Discografia de Taylor Swift

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Discografia de Taylor Swift
Swift durante uma apresentação da The 1989 World Tour em Glasgow, Junho de 2015.
Álbuns de estúdio 5
Álbuns ao vivo 3
Extended plays (EP) 3
Singles 34
Participações especiais 3
Singles promocionais 11

A discografia de Taylor Swift, uma cantora e compositora norte-americana de música country e pop, consiste em cinco álbuns de estúdio, três álbuns ao vivo, três extended plays (EP) e 37 singles (incluindo três como artista convidada e onze promocionais). Swift assinou um contrato com a editora discográfica Big Machine Records em 2005, tendo lançado o seu álbum de estreia homónimo no ano seguinte. Nos EUA, o disco atingiu o pico no número cinco e no número um na tabela Top Country Albums. Após ultrapassar a marca das cinco milhões de cópias vendidas, recebeu o certificado de disco de platina pela quinta vez pela Recording Industry Association of America (RIAA). O álbum teve a permanência mais longa na tabela musical dos EUA por qualquer álbum lançado na década de 2000.[1] Além disso, dele foram lançados cinco singles, que posicionaram-se dentro das quarenta melhores posições nos Estados Unidos e receberam certificados de disco de platina pela RIAA. Nos anos seguintes foram lançados os EP Sounds of the Season: The Taylor Swift Holiday Collection (2007) e Beautiful Eyes (2008), que alcançaram as posições 20 e 9 nos EUA, respectivamente.

Fearless, o segundo álbum de estúdio da cantora, foi lançado em 2008. O álbum alcançou o primeiro posto nos EUA, no qual permaneceu por onze semanas não consecutivas,[2] e se tornou no mais vendido de 2009 naquele país,[3] onde recebeu o certificado de disco de platina por sete vezes pela RIAA. Treze canções de Fearless conseguiram posicionar-se dentro das quarenta melhores posições da tabela de singles dos Estados Unidos, estabelecenod o recorde de mais entradas nas quarenta melhores posições por um único álbum.[4] "Love Story", o primeiro single do disco, tornou-se um êxito de Swift e foi o single que melhor se sucedeu comercialmente na sua carreira até aquele momento, tendo alcançado as cinco melhores colocações em mais de oito países, inclusive a Austrália, onde atingiu o primeiro posto e recebeu o certificado de disco de platina por três vezes pela Australian Recording Industry Association (ARIA). Além disso, recebeu o certificado de disco de platina por oito vezes pela RIAA, tornando-se num dos singles mais vendidos daquele país e do mundo. "You Belong With Me", o terceiro single do álbum, recebeu o certificado de disco de platina por sete vezes nos EUA, onde alcançou a segunda posição na tabela de singles, tornando-se na maior posição de pico por um trabalho seu, um feito que veio a ser igualado no ano seguinte por "Today Was a Fairytale", uma canção que Swift gravou para a banda sonora do filme Valentine's Day.[5] Antes mesmo de ter sido lançada como single, "Fearless" havia recebido o certificado de disco de ouro pela RIAA como resultado de vendas digitais.[6] Em 2009, Swift foi reconhecida com o prémio "Artista do Ano" nos Billboard Music Award pelo sucesso comerciais de Fearless nas tabelas musicais norte-americanas.[7] Até Março de 2011, mais de 9 milhões de cópias de Fearless haviam sido vendidas no mundo.

Lançado em 2010, Speak Now, o terceiro trabalho de estúdio da cantora, registou um acumulado de vendas de aproximadamente 1.047 mil exemplares durante a sua primeira semana de comercialização, o que lhe garantiu a estreia no primeiro posto dos EUA, tendo permanecido por seis semanas não-consecutivas.[8] Além disso, estabeleceu a maior primeira semana de vendas para uma artista feminina de música country e recebeu o certificado de disco de platina por quatro vezes pela RIAA, o que fez dela a única artista feminina a solo a superar a marca dos quatro milhões de cópias vendidas por três vezes consecutivas.[9] Dos seis singles de Speak Now, apenas "The Story of Us" não conseguiu alcançar o pico dentro das vinte melhores posições nos EUA e dentro das cinco melhores posições da Hot Country Songs. Contudo, todos os singles receberam certificados de disco de platina pela RIAA, inclusive "Mine", que tornou-se em um êxito mundial, recebendo também o certificado de disco de platina na Nova Zelândia e no Canadá. Até Setembro de 2011, mais de 5 milhões de unidades de Speak Now já haviam sido comercializadas no mundo. Durante a sua primeira semana de comercialização nos EUA, Red, o quarto trabalho de estúdio de Swift, vendeu aproximadamente 1 milhão e 208 mil exemplares, estreando no primeiro lugar nos EUA, fazendo de Swift a única artista a vender mais de um milhão de cópias por álbuns diferentes nos EUA e marcando a sua maior primeira semana de vendas até aquele momento.[10] O álbum tornou-se instantaneamente em um sucesso massivo no mundo, recebendo o certificado de disco de platina por quatro vezes pela RIAA, ARIA e Music Canada (MC). "We Are Never Ever Getting Back Together" tornou-se no primeiro single da artista a alcançar o primeiro posto nos EUA, vendendo mais de 1 milhão de exemplares e recebendo o certificado de disco de platina por duas vezes pela RIAA apenas no seu primeiro mês de lançamento.[11][12] Após uma actuação ao vivo da canção "Ronan" em uma cerimónia beneficente, esta estreou na décima sexta colocação nos EUA e marcou a primeira vez que um lançamento seu não conseguiu receber o certificado de disco de platina pela RIAA. "I Knew You Were Trouble.", o terceiro single de Red, posicionou-se dentro das dez melhores posições em dezanove países e recebeu o certificado de disco de platina por seis vezes pela RIAA e pela ARIA, e por cinco vezes pela Recording Industry Association of New Zealand (RIANZ). Até Maio de 2013, mais de 6 milhões de exemplares de Red já haviam sido comercializados no mundo.

