Lista de personagens de Inazuma Eleven

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Ambox question.svg
Esta página ou seção carece de contexto (desde julho de 2013).

Este artigo (ou seção) não possui um contexto definido, ou seja, não explica de forma clara e dire(c)ta o tema que aborda. Se souber algo sobre o assunto edite a página/seção e explique de forma mais clara e objetiva o tema abordado.

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Índice

Personagens de Inazuma Eleven[editar | editar código-fonte]

Satoru Endo[editar | editar código-fonte]

Endo atua principalmente com goleiro, mas também é excelente como líbero. É o principal protagonista da série, e também é o personagem que possui o maior número de técnicas especiais. Endo gosta de futebol desde criança, e tudo começou quando ele descobriu pertences de seu avô, Daisuke (já falecido), que foi um lendário jogador, conhecido por ser um dos melhores goleiros de todo o seu país e também do mundo. Desde então, Endo ganhou muita determinação, e começou a praticar para se tornar igual a seu avô, sentindo, aliás, que o mesmo está com ele, em algum lugar de seu coração. Também tem sempre junto a ele um caderno que Daisuke utilizava para anotar suas técnicas, sentimentos e descobertas. Com ele, Endo sente que pode tornar-se tão bom quanto seu avô. Tem uma paixão sem igual pelo futebol, e quando ingressou na escola Raimon, no primeiro ano do ensino médio, ele logo se dirigiu ao diretor para pedir para entrar no time, mas acabou decepcionado: a escola não tinha mais um clube de futebol. Porém, havia uma pequena sala dentro da escola, que era muito usada antigamente, mas que acabou virando um depósito. Mesmo com isso, Endo não se deixou abalar, e junto com Aki, sua colega que também gostava de futebol, transformaram a sala novamente em um clube. A partir de então, os dois só precisavam recrutar mais jogadores, para que o clube de futebol não fosse totalmente abolido. Com sua determinação e coragem sem igual, Endo decidiu se tornar o capitão da equipe que formaria, e de certa forma sabia que não iria se arrepender de ter formado o clube, pois sua fé não o deixava desistir. Esse goleiro é o personagem mais simpático, determinado e auxiliador da série, e também é o tipo de pessoa que nunca desiste. Mesmo que o obstáculo seja gigantesco, Endo sempre encontra forças para superá-lo. Também nunca iria deixar seus companheiros de lado, não só pelo fato de ele ser o capitão e carregar uma grande responsabilidade, mas também porque é um jovem com uma extrema força de vontade e coragem, querendo fazer sempre o possível para que seu time evolua cada vez mais. Com seu espírito competitivo incomparável, Endo sempre eleva o humor de sua equipe, e está sempre pronto para ajudar seus companheiros e treinar com eles para se tornarem os melhores do Japão e do mundo, como o time de seu avô. Adora fazer amizades, e não gosta nem um pouco de presenciar qualquer forma de desrespeito ao futebol, desejando sempre o melhor para todos os que praticam o esporte.

Yuto Kidou[editar | editar código-fonte]

Kidou joga como meio-campista, e é um dos principais personagens da série. É o irmão mais velho de Haruna, e sua história não é agradável: quando eram crianças, perderam seus pais em um acidente de avião, e acabaram crescendo em um orfanato. O único objeto que Kidou (que ainda não tinha esse sobrenome) tinha e que lembrava seus pais era uma velha revista com assuntos sobre futebol. A partir de então, ele começou a praticar esse mesmo esporte, pois sentia que, de alguma forma, quando tocava na bola, seu pai estava com ele. Algum tempo de pois, Kidou e Haruna foram adotados, mas não por uma mesma família: Haruna foi adotada pela família Otonashi e Kidou foi imediatamente recomendado por Reiji Kageyama para o grupo financial Kidou, depois que ele reconheceu o talento do garoto para o futebol. Depois de serem separados, Kidou nunca tentou contatar sua irmã, porém não esquecia dela, e tolerava tudo para um dia poder estar junto a ela novamente. Como não podia simplesmente ir visitá-la, fez um acordo com seu padrasto: durante seus três anos no ensino médio, ele teria de vencer todos os campeonatos Futebol Fronteira (que aconteciam uma vez por ano). Se ele não fosse capaz, não teria Haruna de volta, e poderia ainda ser forçado a deixar sua nova família. Então, ele começou a treinar com Kageyama no Instituto Imperial, com o intuito de ser o melhor de todos e voltar a viver junto com sua irmã. Sua jornada na série começa a partir de então: Como cresceu no colégio em questão, sua personalidade era quase idêntica à de Kageyama, ou seja, rude, arrogante, sombrio e altivo. Obedecia às ordens de seu treinador sempre, pois se tornou capitão de seu time, assumindo assim uma grande responsabilidade. Certo dia, iriam jogar com o time da Raimon, que nessa época estava recém-formado. A partir daí, Kidou começou a observar a dedicação do goleiro e capitão do time, Endo, e também do resto da equipe. Muito tempo depois, ele percebeu que as atitudes de Kageyama estavam indo longe demais, e por isso começou a questionar seu treinador. Então, depois de ver os planos maléficos e as irregularidades deste, ele decidiu abandonar suas ordens, e depois de vários acontecimentos, acabou ingressando na Raimon, atuando pela mesma desde então. Kidou é lógico, razoável e também é um dos melhores estrategistas da série; um gênio do futebol. Como uma torre de comando, analisa cuidadosamente cada adversário para somente depois dar as ordens corretas e inclinar a posição de sua equipe. Também gosta de auxiliar seus companheiros, especialmente sua irmã, e nunca despreza ninguém, não importam as dificuldades.

Shuuya Goenji[editar | editar código-fonte]

Goenji atua como atacante, e também é um dos principais personagens da série. Tem uma personalidade muito forte, e se preocupa muito com seus colegas, e principalmente com sua irmã. Goenji também costuma corrigir erros em sua equipe, especialmente quando algum membro não está se esforçando para completar alguma técnica ou não está confiante. Como tem uma imensa paixão pelo futebol, isso mostra que ele toma o interesse de outras pessoas, compreende seus sentimentos e os compartilha com todos, fazendo dele alguém carismático, auxiliador e extremamente amigável. Desde criança, Goenji tinha um talento impressionante para o futebol, e seus pais costumavam assisti-lo nas partidas. Porém, quando sua mãe faleceu, seu pai tornou-se outra pessoa, e apesar de ter orgulho dele no passado, disse que Goenji deveria desistir do esporte e se tornar um médico, como ele, e desde então vem conversando com ele a respeito. Certo dia, antes das finais do torneio Futebol Fronteira - um ano antes dos eventos da série, onde Goenji ainda estudava em outro colégio - sua irmã mais nova sofreu um grave acidente, e acabou ficando em coma. Com isso, o temperamento de seu pai tornou-se ainda pior, e Goenji começou a pensar que se ele não tivesse começado a jogar futebol, aquilo não teria acontecido. Então, desde que foi transferido para a escola Raimon, fez uma promessa a si mesmo e a sua irmã de que não jogaria mais, até que ela acordasse. Algum tempo depois, Endo o convidou para ingressar no time de futebol da Raimon, depois de ver seu potencial nos chutes. A início, Goenji recusou, mantendo assim sua promessa, mas depois de algum tempo, foi atingido pelo famoso sentimento do capitão de nunca desistir e lutar pelo esporte. Além disso, Endo também disse a ele que sua irmã iria, com toda certeza, querer que ele jogasse futebol sempre, e que apesar de estar em coma, seus sentimentos estariam sempre com ele. Com isso, Goenji acabou quebrando a promessa, mas com orgulho, pois sabia que, de alguma forma, sua irmã sempre o apoiaria, e a partir de então, começou a atuar pelo time da Raimon.

Shirou Fubuki[editar | editar código-fonte]

Originalmente, Fubuki jogava como zagueiro, mas ao entrar no time da Raimon, passou a atuar como atacante. É um garoto muito tímido, porém gentil, calmo e amável com os outros. A história de Fubuki não é das melhores: quando era criança, sua família sofreu um acidente com uma avalanche, e ele foi o único que restou. Tinha uma boa relação com seu irmão gêmeo, Atsuya, que, ao contrário dele, tinha um comportamento agitado e um tanto quanto agressivo. Quando este faleceu, Fubuki adquiriu sua personalidade, e por isso, quando joga futebol, ela se manifesta temporariamente em seu corpo algumas vezes, mostrando-se um poderoso atacante. Fubuki acredita que uma equipe nunca será forte o suficiente se não tiver uma boa defesa; já Atsuya pensava que o ponto forte de uma equipe tinha de ser o ataque. É por isso que as personalidades entram em conflito nas partidas. Quando a personalidade de Atsuya toma seu corpo, sua aparência física muda: seu cabelo muda de formato, seus olhos mudam de cor e seu sorriso é mais ameaçador. Além desse "obstáculo", um outro trauma atormenta Fubuki: por causa da avalanche que causou a morte de sua família, ele passou, desde então, a ter medo de qualquer barulho que lembre o de uma. Não gosta de ficar sozinho, e por isso sempre gosta de fazer amizades. Muito antes do acidente, certa vez seu pai lhe disse que ele deveria se tornar um jogador perfeito,e então Fubuki vem tentando descobrir o significado dessa afirmação.

Ichirouta Kazemaru[editar | editar código-fonte]

Kazemaru joga em todas as posições, exceto na de goleiro. Originalmente era membro da equipe de atletismo da Raimon, mas depois, vendo a dedicação e o entusiasmo de Endo na procura de novos jogadores para o time de futebol, foi convencido a ingressar no mesmo. Kazemaru tem uma personalidade amigável e espírito competitivo, uma vez que gosta de enfrentar jogadores fortes. Porém, ele também aparenta ter problemas de confiança sob pressão, e tem medo de não ser capaz de acompanhar seus colegas de equipe, chegando às vezes ao ponto de ter sentimentos conflitantes dentro de si. Apesar disso, Kazemaru é uma pessoa corajosa e persistente, e não deixa de auxiliar seus companheiros quando estes precisam. É gentil e sempre gosta de estar perto de seus amigos. Como havia praticado atletismo antes de entrar para o time, seu desempenho nos jogos é incrível, pois sua rapidez nos movimentos auxilia bastante nos dribles e nos ataques. Suas técnicas têm como base a velocidade e o vento, que é um elemento fundamental quando ele deseja que o ataque seja rápido e preciso.

Heigoro Kabeyama[editar | editar código-fonte]

Kabeyama joga como zagueiro, e é o maior jogador do time da Raimon. Apesar de sue altura, é muito tímido e medroso, e algumas vezes sempre desaparece antes de um jogo, com a desculpa de ir ao banheiro ou simplesmente se esconder em algum lugar. Na maioria das vezes, Endo tem de ajudá-lo a superar seus medos. Kabeyama demonstra respeito por Endo como capitão e ao mesmo tempo como um amigo. O zagueiro também se mostra como alguém que desiste logo de algo, uma vez que não consegue se adaptar a diferentes ambientes tão facilmente. Apesar disso, Kabeyama é determinado, e faz o possível para que sua equipe cresça no futebol. Foi um dos jogadores da equipe inicial da Raimon, que tinha somente sete jogadores. Mesmo com essa falta de membros, Kabeyama nunca desistiu do futebol, e depois de presenciar a dedicação se seu capitão na procura por novos membros, foi novamente motivado a praticar ainda mais.

Ryugo Someoka[editar | editar código-fonte]

Someoka joga como atacante. É uma pessoa de cabeça quente e língua afiada: briguento e nervoso. Sempre necessita que alguém o acalme. Apesar disso, no fundo ele é alguém gentil, sincero e de bom coração. Someoka é o auto-proclamado melhor jogador do time (de fato, ele é um dos melhores), e sempre gosta de atacar sozinho. Não gosta de mudanças em sua equipe, principalmente quando um novo jogador irá atuar como atacante, pois não aceita que alguém tome o seu lugar como melhor jogador. Entretanto, ele se mostra capaz de se adaptar logo a tais mudanças, pois sabe que para que seu time evolua cada vez mais, terá de fazer o possível para auxiliá-lo. Determinado e com um espírito competitivo inigualável, o atacante gosta de demonstrar toda a sua força nos jogos, e se o time rival é muito forte, ele é sempre motivado a jogar com tudo o que tem. Endo considera Someoka como um irmão, e também o apelidou de "O Goleador Dragão", devido à sua ferocidade, determinação e velocidade. Foi um dos primeiros membros a entrar no time, na época em que Endo estava procurando jogadores.

Teppei Kurimatsu[editar | editar código-fonte]

Kurimatsu joga como zagueiro e meio-campista. É um garoto que gosta de se divertir. No começo, o futebol era apenas um hobby para Kurimatsu, mas depois que ele entrou para o time da escola Raimon, o esporte passou a ser sua grande paixão. Apesar de seu tamanho, tem um comportamento energético e positivo, e suas habilidades são incríveis, apesar de às vezes ser um pouco pessimista e não confiar em si mesmo. Está sempre admirando membros do time, especialmente Kabeyama, que é seu melhor amigo, e Endo, a quem ele chama de "capitãozinho". Com sua atitude gentil, ele sempre eleva o espírito e o humor geral de seu time. Além disso, Kurimatsu coloca sua equipe sempre em primeiro lugar antes de pensar em si mesmo. Também foi um dos jogadores da equipe inicial da Raimon, e foi motivado por Endo a não desistir nunca do futebol, mesmo com a falta de membros.

