Lista de chefes de Estado e de governo atuais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Esta é uma lista de chefes de Estado e de de governo que estão no poder atualmente.[1]

Em cada Estado soberano, especialmente em estados com sistemas parlamentares, o chefe de Estado e o de governo são normalmente ocupados por pessoas diferentes, ao passo que em sistemas presidencialistas, uma pessoa ocupa ambas as chefias. Alguns Estados, contudo, têm sistemas semipresidencialistas, onde o papel de chefe de governo é, por vezes, exercido quer pelo chefe de Estado quer pelo de governo.

Estados reconhecidos pelas Nações Unidas[editar | editar código-fonte]

Legenda:
  • Células a amarelo indicam os líderes normalmente considerados de facto como sendo os verdadeiros detentores do poder executivo
  • Nomes com tamanho de letra diminuído denotam líderes interinos, transitórios ou temporários ou representantes de outros líderes
Outras notas e exceções são apresentadas na secção de Referências abaixo.
Estado Chefe de estado Chefe de governo
 Afeganistão
 África do Sul
 Albânia Presidente Ilir Meta Primeiro-ministro Edi Rama
 Alemanha Presidente-federal Frank-Walter Steinmeier Chanceler-federal Angela Merkel
 Andorra Copríncipe episcopal Arcebispo Joan Enric Vives Sicília
Representante Josep Maria Mauri
Copríncipe francês Emmanuel Macron
Representante Jean-Pierre Hugues
Chefe de governo Antoni Martí
 Angola
 Antígua e Barbuda Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral Sir Rodney Williams
Primeiro-ministro Gaston Browne
 Arábia Saudita
 Argélia Presidente Abdelaziz Bouteflika Primeiro-ministro Ahmed Ouyahia
 Argentina
 Arménia Presidente Serj Sargsyan Primeiro-ministro Karen Karapetyan
 Austrália Rainha Isabel II[2][3][4]
Governador-geral Sir Peter Cosgrove
Primeiro-ministro Malcolm Turnbull
 Áustria Presidente Federal Alexander van der Bellen Chanceler-federal Christian Kern
 Azerbaijão Presidente İlham Əliyev[5] Primeiro-ministro Artur Rəsizade
 Baamas Rainha Isabel II[2][3]
Governadora-geral Dame Marguerite Pindling
Primeiro-ministro Hubert Minnis
 Bangladexe Presidente Abdul Hamid Primeira-ministra Sheikh Hasina
 Barbados Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral Sir Philip Greaves
Primeiro-ministro Freundel Stuart
 Barém Rei Xeque Hamad bin Isa al-Khalifa Primeiro-ministro Príncipe Khalifa bin Salman al-Khalifa
 Bélgica Rei Filipe Primeiro-ministro Charles Michel
 Belize Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral Sir Colville Young
Primeiro-ministro Dean Barrow
 Benim
 Bielorrússia Presidente Aleksandr Lukashenko[5] Primeiro-ministro Andrei Kobyakov
 Bolívia
 Bósnia e Herzegovina
Presidência:[6]
Mladen Ivanić (Presidente)
Dragan Čović (Membro)
Bakir Izetbegović (Membro)
Presidente do Conselho de Ministros Denis Zvizdić
 Botsuana
 Brasil
 Brunei
 Bulgária Presidente Rumen Radev Primeiro-ministro Boyko Borisov
 Burquina Faso Presidente Roch Marc Christian Kaboré Primeiro-ministro Paul Kaba Thieba
 Burúndi
 Butão Rei Jigme Khesar Namgyal Wangchuck Primeiro-ministro Tshering Tobgay
 Cabo Verde Presidente Jorge Carlos Fonseca Primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva
 Camarões Presidente Paul Biya[5] Primeiro-ministro Philémon Yang
 Camboja Rei Norodom Sihamoni Primeiro-ministro Hun Sen
 Canadá Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral David Johnston
Primeiro-ministro Justin Trudeau
 Catar Emir Xeque Tamim bin Hamad al-Thani Primeiro-ministro Xeque Abdullah bin Nasser bin Khalifa al-Thani
 Cazaquistão Presidente Nursultan Nazarbayev[5] Primeiro-ministro Bakhytzhan Sagintayev
 Centro-Africana, República Presidente Faustin-Archange Touadéra[5] Primeiro-ministro Simplice Sarandji
 Chade Presidente Idriss Déby[5] Primeiro-ministro Albert Pahimi Padacké
 Chile
 Checa, República Presidente Miloš Zeman Primeiro-ministro Bohuslav Sobotka
 China, República Popular da
Presidente Xi Jinping Primeiro-ministro do Conselho de Estado Li Keqiang
 Chipre
 Colômbia
 Comores
 Congo, República do Presidente Denis Sassou Nguesso[5] Primeiro-ministro Clément Mouamba
 Congo, República Democrática do Presidente Joseph Kabila Primeiro-ministro Bruno Tshibala
 Coreia do Norte
Presidente do Presidium da Assembleia Popular Suprema Kim Yong-nam[7][9] Primeiro-ministro Pak Pong-ju
 Coreia do Sul Presidente Moon Jae-in Primeiro-ministro Lee Nak-yeon