Estreando no primeiro posto nos EUA com 1 milhão e 287 mil unidades comercializadas, 1989, o quinto álbum de estúdio de Swift, quebrou o recorde de vendas semanais da artista e marcou a sua terceira estreia no primeiro posto dos EUA com vendas superiores a um milhão de exemplares, um feito jamais alcançado por qualquer outro artista.[13] O disco tornou-se em um sucesso massivo em pouco tempo, sendo um dos mais rapidamente comercializados do mundo. Posicionou-se dentro das dez melhores posições em 28 países, inclusive a Austrália, Canadá, Irlanda, Nova Zelândia e Reino Unido, onde tornou-se no segundo disco de Swift a estrear no primeiro posto e recebeu o certificado de disco de platina. O primeiro single do álbum, "Shake It Off", foi um êxito mundial instantâneo, alcançado a primeira colocação em quinze tabelas musicais de oito países, incluindo a Austrália, onde foi o terceiro mais bem-sucedido de 2014 e recebeu o certificado de disco de platina por seis vezes pela ARIA, e os Estados Unidos, onde recebeu o certificado de disco de platina por oito vezes, igualando "Love Story" como o single mais bem-sucedido da carreira de Swift. "Blank Space" e "Bad Blood", está última com participação do rapper Kendrick Lamar, conseguiram também alcançar o primeiro posto nos EUA e tornaram-se sucessos no mundo, inclusive em países como a Austrália, a Nova Zelândia, o Canadá e o Reino Unido.[14] "Wildest Dreams" foi lançada como o quinto single de 1989 em Setembro de 2015. De acordo com as estatísticas publicadas pela RIAA, Swift é a segunda artista que mais singles digitais vendeu nos EUA, com um acumulado de vendas certificadas de 93.5 milhões de unidades.[15] Até Março de 2015, 27.67 milhões de álbuns da artista já haviam sido vendidos apenas em território norte-americano, o que fez de Swift a sétima artista feminina que mais álbuns vendeu desde o início da contagem de vendas pela Nielsen SoundScan em 1991.[16] Ao redor do mundo, estes número aumentam para 40 milhões de álbuns e mais de 115 milhões de obras digitais.[17]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Detalhes do álbum Melhores posições nas tabelas Vendas Certificação
(limiares de vendas)
EUA
[18]
AUS
[19]
BRA
[20]
CAN
[21]
ALE
[22]
IRL
[23]
JAP
[24]
NZL
[25]
POR
[26]
SUI
[27]
UK
[28]
Taylor Swift 5 33 14 53 38 81
Fearless
  • Lançamento: 11 de Novembro de 2008
  • Gravadora: Big Machine Records
  • Formato(s): CD, download digital
1 2 1 12 7 8 1 35 5
Speak Now
  • Lançamento: 25 de Outubro de 2010
  • Gravadora: Big Machine Records
  • Formato(s): CD, download digital
1 1 1 15 6 6 1 17 6
Red
  • Lançamento: 22 de Outubro de 2012
  • Gravadora: Big Machine Records
  • Formato(s): CD, download digital
1 1 1 5 1 3 1 14 9 1
1989
  • Lançamento: 27 de Outubro de 2014
  • Gravadora: Big Machine Records
  • Formato(s): CD, download digital
1 1 3 1 4 1 1 1 3 3 1
"—" denota um lançamento que não foi ocorreu no território ou não conseguiu entrar na tabela musical do país.

Extended plays[editar | editar código-fonte]

Detalhes do álbum Melhores posições nas tabelas Vendas Certificação
(limiares de vendas)
EUA
[18]
EUA
Country

[64]
JAP
[24]
Sounds of the Season: The Taylor Swift Holiday Collection
  • Vendido exclusivamente nas lojas da Target.
  • Lançamento: 14 de Outubro de 2007
  • Editora: Big Machine Records
  • Formatos: CD, download digital
20 14 76
Rhapsody Originals
  • Lançamento: Novembro de 2007[66]
  • Editora: Big Machine Records
  • Formato: Download digital
Beautiful Eyes
  • Vendido exclusivamente nas lojas do Wal-Mart.
  • Lançamento: 15 de Julho de 2008
  • Editora: Big Machine Records
  • Formatos: CD, download digital
9 1
"—" denota um lançamento que não foi ocorreu no território ou não conseguiu entrar na tabela musical do país.

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Detalhes do álbum Melhores posições nas tabelas Vendas Certificação
(limiares de vendas)
Observações
EUA
[68]
EUA
Country

[68]
AUS
[19]
CAN
[69]
JAP
[24]
Connect Set
  • Lançamento: 30 de Janeiro de 2007
  • Editora: Big Machine Records
  • Formato: CD
  • Extended play de edição limitada que consiste em actuações ao vivo de faixas do álbum Taylor Swift.[70]
iTunes Live from SoHo
  • Lançamento: 15 de Janeiro de 2008
  • Editora: Big Machine Records
  • Formato: Download digital
  • Extended play com venda exclusiva na iTunes Store.
  • Consiste em actuações ao vivo de faixas do álbum Taylor Swift e uma versão cover ao vivo de "Umbrella", da cantora Rihanna.[71]
Speak Now: World Tour Live
  • Lançamento: 21 de Novembro de 2011
  • Editora: Big Machine Records
  • Formatos: CD, download digital
11 2 16 25 28
  • Um CD/DVD que apresenta todas as dezoito apresentações ao vivo da paragem norte-americana da digressão Speak Now World Tour.[73]
"—" denota um lançamento que não foi ocorreu no território ou não conseguiu entrar na tabela musical do país.