Kakeru Megane (Quatro Olhos)[editar | editar código-fonte]

"O Quatro Olhos". Esse é seu apelido. É fã de quadrinhos, super-heróis e videogames, e também é perito em tecnologia. Apesar de não possuir técnica nenhuma, gosta de jogar como atacante. Megane é uma pessoa convencida e arrogante, como mostrado no início da jornada da escola Raimon, onde ele queria ser o centro das atenções, mostrando que sabia jogar futebol muito bem. Porém, ele também aparenta ser um pouco covarde e medroso, visto que não gosta de jogar contra oponentes muito fortes. Apesar disso, Quatro-Olhos é esperto, atencioso, calmo e gentil. No decorrer da série, prefere apenas presenciar a atuação dos jogadores de sua equipe, dando-lhes algumas instruções como auxiliar do treinador, e também fazendo uma das coisas que mais gosta: nomear técnicas novas. Sempre que algum jogador cria uma nova habilidade especial, ele é o primeiro a dar um nome a ela, desde que o considere apropriado. Como é convencido, não aceita que alguém nomeie a técnica antes, ficando bastante decepcionado quando uma outra pessoa o faz. Quatro Olhos é inteligente e extrovertido, e também é um bom estrategista, assim como Kido. Faz o possível para que sua equipe tenha um melhor desempenho nas partidas e, mesmo não jogando em campo, suas estratégias e métodos são suficientes para auxiliar seus companheiros.

Kazuya Ichinose[editar | editar código-fonte]

Ichinose atua no meio-campo. Quando era mais jovem, sua família se mudou para os EUA, e lá ele conheceu Aki e Domon, que viriam a se tornar seus melhores amigos (coincidentemente, estes dois também eram do Japão). Os três cresceram juntos e começaram a praticar futebol desde cedo, e com o tempo se tornaram amantes do esporte. Certo dia, enquanto estavam conversando, Ichinose percebeu que um cachorro iria ser atropelado na rua, e então saiu correndo e tentou salvar o animalzinho da tragédia. Ele conseguiu, porém não conseguiu escapar, e foi atropelado no lugar do cãozinho. Um tempo depois, Aki e Domon receberam a trágica notícia de que seu amigo havia morrido. Então, para não ficar mais sofrendo tanto, voltaram para o Japão para esquecer a situação. Além disso, deixaram de gostar de futebol por causa da tragédia. Contudo, os dois estavam equivocados: Ichinose conseguiu, milagrosamente, sobreviver ao acidente, e sem avisar seus amigos, começou a treinar novamente depois de se recuperar, mais tarde se tornando um excelente jogador. Além disso, foi ele mesmo que planejou enganar seus amigos, mandando seu pai dizer-lhes que ele havia morrido. Então, depois de um bom tempo, ele retornou ao Japão para fazer uma surpresa para Aki, que naquele momento era gerente do time da Raimon. Depois de vê-la, ele também decidiu entrar para o time, pois amava o esporte, e também gostaria de jogar ao lado de sua amiga novamente. Aki descreve Ichinose como sendo semelhante a Endo, referindo-se à dedicação ao futebol e também ao seu comportamento: amigo, gentil e corajoso. Ichinose adora fazer amizades, e com os membros da Raimon não foi diferente. É um garoto dedicado e bastante auxiliador, e faz de tudo para que sua equipe seja a melhor de todas.

Asuka Domon[editar | editar código-fonte]

Domon joga como zagueiro e meio-campista. É um grande amigo de Ichinose e Aki, a quem conheceu nos EUA. Depois do acidente de Ichinose, Domon e Aki retornaram ao Japão para esquecer a situação. Domon, por um tempo, deixou o futebol de lado, mas quando entrou para o ensino médio, decidiu começar a jogar novamente, pois amava o esporte, assim como seus dois amigos. Para tal, ingressou no Instituto Imperial. Mais tarde, a pedido de Kageyama, Domon foi até a escola Raimon como um espião, para coletar dados dos jogadores do time de futebol. Começou a jogar na equipe nos primeiros jogos, mas depois de ver a dedicação e o esforço dos jogadores, além de não concordar com os planos maléficos e a sede de poder de Kageyama, preferiu não voltar para seu antigo colégio, e passou a atuar para a Raimon daquele momento em diante (isso porque, como amava o futebol, não poderia deixar de adquirir confiança de pessoas que se importavam umas com as outras, assim como ele fazia com Ichinose). Com Endo, que é a chave de todo esse esforço, Domon sente que pode jogar sem se preocupar com nada. Esse zagueiro é bastante dedicado ao esporte que ama, e não gosta de ver ninguém desanimado ou ferido. Está sempre disposto a dar um passo à frente e ajudar seus companheiros quando estes precisam.

Touko Zaizen[editar | editar código-fonte]

Touko (ou Toko) atua em praticamente todas as posições (exceto na de goleira), dependendo da equipe na qual ingressa. É filha do ministro da cidade de Inazuma, Sousuke Zaizen, e também é capitã do time de futebol Esquadrão SP, cujos membros nada mais são do que guarda-costas de seu pai. Quando este é raptado por uma instituição extraterrestre, Toko decide, depois de perceber a coragem, força e determinação dos membros da Raimon, ingressar no time para unir forças e resgatá-lo. Toko é a primeira pessoa do sexo feminino a entrar para o time da Raimon, o que surpreendeu a maioria dos membros, mas o fato de ela ser uma menina não significa que suas habilidades não possam ser de extrema ajuda a todos. Tem uma personalidade amigável, carinhosa e gentil, e também ama o futebol, assim como todos os membros da Raimon. Tem um profundo sentimento de paixão por Endo, embora ela negue isso muitas vezes, afirmando que seu relacionamento com ele é apenas platônico. No entanto, é perfeitamente possível que ela goste de Endo de várias maneiras, apesar de sua personalidade não deixá-la perceber isso.

Yuuya Kogure[editar | editar código-fonte]

Kogure joga como zagueiro. É um menino que só pensa em se divertir. Tem um comportamento muito brincalhão, e adora pregar peças nos outros. Por outro lado, ele não gosta de ficar perto dos outros; sempre fica sozinho. Também possui interesse pelo futebol, e inclusive faz parte do time do colégio Manyuu, em Kyoto. Kogure conheceu Endo e sua equipe quando estes visitaram seu colégio à procura de um instituto extraterrestre, que ameaçou atacar o local. Quando chegaram, alguns foram, de cara, vítimas das pegadinhas do garoto. Mais tarde, Kogure foi questionado por Haruna, que inclusive era uma de suas vítimas favoritas (ele adora pregar peças em meninas), e então ele lhe explicou o porquê de ele ser brincalhão e não ficar perto de ninguém. Depois de tudo esclarecido, Haruna decide colocá-lo para jogar na Raimon contra os extraterrestres (depois que estes derrotaram o time do colégio Manyuu e destruíram o local), pois havia percebido talento nele. Porém, o garoto se mostra medroso e sem auto-confiança, e também acha que todos os jogadores que está vendo são loucos, por causa das técnicas especiais (uma vez que ele não possuía, no momento em questão, nenhuma). Em um determinado momento, ele, sem nenhuma intenção, consegue parar um ataque fortíssimo, usando seus pés. Quando Haruna percebe isso, confirma sua percepção de talento no garoto e convida-o para se juntar à Raimon nas partidas contra o instituto extraterrestre que derrotou seu time e destruiu sua escola. Então, Kogure, vendo que a equipe era determinada e confiável, aceitou o convite, e desde então procura auxiliar seus companheiros e também se divertir um pouco com eles. Porém, ele também deseja desenvolver suas habilidades, assim como seus colegas do time de seu colégio, e procura se esforçar ao máximo nas batalhas contra a instituição alienígena.

Rika Urabe[editar | editar código-fonte]

Rika joga como atacante. É uma garota bastante atrevida, romântica e enérgica, e tem uma enorme paixão pelo futebol. Inclusive, é capitã do time feminino de futebol de sua cidade, Osaka. Quando o time de Endo chegou ao parque de diversões da cidade, à procura de um tal esconderijo, os membros se espalharam. Rika encontrou Ichinose por acaso, e se apaixonou logo de cara. A partir de então, ela tenta fazer com que ele se torne seu namorado e, consequentemente, seu marido. Rejeita qualquer interferência, e não o abandona por nada, mesmo que seja forçada a acompanhá-lo nos jogos da Raimon. Rika é determinada, e gosta de auxiliar sua equipe, especialmente Ichinose, a quem ela chama de "amorzinho", "querido" e "meu amor". Apesar de sempre dar maior importância para ele, Rika é decidida a apoiar seu time no que for preciso.

Yuuki Tachimukai[editar | editar código-fonte]

Tachimukai atua principalmente como goleiro, mas também é habilidoso como meio-campista. É um grande admirador de Endo, e seguiu o caminho deste de nunca desistir e amar o futebol. É retratado como um garoto esforçado, alegre e inocente, e com uma grande paixão pelo futebol. Porém, ao contrário de seu ídolo, Tachimukai é tímido, e muitas vezes perde sua resistência, chegando às vezes a se esconder atrás de um companheiro de equipe de tanta vergonha. Apesar desse aspecto infantil e tímido, ele é talentoso e, no fundo, é alguém determinado e corajoso (seus companheiros de time também atribuem tais qualidades a ele). Tachimukai admira tanto Endo, que deseja alcançar as mesmas habilidades (se possível, até as mesmas técnicas) que ele, e, depois de seu time jogar uma partida contra a Raimon, decidiu ingressar nessa última equipe a fim de unir forças com seu ídolo em outros jogos.

Josuke Tsunami[editar | editar código-fonte]

Tsunami atua como zagueiro, mas também é habilidoso no ataque. É um garoto bastante enérgico, otimista e solidário com todo mundo. É apaixonado pelo mar, e costuma chamar a si mesmo de "um homem do oceano". Inclusive, a praia é seu local de treinamento, tanto de surf como de futebol. Costuma usar a força das ondas para reforçar suas habilidades e demonstrar que consegue dominá-las. Tsunami é descontraído e amigável, e gosta de fazer amizades. Com um comportamento otimista, não se irrita tão facilmente, chegando às vezes a comparar algo com a calmaria ou a vastidão do oceano, mostrando o quanto possui respeito e paixão por tal lugar, e também o quanto é dedicado ao surf. Quando alguém pede para que ele explique algo, ele geralmente não dá a resposta de imediato, antes diz algo sobre como o mar funciona. Tsunami nunca jogou realmente futebol, mas com suas habilidades demonstra que tem talento para o esporte. Conheceu Endo e sua equipe em sua cidade, quando estes estavam procurando um jogador, e depois de ele e seu time jogarem uma partida contra a Raimon, o surfista decidiu entrar para esta última, a fim de auxiliá-la com suas táticas.

Toramaru Utsonomiya[editar | editar código-fonte]

Toramaru joga como atacante. É um dos jogadores mais novos da série, mas isso não é um problema para ele, visto que é um dos melhores. É retratado como alguém tímido e bastante inocente, mas apesar disso é forte e possui um potencial inconfundível para o futebol. Ao mesmo tempo, Toramaru é bastante útil tanto a seu time quanto para sua mãe, que é dona de um restaurante. Faz de tudo para ajudar sua família, e esse aspecto faz dele um dos personagens mais esforçados da série. Toramaru conheceu Endo e outros jogadores quando todos foram chamados para participar de uma partida que iria decidir os dezesseis jogadores que iriam representar o Japão no torneio Futebol Fronteira Internacional (FFI). Mesmo sendo tão novo, esse jovenzinho foi chamado pelo treinador Hibiki por causa de seu grande potencial, e sabe que nunca deixará de praticar futebol, ainda que não seja selecionado. É um grande admirador de Goenji, a quem ele costuma chamar de "superior", e tem um enorme desejo de se tornar ainda melhor que ele. Talentoso e com uma personalidade competitiva, Toramaru sabe que com sua ajuda, sua equipe (seja qual for) pode se tornar a mais forte de todo o mundo.

Raiden Hijikata[editar | editar código-fonte]

Hijikata atua como zagueiro. É alto, musculoso e também aparenta ser o personagem mais velho de todos (considerando os que jogam futebol). Hijikata é visto pelas pessoas como um grande irmão, uma vez que ele é gentil, sociável, cuidadoso e tem uma grande personalidade amigável. Sempre que alguém enfrenta alguma dificuldade, ele não hesita em ajudar a pessoa em tudo que ela precisa. Hijikata tem mais cinco irmãos, todos mais novos do que ele. Superprotetor, ele defende sua família com todas as suas forças, pois sabe que tem de fazer o possível para que ela esteja segura e sem problemas. Também faz o mesmo por sua terra natal. Isso faz dele um dos personagens mais responsáveis e determinados da série. Hijikata conheceu Endo e sua equipe quando estes chegaram em sua cidade, Okinawa, à procura de um jogador, e como já tinha interesse pelo futebol, passou a praticar ainda mais o esporte. Mais tarde, ele também foi chamado para a partida decisiva que iria selecionar os jogadores representantes do Japão. Mesmo não tendo idade para estar numa seleção juvenil, Hijikata não se importa, pois ama o futebol, e independente do resultado (se vai ou não atuar pela seleção), sempre dá maior importância à sua família e às pessoas que ama, antes de pensar no esporte.