 Costa do Marfim Presidente Alassane Ouattara[5] Primeiro-ministro Amadou Gon Coulibaly
 Costa Rica
 Croácia Presidente Kolinda Grabar-Kitarović Presidente do Governo Andrej Plenković
 Cuba
 Dinamarca Rainha Margarida II Primeiro-ministro Lars Løkke Rasmussen
 Dominica Presidente Charles Savarin Primeiro-ministro Roosevelt Skerrit
 Dominicana, República
 Egito Presidente Abdel Fattah el-Sisi Primeiro-ministro Sherif Ismail
 Emirados Árabes Unidos Presidente Xeque Khalifa bin Zayed al-Nahyan Primeiro-ministro Xeque Mohammed bin Rashid al-Maktoum
 Equador
 Eritreia
 Eslováquia Presidente Andrej Kiska Primeiro-ministro Robert Fico
 Eslovénia Presidente Borut Pahor Presidente do Governo Miro Cerar
 Espanha Rei Filipe VI Presidente do Governo Mariano Rajoy
 Estados Unidos
 Estónia Presidente Kersti Kaljulaid Primeiro-ministro Jüri Ratas
 Etiópia Presidente Mulatu Teshome Primeiro-ministro Hailemariam Desalegn
 Fiji Presidente George Konrote Primeiro-ministro Frank Bainimarama
 Filipinas
Presidente Rodrigo Duterte
 Finlândia Presidente Sauli Niinistö Primeiro-ministro Juha Sipilä
 França Presidente Emmanuel Macron Primeiro-ministro Édouard Philippe
 Gabão Presidente Ali Bongo Ondimba[5] Primeiro-ministro Emmanuel Issoze-Ngondet
 Gâmbia
 Gana
 Geórgia Presidente Giorgi Margvelashvili Primeiro-ministro Giorgi Kvirikashvili
 Granada Rainha Isabel II[2][3]
Governadora-geral Dame Cécile La Grenade
Primeiro-ministro Keith Mitchell
 Grécia Presidente Prokópis Pavlópoulos Primeiro-ministro Aléxis Tsípras
 Guatemala
 Guiana Presidente David A. Granger Primeiro-ministro Moses Nagamootoo
 Guiné Presidente Alpha Condé[5] Primeiro-ministro Mamady Youla
 Guiné-Bissau Presidente José Mário Vaz Primeiro-ministro Umaro Sissoco Embaló
 Guiné Equatorial Presidente Teodoro Obiang Nguema Mbasogo[5] Primeiro-ministro Francisco Pascual Obama Asue
 Haiti Presidente Jovenel Moïse Primeiro-ministro Jack Guy Lafontant
 Honduras
 Hungria Presidente János Áder Primeiro-ministro Viktor Orbán
 Iémen Presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi[5] Primeiro-ministro Ahmed Obeid bin Daghr
 Índia Presidente Ram Nath Kovind Primeiro-ministro Narendra Modi
 Indonésia
 Irão
 Iraque Presidente Fuad Masum Primeiro-ministro Haider al-Abadi
 Irlanda Presidente Michael D. Higgins Taoiseach Leo Varadkar
 Islândia Presidente Guðni Th. Jóhannesson Primeiro-ministro Bjarni Benediktsson
 Israel Presidente Reuven Rivlin Primeiro-ministro Benjamin Netanyahu
 Itália Presidente Sergio Mattarella Presidente do Conselho de Ministros Paolo Gentiloni
 Jamaica Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral Sir Patrick Allen
Primeiro-ministro Andrew Holness
 Japão Imperador Akihito Primeiro-ministro Shinzō Abe
 Jibuti Presidente Ismaïl Omar Guelleh Primeiro-ministro Abdoulkader Kamil Mohamed
 Jordânia Rei Abdullah II Primeiro-ministro Hani al-Mulki
 Laus
Presidente Bounnhang Vorachith Primeiro-ministro Thongloun Sisoulith
 Lesoto Rei Letsie III Primeiro-ministro Tom Thabane
 Letónia Presidente Raimonds Vējonis Primeira-ministra Māris Kučinskis
 Líbano Presidente Michel Aoun Primeiro-ministro Saad Hariri
 Libéria
Líbia Líbia
 Listenstaine Príncipe-soberano João Adão II Chefe do Governo Adrian Hasler
Príncipe-regente Aloísio
 Lituânia Presidente Dalia Grybauskaitė Primeiro-ministro Saulius Skvernelis
 Luxemburgo Grão-duque Henrique Primeiro-ministro Xavier Bettel
 Macedónia, República da Presidente Gjorge Ivanov Primeiro-ministro Zoran Zaev
 Madagáscar Presidente Hery Rajaonarimampianina Primeiro-ministro Olivier Mahafaly Solonandrasana
 Malásia Yang di-Pertuan Agong Maomé V Primeiro-ministro Najib Razak
 Maláui
 Maldivas
 Mali Presidente Ibrahim Boubacar Keïta Primeiro-ministro Abdoulaye Idrissa Maïga
 Malta Presidente Marie Louise Coleiro Preca Primeiro-ministro Joseph Muscat
 Marechal, Ilhas
 Marrocos Rei Maomé VI Chefe do Governo Saadeddine Othmani
 Maurícia Presidente Ameenah Gurib Primeiro-ministro Pravind Jugnauth
 Mauritânia Presidente Mohamed Ould Abdel Aziz Primeiro-ministro Yahya Ould Hademine
 México
 Mianmar Presidente Htin Kyaw[5] Conselheira de Estado Aung San Suu Kyi
 Micronésia, Estados Federados da
 Moçambique Presidente Filipe Nyusi[5] Primeiro-ministro Carlos Agostinho do Rosário
 Moldávia Presidente Igor Dodon Primeiro-ministro Pavel Filip
 Mónaco Príncipe-soberano Alberto II Ministro de Estado Serge Telle
 Mongólia Presidente Khaltmaa Battulga Primeiro-ministro Jargaltulgyn Erdenebat
