Lista de dubladores dos programas Chespirito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Esta é uma lista dos vários dubladores das famosas séries da televisão El Chavo del Ocho, El Chapulin Colorado e Chespirito.[1]

Versão Maga (1984–1992) TVS e SBT[editar | editar código-fonte]

Personagem Dublador
Chaves, Chapolin e demais personagens de Roberto Gómez Bolaños Marcelo Gastaldi (1984-1992)
Quico e demais personagens de Carlos Villagrán Nelson Machado (1984-1992)
Seu Madruga e demais personagens de Ramón Valdés Carlos Seidl (1984-1992)
Chiquinha, Dona Neves e demais personagens de Maria Antonieta de las Nieves Sandra Mara Azevedo (1984-1988)

Cecília Lemes (1990-1992)

Dona Florinda, Pópis e demais personagens de Florinda Meza Marta Volpiani (1984-1992)
Dona Clotilde e demais personagens de Angelines Fernández Helena Samara (1984-1992)
Senhor Barriga, Nhonho e demais personagens de Edgar Vivar Mário Vilela (1984-1992)
Professor Girafales e demais personagens de Rubén Aguirre Potiguara Lopes (1984)
Osmiro Campos (1984-1992)
Godinez, e demais personagens de Horácio Gómez Bolaños José Soares (1984)
Silton Cardoso (1984-1990)
Élcio Sodré (1992)
Jaiminho e demais personagens de Raúl Padilla Older Cazarré (1984)
Eleu Salvador (1990)
Paty (Ana Lilian de la Macorra) Cecília Lemes (1988)
Leda Figueiró (1984-1992)
Glória (Regina Torné) Sandra Campos
Paty (Rosita Bouchot) Leda Figueiró
Glória (Olivia Leiva) Denise Simonetto
Glória (Maribel Fernández) Noeli Santisteban
Seu Furtado (Ricardo de Pascual) Luiz Carlos de Moraes
Senhor Calvillo (Ricardo de Pascual) Potiguara Lopes
Garçom (Ricardo de Pascual) José Soares
Héctor Bonilla Luiz Carlos de Moraes
Seu Madroga / Seu Romão (Germán Robles) Luiz Carlos de Moraes (1ª dublagem de 1988)
Jorge Pires (2ª dublagem de 1990)
Malicha (María Luisa Alcalá) Zaira Zordan
Cecília Lemes
Leda Figueiró
Elizabeth (Marta Zabaleta) Marcia Gomes
Cândida (Ángel Roldan) Noeli Santisteban
Dona Edwiges, a Louca da Escada (Janet Arceo) Gessy Fonseca
Dono do Parque de Diversões (Abraham Stavans) Olney Cazarré
  • Versão: Maga, dublada nos estúdios da TVS (até 1989)/Marsmallow (1990 e 1992)
  • Mídia: Televisão (SBT) / TV Paga (Cartoon Network/TLN)
  • Direção de Dublagem: Nelson Machado (Todos os dubladores exceto o Chaves) e Marcelo Gastaldi (Chaves, Direção Geral e Finalização)

Chaves e Chapolin eram dublados por completo nos anexos dos estúdios da TVS em 1984 e 1988, mas em 1990, a TVS se torna SBT e fecha seus estúdios de dublagens. A maga em 1989 passa a alugar estúdios na Marshmallow Mídia eletrônica, que era de ramo publicitário, para apenas gravar as vozes dos dubladores, como na fala de Gastaldi - "Versão Maga, gravada nos estúdios da Marshmallow". [2]

Parisi Vídeo/BKS (1997) CNT Gazeta[editar | editar código-fonte]

A Parisi Vídeo e a BKS dublaram o programa Chespirito, não o programa Chaves. Em 2000, a CNT/Gazeta se torna Rede Gazeta e deixa de exibir Chespirito, infelizmente os episódios dublado na Parisi nunca foram exibidos.

Gota Mágica (1999) SBT e TLN Network[editar | editar código-fonte]

Essa foi a 2ª dublagem do Programa Chespirito, que nessa versão foi nomeado "As novas aventuras de Chaves" e depois "Clube do Chaves".

Estúdios Gábia (2005–2008) Amazonas Filmes[editar | editar código-fonte]

Essa foi a 2ª dublagem para as séries El Chavo e El Chapulín e a Terceira para Chespirito (com episódios de temporadas até então inéditas na televisão brasileira), para DVD.