Seiya Tobitaka[editar | editar código-fonte]

Tobitaka joga como zagueiro. Antes de se tornar um jogador de futebol, vivia nas ruas, e tinha uma personalidade típica de um gângster: era agressivo, briguento e sarcástico. Tobitaka usava excessivamente suas pernas em brigas, e por isso era conhecido como "Tobi, o chutador". Certo dia, suas pernas foram gravemente feridas em uma dessas brigas, e ele não conseguia mais usá-las naquele momento. Quando estava prestes a ser espancado, ele foi salvo pelo treinador Hibiki, que depois de tirá-lo das ruas, ofereceu-lhe a oportunidade de demonstrar sua força no futebol, dizendo que ele deveria fazer um melhor uso de seus chutes. Como o jovem nunca havia praticado o esporte, Hibiki se ofereceu para ajudá-lo, e o treinou por um bom tempo, e em secreto. Depois disso, deu a Tobitaka a chance de mostrar suas habilidades em um time, a fim de integrá-lo com outros jovens e retirar dele as "trevas" das ruas, onde vivia. Para tal, convidou-o para a partida que iria selecionar os representantes do Japão. A partir de então, o zagueiro passou a ter um grande respeito por seu salvador,e vem tentando se esforçar ao máximo no esporte, a fim de um dia se tornar um jogador incrível, como aqueles que conheceu antes da partida. Tobitaka tem o costume de pentear o cabelo a todo momento, pois detesta vê-lo bagunçado.

Akio Fudou[editar | editar código-fonte]

Fudou atua como meio-campista. É um dos personagens mais sarcásticos e cínicos da série, uma vez que seus comentários e conversas sempre têm um tom negativo. Também parece agir como se ele não se importasse com seus colegas, nem mesmo quando estes se machucam. Apesar disso, seus atos mostram, realmente, que ele se preocupa, sim, com seus companheiros, pois ele sabe que todos precisam de apoio. Quando Fudou era mais novo, seu pai foi forçado a abandonar seu trabalho depois de ter levado a culpa pelos erros de seu chefe. Com isso, sua família entrou em depressão, e seu pai abandonou a casa. Depois disso, sua mãe disse que ele deveria se tornar alguém forte, para não acabar como seu pai. Infelizmente, ele confundiu e distorceu essa explicação, e acabou crescendo como alguém faminto por poder (pois acreditava que essa era a melhor maneira de se proteger). Quando atingiu uma certa idade, decidiu se juntar a Kageyama e ao Instituto Imperial, e a partir de então, sob os planos do treinador, tem seguido todas as ordens e, assim como ele (Kageyama), tem uma enorme sede de força e poder. Com seu ar sarcástico e malicioso, Fudou gosta de jogar futebol usando táticas agressivas, e também é um excelente estrategista, como Kido.

Jirou Sakuma[editar | editar código-fonte]

Sakuma pode atuar em todas as posições (exceto na de goleiro), dependendo da equipe. É mostrado primeiramente como alguém arrogante e bem competitivo, uma vez que seu time inicial foi o Instituto Imperial, liderado por Reiji Kageyama. Porém, no fundo, Sakuma é uma pessoa alegre, amiga e que se preocupa bastante com seus companheiros. É um grande companheiro de Kido, a quem ele admira muito por suas estratégias e seu modo de jogar. Foi recrutado para entrar no time de Kageyama por causa de suas habilidades, muito boas, tanto no ataque quanto na defesa. Desde então, tem seguido os planos maléficos do treinador, apesar de não gostar muito do que este é capaz de fazer com as equipes rivais. Sakuma, como todos os outros personagens da série, adora futebol, e quando demonstra seu talento, supera muitos jogadores, principalmente quando ataca com a ajuda de outros membros do time. Sua marca registrada é seu tapa-olho, bastante peculiar, porém, nunca foi revelado o que aconteceu com seu olho para que ele pudesse usá-lo.

Sakichi "Shido" Shishido[editar | editar código-fonte]

Shido joga como zagueiro, meio-campista e lateral. É um garoto versátil, e gosta de fazer de tudo. Porém, o futebol é sua maior paixão, e por isso se juntou ao time da Raimon para mostrar que tem talento para o esporte, e também para chamar mais a atenção. Sempre pensa no que é melhor para sua equipe, colocando-a em primeiro lugar antes de pensar em si mesmo. Só deixaria seus companheiros por razões pessoais. Shido tem um enorme respeito por Endo (mostrado pelo fato de ele nunca chamar Endo pelo nome, e sim de "Capitão"), desde que este aceitou seu pedido para ingressar no time. Foi um dos membros da equipe inicial da Raimon, que consistia em apenas sete jogadores. Apesar disso, ele nunca deixou seus amigos de lado, e quando Endo decidiu procurar novos membros para o time, Shido, juntamente com os outros, ficou tão empolgado com a dedicação do goleiro que passou a submeter-se ainda mais aos treinos, mostrando o quanto respeita seu capitão e o futebol.

Ayumu "Shori" Shourinji[editar | editar código-fonte]

Shori joga na defesa e no meio-campo, e é o menor jogador da equipe da Raimon. Apesar disso, suas habilidades e sua dedicação mostram que seu tamanho não importa. Ele faz de tudo para auxiliar seu time. Suas pernas contêm uma enorme quantidade de força, e seu desempenho no futebol deixa claro para todos que, mesmo sendo pequeno, Shori é um gigante no esporte, referindo-se à sua determinação e às suas habilidades. Também é um amante das artes marciais, e por isso vive treinando e desenvolvendo suas habilidades físicas e mentais, assim como os alunos do colégio Manyuu (onde Kogure estudava). Shori foi um dos membros da equipe inicial da Raimon, que consistia em apenas sete jogadores. Mesmo com poucas pessoas, ele nunca abandonou o time, pois amava o futebol. Depois de ver a dedicação de Endo na procura por novos jogadores e também nos treinos, Shori foi motivado a treinar com seu capitão ainda mais, juntamente com os outros membros. A partir de então, vem se esforçando a cada dia, a fim de apoiar seu time e demonstrar que tem um enorme talento no futebol.

Kuusuke "Max" Matsuno[editar | editar código-fonte]

Max joga como meio-campista e atacante. É um garoto ligeiro e excessivamente confiante, que adora jogar futebol. Sua marca registrada é sua toca listrada, que nunca deixa de usar, mesmo nos treinos e nos jogos. Max é tão honesto, que às vezes diz coisas que seus companheiros não querem ouvir. No entanto, ele realmente deseja o bem de todos, e quer fazer o possível para seus amigos adquiram sua amizade e confiança. Também é um bom aprendiz, pois sempre desfruta de desafios e tenta coisas novas, apesar de demorar um pouco para se acostumar. Max ingressou no time da Raimon a convite de Endo, quando este estava procurando novos jogadores. Vendo o entusiasmo do capitão, ele decidiu que ajudaria o time em tudo o que precisasse. Apesar de ele nunca ter jogado futebol, sabia, de alguma forma, que seria muito útil nas partidas. Max é confiante e também não desiste nunca, não importam as dificuldades.

Shinichi Handa[editar | editar código-fonte]

Handa joga principalmente como meio-campista, mas também é útil na defesa. É um garoto amável, bondoso, atencioso e otimista, embora às vezes seja um pouco preguiçoso. Não costuma chamar muita atenção, apenas gosta de jogar seu próprio estilo de futebol, auxiliando a equipe da Raimon. Handa também não é muito considerado nas partidas, fazendo dele um dos personagens quase "esquecidos" na série. Apesar disso, ele é querido por seus companheiros, e nunca é desprezado. Gosta de auxiliar seus amigos, embora também não ponha muita confiança em jogadores novos, pois não se acostuma muito facilmente com mudanças na equipe. Handa foi um dos primeiros membros a ingressarem na equipe da Raimon, na época em que Endo tinha acabado de assumir o posto de capitão e estava procurando jogadores. A partir daí, começou a treinar futebol ainda mais, a fim de melhorar suas habilidades.

Jin Kageno (Sombra)[editar | editar código-fonte]

Sombra joga como zagueiro. É o membro mais calado da equipe e, como o próprio apelido sugere, tem um certo ar sombrio, depressivo e assustador, e sua aura escura faz com que ele não seja notado facilmente. Com isso, sempre que aparece a alguém do nada, ele assusta a pessoa. Porém, quando alguém olha para ele sem qualquer expressão que mostre temor, ele fica imediatamente lisonjeado, pois sabe que está sendo notado sem colocar medo. Apesar desse aspecto sombrio e assustador, Sombra é uma pessoa amável, calmo e gentil, e sempre está disposto a auxiliar quem precisa. Aceitou o convite de Endo para ingressar na equipe da Raimon apenas para chamar mais a atenção, isto é, para mostrar que ele não é apenas alguém solitário e com comportamento depressivo. Queria que sua presença fosse mais apreciada por todos, e não que fosse desprezado e sozinho. Por dentro, Sombra tem um enorme sentimento de felicidade e animação, e mesmo não sendo notado, quer fazer o possível para que tanto seus companheiros de equipe quanto os outros alunos da Raimon vejam nele um coração bom, alegre e amigável.

Kageto Yamino (Shadow)[editar | editar código-fonte]

Shadow atua como atacante. Na maior parte do tempo, é alguém calmo e quieto, e raramente conversa com outra pessoa. Adora futebol, e gosta de enfrentar jogadores fortes. Shadow foi transferido para a Raimon depois que a instituição extraterrestre destruiu sua antiga escola. Ele decidiu se juntar ao time de futebol, mas chegou tarde demais: a caravana que levava os jogadores já havia saído da cidade, e ele não teve escolha senão treinar com Sugimori, um goleiro que na ocasião havia criado uma equipe reserva da Raimon. Desde então, Shadow tem desenvolvido suas habilidades e principalmente sua melhor técnica. Durante esse desenvolvimento, Endo e os outros voltaram para a cidade e conheceram Shadow. Este disse ao capitão que só ingressaria no time quando sua técnica estivesse totalmente pronta. A partir de então, Shadow tem se esforçado como nunca, a fim de aperfeiçoar suas habilidades e mostrar que é digno de se tornar um poderoso atacante da Raimon.

Terumi Afuro (Aphrodi)[editar | editar código-fonte]

Aphrodi atua como meio-campista, mas também é excelente como atacante. Apesar de ter esse apelido, que remete à deusa do amor, Afrodite, Terumi é um garoto; ele apenas tem uma aparência feminina, com seus longos cabelos loiros. Originalmente, era o capitão do time de futebol do colégio Zeus, que jogou contra a Raimon no torneio Futebol Fronteira. Nessa equipe, Aphrodi é mostrado como alguém arrogante e orgulhoso. Se sente como um deus (como seu próprio apelido e o nome do time sugerem), e tem um enorme desejo de força e poder. No entanto, depois de presenciar o esforço e a dedicação dos jogadores da Raimon (principalmente de Endo), tanto nas finais quanto nos outros jogos, Aphrodi reviu todos os seus caminhos, mudou completamente e fez um convite para entrar para esse último time, durante uma partida contra uma das equipes da instituição extraterrestre. Nessa ocasião, ele se revelou como alguém com personalidade simpática, confiante, perspectiva e com uma enorme força de vontade. A partir de então, tem se esforçado cada vez mais, e como mudou completamente suas atitudes, tornou-se um bom auxiliador. Aphrodi é um excelente analisador, e em praticamente todas as partidas faz o máximo de observações, para somente depois dar início a suas ações.

Ryuuji Midorikawa (Lessy)[editar | editar código-fonte]

Midorikawa joga como meio-campista. Originalmente, era o capitão da Tormenta Geminis, uma das equipes representantes da instituição extraterrestre que se tornou o objeto principal na segunda temporada da série. O nome dessa instituição é Alien, e é um colégio peculiar, cujos times de futebol são extremamente fortes. Cada jogador faz uso do poder um misterioso meteorito que transmite uma força impressionante a eles. A Tormenta Geminis foi a primeira equipe desse colégio a enfrentar a Raimon, e durante a partida todos os jogadores, especialmente Lessy (nome de alienígena de Midorikawa), demonstraram a força que tal meteorito proporcionou a eles. Nessa equipe, Midorikawa se mostra orgulhoso, e prefere chamar os outros (que não são de seu time ou colégio), de inferiores, desconsiderando completamente aqueles que não são, segundo ele, dignos de enfrentá-lo. No entanto, muito tempo depois, ele foi selecionado para a partida que iria selecionar os dezesseis jogadores que iriam representar o Japão no torneio Futebol Fronteira Internacional. Quando todos os outros membros perceberam quem ele era (pois sua aparência estava diferente), ficaram muito assustados. Ele logo revelou sua verdadeira identidade, e mostrou que havia mudado completamente. A partir de então, ele tem se comportado como outra pessoa, e sua personalidade se mostrava o oposto do Lessy que conheciam. Em sua verdadeira identidade, Midorikawa é alegre, esforçado e tem uma enorme força de vontade. Independente de ser escalado ou não para a seleção japonesa, é decidido a ficar mais forte e auxiliar quem precisa. Também se diverte utilizando alguns provérbios e ditos populares, como "Algumas coisas nunca mudam" e "Tudo fica bem quando termina bem". Tem esse costume em suas duas personalidades.