 Montenegro Presidente Filip Vujanović Primeiro-ministro Duško Marković
 Namíbia Presidente Hage Geingob[5] Primeira-ministra Saara Kuugongelwa
 Nauru
 Nepal Presidente Bidhya Devi Bhandari Primeiro-ministro Sher Bahadur Deuba
 Nicarágua
 Níger Presidente Mahamadou Issoufou Primeiro-ministro Brigi Rafini
 Nigéria
 Noruega Rei Haroldo V Primeira-ministra Erna Solberg
 Nova Zelândia Rainha Isabel II[2][3]
Governadora-geral Dame Patsy Reddy[10]
Primeiro-ministro Bill English
 Omã
 Países Baixos Rei Guilherme Alexandre Primeiro-ministro Mark Rutte
 Palau
Territórios palestinos Palestina[11] Presidente Mahmoud Abbas Primeiro-ministro Rami Hamdallah
 Panamá
 Papua Nova Guiné Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral Bob Dadae
Primeiro-ministro Peter O'Neill
 Paquistão Presidente Mamnoon Hussain Primeiro-ministro interino Shahid Khaqan Abbasi
 Paraguai
 Peru Presidente Pedro Pablo Kuczynski[5] Presidente do Conselho de Ministros Fernando Zavala
 Polónia Presidente Andrzej Duda Presidente do Conselho de Ministros Beata Szydło
 Portugal Presidente Marcelo Rebelo de Sousa Primeiro-ministro António Costa
 Quaite Emir Xeque Sabah al-Ahmad al-Jaber al-Sabah Primeiro-ministro Xeque Jaber al-Mubarak al-Hamad al-Sabah
 Quénia
 Quirguistão Presidente Almazbek Atambaiev Primeiro-ministro interino Muhammetkaliy Abulgaziyev
 Quiribáti
 Reino Unido Rainha Isabel II[2][3] Primeira-ministra Theresa May
 Roménia Presidente Klaus Iohannis Primeiro-ministro Mihai Tudose
 Ruanda Presidente Paul Kagame[5] Primeiro-ministro Anastase Murekezi
 Rússia Presidente Vladimir Putin Presidente do Governo Dmitri Medvedev
 Salomão, Ilhas Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral Sir Frank Kabui
Primeiro-ministro Manasseh Sogavare
 Salvador
 Samoa O le Ao o le Malo Va'aletoa Sualauvi II Primeiro-ministro Tuilaepa Aiono Sailele Malielegaoi
 Santa Lúcia Rainha Isabel II[2][3]
Governadora-geral Dame Pearlette Louisy
Primeiro-ministro Allen Chastanet
 São Cristóvão e Neves Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral Sir Tapley Seaton
Primeiro-ministro Timothy Harris
 São Marinho
 São Tomé e Príncipe Presidente Evaristo Carvalho Primeiro-ministro Patrice Trovoada
 São Vicente e Granadinas Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral Sir Frederick Ballantyne
Primeiro-ministro Ralph Gonsalves
 Seicheles
 Senegal Presidente Macky Sall Primeiro-ministro Mohammed Dionne
 Serra Leoa
 Sérvia Presidente Aleksandar Vučić Primeiro-ministro Ana Brnabić
 Singapura Presidente Tony Tan Primeiro-ministro Lee Hsien Loong
 Síria Presidente Bashar al-Assad Primeiro-ministro Imad Khamis
 Somália Presidente Mohamed Abdullahi Mohamed Primeiro-ministro Hassan Ali Khayre
 Sri Lanca Presidente Maithripala Sirisena[5] Primeiro-ministro Ranil Wickremesinghe
 Suazilândia Rei Mswati III Primeiro-ministro Barnabas Sibusiso Dlamini
 Sudão Presidente Omar al-Bashir Primeiro-ministro Bakri Hassan Saleh
 Sudão do Sul
 Suécia Rei Carlos XVI Gustavo Primeiro-ministro Stefan Löfven
 Suíça
 Suriname
 Taiuã (República da China) Presidente Tsai Ing-wen Primeiro do Yuan Executivo Lin Chuan
 Tailândia Rei Maha Vajiralongkorn Primeiro-ministro Prayut Chan-o-cha
 Tajiquistão Presidente Emomalii Rahmon Primeiro-ministro Kokhir Rasulzoda
 Tanzânia Presidente John Magufuli[5] Primeiro-ministro Kassim Majaliwa
 Timor-Leste Presidente Francisco Guterres Primeiro-ministro Rui Maria de Araújo
 Togo Presidente Faure Gnassingbé[5] Primeiro-ministro Komi Sélom Klassou
 Tonga Rei Tupou VI Primeiro-ministro ʻAkilisi Pōhiva
 Trindade e Tobago Presidente Anthony Carmona Primeiro-ministro Keith Rowley
 Tunísia Presidente Beji Caid Essebsi Chefe do Governo Youssef Chahed
 Turcomenistão
 Turquia Presidente Recep Tayyip Erdoğan Primeiro-ministro Binali Yıldırım
 Tuvalu Rainha Isabel II[2][3]
Governador-geral Sir Iakoba Italeli
Primeiro-ministro Enele Sopoaga
 Ucrânia Presidente Petro Poroshenko Primeiro-ministro Volodymyr Groysman
 Uganda Presidente Yoweri Museveni[5] Primeiro-ministro Ruhakana Rugunda
 Uruguai
 Usbequistão Presidente Shavkat Mirziyoyev Primeiro-ministro Abdulla Oripov
 Vanuatu Presidente Tallis Obed Moses Primeiro-ministro Charlot Salwai
 Vaticano, Cidade do Soberano Papa Francisco Presidente do Governo Cardeal Giuseppe Bertello
 Venezuela
 Vietname
Presidente Trần Đại Quang Primeiro-ministro Nguyễn Xuân Phúc
 Zâmbia
 Zimbábue

