Weight Class» (em inglês). BoxRec. Consultado em 10 de junho de 2017 
  2. a b «Rules of World Boxing Association» (PDF) (em inglês). World Boxing Association. Consultado em 22 de junho de 2016 
  3. «World Boxing Council Rules and Regulations» (PDF) (em inglês). World Boxing Council. Consultado em 6 de janeiro de 2011 
  4. «IBF/USBA Rules Governing Championship Contests» (PDF) (em inglês). Federação Internacional de Boxe. Consultado em 18 de janeiro de 2011 
  5. «World Boxing Organization Regulations of World Championship Contests» (em inglês). World Boxing Organization. Consultado em 2 de março de 2009 
  6. «World Boxing Association History» (em inglês). World Boxing Association. Consultado em 22 de junho de 2016 
  7. «WBA Super Championships» (em inglês). World Boxing Association. Consultado em 3 de junho de 2017 
  8. «World Boxing Association Super Belt winners» (em inglês). World Boxing Association. Consultado em 3 de junho de 2017 
  9. «World Boxing Council» (em inglês). World Boxing Council. Consultado em 30 de setembro de 2013 
  10. «Rules that have changed the History of Boxing» (em inglês). World Boxing Council. Consultado em 30 de setembro de 2013 
  11. a b c «History of the IBF» (em inglês). Federação Internacional de Boxe. Consultado em 6 de junho de 2006 
  12. «WBO logo» (em inglês). Organização Mundial de Boxe. Consultado em 6 de novembro de 2011 
  13. «WBO Regulations of World Championship Contests» (PDF) (em inglês). Organização Mundial de Boxe. Section 14 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]