Osamu Saginuma (Desalmado)[editar | editar código-fonte]

Osamu é hábil em praticamente todas as posições, até mesmo na de goleiro. Originalmente, era o capitão da Épsilon, outra equipe do Instituto Alien que chegou a desafiar a Raimon durante a segunda temporada. Nessa equipe, Osamu atua como goleiro, e possui o nome de alienígena "Desalmado". É mostrado como alguém ganancioso e com uma personalidade nada amigável. Como Lessy, geralmente refere-se aos jogadores que não são de seu nível como inferiores, e isso é mostrado durante a partida contra a Raimon. Porém, no fundo tem uma enorme vontade de vencer, e não desiste nunca de reforçar suas habilidades. Muito tempo depois, Osamu foi mostrado com uma aparência diferente, porém agora sem seu nome de alien, com uma equipe que desafiou a seleção japonesa original para decidir qual das duas equipes era a mais digna de representar o país. Nessa equipe, ele não se mostra totalmente ganancioso, mas sua determinação continuava ativa, e seu desejo de ficar mais forte havia crescido. Também tem um enorme desejo de jogar futebol fora do Japão, e por isso quer, a todo custo, conseguir uma vaga na seleção. Osamu é trabalhador e dedicado aos treinos, pois sabe que, se quiser ser notado pelo mundo, tem de fazer o possível para vencer, mesmo que seu treinamento seja o mais árduo de todos. Não é muito bom em inspirar outros jogadores, pois é orgulhoso demais, e com isso nunca pensa nos outros antes de si mesmo. Porém, isso não impede que ele tenha vontade de agradá-los, mesmo não sabendo quais sentimentos ele pode gerar neles com suas palavras.

Fuusuke Suzuno (Gazel)[editar | editar código-fonte]

Suzuno é atacante. Originalmente, era o capitão da Pó de Diamante, uma das equipes mais poderosas do Instituto Alien, e que também desafiou a Raimon durante a segunda temporada. Nessa equipe, seu nome de alienígena é "Gazel", e é mostrado como alguém calmo, arrogante (como todos do colégio Alien) e que é confiante demais em suas próprias habilidades. Suzuno é um gênio do futebol, e seu talento é quase inigualável. Parecia intrigado com a equipe da Raimon, principalmente com Endo, e por isso decidiu desafiá-los a todo custo, mesmo que tivesse de utilizar métodos horríveis para forçá-los a demonstrar suas habilidades em uma partida. Suzuno tem uma personalidade nada amistosa, e, como a maioria dos jogadores de seu colégio, costuma referir-se aos que não são de seu nível como inferiores. Porém, seu temperamento é um pouco mais calmo, e não costuma ser tão grosseiro como alguns de seus colegas do Instituto.

Haruya Nagumo (Burn)[editar | editar código-fonte]

Nagumo atua como atacante. Originalmente, era o capitão da Prominience, mais uma das equipes do colégio Alien. Porém, essa equipe foi a única que não enfrentou a Raimon durante a série. Nagumo, de nome alienígena "Burn", como a maioria dos membros do Instituto, é rebelde e arrogante, e quer fazer de tudo para se tornar o mais forte jogador de futebol de seu colégio. Sua personalidade é completamente o oposto de Gazel: tem um comportamento agitado e é um pouco mais nervoso. Seus pensamentos são os mesmos dos outros jogadores do Instituto: quem não tem habilidades dignas de serem demonstradas a eles são de uma classe inferior, e não servem para nada. Nagumo não tem medo de enfrentar desafios, e por isso quer fazer o possível para ser o jogador mais forte do universo. Também não aceita receber ordens, não deixando ninguém ficar acima dele no que se refere aos seus próprios desejos. Possui uma natureza vulcânica e odeia ser ridicularizado, podendo se tornar um poderoso (e até perigoso) jogador quando quer mostrar que sabe muito bem usar seus poderes com uma bola. Conheceu a Raimon sozinho, sem a Prominience, quando Endo e os outros procuravam por alguém conhecido como "O Goleador de Fogo". Acreditando ser ele mesmo, Burn decidiu jogar contra toda a equipe, a fim de demonstrar suas habilidades e também para, se fosse possível, recrutar mais membros para seu próprio time.

Hiroto Kiyama (Gran)[editar | editar código-fonte]

Hiroto atua como atacante e meio-campista. Originalmente, era o capitão da Genesis, outra equipe do Instituto Alien, e considerada a mais poderosa de todas. Com seu nome de alien "Gran", é mostrado como alguém calmo e de comportamento amistoso, ao contrário dos outros capitães de seu colégio. Porém, também tem um lado um pouco arrogante, pois também é orgulhoso daquilo que faz. Inicialmente, Hiroto apenas observava a Raimon jogar contra os outros times do Instituto, se mostrando uma pessoa tímida e misteriosa. No entanto, na partida contra a Raimon, pareceu um pouco sarcástico, mas com uma frequência menor em relação aos outros capitães. No fundo, ele é alguém que gosta de auxiliar os outros, principalmente sua família. Também fica muito surpreso com o esforço e o modo de jogar de Endo. Embora também considere os que não são de seu nível como inferiores (porém nem tanto), Hiroto é um jovem de personalidade forte, amistosa e gentil, e gosta de fazer o possível para que sua equipe seja a melhor. Também foi chamado, assim como Lessy (Midorikawa), para a partida que iria decidir os jogadores que iriam representar o Japão no torneio FFI. Com seu espírito competitivo e habilidades incríveis, Hiroto sabe que independente do resultado(se irá ser selecionado ou não), nunca irá desistir, e sempre terá um desejo em seu coração de se tornar mais forte do que nunca.

Edgar Valtinas[editar | editar código-fonte]

Edgar joga como atacante. É o capitão da seleção juvenil inglesa (Cavaleiros da Rainha), que também fez parte do torneio FFI. É um excelente líder, com um comportamento silencioso e corajoso. Porém, assim como a maioria dos jogadores do Instituto Alien, é um pouco arrogante, cínico e frio para com aqueles que ele mesmo considera como inferiores. Mesmo com essa personalidade, tem um grande orgulho de representar seu país no futebol, e faz o seu melhor para levar sua equipe à vitória. Edgar é um verdadeiro cavalheiro: ao conversar com garotas, costuma chamá-las de donzelas, e por isso tem um enorme respeito pelas mulheres, respeito este que lhe é retribuído sempre por elas. Também gosta de fazer amizades, e mesmo sendo tão orgulhoso, é um excelente companheiro, pois nunca despreza seus amigos, e sempre está disposto a dar um passo à frente e auxiliá-los.

Teres Tolue[editar | editar código-fonte]

Teres joga como zagueiro, e é o capitão da seleção juvenil argentina (O Império), que também participou do torneio FFI. É mais um personagem que se mostra arrogante e orgulhoso, principalmente com jogadores com potencial menor. No entanto, no fundo é uma pessoa bastante agradável e amiga, que também gosta de auxiliar quem precisa. Teres é considerado como o zagueiro mais forte do torneio, uma vez que sua principal técnica é quase impossível de ser vencida. Sua equipe também é mostrada como sendo uma das mais fortes, visto que nas partidas os ataques e defesas são incrivelmente poderosas.

Fideo Aldena[editar | editar código-fonte]

Fideo atua como atacante, e é o capitão da seleção juvenil italiana (Orfeu). É um jovem de personalidade amigável e auxiliadora, e odeia tirar vantagens das pessoas que ainda não estão totalmente desenvoltas (referindo-se ao futebol), fazendo dele um dos personagens mais amáveis e confiáveis da série. Fideo acredita muito no futebol, e principalmente em sua equipe, e também não desiste tão facilmente, assim como Endo. Gosta tanto do esporte, que nunca se cansa de praticar, e está sempre de bom humor para continuar a desenvolver suas habilidades. No torneio, Fideo é conhecido como "O Meteoro Branco da Itália", devido ao seu incrível potencial nos ataques, e também é considerado como o melhor atacante do mesmo.

Mark Kruger[editar | editar código-fonte]

Mark joga como meio-campista, e é o capitão da seleção juvenil norte-americana (Unicórnio). É uma pessoa amigável, calma e agradável para a maioria de seus amigos, especialmente Dylan, seu companheiro de equipe. Também tem, assim como Edgar, uma enorme paixão por seu país, e faz o possível para trazer seu time à vitória. Mark é trabalhador e também nunca desiste, sempre estando disposto a dar o seu melhor no futebol e elevar o espírito competitivo de sua equipe. Tem uma personalidade alegre e forte, e nunca deixa de auxiliar seus companheiros quando necessitam. É considerado como uma das estrelas do futebol dos Estados Unidos, devido ao seu excelente desempenho tanto no meio-campo quanto nos ataques.

Dylan Keith[editar | editar código-fonte]

Dylan joga como atacante. Juntamente com Mark, é considerado como uma das estrelas do futebol de seu país, e costuma ser chamado de "Senhor Gol" e "Garoto Hat-Trick". É um jovem descontraído, enérgico e positivo, agindo de forma bastante amigável nos jogos. Assim como Mark, nunca desiste e tem orgulho de representar seu país no futebol, fazendo o possível para levar sua equipe ao topo do mundo. Dylan costuma usar várias gírias quando fala, e tem o hábito de dizer "gin! gin!" quando está feliz ou animado com alguma coisa. Tem um destaque na série por ser um grande companheiro de Mark e Ichinose, e também por demonstrar sua paixão pelo futebol.

Mac Roniejo[editar | editar código-fonte]

Mac joga como atacante, e é o capitão da seleção juvenil brasileira (O Reino). Costuma ser chamado de "O Rei da Fantasia", e é mais um jovem de comportamento otimista e amigável, e também adora ajudar os outros, especialmente sua família e os membros de sua equipe. Sua paixão pelo futebol é imensa, e também é bom em dançar, especialmente o samba, ritmo típico brasileiro. Mac e sua equipe tiveram, na série, problemas com seu treinador, Garshield, pois este, como comandante do torneio FFI, tinha poder sobre a família de cada membro, e se os jogadores não seguissem suas ordens, nunca se saberia o que poderia acontecer com elas (as famílias). Apesar de não terem escolha, os jogadores brasileiros têm um enorme desejo de jogar futebol livremente, sem as ordens de Garshield, e Mac tenta fazer o possível para garantir a segurança de seus companheiros e de sua família. Com sua personalidade amiga e auxiliadora, ele é outro personagem que se destaca por seu companheirismo e suas atitudes. Sua equipe também é reconhecida como uma das mais fortes do torneio, visto que suas técnicas ofensivas são extremamente poderosas.

Rococo Urupa[editar | editar código-fonte]

Rococo atua principalmente como goleiro, mas também é excelente no ataque. É o capitão da seleção juvenil do Congo (na verdade, na série, em vez de Congo, o nome de sua região é "Cotarl". Como essa região não é conhecida, decidiu-se que, em outros países onde a série foi exibida, essa equipe seria a representante do país africano em questão, com o intuito de não dificultar o reconhecimento do local; o nome dessa equipe é Pequenos Gigantes). Rococo é visto geralmente como alguém alegre e com uma boa autoestima, mas em tempos de adversidades pode se tornar alguém muito sério. Quando era jovem, ele era muito intimidado por outras pessoas, até que um dia recebeu de um amigo um convite para assistir uma partida de futebol na qual seu ídolo estaria. No entanto, seu bilhete foi roubado pelos jovens que o atormentaram, e ele ficou devastado. Mais tarde, seu ídolo veio até ele e contou que também sofria com algumas pessoas, mas que conseguiu superá-las e nunca desistiu de se tornar um jogador forte. Após isso, ele disse que Rococo tinha uma aparência de um jogador de classe mundial, e que deveria treinar para se tornar o mais forte do mundo. Desde então, Rococo tem procurado alguém que soubesse todos os segredos do futebol, para que pudesse desenvolver suas habilidades e se tornar o melhor jogador de todos os tempos. Tem características semelhantes às de Endo, como ser um goleiro, capitão e alguém que nunca desiste e enfrenta qualquer dificuldade.

Sein[editar | editar código-fonte]

Sen joga como atacante. É o capitão dos Mensageiros do Céu, time que teve destaque na terceira temporada por raptar uma das companheiras da equipe do Japão. O objetivo: fazê-la se casar com o Lorde Demônio, entidade que, segundo a lenda da ilha em que vivem, ressuscitaria em breve. Dessa forma, ele teria seu poder limitado, e o povo do céu e o do inferno (dois povos que viviam em conflito, até que decidiram acertar as contas usando o futebol, que é um meio que, segundo eles, é usado pelos humanos como uma forma de demonstrar quem se sobrepõe a quem) iriam continuar vivendo suas vidas sem qualquer interferência do rival. Sein é uma boa pessoa, mas se mostra arrogante, pois não tem escolha senão seguir a tradição da ilha. Como se assemelha a um anjo, tem um poder incrível, e isso faz com que ele seja orgulhoso demais, e se sinta superior aos outros.