Estados reconhecidos por pelo menos um membro das Nações Unidas[editar | editar código-fonte]

Estado Chefe de estado Chefe de governo
 Abecásia Presidente Raul Khajimba Primeiro-ministro Beslan Bartsits
 Chipre do Norte Presidente Mustafa Akıncı Primeiro-ministro Hüseyin Özgürgün
 Cosovo Presidente Hashim Thaçi Primeiro-ministro Isa Mustafa
 Ilhas Cook Rainha Isabel II[2][3]
Representante da Rainha Tom Marsters
Primeiro-ministro Henry Puna
 Niuê Rainha Isabel II[2][3]
Governadora-geral Dame Patsy Reddy
[10]
Primeiro-ministro Toke Talagi
 Ossétia do Sul Presidente Anatoliy Bibilov Primeiro-ministro Domenty Kulumbegov
 Saariana Democrática, República Árabe
Secretário-geral da Frente Polisário Brahim Ghali
Presidente Brahim Ghali Primeiro-ministro Abdelkader Taleb Omar

Estados não reconhecidos por nenhum membro das Nações Unidas[editar | editar código-fonte]

Esta lista contém os líderes de entidades geopolíticas às quais lhes faltam reconhecimento internacional. O grau de controlo que estas entidades mantém sob o seu território pode variar.