Singles[editar | editar código-fonte]

Como artista principal[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Melhores posições nas tabelas Certificação
(limiares de vendas)
Álbum
EUA
[74]
EUA
Country

[64]
AUS
[19]
CAN
[75]
DIN
[76]
IRL
[23]
NZL
[25]
NOR
[77]
SUE
[78]
UK
[28]
2006 "Tim McGraw" 40 6 Taylor Swift
2007 "Teardrops on My Guitar"[80] 13 2 45 51
"Our Song" 16 1 30
2008 "Picture to Burn" 28 3 48
"Should've Said No"[82] 43 1 67 18
"Love Story" 4 1 1 4 16 3 32 71 10 2 Fearless
"White Horse" 43 2 41 43 60
2009 "You Belong with Me"[85] 2 1 5 3 32 12 5 47 30
"Fifteen" 23 7 48 19
2010 "Fearless"[85] 9 10 69 111
"Today Was a Fairytale" 2 41 3 1 41 29 57 Valentine's Day
"Mine" 3 2 9 7 38 16 48 30 Speak Now
"Back to December" 6 2 26 72 24
2011 "Mean" 11 2 45 10
"The Story of Us" 51 65 70
"Sparks Fly"[87][88][89] 37 1 97 28
"Ours" 13 1 91 68 181
"Safe & Sound"
(com participação de The Civil Wars)
30 38 31 11 67 The Hunger Games:
Songs from District 12 and Beyond
2012 "Long Live"
(com participação de Paula Fernandes)
95 Speak Now: World Tour Live
"Eyes Open" 59 50 47 17 65 6 70 The Hunger Games:
Songs from District 12 and Beyond
"We Are Never Ever Getting Back Together" 1 1 9 1 18 16 1 9 16 15 Red
"Begin Again"[93] 7 10 20 4 25 11 30
"I Knew You Were Trouble."[95] 2 3 5 5 9 83 19
"22" 20 21 20 12 23 92
2013 "Highway Don't Care"[102]
(com Tim McGraw)
32 28 49 77 92 71 Two Lanes of Freedom
"Red"[104] 6 2 30 51 25 14 26 Red
"Everything Has Changed"
(com participação de Ed Sheeran)
32 28 28 51 22 72
"The Last Time"
(com participação de Gary Lightbody)
103 73 15 25
"Sweeter than Fiction" 34 44 17 38 94 25 One Chance:
The Incredible True Story of Paul Potts:
Motion Picture Soundtrack
2014 "Shake It Off" 1 1 1 4 3 1 3 3 2 1989
"Blank Space" 1 1 1 4 2 4
2015 "Style" 6 8 6 38 11 21
"Bad Blood"
(com participação de Kendrick Lamar)
1 1 1 8 1 4
"Wildest Dreams" 5 3 4 40 8 42
2016 "Out of the Woods" 18 19 8 23 6 136
"New Romantics" 46 35 58
"I Don't Wanna Live Forever
(Fifty Shades Darker)
"
(com Zayn)
2 3 2 2 4 4 2 1 5 Fifty Shades Darker:
Original Motion Picture Soundtrack
"—" denota itens que não entraram nas tabelas ou não foram lançados no território.

Como artista convidada[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Melhores posições nas tabelas Certificação Álbum
EUA
[118]
AUS
[119]
CAN
[120]
2009 "Two Is Better Than One"
(Boys Like Girls com participação de Taylor Swift)
18 18 Love Drunk
2010 "Half of My Heart"
(John Mayer com participação de Taylor Swift)
25 95 53 Battle Studies
2012 "Both of Us"
(B.o.B com participação de Taylor Swift)
18 46 23 Strange Clouds
"— " denota itens que não entraram nas tabelas ou não foram lançados no território.

Singles promocionais[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Melhores posições nas tabelas Certificação Álbum
EUA
[74]
EUA
Country

[64]
AUS
[19]
CAN
[75]
DIN
[76]
ESP
[124]
FRA
[125]
IRL
[23]
NZL
[25]
UK
[28]
2008 "I Heart?" Beautiful Eyes
"Change" 90 57 Fearless
"Breathe"
(com participação de Colbie Caillat)
87
"You're Not Sorry" 66 111
2009 "Crazier"[126] 57 117 91 100 Hannah Montana: The Movie
"American Girl"[127] Não incluso em álbum
2010 "Speak Now" 85 58 144 82 34 Speak Now
2011 "If This Was a Movie" 19 97 191
"Superman"[128] 99 82
"Back to December"[129]
(acústico)
Não inclusos em álbum
"Haunted"[130]
(acústico)
2012 "Ronan" 95 34
"State of Grace"[131] 84 44 91 43 90 36 Red
"The Moment I Knew"[132] 64 58 197
"Come Back... Be Here"[133] 64 188
"Girl at Home"[134] 75
"State of Grace"[135]
(acústico)
Não inclusos em álbum
2013 "Red"[136]
(ao vivo no CMA Awards com participação de Alison Krauss,
Edgar Meyer, Eric Darken, Sam Bush e Vince Gill)
2014 "Welcome to New York" 48 23 19 27 21 85 55 6 39 1989
2015 "Wonderland" 51 84 29 171
"You Are in Love" 83 99
"— " denota itens que não entraram nas tabelas ou não foram lançados no território.