Desta[editar | editar código-fonte]

Desta joga como atacante, e é o capitão do Exército de Demônios Z (ou Exército do Inferno Z), time cujos jogadores têm personalidades completamente opostas às dos Mensageiros do Céu. Desta também capturou uma das companheiras da equipe do Japão, mas em vez de obrigá-la a se casar com o Lorde Demônio (que inclusive é chamado por ele e pelo Exército de "Mestre" ou simplesmente "Senhor"), segue a tradição do povo do Inferno, e deseja oferecer a "escolhida" como um sacrifício, para revivê-lo. Dessa forma, o Lorde e o Exército poderiam tomar o controle de toda a ilha com seu mal, e o Inferno prevaleceria. Ao contrário de Sein, seu maior rival, Desta é arrogante, rude e de personalidade extremamente maléfica, uma vez que serve a um demônio. Costuma também ameaçar e provocar qualquer um que interfira em seus planos, afirmando que irá devorar sua alma.

Personagens Inazuma Eleven GO[editar | editar código-fonte]

Tenma Matsukaze[editar | editar código-fonte]

Tenma atua como meio-campista, mas também é um excelente atacante. Como o principal protagonista da série Inazuma Eleven GO, sua paixão pelo futebol não é despercebida, e durante toda a história nesta série seu desejo de aprender e se desenvolver no esporte aumenta a cada dia. Tenma começou a se interessar pelo futebol desde o dia em que foi salvo de ser esmagado por tábuas enormes de madeira. Seu salvador era um jogador, que utilizou sua força no chute para fazer a bola se chocar com as tábuas e derrubá-las para outro lado. A partir deste momento, tanto sua vontade de aprender a jogar como a de conhecer esse misterioso jogador que o salvou passaram a tomar um crescimento ilimitado em seu interior. Então, quando entrou para o ensino médio, ele logo dirigiu sua atenção para o clube de futebol de sua escola, a Raimon, e sua jornada para se tornar um forte e determinado futebolista começa desde então. Tenma é o personagem mais carismático, gentil, determinado, auxiliador e corajoso da série GO, e suas atitudes mostram que ele realmente não gosta de ver ninguém sofrendo ou desistindo. Ele também aparenta ser o que mais se esforça para alcançar seus sonhos, pois não desiste por nada. Adora fazer amizades, e assim como Endo, gosta de fazer o possível para que seus amigos adquiram sua confiança e pratiquem juntos para fortalecer suas habilidades.

Kyousuke Tsurugi[editar | editar código-fonte]

Tsurugi é atacante. É um dos protagonistas desta série, e também um dos melhores jogadores da mesma. Originalmente, era alguém arrogante, orgulhoso e bastante hostil, tendo um ódio profundo pelo futebol. No entanto, ele praticava o esporte mesmo assim, mas seguindo as ordens do Quinto Setor. Tsurugi se tornou um SEED, nome dado ao jogador submisso às ordens da corporação, que é mandado para uma escola para controlar a equipe de futebol. No seu caso, foi mandado para a Raimon, e a início conseguiu fazer muito bem o seu trabalho, colocando medo e controle sobre as duas equipes (a titular e a reserva). Apesar de ter essa personalidade, sua história revela que ele pode ser muito diferente: quando era mais jovem, seu irmão mais velho, Yuuichi, sofreu um grave acidente, fazendo com que ele perdesse o movimento das pernas. Com isso, obviamente foi hospitalizado, e submetido a uma série de exames. Ele costumava jogar futebol com Tsurugi, e eram bastante hábeis. Depois do acidente, este último passou a ter ódio do esporte, mas como não conseguia abandoná-lo, foi influenciado pelo Quinto Setor a continuar, com a condição de seguir suas ordens. Muito tempo depois, Tsurugi percebeu seu caminho errado, e decidiu que a melhor forma de proteger seu irmão e o seu futebol era jogando com todas as forças. Fez isso porque Yuuichi tinha um bom coração, e não gostava de ver seu irmão mais novo praticando um futebol controlado. Ele influenciou Tsurugi com seus sentimentos, e garantiu que, mesmo numa cadeira de rodas, sempre estaria com ele.

Takuto Shindou[editar | editar código-fonte]

Shindou atua como atacante e também pode ser um excelente meio-campista defensivo. É um dos principais personagens da série, uma vez que é o novo capitão da Raimon (posto que foi passado para ele por Sangoku). É um garoto que sempre dá o seu melhor, não apenas pelo futebol em si, mas também por seus companheiros, pois cuida de todos, e os protege com todas as suas forças. Como é o capitão, assume muita responsabilidade, e não tolera que nenhum de seus amigos seja ridicularizado, fazendo dele alguém de personalidade forte e corajosa. Também se esforça ao máximo para controlar suas emoções, porém às vezes ele falha, mostrando que se importa tanto com seus companheiros que não consegue conter suas lágrimas. Shindou foi um dos que mais sofreram nas mãos do Quinto Setor, pois com uma enorme responsabilidade de proteger o time, tem de guiá-los sob os planos maléficos, mesmo com uma vontade extrema de jogar de forma livre. Quer guiá-los a um futebol divertido, mas não tem escolha, e foi forçado a se submeter ao controle da instituição. Shindou é um excelente líder, e também é conhecido como "O Deus da Tática", devido ao seu modo inigualável de jogar (inclusive, seu nome quer dizer "Deus Prodígio"). Gosta muito de música, e a maioria de suas técnicas especiais têm essa arte como base.

Shinsuke Nishizono[editar | editar código-fonte]

Shinsuke atua como zagueiro e goleiro. É um garoto que está sempre com um comportamento enérgico e otimista, e tem uma enorme paixão pelo futebol. É um amigo muito próximo de Tenma, com quem sempre tem conversas de tom alegre e positivo. Não desiste nunca, e está sempre disposto a evoluir ainda mais suas habilidades físicas e emocionais. Shinsuke juntou-se à Raimon logo no início da jornada da equipe no campeonato Holy Road, e em todos os jogos é sempre motivado a treinar mais e mais, não se deixando abalar pelas dificuldades que vão surgindo. Como Tenma, gosta muito de praticar futebol, e não tolera que alguém demonstre desrespeito pelo esporte. Apesar de sua baixa estatura, Shinsuke mostra ser um grande e poderoso jogador, pois é forte, corajoso e sempre pronto para enfrentar qualquer adversário.

Ranmaru Kirino[editar | editar código-fonte]

Kirino joga como zagueiro. É muitas vezes confundido por pessoas com uma garota, por causa de sua aparência e seus movimentos graciosos. Foi um dos membros da equipe inicial da Raimon (considerando a série Inazuma Eleven Go), e no início é mostrado como alguém calmo e sério, mas geralmente está de bom humor. Kirino está sempre disposto a confortar seus companheiros quando necessitam, e se preocupa bastante com todos, sendo cuidadoso e gentil com quem precisa de alguma coisa. Também é um amigo íntimo de Shindou, a quem admira por suas qualidades e seu desempenho nos jogos. Tem vontade de ser igual a ele, e por isso faz de tudo para melhorar seu potencial no futebol.

Taichi Sangoku[editar | editar código-fonte]

Sangoku atua como goleiro. Era o capitão do time da Raimon, mas resolveu passar o posto para Shindou depois de perceber que este tinha um potencial escondido. Como Endo, gosta de auxiliar seus companheiros em tudo, mas ao contrário deste, parece ser alguém que pode desistir facilmente de algo, se por acaso algum oponente ou outro obstáculo seja quase impossível de ser vencido. Apesar disso, Sangoku ama muito o futebol, e não o abandona por nada. Decidiu seguir as ordens do Quinto Setor por acreditar que era a única forma de proteger seu time. Mesmo tendo de atender aos pedidos da corporação, esse goleiro tem um profundo desejo de um dia poder jogar futebol livremente, sem qualquer interferência. Sangoku acredita que sua mãe é a deusa da vitória, mas isso é apenas uma antiga lembrança de sua infância, que o deixa sem jeito.

Norihito Kurama[editar | editar código-fonte]

Kurama atua como atacante. É um garoto que está geralmente de mau humor, e costuma se irritar facilmente, chegando ao ponto de desprezar completamente as pessoas "irritantes". Porém, assim como todos de sua equipe, Kurama se preocupa profundamente com aqueles que necessitam de ajuda, e também tem um desejo imenso de sucesso. Aparentemente fica perto de seus colegas em todo tempo, principalmente os do segundo ano (do qual também faz parte), porém com eles ele não se mostra pessimista e mau-humorado, preferindo ficar o mais calmo possível. Entretanto, ele raramente coloca sua confiança em outras pessoas (jogadores), pois aparenta ter um certo medo do que estas podem fazer em relação a seu time. Kurama foi um dos primeiros membros da Raimon que teve destaque nessa série, e como todos os outros, foi obrigado a seguir as ordens do Quinto Setor, para garantir que o futebol não fosse tirado de suas vidas, mas ele também tem uma enorme vontade de jogar livremente. Apesar de ter um comportamento mal-humorado e pessimista, Kurama é um grande admirador de seus colegas de equipe, especialmente os mais velhos, mas costuma esconder sua fascinação, provavelmente por medo de ser motivo de piada.

Gouichi Kurumada[editar | editar código-fonte]

Kurumada atua como zagueiro. É descrito por muitos como um jogador que ataca seus adversários como um trem rugindo. De fato, ele é bastante forte, e seu modo de jogar é poderoso e eficaz nas partidas. Kurumada é mais um personagem que costuma se irritar com facilidade, mas também tem uma coragem e determinação quase incomparáveis. Gosta de auxiliar seus companheiros em tudo, e como ama o futebol, sabe que deve fazer o seu melhor para garantir o sucesso de sua equipe. Foi um dos primeiros membros da Raimon, e assim também acabou sendo forçado a abandonar seu verdadeiro futebol para seguir as ordens do Quinto Setor. Apesar disso, Kurumada também quer voltar a jogar livremente, e sabe que para a segurança de seu time, deve respeitar as regras da corporação.

Kaiji Hamano[editar | editar código-fonte]

Hamano atua como meio-campista e lateral. É um garoto alegre, relaxado e tem uma maneira positiva de pensar e agir, sendo conhecido em sua equipe por sempre elevar o humor de seus companheiros. Porém, apesar de ter essa personalidade positiva, Hamano duvida muitas vezes de seus pensamentos, fazendo com que ele olhe primeiramente os resultados, para somente depois ter certeza se irá realizar certas ações. Mesmo com suas preocupações e dúvidas, ele gosta muito de ajudar sua equipe, e também adora fazer novas amizades. Também gosta, às vezes, de provocar levemente alguém da equipe, mas ele logo retira suas falas, pois sabe que não deve prejudicar seus colegas. Hamano também foi um dos primeiros membros da Raimon dessa série, e assim teve de se submeter às ordens do Quinto Setor, para continuar jogando futebol e proteger sua equipe, para que a mesma não fosse abolida. Porém, assim como todos os outros membros, ele também deseja voltar a praticar o esporte livremente, e para isso quer a todo custo acabar com a corporação.

Tsurumasa Hayami[editar | editar código-fonte]

Hayami atua como meio-campista e lateral. De todos os personagens da série, nunca houve alguém tão pessimista como ele: Hayami tem um ar depressivo, e sempre duvida de tudo, até mesmo de seus próprios pensamentos. Sua percepção da vida é negativa, e antes mesmo de tentar encontrar uma solução para um problema, ele já afirma que não há como resolvê-lo. Quando percebe a força de uma equipe rival, ele sempre duvida tanto de seu próprio potencial como o de seus companheiros, dizendo a si mesmo e aos outros que todos eles já estão perdidos, mesmo sem tentar jogar futebol seriamente. Como nunca consegue agir sozinho, Hayami necessita sempre do apoio de seus amigos, pois somente assim tem coragem de atacar seus adversários. No fundo, ele realmente quer ajudar seus companheiros de equipe, mas como tem muito medo de não ser útil o bastante, geralmente fica quieto e espera que outra pessoa o faça. Hayami também foi um dos primeiros membros da Raimon, e assim como todos, teve de seguir as ordens do Quinto Setor. Entretanto, ele também deseja jogar futebol livremente, mas com sua personalidade fraca e medrosa, prefere ficar calado e continuar obedecendo a corporação, sem ao menos tentar se livrar dela de alguma forma.

Daichi Amagi[editar | editar código-fonte]

Amagi atua como zagueiro, e é o maior jogador de sua equipe. Também é um dos mais velhos da mesma, uma vez que está no terceiro ano do ensino médio. Amagi ama muito o futebol, mas devido ao controle do mesmo pelo Quinto Setor, acabou tendo de seguir as ordens da temida corporação, pois sabia que essa era a melhor forma de proteger a Raimon. Quando era mais jovem, era atormentado por alguns valentões, mas certo dia foi salvo por um garoto que odiava provocações, e gostava de ajudar a todos que sofriam daquela forma. Esse garoto estava procurando alguém para jogar futebol junto com ele, mas ninguém o respondia. Desde o momento em que salvou Amagi, os dois se tornaram grandes amigos, e começaram a praticar futebol juntos. Foi nessa ocasião em que a paixão pelo futebol começou a tomar forma em Amagi, e então, quando entrou para o ensino médio, decidiu se juntar à Raimon para melhorar seu desempenho e auxiliar seus companheiros com sua força. Esse gigante odeia tudo que é injustificável, mostrando-se assim alguém de cabeça quente e que costuma se irritar com facilidade. Apesar disso, ele tem um enorme desejo de auxiliar seus companheiros de equipe, além de um dia também poder jogar futebol livremente, sem as ordens do Quinto Setor. Uma de suas marcas registradas são seus óculos, que estão colocados em seu queixo, ao invés da cabeça ou do rosto.

