Anexo:Lista de governantes de Alepo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este anexo ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Os governantes de Alepo se originaram em diversas dinastias e povos diferentes desde a fundação da cidade até o final da Idade Média.

Selêucidas[editar | editar código-fonte]

Romanos e bizantinos[editar | editar código-fonte]

Árabes[editar | editar código-fonte]

Emires de Alepo[editar | editar código-fonte]

Hamdanidas (945–1002/4)[editar | editar código-fonte]

A primeira dinastia semi-autônoma árabe a governar a cidade foi a dos hamdanidas a partir de 945:

Fatímidas[editar | editar código-fonte]

Em 1002 (ou 1004), Alepo foi capturada pelo Califado Fatímida, um estado muçulmano ismaelita que controlava o Egito.

Mirdásidas (1015–1094)[editar | editar código-fonte]

Por volta de vinte anos depois, o controle passou para os mirdásidas:

Ucailidas (1079–1086)[editar | editar código-fonte]

A dinastia seguinte foi a dos ucailidas:

Sultanato de Alepo (1086–1260)[editar | editar código-fonte]

Sob o controle dos turcos da dinastia Seljúcida de Alepo e Damasco:

Sob o controle dos seljúcidas de Alepo:

Os artúquidas de Alepo:

Os zengidas de Alepo:

Finalmente, a cidade foi conquistada por Saladino em 1183, que reinou como sultão do Egito, Damasco e Alepo e fundou a dinastia dos aiúbidas:

A cidade foi conquistada pelos mongóis em 1260.

Mamelucos[editar | editar código-fonte]

No mesmo ano (1260), Alepo foi reconquistada pelo sultão do Egito, Qutuz, e passou a ser controlada pelo Sultanato Mameluco:

Em 1261, Hussam Ud Din Lagin se insubordinou e foi derrotado pelo sultão Baibars. A cidade passou a ser governada diretamente a partir do Cairo.

Em 1271, a cidade foi novamente tomada e saqueada pelos mongóis e recuperada novamente por Baibars.

Em 1280, novo ataque mongol e desta vez foi o sultão Qalawun quem recuperou o controle da região.

Finalmente, em 1400, a horda de Tamerlão capturou a cidade e massacrou a maior parte da população. O controle voltou para os mamelucos quando os mongóis recuaram.

Império Otomano[editar | editar código-fonte]

Alepo foi finalmente incorporada ao Império Otomano em 1516.