Outras canções que entraram nas tabelas[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Melhores posições nas tabelas Certificação Álbum
EUA
[74][137]
EUA
Country

[64]
AUS
[138]
CAN
[75][139]
NZL
[25]
UK
[63]
2007 "I'm Only Me When I'm with You"[140][141] 115 Taylor Swift
"Invisible"[142] 103
"Last Christmas" 28 Sounds of the Season:
The Taylor Swift Holiday Collection
"Christmas When You Were Mine" 48
"Santa Baby" 43
"Silent Night" 54
"White Christmas" 59
2008 "Umbrella"[143] 104 Live from SoHo
"Hey Stephen" 94 Fearless
"Tell Me Why"[144] 101
"The Way I Loved You" 72
"Forever & Always" 94 37
"The Best Day" 103 56
2009 "Jump Then Fall"[145] 60 59 98 14
"Untouchable" 69 23
"Come in with the Rain" 94 40
"Superstar" 66 35
"The Other Side of the Door" 92 30
2010 "Breathless"[146] 82 49 116 Hope for Haiti Now
"Dear John" 114 68 Speak Now
"Never Grow Up" 122
"Enchanted" 100 95
"Better than Revenge" 103 73
"Innocent" 74 53
"Haunted" 92 61
"Last Kiss" 94 99
2011 "Drops of Jupiter" (ao vivo) 107 Speak Now: World Tour Live
2012 "I Almost Do" 94 13 50 Red
"All Too Well" 102 17 59
"Stay Stay Stay" 139 24 70
"Treacherous" 102 26 65
"Starlight" 105 28 80
"Holy Ground" 112 32 89
"The Lucky One" 113 33 88
"Sad Beautiful Tragic" 118 37 92
2014 "All You Had to Do Was Stay" 114 99 92 1989
"Bad Blood" 78 76 68 40
"How You Get the Girl" 104 81
"This Love" 119 84
"—" denota itens que não entraram nas tabelas ou não foram lançados no território.

Aparições em álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Artista(s) Álbum
2008 "Best Days of Your Life"[147] Kellie Pickler Kellie Pickler
"Picture to Burn"[148] Taylor Swift Now That's What I Call Country
"Teardrops on My Guitar"[149] Now That's What I Call Music! 27
"Our Song"[150] Now That's What I Call Music! 28
2009 "Teardrops on My Guitar" (versão pop)[151] Radio Disney Jams, Vol. 11
"Love Story"[152][153][154] Now That's What I Call Country Volume 2
Now That's What I Call Music! 72
Now That's What I Call Music! 30
"Christmases When You Were Mine"[155] Now That's What I Call a Country Christmas
"You Belong With Me"[156] Now That's What I Call Music! 32
2010 "Love Story"[157] Now That's What I Call Love
"Breathless"[158] Hope for Haiti Now
"Fearless"[159] Now That's What I Call Music! 33
2011 "Mine"[160][161] 46th Academy of Country Music Awards Spotlight
Now That's What I Call Music! 37
"Love Story"[162] Now That's What I Call Music! 40
"Back to December"[163] Now That's What I Call Country Volume 4
2012 "Forever & Always" (versão de piano)[164] Now That's What I Call Country Ballads
"Both of Us"[165] B.o.B com participação de Taylor Swift Strange Clouds
"Sparks Fly"[166] Taylor Swift Now That's What I Call Country Volume 5
"Ours"[167] Now That's What I Call Music! 42

Bandas sonoras[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Artista(s) Filme
2009 "Should've Said No"[168] Jonas Brothers com participação de Taylor Swift Jonas Brothers: The 3D Concert Experience
"Crazier"[169] Taylor Swift Hannah Montana: The Movie
2010 "Jump Then Fall"[170] Valentine's Day
"Today Was a Fairytale"[170]
2012 "Safe & Sound" (com participação de The Civil Wars)[171] Hunger Games, TheThe Hunger Games
"Eyes Open"[171]