Atsushi Minamisawa[editar | editar código-fonte]

Minamisawa joga como atacante. Costuma mostrar-se bastante calmo e indiferente, e também tem uma certa personalidade narcisista, uma vez que aparenta cuidar somente de si mesmo, se preocupando muito com sua aparência. Porém, embora com esse comportamento, ele gosta de auxiliar seus amigos, especialmente os do terceiro ano (visto que ele também está nesse grupo), mostrando que, apesar de cuidar mais de si mesmo, tem vontade de crescer junto com sua equipe, sendo cuidadoso e ajudador a todos. Minamisawa foi um dos primeiros membros da Raimon em destaque na série, e como todos também foi forçado a jogar o futebol controlado. Porém, ele é o único que aparenta não ter problemas com isso, pois acredita que dessa forma seu desempenho na escola irá melhorar muito, e suas notas não serão ruins. Não liga se alguém do time quiser acabar com o Quinto Setor, e é capaz até de tentar impedir essa pessoa de fazê-lo.

Ryouma Nishiki[editar | editar código-fonte]

Nishiki joga como meio-campista, mas também gosta de ser atacante. Tem esse nome (Ryouma) por ser um grande fã de Ryoma Sakamoto, um líder do período Bakumatsu. Nishiki é despreocupado e indiferente, pois não costuma dar muitas informações sobre o que vai fazer em um determinado dia ou o que já fez em algum outro momento. Mesmo com essa personalidade, ele é confiável e cuidadoso, e também está sempre disposto a auxiliar seus companheiros de equipe, gradualmente tornando-os animados e com pensamentos positivos. Porém, quando em algum momento ele percebe que há uma seriedade, ele compreende os sentimentos de seus colegas e os compartilha. Nishiki também tem um lado humorístico, uma vez que sempre gosta de elevar o humor de sua equipe. Na série, ele aparece como um jogador da liga italiana, onde passou a ser meio-campista ao invés de atacante. Porém, posteriormente ele volta à Raimon, seu antigo time, para ajudá-los no campeonato Holy Road. É um grande amigo de Shindou, Kirino e Sangoku, e estes costumam referir-se a ele como um excelente jogador, que auxilia todos que precisam, além de também admirarem seus potentes chutes, que chegaram a dar muito trabalho, especialmente para Sangoku.

Masaki Kariya[editar | editar código-fonte]

Kariya joga como zagueiro. Tem um comportamento grosseiro e negativo para com outras pessoas, mas parece mascará-lo com uma personalidade calma, tímida e agradável, assim como Fubuki. Em outras palavras, ele é ótimo em enganar pessoas. Também gosta de atacar seus oponentes violentamente, porém essa atitude não é mostrada por ele toda vez que joga, deixando seus atos violentos guardados dentro de si na maioria das vezes. Porém, apesar de todo esse comportamento agressivo, Kariya se mostra como alguém medroso, pois costuma se assustar facilmente. Isso faz com que seus atos grosseiros caiam por terra, e então é revelada sua verdadeira personalidade. Porém, ele não se importa com isso e, apesar de passar vergonha algumas vezes, sempre volta à sua personalidade original, com suas táticas enganosas e brincalhonas. Kariya se juntou ao time da Raimon após o início da jornada do mesmo no torneio Holy Road, e logo fez amizades, porém com uma vontade extrema de aproveitar qualquer chance para tirar sua "máscara" e colocar um pouco de sentimento negativo em seus companheiros.

Hikaru Kageyama[editar | editar código-fonte]

Kageyama joga como atacante. É um jovem despreocupado e alegre, que adora auxiliar seus amigos em tudo. Com sua personalidade gentil e amiga, ele sempre os motiva, dizendo coisas agradáveis e que fortalecem o espírito deles. Hikaru se juntou ao time da Raimon nas quartas de final no campeonato Holy Road, e como havia praticado futebol há pouco tempo, teve um pouco dificuldade no treinos. Porém, quando os outros perceberam o seu forte potencial, principalmente nos chutes, decidiram colocá-lo como atacante. A início, ele parecia ingênuo, mas logo se mostrou corajoso e determinado, e também alguém de bom coração. Sempre disposto a ajudar, Hikaru é um excelente companheiro, e nunca desiste de se tornar ainda mais forte. É conhecido por ser sobrinho de Reiji Kageyama, um dos principais vilões da série Inazuma Eleven original.

Nanasuke Ichino[editar | editar código-fonte]

Ichino é meio-campista e provavelmente lateral. Originalmente, era o capitão da equipe reserva da Raimon, e como era bastante confiável e tinha habilidades de um líder, era um excelente jogador, e também bastante responsável. Porém, depois de o Quinto Setor agir sobre sua equipe, através das atitudes malignas de Tsurugi, ele e todo o resto do time resolveram não continuar mais com o futebol, pois achavam que não tinham condições de enfrentar a instituição. Até mesmo seu melhor amigo, Aoyama, disse que não havia mais nada a ser feito, e que já estava tudo acabado. Frustrado, Ichino decidiu abandonar o esporte, mesmo com uma enorme vontade de jogar livremente. Porém, depois de presenciar o desempenho da equipe titular da Raimon no campeonato Holy Road, ele e Aoyama ficaram impressionados, e depois de reverem suas atitudes, decidiram voltar a jogar, mas desta vez como reservas, e não titulares. Ichino é um jovem de coração puro e personalidade bastante amiga, sempre estando preparado para defender sua equipe e auxiliar quem precisa.

Shunsuke Aoyama[editar | editar código-fonte]

Aoyama é meio-campista e, provavelmente, lateral. É o melhor amigo de Ichino, de quem nunca se separa. Também era um jogador da equipe reserva da Raimon, e depois de sofrer nas mãos do Quinto Setor, ele, Ichino e todo o resto da equipe abandonaram o esporte, com medo. Achando que não tinha mais condições de jogar futebol, ele não contava com as atitudes de Tenma, que influenciaram positivamente todos do time titular na luta contra tal instituição. Então, com um sentimento de vergonha, ele e Ichino decidiram voltar a jogar, e desta vez com a equipe principal, porém como reservas. Isso não era um problema para eles, pois amavam o futebol e gostavam de ajudar sempre seus amigos. Apesar de ser um pouco menos corajoso do que Ichino, Aoyama também gosta muito de ser útil a seu time, e nunca deixa de ajudar quem necessita de algo.

Hyouga Yukimura[editar | editar código-fonte]

Yukimura atua como atacante. Nesta série, ele é mostrado como o melhor jogador da escola Hakuren (a mesma de Fubuki). Parece ser um jovem fiel, leal e também bastante feroz, uma vez que seus ataques possuem uma força incrível. Nunca se atrasa (referindo-se às suas táticas e estratégias), e sempre dá o seu melhor durante as partidas, acreditando que sua equipe irá melhorar. Yukimura também acabou se submetendo às ordenanças do Quinto Setor, e por isso seu futebol acabou sendo controlado. Dessa forma, ele continuava extremamente forte, porém seu verdadeiro sentimento pelo esporte não era o mesmo. Acreditando ter sido abandonado pelo seu treinador e amigo, ele estava disposto a acabar com qualquer interferência e mostrar a este último que o futebol da corporação maligna era o correto.

Taiyou Amemiya[editar | editar código-fonte]

Taiyou é meio-campista e atacante. É um garoto dócil, bondoso, gentil e amigável com todos, tendo também outros atributos bons de uma pessoa. Apesar de amar o futebol e ser um excelente jogador, ele contraiu na infância uma doença que o impedia de fazer qualquer esforço físico intenso. Com isso, teve de ficar sob os cuidados de médicos e enfermeiros, e era proibido de praticar o esporte. Entretanto, ele estava determinado a continuar jogando, e não deixava de maneira alguma que essa doença o impedisse, sacrificando assim seu corpo. Taiyou treinava secretamente quando não estava sendo vigiado: fugia de seu quarto e ia para um pequeno espaço ao lado do hospital, onde praticava e aprimorava suas habilidades, mas sempre tomando muito cuidado. Conheceu Tenma em uma dessas escapadas, e logo fez amizade, dizendo que também adorava o futebol e que gostaria de enfrentá-lo um dia.

Yuuichi Tsurugi[editar | editar código-fonte]

Yuuichi é o irmão mais velho de Kyousuke Tsurugi, e assim como este, joga na posição de atacante. Ao contrário de Kyousuke, ele tem um temperamento calmo, bondoso e é completamente desprovido de qualquer sentimento de ódio. Quando os dois eram jovens, costumavam jogar futebol juntos, e adquiriram grandes habilidades. Certo dia, a bola que usavam foi parar acidentalmente em uma árvore, e Kyousuke foi pegá-la de volta. No entanto, enquanto estava no alto, acabou se desequilibrando e caindo, e Yuuichi rapidamente correu para salvar seu irmão antes mesmo de este alcançar o chão. Ele conseguiu, mas o impacto foi tão forte que suas pernas não puderam suportar, e ele acabou ficando paralítico. A partir de então, teve de ficar hospitalizado por um bom tempo. Isso fez com que Kyousuke sentisse um certo ódio pelo futebol, mas seu irmão não se deixou abalar: mesmo numa cadeira de rodas, sentia uma enorme vontade de jogar novamente, e dizia a Kyousuke que desejava vê-lo sempre praticando o esporte com alegria e paixão. Yuuichi não gosta de ver seu irmão jogando um futebol controlado, e coloca seus sentimentos nele sempre, torcendo e desejando que os dois possam, um dia, estar juntos novamente em um campo.

Shuu[editar | editar código-fonte]

Shuu joga como atacante. Apareceu pela primeira vez no filme "Inazuma Eleven GO o filme: O Vínculo Perfeito do Grifo", como um morador de uma floresta próxima ao campo de treinamento dos SEEDs, na ilha God Eden. É um garoto bastante calmo, gentil e amigável com todos da Raimon, e também estava interessado nessa equipe, principalmente em Tenma. Até deixou que todos usassem sua floresta para treinar, a fim de vencer a batalha contra a equipe mais poderosa do Quinto Setor. Porém, Shuu é completamente diferente por dentro: para ele, o futebol não é algo divertido, e acha que esse esporte é usado para decidir o destino de uma pessoa. Diz isso por causa de sua irmã, que acabou sofrendo consequências por causa de uma perda. Por isso, ele realmente deseja mostrar que o futebol não deve ser animado, e sim um meio para julgar quem o pratica.

Hakuryuu[editar | editar código-fonte]

Hakuryuu atua como atacante. Também apareceu no filme, e é o capitão da Unlimited Shining, a equipe representante mais forte do Quinto Setor. É bastante arrogante e despreocupado, chamando a si mesmo e seus companheiros de "jogadores perfeitos". Sem dúvida alguma, todos eles são quase imbatíveis, pois suas técnicas são agressivas, poderosas e eficazes. Hakuryuu também é rival de Tsurugi, uma vez que os dois treinaram juntos na ilha God Eden para se tornarem SEEDs. Tem um temperamento explosivo, e odeia ser ridicularizado, às vezes demonstrando que seu futebol é extremamente destrutivo, podendo acabar com qualquer equipe. No entanto, ele também tem um lado suave, e ao invés de querer destruir tudo de uma vez, prefere apenas mostrar sua força e garantir que a diferença entre o Quinto Setor e outras escolas é enorme.

Introduzidos em Inazuma Eleven GO: Chrono Stone[editar | editar código-fonte]

Fey Rune[editar | editar código-fonte]

Fey (ou Fei) atua como meio-campista e atacante. É um dos principais protagonistas da série Chrono Stone, sucessora da Inazuma Eleven Go original. É um garoto do futuro, que viaja até a época de Tenma para alertá-lo sobre os perigos que o verdadeiro futebol estava correndo em mundos paralelos. Desejando lutar contra uma organização semelhante ao Quinto Setor, chamada El Dorado, Fey, assim como Tenma, tem profundos sentimentos pelo futebol, e quer fazer o possível para salvá-lo de mãos criminosas. Para isso, ele tem de contar com o auxílio da equipe da Raimon e destruir todo sentimento negativo que o El Dorado ameaça colocar na humanidade. Fey tem personalidade bastante amiga, e é gentil com todos, fazendo dele um jovem determinado e auxiliador. Também é muito habilidoso, e como veio do futuro, traz novas tecnologias para o mundo do futebol, bastante úteis para o desempenho de todos os jogadores.

Dr. Crossword Arno[editar | editar código-fonte]

Arno é um simpático cientista que entende tudo de linha do tempo, mundos paralelos e viagens para outras dimensões, além de compreender como ninguém as leis naturais do futebol. Também é do futuro, e é a pessoa que está por trás de tudo que acontece com Fey, Tenma e os outros, na série Chrono Stone. Graças a este excelente especialista, os jovens jogadores puderam compreender o que se passava em outras linhas do tempo, durante a história, e ainda tiveram a chance de reverter casos em que o futebol se mostrava como triste, enganoso e que poderia matar uma pessoa. Dr. Arno sempre aparece do nada, muitas vezes pegando alguém de surpresa, e também some em momentos em que ninguém percebe.

