Lista de objetos de His Dark Materials

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Essa é uma lista dos objetos da trilogia de livros de fantasia Fronteiras do Universo escrito por Phillip Pullman.

Aletiômetro[editar | editar código-fonte]

Um aletiômetro (ou aletômetro, em edições brasileiras mais antigas) é artefato que diz a verdade sobre tudo o que o usuário perguntar. A palavra vem do grego alètheia que significa "verdade", então o aletiômetro funciona como um "medidor de verdades". O aletiômetro da nome ao primeiro livro da trilogia (A Bússola de Ouro) que é um trecho da descrição de Pullman dá ao aletiômetro.

Um aletiômetro é dado ao personagem principal, Lyra Belacqua, pelo Reitor da Faculdade Jordan. Ele diz que o objeto é raro e somente 6 foram criados (sendo que o Magisterium destruiu 4). Ele também explica a sua função, mas diz que ela vai ter que aprender como usá-lo por si mesma.

Para usar o aletiômetro, o usuário direciona as três agulhas para medir determinados símbolos na tela, ele mentaliza sua questão. A quarta agulha, em seguida, responde à pergunta, balançando sobre três símbolos diferentes para formar respostas. Qualquer símbolo dado pode ter vários significados. O usúario precisa de uma forma especial de foco para tomar o usá-lo. A quarta agulha continuará a girar nos três símbolos repetindo a sequência até que o usuário rompa seu foco. O aletiômetro fornece suas resposta através da influência do (ou sombra, ou partículas Rusakov, ou sraf).

Lista de símbolos do aletiômetro:

  • Alaúde - Filosofia, teoria, poesia.
  • Alpha e Ômega - Conhecimento, vaidade, pecado.
  • Ampulheta - Tempo, morte, mudança.
  • Âncora - Prevenção, esperança, firmeza.
  • Anjo - Hospitalidade, riqueza, outono.
  • Árvore - Firmeza, refúgio, fertilidade.
  • Bebê - Desamparo, flexibilidade, "O futuro".
  • Caldeirão - Alquimia, habilidade, sabedoria conseguida.
  • Camaleão - América, roubo, empresa.
  • Camelo - Ásia, verão, perseverança.
  • Cavalo - Europa, viagens, fidelidade.
  • Compasso - Medida, ciência, matemática.
  • Cornucópia - Outono, riqueza, hospitalidade.
  • Coruja - Medo, inverno, noite.
  • Crocodilo - América, empresa, roubo.
  • Elefante - África, caridade, continência.
  • Elmo - Proteção, guerra, visão estreita.
  • Espada - Força, moral, Justiça.
  • Formiga - Trabalho mecânico, cuidado, tédio.
  • Golfinho - Água, juventude, ressurreição.
  • Globo - Fama, política, soberania.
  • Homem selvagem - Luxúria, Homem Selvagem, "O masculino".
  • Jardim murado - Ordem, natureza, inocência
  • Lua - Mistério, castidade, "o estranho".
  • Maçã - Conhecimento, vaidade, pecado.
  • Mãe - Devoção, maternidade, "O feminino".
  • Marionete - Obediência, submissão, graça.
  • Pão - Alimento, Cristo, sacrifício.
  • Pássaro - Casamento, primavera, "A alma".
  • Raio - Ira, destino, inspiração.
  • Serpente - Mal, astúcia, sabedoria natural.
  • Sol - Dia, Autoridade, verdade.
  • Touro - Poder, terra, honestidade.
  • Vela - Fé, fogo, aprendizagem.
  • Vespa - trabalho produtivo,doçura ,luz.

Um usuário treinado pode usar o aletiômetro para responder qualquer pergunta sobre os eventos passados e presentes, mas esse objeto não é capaz de prever acontecimentos futuros - só o que poderia acontecer uma certa ação fosse tomada.

O protótipo inicial foi projetado para monitorar os movimentos dos planetas como uma bússola magnética, a agulha acompanharia os movimentos dos corpos celestes. Contudo, esta intenção original falhou.

Um usuário treinado que domina a arte da leitura do aletiômetro se chama aletiometrista. Entre famosos aletiometristas estão incluídos o Reitor da Faculdade Jordan, Fra Pavel, Teukros Basilides, e Lyra. O único usuário que consegue usar o aletiômetro sem o treinamento necessário (como livros especializados no objeto) é a Lyra.