Notas de rodapé

  1. Trust, Gary (29 de Outubro de 2009). «Chart Beat Thursday: Taylor Swift, Tim McGraw Linked Again». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 11 de Março de 2010 
  2. Caulfield, Keith (25 de Fevereiro de 2009). «'Slumdog' Barks While Taylor Swift Nets 10th Week At No. 1». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 3 de Janeiro de 2010 
  3. Caulfield, Keith (6 de Janeiro de 2010). «Taylor Swift Edges Susan Boyle For 2009's Top-Selling Album». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 5 de Novembro de 2010 
  4. Pietroluongo, Silvio (12 de Novembro de 2009). «Rihanna's 'Roulette' Lands In Hot 100's Top 10». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 3 de Janeiro de 2010 
  5. Pietroluongo, Silvio (27 de Janeiro de 2010). «Taylor Swift Swipes Female Download Record; Haiti Tracks Chart». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 30 de Janeiro de 2010 
  6. Roland, Tom (17 de Dezembro de 2009). «Taylor Swift "Fearless"-ly Sets A New Precedent». Great American Country. Scripps Networks Interactive. Consultado em 3 de Janeiro de 2010 
  7. «Best of 2009 - Artists of the Year». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 3 de Janeiro de 2010. Cópia arquivada em 3 de Janeiro de 2010 
  8. Caulfield, Keith (12 de Janeiro de 2011). «Taylor Swift's 'Speak Now' Takes No. 1 in Record-Low Sales Week». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 18 de Janeiro de 2011 
  9. Caulfield, Keith (4 de Novembro de 2010). «Taylor Swift Sells Over 1 Million in Record Billboard 200 Debut». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 18 de Janeiro de 2011 
  10. Caulfield, Keith (31 de Outubro de 2012). «Taylor Swift's 'Red' Already Third-Biggest Album of 2012». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 29 de Outubro de 2012 
  11. «We Are Never Ever Getting Back Together - Taylor Swift». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  12. «Certificação dos Estados Unidos para "We Are Never Ever Getting Back Together"» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  13. Keith Caulfield (4 de novembro de 2014). «Taylor Swift's "1989" debuts with 1.287 million copies sold». Billboard. Consultado em 4 de novembro de 2014 
  14. Trust, Gary (27 de agosto de 2014). «Taylor Swift's 'Shake It Off' Debuts At No. 1 On Hot 100». Billboard. Consultado em 27 de outubro de 2014 
  15. «TOP ARTISTS (DIGITAL SINGLES)». Recording Industry Association of America. Consultado em 21 de setembro de 2015 
  16. Caulfield, Keith (13 de março de 2015). «Taylor Swift's '1989' Has Outsold Her Last Two Albums». Billboard. Consultado em 13 de março de 2015 
  17. «Taylor Swift named IFPI global recording artist of 2014». IFPI. 23 de fevereiro de 2015. Consultado em 23 de fevereiro de 2015 
  18. a b «Taylor Swift Album & Song Chart History: "Billboard 200"». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  19. a b c d «Discography Taylor Swift». Australian-charts. Australian Recording Industry Association. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  20. Posições de pico para álbuns de Taylor Swift no Brasil:
  21. «Taylor Swift Album & Song Chart History: "Top Canadian Albums"». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  22. «Discography Taylor Swift». Musicline. Media Control Charts. Consultado em 8 de novembro de 2010 
  23. a b c «Discography Taylor Swift». Irish-charts. Irish Recorded Music Association. Consultado em 2 de novembro de 2010 
  24. a b c «テイラー・スウィフト» (em japonês). Oricon. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  25. a b c d «Discography Taylor Swift». Charts.org.nz. Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  26. «Posições de pico de trabalhos de Taylor Swift em Portugal» (em inglês). Associação Fonográfica Portuguesa. Consultado em 3 de Março de 2013 
  27. «Posições de pico de trabalhos de Taylor Swift na Suíça» (em inglês). Swiss Music Charts. Federação Internacional da Indústria Fonográfica. Consultado em 2 de Janeiro de 2010 
  28. a b c Posições de pico para álbuns de Taylor Swift no Reino Unido:
  29. a b «Taylor Swift Tops 20 Million in Record Sales». Big Machine Records. 31 de março de 2011. Consultado em 15 de abril de 2011 
  30. Caulfield, Keith (8 de julho de 2015). «Taylor Swift's '1989' Hits 5 Million in U.S. Sales, Making It the Fastest-Selling Album In Over 10 Years». Billboard. Consultado em 8 de julho de 2015 
  31. a b c Jones, Alan (1 de novembro de 2014). «Official Charts Analysis: Taylor Swift tops albums with 90,336 sales of 1989». Music Week. Consultado em 3 de novembro de 2014 
  32. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac «Certificação dos Estados Unidos para Taylor Swift» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 15 de Dezembro de 2012 
  33. a b c d e f g h «Certificações para Taylor Swift no Canadá» (em inglês). Music Canada. Consultado em 30 de Novembro de 2012 
  34. «ARIA Charts – Accreditations – 2012 Albums». Australian Recording Industry Association. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  35. a b c d e f g h i j k l m n o «Certificações no Reino Unido para Taylor Swift» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 27 de Fevereiro de 2013 
  36. Caulfield, Keith (23 de Dezembro de 2015). «Billboard 200 Chart Moves: Taylor Swift's 'Fearless' Surpasses 7 Million Sold in U.S.». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 28 de Dezembro de 2015 
  37. Schwartz, Rob (3 de julho de 2010). «TV Appearances, Retail Discounts Help Universal Music Stars Score In Japan». Billboard. Consultado em 16 de novembro de 2014 
  38. «Taylor Swift receives 9X Platinum Award for her Fearless album». Pep. 25 de Fevereiro de 2011. Consultado em 6 de Agosto de 2011 
  39. a b «ARIA Charts – Accreditations – 2010 Albums». Australian Recording Industry Association. Consultado em 19 de janeiro de 2011 