Kinako Nanobana[editar | editar código-fonte]

Nanobana atua principalmente como zagueira, mas é bastante habilidosa no meio-campo e no ataque. Também introduzida na série Chrono Stone, essa jovenzinha simpática se juntou à Raimon durante os primeiros eventos da série, se mostrando alguém bastante alegre e positiva. É até um pouco infantil algumas vezes. Porém, quando o tempo não se mostra apropriado para essa animação, ela fica bastante séria e compreensiva, entendendo que deve colocar os sentimentos de seus amigos em primeiro lugar antes de tudo. Nanobana adora jogar futebol, e a início dizia ser a nova artilheira da Raimon, mostrando que também se orgulha do que faz. Realmente, suas habilidades são incríveis, e sua determinação demonstra que, apesar de ter esse comportamento infantil, tem um espírito competitivo enorme, e sabe quando tem de mostrar que não está para brincadeira.

Torb[editar | editar código-fonte]

Torb (ou Tobu) atua como zagueiro, apesar de não saber jogar futebol muito bem. Esse garotinho enérgico foi encontrado pela equipe da Raimon na Era Cretácea, quando estavam em busca de uma força poderosa. Trb cresceu entre os perigos dessa era, convivendo com dinossauros e aprendendo sozinho a se defender. Foi criado por um Quetzalcoatlus, e por isso obviamente costuma dizer que este é seu pai. Fez amizade com todos da Raimon, e depois de conhecer o futebol, ficou tão empolgado que também decidiu começar a praticar. Com um comportamento selvagem, mas ao mesmo tempo amigável, Torb gosta de ser notado, e também fica muito feliz quando consegue uma façanha no esporte, agindo como um típico homem das cavernas. Ao ouvir sobre o El Dorado e o que tal instituição planejava fazer com o futebol, decidiu acompanhar Tenma, Fey e os outros na luta contra ela.

Alpha[editar | editar código-fonte]

Alpha joga como atacante, e é um dos principais antagonistas da série Chrono Stone. É também um dos vilões de menor destaque da mesma, uma vez que sua equipe de futebol (sendo ele o capitão) é representante do El Dorado. O nome dessa equipe é Protocol Omega, e foi enviada do futuro para a época de Tenma para impedir que a alegria e todos os bons sentimentos vindos do futebol se espalhassem, colocando o esporte em extinção. Alpha é bastante quieto, e geralmente não demonstra nenhuma emoção, preferindo apenas cumprir sua missão da forma mais calma e rápida possível. Apesar de ser um vilão, ele não se mostra totalmente arrogante, e costuma ser breve e preciso em suas ações.

Beta[editar | editar código-fonte]

Beta é capaz de jogar em rodas as posições, exceto na de goleira. Também é uma das vilãs de menor destaque, sendo a capitã do Protocol Omega 2.0, outra equipe representante do El Dorado. É uma garota muito arrogante, que sempre gosta de tirar vantagem de jogadores de nível inferior. Possui duas personalidades: uma com um comportamento calmo, gentil e doce, mas ainda assim presunçosa; outra que geralmente vem à tona quando fica mais nervosa, na qual sua voz, seus olhos e seu modo de agir mudam completamente, se tornando mais áspera. É muito obediente ao presidente do El Dorado, e cumpre a missão que lhe é dada a todo custo, se mostrando perseverante e determinada a demonstrar sua superioridade.

Gamma[editar | editar código-fonte]

Também atacante, Gamma é o capitão da Protocol Omega 3.0, mais uma equipe do El Dorado. Como também é um vilão de menor destaque, se mostra arrogante e também narcisista, pois se orgulha muito de si mesmo, e gosta de mostrar que é superior a qualquer outra pessoa (referindo-se a habilidades e força). Parece não se importar muito com as ordens do presidente do El Dorado, preferindo satisfazer seus próprios desejos, obviamente junto de sua equipe.

Zanark Avalonic[editar | editar código-fonte]

Zanark joga como zagueiro e atacante, e é um dos principais vilões da série Chrono Stone. Tem um destaque um pouco maior do que Alpha, Beta e Gamma, mas mesmo assim é de menor importância, uma vez que os principais vilões são o presidente e os chefes do El Dorado. Zanark é um fugitivo da prisão MUGEN, que estava sob o domínio da instituição, e conseguiu escapar usando um veículo muito peculiar, semelhante a uma grande motocicleta, porém sem rodas, mas voadora. A partir de então, ele desejava interferir nos planos do El Dorado, não atrapalhando, mas sim se oferecendo para derrotar a equipe da Raimon de outra forma, mais áspera e destrutiva. Ele não estava nem um pouco interessado nas ordens da corporação, pois é tão arrogante que prefere agir sozinho, sem interferência alguma. Zanark costuma afirmar, quando questionado de onde é, que pertence a uma classe sem nome, e também tem o hábito de dizer "Que interessante" e "Imaginei que diria isso".

Ley Luke[editar | editar código-fonte]

Ley Luke é meio-campista, e capitão da Perfect Cascade, outra equipe do El Dorado. Essa equipe é composta por androides, e estes são considerados como muito superiores aos jogadores dos três times Protocol Omega. Ley Luke nunca muda sua feição, e também não se mostra arrogante; apenas cumpre sua missão de eliminar a Raimon. Suas habilidades são muito poderosas, e sua equipe é quase impossível de ser derrotada.

Saru[editar | editar código-fonte]

Saru é meio-campista e atacante, e também o principal antagonista da série Chrono Stone. É o líder da Feida, uma organização composta por jovens humanos que possuem poderes incomparáveis, sendo quase invencíveis. Esses humanos são chamados de Second Stage Children (Jovens de Segunda Fase ou de Segunda Etapa), e são capazes de destruir o mundo com o que conseguem fazer (aliás, é esse o seu objetivo). Saru declarou guerra contra o El Dorado, e garantiu que seu grupo é incrivelmente superior. Para provar isso, ele criou um torneio chamado Ragnarok, do qual participariam três equipes do El Dorado e três equipes da Feida. Dependendo do resultado das partidas, o mundo poderia ser tomado pelas Second Stage Children ou não. Além de ser líder da Feida, Saru é também capitão de um time, chamado The Lagoon. É muito arrogante, como a maioria dos vilões, mas seus desejos vão muito além de demonstrar sua superioridade, chegando ao ponto de querer matar qualquer um que se intrometa em seus planos.

Oda Nobunaga[editar | editar código-fonte]

Oda Nobunaga aparece nesta série como um personagem portador de uma das onze forças necessárias para reunir os jogadores mais poderosos de todos os tempos, chamados de "Os Onze Supremos". Para conseguir a força de Nobunaga, parte da equipe da Raimon viajou no tempo, juntamente com Fey, para a o Perídodo Sengoku. Nobunaga tem personalidade forte e é bastante confiante, não demonstrando qualquer sentimento de ódio ou medo.

Joana D'arc[editar | editar código-fonte]

Joana D'arc, a santa padroeira da França, também tem uma aparição nesta série, como portadora de outra força necessária. Porém, suas características físicas são diferentes: ela é loira, usa óculos e possui olhos verdes. Em contrapartida, seu medo e sua capacidade de ouvir vozes divinas são mantidas. Para conseguir achá-la, Tenma, Fey e outros membros da Raimon viajaram até a França Medieval (no ano de 1427, precisamente, quando Joana tinha apenas 15 anos). Essa famosa guerreira do século XV se mostra na série como uma jovem preocupada com seu país, e principalmente com a invasão inglesa, momento marcante de sua época. Carrega sempre com ela um colar contendo um pingente em forma de cruz, devido à sua forte crença em Deus. Entretanto, seu medo é muito grande, e acredita que não é capaz de salvar a França, pelo menos não sem a ajuda divina.

Ryuu Gentoku[editar | editar código-fonte]

Ryuu Gentoku (nome de Liu Bei na série), também aparece como outro portador de uma força poderosa. Também conhecido simplesmente como Ryuubi, ele se mostra como um homem alegre e despreocupado, que adora ser brincalhão com todo mundo. Porém, ele também aparenta ser bastante sério, às vezes, pois tem conhecimento sobre o que acontece com seu país, e quer protegê-lo a todo custo. Juntamente com seus irmãos Chouhi (Zhang Fei) e Kanu (Guan Yu), esse simpático guerreiro conheceu Tenma e os outros enquanto estava transportando um canhão para um conhecido.

Komei Shokatsu[editar | editar código-fonte]

Komei (nome de Zhuge Liang na série) é outro portador de uma força. Foi um grande estrategista da era dos Três Reinos, apelidado de "O Dragão Adormecido". Também possuía uma inteligência inigualável, e suas táticas de guerra eram todas bem-sucedidas. No entanto, na série ele é representado por uma mulher reservada e elusiva, mas que também possui um espírito guerreiro gigante. Foi procurada por Ryuubi para ajudá-lo com suas estratégias de guerra.

Ryoma Sakamoto[editar | editar código-fonte]

Ryoma Sakamoto, líder do Período Bakumatsu, também aparece como um homem que contém mais uma força necessária. É um homem que demonstra ser corajoso e determinado a cumprir sua missão, mas ao mesmo tempo é bastante engraçado e também guloso, pois come de uma maneira rápida e desnecessária. Na série, ele é rival de Souji Okita, mas ao mesmo tempo deseja juntar-se a ele para transformar o Japão em uma nação sem guerras, e também sem laços com o feudalismo. Ao presenciar uma partida entre a Raimon e uma equipe do El Dorado, Ryoma ficou muito empolgado, e também passou a praticar o esporte, dizendo que ele pode ser muito útil e divertido.

Souji Okita[editar | editar código-fonte]

Souji Okita também faz uma aparição na série, como outro portador de uma força. Na série, ele é mostrado no mesmo período que Ryoma Sakamoto, de quem é rival, chegando ao ponto de tentar matá-lo muitas vezes. É um excelente espadachim, e como cresceu em uma família de samurais, tornou-se um dos melhores de todo o Japão. Por outro lado, ele também se mostra doente, uma vez que na série, Tenma e os outros o encontraram no ano de 1867, um ano antes de sua morte por tuberculose. Mesmo com essa doença, Okita deseja matar Ryoma a todo custo, demonstrando a superioridade do Shinsengumi, do qual fazia parte.

Big[editar | editar código-fonte]

Big é um filhote de dinossauro que é um amigo muito próximo de Torb. Após perder sua mãe, passou a ficar sob os cuidados de seu amigo humano, que o considera bastante, e não o abandona por nada. Também é inofensivo, gentil e amigável, e adora fazer amigos.

Rei Arthur[editar | editar código-fonte]

Até mesmo o Rei Arthur, figura lendária muito famosa do folclore e da literatura da Inglaterra, está presente na série, e também possui uma força necessária. Para chegar até ele, Tenma e os outros tiveram alguns problemas, pois viajar no tempo em direção a uma fábula é bastante complicado. Porém, isso não foi impossível, e todos conseguiram o feito. Porém, houve uma pequena alteração nos planos: devido à distorção da viagem, todos os que estavam nesta precisaram se tornar os personagens da fábula.

Introduzidos em Inazuma Eleven GO: Galaxy[editar | editar código-fonte]

Munemasa Ibuki[editar | editar código-fonte]

Ibuki joga como goleiro. Foi selecionado, dentre muitos jogadores de todo o Japão, para esse posto a fim de representar o Japão no torneio Futebol Fronteira Internacional V2. É um garoto quieto, sossegado e indiferente, mas também pode se tornar bastante sério, principalmente quando algum desafio gigante chega ou quando é desprezado, provocado ou superado de alguma forma. Porém, há um grande problema: Ibuki nunca jogou futebol, e seu esporte favorito é o basquete. Aliás, é considerado como um dos melhores basquetebolistas do Japão, pois suas técnicas são excelentes. O problema é que ele sente tanto orgulho de si mesmo que acaba jogando sozinho, ou seja, apesar de estar com seus colegas de equipe, ele gosta de ser o centro das atenções sempre, e diz que não precisa de ajuda. Ibuki é determinado e corajoso, mas como não está acostumado com o futebol, obviamente mostra grandes dificuldades.

Sakura Nozaki[editar | editar código-fonte]

Sakura joga como meio-campista. É uma garota gentil, amável e bastante amigável, que também foi selecionada para representar o Japão no torneio FFIV2. Porém, ela também nunca jogou futebol, e sim praticava ginástica rítmica, esporte do qual se tornou quase imbatível. Com seu corpo flexível e movimentos graciosos, é excelente em acrobacias e saltos, e por isso o meio-campo seria perfeito para usar tais táticas. Sakura é trabalhadora e está sempre disposta para tudo, até para os treinos. Costuma muitas vezes interromper conversas para pedir ajuda, sempre com seu sorriso doce e inocente. Também é obcecada demais por resultados muito bons, e isso vem da pressão que sofreu de seus pais. Assim, ela não aceita ser ridicularizada, e gosta de mostrar que não é, de maneira nenhuma, uma perdedora.

Shin Tetsukado[editar | editar código-fonte]

Tetsukado joga como zagueiro, e também foi selecionado para representar seu país no torneio. Tem um temperamento um tanto quanto agressivo, e também não aceita provocações, se tornando bastante perigoso nestas ocasiões. Assim como a maioria dos selecionados, também nunca jogou futebol, e sim praticava boxe, o que lhe proporcionava ataques fortes, precisos e perfeitos, além de um excelente trabalho usando todo o seu corpo. Todavia, depois de sofrer uma lesão, ele se afastou do esporte, mas nunca o abandonou. Após isso, não aceitava que ninguém falasse do boxe, e muito menos se alguém perguntasse sobre sua lesão. Tetsukado também ficou com dificuldades nos treinos e nas partidas, mas sua força nunca era pequena, e se quisesse demonstrá-la, o fazia com muita perseverança.