Durante a história o aletiômetro ganha 2 nomes: Aletiômetro (Pelos estudiosos de Oxford), e "leitor de símbolos" (o modo que Serafina Pekkala e as outras bruxas o chamam de vez em quando.)

Faca Sutil[editar | editar código-fonte]

A Faca Sutil, ou Faca Subtil na versão de Portuguesa, também é chamada de Æsahættr, que significa "ameaça de deus" ou "As ameaças", é um nome islandês. A Faca Sutil é uma faca de dois gumes, um de aço, que poderia cortar qualquer material físico, e a outra ainda mais afiada, que pode cortar fendas entre dimensões. Nenhum material consegue resistir a faca, mesmo assim ela pode quebrar caso a pessoa fique indecisa de qual dimensão ele irá abrir a fenda.

A Faca foi feita pelos estudiosos de Cittàgaze, que moravam na Torre degli Angeli. Will Parry foi o último portador da Faca, depois de ganhar um luta na Torre. Giacomo Paridisi, o último membro da Torre degli Angeli e último portador da Faca antes de Will, o ensinou como usa-lá. Além disso o garoto perdeu dois dedos da mão quando se transformou no portador - a perda dessees dois dedos (o mindinho e o anelar) é a marca registrda de um portador.

O Magisterium quer possuir a Faca porque ela pode destruir A Autoridade. Lorde Boreal também a quer, mas é por causa de seu poder de viajar entre mundos. A Faca Sutil foi quebrada 2 vezes - na 1ª vez foi quebrada por Will quando pensou em sua mãe e na 2ª vez foi por causa de uma ordem de Xaphania, para que o Universo voltasse ao normal, pensando em Lyra. A Faca era quebrada quando ele pensava em algo que a faca não podia cortar, o amor.

Nave da Intenção[editar | editar código-fonte]

A Nave da Intenção (ou Nave Intencional em Portugal) é uma nave que não tem motor nem asas. O interior é parecido com o de um girocóptero (como é chamado o helicóptero de um dos mundos criados por Phillip Pullman) mas tem seis pernas (parecidas com as de um insecto). Também há um capacete de couro, para que quem usar poder controlar a nave com a mente - mas só pode ser usado por pessoas que tem daemons.

A nave da intenção tem armamentos avançados. Ela é capaz de destruir aviões inimigos antes que eles possam responder. Sua arma predileta é o laser. Pullman nunca explicou a tecnologia avançada de Lorde Asriel (embora tenha fãs que especulam que Asriel pode ter se aventurado em outros mundos, acumulando o conhecimento tecnologico dos outros).

É utilizado pela Sra. Coulter para escapar da fortaleza de basalto de Lorde Asriel e também para atingir a Montanha Nublada, a fim de enganar o Regente do Céu, Metatron. Também é usado por Lorde Asriel para resgatar a Sra. Coulter.

Luneta Âmbar[editar | editar código-fonte]

A Luneta Âmbar (ou Telescópio de Âmbar em Portugal) é uma luneta planejado por Mary Malone e os mulefas. A lente não é totalmente feito de âmbar, mas parcialmente de laca, o que leva à mesma cor dourada. Ao olhar através da luneta, pode-se ver o . A intenção da doutora Malone no começo era só voltar a se comunicar com as Sombras para saber mais sobre sua missão em que ela bancaria a serpente com intenção de fazer Lyra, a nova Eva, á cair em tentação.

A Luneta Âmbar não precisa do Pó para funcionar, só é preciso olhar através dele para ver as Sombras (Pó, sraf ou partículas Rusakov)

Magneto ressonante[editar | editar código-fonte]

O magneto ressonante é um instrumento utilizado para comunicação. Ele é parecido por uma curta haste feita de magnetita, que repous sobre um suporte de madeira. Para transmitir uma mensagem, é preciso varrer o arco semelhante a um violinista. Para receber uma mensagem de outro resonador, um par de fones de ouvido deve ser colocado em torno dos dois pinos em cada extremidade da pedra.

O magneto ressonante só é usado por galivespianos.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]