Estado Reivindicado por Chefe de estado Chefe de governo
 Alto Carabaque  Azerbaijão Presidente Bako Sahakyan Primeiro-ministro Arayik Harutyunyan
 Somalilândia Somália
 Transdniéstria  Moldávia Presidente Vadim Krasnoselsky Primeiro-ministro Aleksandr Martynov

Outros governos em oposição[editar | editar código-fonte]

Listam-se também governos alternativos em situações de guerra civil, em oposição a governos reconhecidos internacionalmente.

Governo Reivindicado por Chefe de Estado Chefe de governo
Conselho Político Supremo  Iémen Presidente do Conselho Saleh Ali al-Sammad Primeiro-ministro Abdel-Aziz bin Habtour
Líbia Câmara dos Representantes  Líbia Presidente do Câmara dos Representantes Aguila Saleh Issa Primeiro-ministro Abdullah al-Thani
Governo Interino Sírio  Síria Presidente Riad Seif Primeiro-ministro Jawad Abu Hatab

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Informação atualizada em junho de 2017.
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p q r The Royal Household. «Commonwealth members». Queen's Printer. Consultado em 18 de fevereiro de 2011 
  3. a b c d e f g h i j k l m n o p q r A Rainha Isabel II é separada e igualmente monarca de 16 países soberanos por vezes chamados coletivamente de Reinos da Comunidade das Nações. Em cada um destes países, com exceção do Reino Unido (onde reside) a rainha é representada por um governador-geral (governador geral, sem hífen, no Canadá) a nível nacional. Em alguns destes países, a opinião difere quanto ao lugar de chefe de estado ser ocupado pela rainha ou pelo governador-geral; não se questiona a posição da rainha enquanto soberana, acima do governador-geral, contudo.
  4. Williams, George (31 de janeiro de 2008). «Speculation on Queen before any choice needs to be made». Herald Sun. Consultado em 18 de fevereiro de 2011 
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u Neste Estado o presidente é o chefe de Estado e chefe de governo simultaneamente. O cargo de oficial-chefe executivo ou de conselheiro de Estado (em Mianmar) existe, mas não detém nenhum poder real.
  6. A presidência formada por três membros é coletivamente o chefe de Estado.
  7. a b O Prefácio da Constituição da República Popular Democrática da Coreia afirma que "A RPDC e todo o povo coreano terão o grande líder camarada Kim Il-sung como Presidente eterno da República, defendendo e levando a bom termo as suas ideias e sucessos e completando a revolução Juche sob a liderança do Partido dos Trabalhadores da Coreia." Kim Il-sung morreu em 1994.
  8. O título "Líder Supremo" é meramente descritivo, por uma questão prática, não sendo um título oficial. Os cargos oficiais ocupados por Kim Jong-un são: Primeiro-secretário do Partido dos Trabalhadores da Coreia, Primeiro-presidente da Comissão Nacional de Defesa e Comandante-supremo do Exército Popular Coreano.
  9. O presidente do Presidium da Assembleia Popular Suprema aceita as credenciais dos embaixadores estrangeiros, assina os tratados, recebe os chefes de Estado visitante e representa a Coreia do Norte em todas as visitas de Estado — as funções cerimoniais normalmente desempenhadas por um chefe de Estado noutros países. O presidente do Presidium detém estas funções desde 5 de setembro de 1998, quando da revisão da Constituição.
  10. a b O governador-geral da Nova Zelândia e o governador-geral de Niuê são cargos ocupados pela mesma pessoa.
  11. A Autoridade Palestina alterou o seu nome para Estado da Palestina a 6 de janeiro de 2013 (um alteração não reconhecida por Israel). Não confundir com o "Estado da Palestina" proclamado a 15 de novembro de 1988 pelo Conselho Nacional Palestino (CNP) em Argel, que permanece um estado putativo, de facto, sem efeito mas com reconhecimento internacional parcial.
  12. O Conselho Federal suíço de sete membros é o chefe de estado coletivo e, ao mesmo tempo, o governo da Confederação Suíça. Dentro do Conselho, o Presidente Federal da Confederação Suíça serve apenas num estatuto de primus inter pares por um ano.