  40. a b c «New Zealand album certifications – Taylor Swift». RadioScope. Consultado em 3 de dezembro de 2010 
  41. «2009 Certification Awards: Multi-Platinum». Irish Recorded Music Association. Consultado em 28 de novembro de 2010 
  42. a b «ゴールドディスク認定作品一覧 2010年12月». RIAJ. Consultado em 15 de setembro de 2010 
  43. Wyland, Sarah (20 de Setembro 2011). «Taylor Swift Celebrates Nashville Homecoming». Great American Country. Scripps Networks Interactive]]. Consultado em 23 de Setembro de 2011 
  44. Gallo, Phil (22 de Outubro de 2012). «Taylor Swift's 'Red': The Billboard Cover Story». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  45. a b Lee, Min (21 de Fevereiro de 2011). «AP Interview: Taylor Swift relishes Asian success» (em inglês). Yahoo! News. Consultado em 22 de Novembro de 2012 
  46. «2010 Certification Awards: Godl». Irish Recorded Music Association. Consultado em 28 de Novembro de 2010 
  47. «Taylor Swift receives 9X Platinum Award for her Fearless album». Pep 
  48. a b «Certificação para Taylor Swift no Brasil». Associação Brasileira de Produtores de Discos. Consultado em 12 de Janeiro de 2016 
  49. Adams, Cameron (8 de maio de 2013). «Taylor Swift to play stadiums on Australian Red tour». The Advertiser. Consultado em 9 de maio de 2013 
  50. Bjorke, Matt (2 de Novembro de 2016). «Special Report: Catalog Country album sales». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 17 de Março de 2017 
  51. «ARIA Charts – Accreditations – 2014 Albums» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 9 de Novembro de 2013 
  52. «NZ Top 40 Albums Chart Albums» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 24 de Dezembro de 2012. Cópia arquivada em 30 de Dezembro de 2012 
  53. «ゴールドディスク認定作品一覧 2012年11月» (em japonês). Recording Industry Association of Japan. Consultado em 15 de Dezembro de 2012 
  54. «2012 Certification Awards - Platinum» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 31 de Março de 2013 
  55. Vendas de 1989 no mundo:
    • Em 2014 (6 milhões): «IFPI publishes Digital Music Report 2015» (em inglês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica. 14 de Abril de 2015. Consultado em 17 de Abril de 2015 
    • Em 2015 (3.5 milhões): «Global Music Report 2016» (PDF) (em inglês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica. 12 de Abril de 2016. Consultado em 15 de Abril de 2016 
  56. Grein, Paul (10 de Janeiro de 2017). «Chart Watch: Four Soundtracks Make the Top 10 in a 'Golden' Week» (em inglês). Yahoo! Music. Consultado em 11 de Janeiro de 2017 
  57. Myers, Justin (1 de abril de 2015). «The Official Top 40 Biggest Selling Artist Albums of 2015 so far: Sam Smith, George Ezra and Ed Sheeran heap up a very British Top 10». Official Charts Company. Consultado em 11 de maio de 2015 
  58. «www.aria.com.au/pages/AlbumAccreds2015.htm» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 16 de Maio de 2015 
  59. «'1989' is 5x Platinum in China» (em inglês). Twitter, Inc. Consultado em 20 de Novembro de 2015 
  60. «Certificação para 1989 na Nova Zelândia» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 8 de Maio de 2015 
  61. «Taylor Swift's '1989' is certified Triple Platinum in India». MiD Day (em inglês). 11 de Novembro de 2015. Consultado em 3 de Maio de 2016 
  62. a b «Certificação para 1989 no Japão» (em jp). Recording Industry Association of Japan. Consultado em 1 de Junho de 2015 
  63. a b c «Chart Log UK: New Entries Update». Zobbel. The Official Charts Company. Consultado em 6 de Novembro de 2010 
  64. a b c d «Taylor Swift Album & Song Chart History: "Top Country Songs"». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  65. Trust, Gary (8 de julho de 2014). «Ask Billboard: Ed Sheeran & Taylor Swift's Red Reigns». Consultado em 25 de dezembro de 2014 
  66. «Rhapsody Originals: Taylor Swift» (em inglês). Rhapsody. Consultado em 9 de Novembro de 2012 
  67. a b Gary Trust (8 de julho de 2014). «Ask Billboard: Ed Sheeran & Taylor Swift's Red Reigns». Billboard 
  68. a b «Country Albums Week of December 10, 2011». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 1 de Dezembro de 2011 
  69. «Canadian Albums Week of December 10, 2011». Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 1 de Dezembro de 2011 
  70. «allmusic {{{Connect Set > Overview}}}». Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 2 de Janeiro de 2010 
  71. «iTunes Live from SoHo by Taylor Swift». iTunes Store. Apple Inc. Consultado em 2 de Janeiro de 2010 
  72. «ARIA Charts - Accreditations - 2014 DVDs» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 27 de Outubro de 2012 
  73. «Taylor Swift News and Blog». Taylorswift.com. 21 de Setembro de 2011. Consultado em 21 de Setembro de 2012 
  74. a b c «Taylor Swift Album & Song Chart History: "Billboard Hot 100"». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  75. a b c «Taylor Swift Album & Song Chart History: "Canadian Hot 100"». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  76. a b «Discography Taylor Swift». Danishcharts. Tracklisten. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  77. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome nor
  78. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome swe
  79. a b c d e f g h i j k l m n «RIAA – Gold & Platinum: "Taylor Swift singles"». Recording Industry Association of America. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  80. «"Taylor Swift - Artist"». UK Singles Chart. Consultado em 24 de agosto de 2014 
  81. a b c d e f g h i j k l m n o «Gold Platinum Database» (em inglês). Music Canada. Consultado em 4 de Março de 2012 
  82. «Taylor Swift - Should've Said No (Song)». Charts.org.nz. Recording Industry Association of New Zealand. Hung Medien. Consultado em 2 de Janeiro de 2010 
  83. «ARIA Charts – Accreditations – 2009 Singles». Australian Recording Industry Association. Consultado em 2 de janeiro de 2010 