Desenho Animado: Herbert Richers e Álamo (2006-2010), RioSound e Dubrasil (2011-) SBT, Cartoon Network e TLN[editar | editar código-fonte]

Esta é a versão de dublagem do desenho animado inspirado no seriado, vem sendo exibida desde 2007 pelo SBT e também pelos canais de TV por assinatura TLN e Cartoon Network. Antes da dublagem começar, o SBT pretendia trocar todos os dubladores originais da série, mas após protestos dos fãs e a realização de um abaixo-assinado, quase todos os dubladores originais ainda vivos foram contratados para dublar o desenho. As únicas exceções foram Nelson Machado, que não concordou com o salário oferecido e assim não fechou acordo para dublar; e Silton Cardoso, que na época estava afastado da dublagem e havia boatos de que teria se aposentado.

A Herbert Richers, em conjunto com a Álamo, dublou os episódios da 1ª, 2ª e 3ª temporada. A Herbert Richers, no Rio de Janeiro, era o estúdio responsável pela dublagem mas como alguns dubladores residiam em São Paulo, a Álamo foi alugada para que esses dubladores pudessem dublar de lá, o material feito por eles era posteriormente enviado à Herbert Richers para a edição final e mixagem. Após o fechamento dos dois estúdios, a dublagem da 4ª temporada da animação ficou a cargo da empresa carioca RioSound que, em conjunto com a empresa paulista Dubrasil, repetiu o esquema anterior. Com a morte de Waldir Fiori e Osmiro Campos, não se sabe os próximos dubladores do Jaiminho e Professor Girafales.

Show do Chaves Animado - Teatro (2011) BKS / Televisa[editar | editar código-fonte]

Esta é a versão de dublagem do espetáculo Show do Chaves Animado, que foi apresentada inicialmente no HSBC Brasil em São Paulo nos dias 30 de abril e 1 de maio de 2011. Depois de viajar por outros países (Estados Unidos, El Salvador) o espetáculo volta ao Brasil em 2012 para novas apresentações em Outubro.

A história da peça começa com a decisão do Sr. Barriga de vender a vila. O comprador, Rufino Malfeitor, promete muitos benefícios a todos, mas somente Seu Madruga suspeita da situação. Até que ele desaparece misteriosamente, e Chaves e seus amigos embarcam em uma aventura para poder resgatá-lo: enfrentando fantasmas, sombras e casas mal-assombradas. [3]

RioSound/DuBrasil (2012) SBT[editar | editar código-fonte]

Algumas vozes clássicas foram substituídas, seja devido ao falecimento de alguns membros do elenco original da MAGA ou devido ao contrato financeiro oferecido pela emissora aos dubladores. O ator Carlos Seidl, dublador do personagem Seu Madruga disse que não irá mais fazer o personagem. Segundo ele: "Já se passaram 28 anos desde que começaram a exibir o Chaves sem pagar nossos direitos pela dublagem. Não vou assinar um compromisso de passar esses direitos. A cada vez que o SBT reapresenta diariamente a série, deveríamos receber por isso"

Antes do ocorrido, o dublador Nelson Machado, dono da voz brasileira do personagem Quico, tentou um acordo financeiro com o SBT, mas sem sucesso. Devido ao desacordo, o dublador também foi substituido.

  • Versão Brasileira: RioSound e DuBrasil, Rio de Janeiro e São Paulo
  • Direção de Dublagem: Peterson Adriano

El Chavo Kart[editar | editar código-fonte]

  • Versão Brasileira: BKS, São Paulo
  • Direção de Dublagem: Nelson Machado

Dubladores Falecidos[editar | editar código-fonte]

Do elenco de dublagem brasileiro de Chaves, alguns já morreram:

Referências

  1. Mauricio Trilha. «Vila do Chaves». Consultado em 3 de outubro de 2012 
  2. Livro "Versão Brasileira" por Nelson Machado, Editora Machado Produções 2004
  3. Thi Gervasio. «Guia Folha». Consultado em 3 de outubro de 2012 
  4. https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=10201752616965573&id=1485557559&comment_id=58669267&offset=0&total_comments=12&notif_t=share_reply CANÇÕES