  84. a b c d e «Latest Gold / Platinum Singles» (em inglês). RadioScope. 17 de Julho de 2011. Consultado em 26 de Março de 2012. Cópia arquivada em 24 de Julho de 2011  [ligação inativa]
  85. a b «Hot 100 - Week of November 1, 2008». Billboard. Nielsen Business, Inc. Consultado em 2 de Janeiro de 2010 
  86. a b c «ARIA Charts – Accreditations – 2010 Singles». Australian Recording Industry Association. Consultado em 13 de Maio de 2010 
  87. Keith Caulfield, Silvio Pietroluongo (4 de Novembro de 2010). «Chart Moves: Taylor Swift, Michael Jackson, Rihanna, Kanye West». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 4 de Novembro de 2010 
  88. «Top Country Songs». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 18 de Agosto de 2011 
  89. «Canadian Hot 100 Week of November 13, 2010». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 22 de Julho de 2011 
  90. «レコード協会調べ 1,700,000» (em japonês). Recording Industry Association of Japan. 20 de Setembro de 2011. Consultado em 19 de Março de 2014 
  91. «ARIA Charts – Accreditations – 2012 Singles». ARIA Charts. Consultado em 31 de Janeiro de 2013 
  92. «NZ Top 40 Singles Chart» (em inglês). The Official New Zealand Music Chart. Consultado em 7 de Janeiro de 2013. Cópia arquivada em 7 de Janeiro de 2013 
  93. Maloy, Sarah (25 de Setembro de 2012). «Taylor Swift Wants to 'Begin Again' on New Single: Listen». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 1 de Outubro de 2012 
  94. "Begin_Again" «Certificação dos Estados Unidos para "Begin Again"» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 27 de Dezembro de 2012 
  95. Maloy, Sarah (9 de Outubro de 2012). «Taylor Swift Debuts 'I Knew You Were Trouble' Song: Listen». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 9 de Outubro de 2012 
  96. «Certificação dos Estados Unidos para "I Knew You Were Trouble"» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 27 de Dezembro de 2012 
  97. a b Ryan, Gavin (30 de Maio de 2015). «ARIA Singles: Taylor Swift Bad Blood Is No 1». Noise11. Consultado em 30 de Maio de 2015 
  98. «NZ Top 40 Singles Chart» (em inglês). The Official New Zealand Music Chart. Consultado em 21 de Janeiro de 2013. Cópia arquivada em 21 de Janeiro de 2013 
  99. «Certificação dos Estados Unidos para "22"» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 27 de Dezembro de 2012 
  100. «NZ Top 40 Singles Chart: Week of 29 March 2013» (em inglês). The Official New Zealand Music Chart. Consultado em 29 de Março de 2013. Cópia arquivada em 31 de Março de 2013 
  101. a b «NZ Top 40 Singles Chart: 03 May 2013» (em inglês). The Official New Zealand Music Chart. Consultado em 3 de Maio de 2013. Cópia arquivada em 5 de Maio de 2013 
  102. Kuchik, Natalie (14 de Dezembro de 2012). «Tim McGraw reveals 'Two Lanes of Freedom' album cover and track list (Video)». Examiner (em inglês). Consultado em 15 de Dezembro de 2012 
  103. «Certificação dos Estados Unidos para "Highway Don't Care"» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 27 de Dezembro de 2012 
  104. McIntyre, Hugh (2 de Outubro de 2012). «Taylor Swift Sees 'Red' on New Song: Listen». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 3 de Outubro de 2012 
  105. «ARIA Charts – Accreditations – 2013 Singles» (em inglês). The Official New Zealand Music Chart. Consultado em 29 de Março de 2013 
  106. «Certificação dos Estados Unidos para "Everything Has Changed"» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 27 de Dezembro de 2012 
  107. «ARIA Charts – Accreditations – 2015 Singles». ARIA Charts. Consultado em 13 de Março de 2015 
  108. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome fimi
  109. «Certificação para "Blank Space" na Nova Zelândia» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 19 de Dezembro de 2014 
  110. «Certificação para "Style" na Austrália» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 2 de Maio de 2015 
  111. «Certificação para "Style" na Nova Zelândia» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 6 de Março de 2015 
  112. «Certificação para "Bad Blood" na Austrália» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 22 de junho de 2015 
  113. «Certificação para "Bad Blood" na Nova Zelândia» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 28 de junho de 2015 
  114. «Certificações de 2015 da ARIA (singles (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 1 de Outubro de 2015 
  115. «Certificação para "Wildest Dreams" na Nova Zelândia» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 7 de Outubro de 2015 
  116. «ARIA Australian Top 50 Singles» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 11 de Fevereiro de 2017 
  117. «New Zealand single certifications» (em inglês). Recorded Music NZ. Consultado em 27 de Janeiro de 2017 
  118. Peak chart positions for featured singles of Taylor Swift in the United States:
  119. «ARIA Charts» (PDF). Pandoraarchive.com. Australian Recording Industry Association. Consultado em 23 de Outubro de 2010 
  120. Peak chart positions for featured singles of Taylor Swift in the Canada:
  121. «RIAA - Boys Like Girls singles». Recording Industry Association of America. Consultado em 24 de Janeiro de 2010 
  122. «RIAA - John Mayer singles». Recording Industry Association of America. Consultado em 24 de Janeiro de 2010 
  123. «ARIA Charts – Accreditations – 2012 Singles». Australian Recording Industry Association. Consultado em 22 de Setembro de 2012 
  124. «TAYLOR SWIFT - WELCOME TO NEW YORK (SONG)» (em espanhol). Productores de Música de España. Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  125. «TAYLOR SWIFT - WELCOME TO NEW YORK (SONG)» (em francês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  126. «Pandora Archive» (PDF). Pandora. 23 de Agosto de 2006. Consultado em 24 de Novembro de 2010 
  127. «Bubbling Under Hot 100 Singles 2010-01-16». Billboard. Nielsen Business, Inc. Consultado em 12 de Julho de 2011. Cópia arquivada em 12 de Julho de 2011 
  128. «Superman - Single by Taylor Swift» (em inglês). iTunes (Apple, Inc.). Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  129. «Back to December (Acoustic Version) - Single by Taylor Swift» (em inglês). iTunes (Apple, Inc.). Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  130. «Haunted (Acoustic Version) - Single by Taylor Swift» (em inglês). iTunes (Apple, Inc.). Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  131. Lipshutz, Jason (16 de Outubro de 2012). «Taylor Swift Finds 'State of Grace' on New 'Red' Track: Listen». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 16 de Outubro de 2012 
  132. «The Moment I Knew - Single by Taylor Swift» (em inglês). iTunes (Apple, Inc.). Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  133. «Come Back… Be Here - Single by Taylor Swift» (em inglês). iTunes (Apple, Inc.). Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  134. «Girl At Home - Single by Taylor Swift» (em inglês). iTunes (Apple, Inc.). Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  135. «State of Grace (Acoustic Version) - Single by Taylor Swift» (em inglês). iTunes (Apple, Inc.). Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  136. «Red (2013 CMA Awards Performance) [feat. Alison Krauss, Edgar Meyer, Eric Darken, Sam Bush & Vince Gill] - Single by Taylor Swift» (em inglês). iTunes (Apple, Inc.). Consultado em 8 de Janeiro de 2017 
  137. «Hot 100: Week of November 13, 2010 (Biggest Jump)». Billboard. Neilsen Business Media, Inc. Consultado em 4 de Novembro de 2010 
  138. «Chartifacts - Week Commencing: 8th November 2010». Australian Recording Industry Association. 8 de Novembro de 2010. Consultado em 9 de Novembro de 2010. Cópia arquivada em 9 de Novembro de 2010 
  139. «Nielsen Music: Canadian Update (November 5, 2010)» (PDF). Billboard. Neilsen Business Media, Inc. Consultado em 4 de Novembro de 2010. Cópia arquivada em 4 de Novembro de 2010 
  140. «Bubbling Under Hot 100 Singles 2008-05-31». Billboard. Nielsen Business, Inc. Consultado em 12 de Julho de 2011. Cópia arquivada em 12 de Julho de 2011 
  141. «Taylor Swift - Charts & Awards - Billboard Singles». Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 12 de Julho de 2011 
  142. «Bubbling Under Hot 100 Singles 2007-12-01». Billboard. Nielsen Business, Inc. Consultado em 12 de Julho de 2011. Cópia arquivada em 12 de Julho de 2011 
  143. «Bubbling Under Hot 100 Singles 2008-02-02». Billboard. Nielsen Business, Inc. Consultado em 12 de Julho de 2011. Cópia arquivada em 12 de Julho de 2011 
  144. «Bubbling Under Hot 100 Singles 2008-11-29». Billboard. Nielsen Business, Inc. Consultado em 12 de Julho de 2011. Cópia arquivada em 12 de Julho de 2011 
  145. «ARIA Charts» (PDF). Pandoraarchive. Australian Recording Industry Association. 30 de Novembro de 2009. Consultado em 25 de Outubro de 2010 
  146. «Digital Songs: Week of February 13, 2010 (Biggest Jump)». Billboard. Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 24 de Outubro de 2010 
  147. «Kellie Pickler: Kellie Pickler» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 27 de Setembro de 2012 
  148. «Now That's What I Call Country: Various Artists: Music». Amazon.com. Consultado em 3 de Junho de 2012 
  149. «Now That's What I Call Music Vol. 27» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  150. «Now 28: That's What I Call Music» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  151. «Radio Disney Jams 11: Various: Music». Amazon.com. Consultado em 5 de Abril de 2012 
  152. «NOW That's What I Call Country Vol. 2: Various Artists: Music». Amazon.com. Consultado em 3 de Junho de 2012 
  153. «Now That's What I Call Music! 72 [CD]» (em inglês). Amazon.co.uk. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  154. «NOW That's What I Call Music! 30» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  155. «NOW That's What I Call A Country Christmas» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  156. «Now, Vol. 32» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  157. «NOW That's What I Call Love» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  158. Jayson Rodriguez, with Jem Aswad, Hillary Crosley, Maura Johnston, Gil Kaufman and Amy Wilkinson (22 de Janeiro de 2010). «'Hope For Haiti Now' Performances: A Track-By-Track List». MTV. Viacom. Consultado em 29 de Agosto de 2012 
  159. «Now 33: That's What I Call Music» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  160. «46th Academy of Country Music Awards (100 Page Booklet, & 2 CDs)» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  161. «Now 37: That's What I Call Music» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  162. «NOW That's What I Call Music, Vol. 40 by Various Artists» (em inglês). iTunes. iTunes Store. Apple Inc. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  163. «NOW That's What I Call Country 4: Various Artists: Music». Amazon.com. Consultado em 3 de Junho de 2012 
  164. «NOW That's What I Call Country Ballads: Various Artists: Music». Amazon.com. Consultado em 3 de Junho de 2012 
  165. «Taylor Swift Lends Her Voice to Rapper B.o.B.'s New Album». Tasteofcountry.com. 28 de Fevereiro de 2012. Consultado em 5 de Abril de 2012 
  166. «NOW Country 5: Now That's What I Call Country: Music». Amazon.com. Consultado em 3 de junho de 2012 
  167. «Now 42: That's What I Call Music». Amazon.com. Consultado em 24 de Outubro de 2012 
  168. «Music from the 3D Concert Experience: Jonas Brothers: Music». Amazon.com. Consultado em 5 de Abril de 2012 
  169. «Hannah Montana: The Movie: John Debney: Music». Amazon.com. Consultado em 5 de Abril de 2012 
  170. a b «Valentine's Day: Various Artists: Music». Amazon.com. Consultado em 5 de Abril de 2012 
  171. a b «The Hunger Games: Songs from District 12 and Beyond: Various Artists: Music». Amazon.com. Consultado em 5 de Abril de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]