Kazuto Minaho[editar | editar código-fonte]

Minaho é zagueiro, e também foi selecionado para o torneio. Assim como a maioria de seus colegas, nunca jogou futebol, nem qualquer outro esporte. Apesar disso, é conhecido por ser um observador surpreendente: é muito dedutivo, e está sempre ponderando e prevendo eventos, além de gostar de estudar o movimento humano. Consegue facilmente notar os pensamentos de uma pessoa depois de observar suas ações, e suas conclusões estão sempre corretas. Minaho é bastante calmo e raramente fica bravo ou frustrado com alguém, sendo alguém de temperamento ameno e amigável. Suas observações são típicas de um detetive, e inclusive seu pai o era. Por isso, ele o admira muito, e quando se tornar adulto deseja ser como ele. Também apresentou dificuldades nos treinos e nas partidas, e assim como alguns de seus colegas, não demonstrou vontade de jogar futebol.

Jinichirou Manabe[editar | editar código-fonte]

Manabe é zagueiro, sendo também outro selecionado para o torneio. É uma calculadora humana; nunca houve alguém tão bom com números quanto ele. Também usa bastante a lógica, o que muitas vezes é útil. Como a maioria de seus colegas, nunca praticou futebol, e sim fez parte do clube de cálculos de sua escola. Como é excelente com números e equações, também é capaz de prever qual movimento uma pessoa irá fazer, assim como Minaho. Inclusive, os dois parecem ter uma certa rivalidade, pois sempre resolvem um problema de maneiras diferentes. Manabe foi forçado por seus pais desde criança a estudar muito, para se tornar o melhor calculista de todo o mundo. Isso o deixa chateado, às vezes, pois assim não pode satisfazer suas expectativas, o que o torna um jovem controlado pelos pais. No mundo do futebol, ele parece não se importar muito, e também apresenta dificuldades. Em certas ocasiões, pode se tornar arrogante, pois odeia pessoas que o "irritam" de alguma forma.

Konoha Morimura[editar | editar código-fonte]

Morimura joga como zagueira. De todos de sua equipe, é a mais calada, e também a mais tímida, pois raramente conversa com alguém. É bastante solitária, pois pensa que só traz desânimo para outras pessoas por causa de seu jeito calado e tímido. Morimura é uma amante dos animais, e sempre que vê algum animalzinho na rua, logo faz amizade com ele. Porém, ela só tem esse comportamento com animais, pois com pessoas ela se assusta facilmente. Isso é o que acontece quando ela joga futebol, uma vez que tem muito medo de jogadores grandes e fortes, preferindo deixá-los atacar. Também foi selecionada para representar o Japão, e como a maioria de seus colegas, não havia sequer tocado em uma bola; aliás, também nunca praticou nenhum esporte. Foi bastante difícil para ela, pois tinha medo de quase tudo e todos, ficando aterrorizada e não fazendo nada. Com seu comportamento tímido, quase nunca faz amizades, e por isso é muito reservada.

Ryuuji Kusaka[editar | editar código-fonte]

Kusaka é meio-campista, e também o jogador mais alto de sua equipe. Tem um comportamento calmo e amigo com todos, mas em contrapartida possui outro, bastante agressivo, que vem à tona toda vez que é chamado de "fracote". Se isso acontece, sua raiva cresce absurdamente, e ele se torna praticamente um monstro, avançando e atacando quem o provoca. Isso acontece por causa de um acontecimento de sua infância: certa vez, foi defender uma garota que estava sendo agredida verbalmente, mas como era tímido e medroso, acabou sendo o alvo no lugar dela. Após tal ação, ele começou a tomar um profundo sentimento de raiva, chegando ao ponto de até sua aparência física ficar diferente de tanto ódio. Em seguida, voltou aos valentões e os atacou violentamente, dominando-os completamente. A partir de então, cresceu com essa outra "personalidade" dentro de si, e acabou vivendo nas ruas, onde se envolvia com gangues. Então, certo dia ele foi escolhido para representar o Japão no torneio, o que o deixou preocupado e assustado, pois como cresceu nas ruas nunca praticou nenhum esporte. Obviamente ele enfrentou dificuldades extremas, mas seu sentimento de orgulho e sua personalidade forte pareciam não deixá-lo desistir.

Hayato Matatagi[editar | editar código-fonte]

Matatagi é um dos atacantes de sua equipe, os representantes do Japão, e também é um dos principais personagens da série Galaxy. É um garoto educado e que se dá bem com todos os jogadores. Porém, essa personalidade é apenas uma máscara, pois por dentro é bastante desconfiado, e aparenta não acreditar em seus companheiros totalmente. Costuma falar consigo mesmo de maneira misteriosa, e também coloca desconfiança em seus colegas, devido a algumas ações suas que geram dúvidas. Apesar disso, Matatagi é determinado, e faz o possível para vencer. Também nunca jogou futebol, mas é o que aparentou ter menos dificuldades nos treinos, pois era do clube de atletismo de sua escola, e por isso sua rapidez era bastante útil. Ele se preocupa muito com seus dois irmãos mais novos, que o idolatram e sempre torcem para que ele consiga ser um excelente jogador.

Zanakurou Ichikawa[editar | editar código-fonte]

Ichikawa atua como atacante, e se juntou à equipe dos Onze da Terra, quando estes viajariam para o espaço para competir no Grand Celesta Galaxy. Pertence a uma família muito famosa, cujos membros são especialistas em Kabuki, e por isso algumas de suas falas são típicas de um ator. Também é ótimo com o futebol, sendo bastante habilidoso e útil nas partidas. É uma pessoa muito educada e amigável, e sempre que pode, eleva o espírito de seus amigos, muitas vezes relacionando algo com o que aprendeu com sua família ou sozinho, atuando.

Gorham Ishigashi[editar | editar código-fonte]

Ishigashi é uma alienígena e também coordenadora da Ginga Renpou Hyougikai (em japonês, Conselho Federativo das Galáxias), organização por trás do torneio Grand Celesta Galaxy. Foi ela quem acompanhou a equipe da Terra em outros planetas, mostrando-os seus habitantes, suas culturas e, é claro, as equipes que iriam representar sua terra natal. Fica calada quase sempre, e também nunca sorri, além de falar brevemente quando acompanha os jogadores.

Katora Paige[editar | editar código-fonte]

Katora Paige é uma alienígena e também princesa de um planeta chamado Kieru, que acabou sendo destruído por um buraco negro. Desde que conseguiu escapar, vem tentando encontrar alguém que pudesse reunir todos os fragmentos necessários para a construção de uma poderosíssima arma capaz de desfazer esse buraco negro e salvar outros planetas.

Assistentes de Time[editar | editar código-fonte]

Aki Kino[editar | editar código-fonte]

Aki é uma das assistentes da equipe de Endo, na primeira série Inazuma Eleven. Junto com ele, fundou o clube de futebol da Raimon, e como também amava o esporte, quis se tornar uma das gerentes. Os dois, a início, tinham um enorme desejo de fazer o clube evoluir, e para isso logo tentaram recrutar novos jogadores. É uma garota gentil, amável e cuidadosa, que se preocupa muito com seu time, sempre se dispondo a fazer o que for preciso para auxiliá-lo. Na série Inazuma Eleven Go é mostrado que ela é a tia do personagem principal da série Go, Tenma Matsukaze

Haruna Otonashi[editar | editar código-fonte]

Haruna é outra assistente da equipe da Raimon original, e também irmã de Kido. Os dois cresceram em famílias diferentes (uma vez que perderam seus pais em um acidente, e ficaram em um orfanato), e nunca tiveram contato, mas certa vez ela ouviu que Kido tinha feito um acordo com seu padrasto, dizendo que, para vê-la, teria de vencer três campeonatos Futebol Fronteira seguidos. Caso isso não acontecesse, ele deveria ficar longe dela para sempre (supostamente), e poderia ainda ser forçado a abandonar sua nova família. Isso fez com que Haruna acreditasse que era ela mesma a responsável por seu irmão ter essa atitude, mas mesmo assim tentava manter contato. Ao entrarem no ensino médio, Haruna foi para a Raimon, onde entrou para o clube de jornalismo, enquanto Kido cresceu e desenvolveu suas habilidades no Instituto Imperial. Ela, ao ser encontrada por Endo enquanto este estava procurando novos jogadores para sua equipe, decidiu também ajudá-los, obviamente sabendo que Kido estaria, de certa forma, esperando por ela. Essa simpática garota também é bastante gentil, mas às vezes pode se tornar tão séria quanto seu irmão, principalmente quando algum jogador quer desistir de algo. Na série Inazuma Eleven Go ela vira professora e continua sendo assistente técnica da Raimon.

Natsumi Raimon[editar | editar código-fonte]

Natsumi foi a última assistente a ingressar na equipe de Endo. É filha do presidente da escola Raimon, e também é a que mais se dedica em ajudar todos os jogadores, sendo determinada e cuidadosa. Sua personalidade evolui a cada dia, e é decidida a fazer qualquer coisa para a evolução de seu time. Natsumi não gosta de demonstrações de sentimentos negativos, e muito menos de sujar suas mãos (de todas as formas). Na série Inazuma Eleven Go ela vira esposa de Endo.

Fuyuka Kudou[editar | editar código-fonte]

Fuyuka se tornou a nova gerente e auxiliar da equipe de Endo quando Natsumi se ausentou para fazer algumas pesquisas. É muito quieta e calma, e costuma auxiliar seus companheiros usando métodos doces e gentis de agir e falar. Ela é mostrada como a filha adotiva de Michiya Kudou, o treinador da seleção juvenil japonesa na da série, e também é outra amiga de infância de Endo, a quem ela costuma observar sempre, independente do que ele estiver fazendo. Fuyuka é uma verdadeira mão para a equipe: faz de tudo para contribuir com o sucesso da mesma, agindo da melhor e mais fácil maneira possível. Entretanto, ela aparenta ser um pouco ingênua em alguns momentos, pois como é nova no time, pode ter certas dificuldades. Apesar disso, sua vontade de auxiliar os jogadores é grande, e nunca desiste de ser esforçada no que faz.Na série Inazuma Eleven Go ela vira Enfermeira e cuida de Taiyou Amemiya.

Aoi Sorano[editar | editar código-fonte]

Aoi entrou como gerente do clube de futebol da Raimon na série Inazuma Eleven Go. É amiga de infância de Tenma, e também adora futebol, mas prefere não jogar, e sim auxiliando o time em tudo. Simpática e com um jeito meigo e doce, porém sério às vezes, ela adora ser útil, e sempre motiva os jogadores, gritando frases típicas como "se esforcem" e "deem o seu melhor". Ela sabe que com sua ajuda, seus companheiros podem evoluir bastante no que se refere a habilidades especiais e também a sentir felicidade e paixão pelo futebol. Como está sempre sorrindo, nunca traz negatividade à equipe, fazendo-a persistir cada vez mais.

Midori Seto[editar | editar código-fonte]

Midori é outra gerente do clube da Raimon na série GO, sendo uma das mais esforçadas e inspiradoras. Geralmente é rigorosa com algumas pessoas, mas também tem um lado suave, pois sabe que se quiser ajudar, terá de conter suas emoções mais fortes. É bastante favorável a sua equipe, e principalmente a Tenma, chamando a si mesma de "esquadrão de torcida privada" dele. Midori também costuma chamar muito a atenção dos jogadores da Raimon, e sempre gosta de dar um "jeito" neles, incentivando-os e fortalecendo seus espíritos com gritos, assim como Aoi.

Akane Yamana[editar | editar código-fonte]

Akane também é gerente auxiliar da equipe de Tenma, e também é a que possui temperamento mais calmo. Com seu jeito doce e paciente de falar e agir, costuma ficar um pouco mais calada que Aoi e Midori, mas ainda assim tem vontade de fortalecer o espírito de sua equipe. Ela também carrega sempre com ela uma câmera fotográfica, com a qual tira fotos a toda hora, principalmente de Shindou, a quem ela admira muito e aparenta ser apaixonada. Costuma chamá-lo carinhosamente de "Shin", mas nunca consegue conversar com ele face a face, preferindo observá-lo à distância. Akane é uma excelente companheira, e apesar de ser tímida na maioria das vezes, adora conversar e expor seus sentimentos.

Minori Mizukawa[editar | editar código-fonte]

Mizukawa é a gerente e auxiliar da seleção juvenil do Japão na série Galaxy. Tem uma personalidade calma e fica calada na maior parte do tempo, fazendo dela uma garota bastante misteriosa. Também está sempre próxima ao treinador Kuroiwa, seguindo-o por onde ele for. Quando auxilia o time, nunca fica com expressões que demonstrem animação, preferindo se comportar de maneira quieta e fechada. Na segunda temporada da série Galaxy é revelado que ela, na verdade, é um alien do planeta Kieru.

Técnicos[editar | editar código-fonte]

Seigou Hibiki[editar | editar código-fonte]

Hibiki se tornou o primeiro treinador da Raimon, na série original, quando Endo e sua equipe participaram do torneio Futebol Fronteira. É também dono de um restaurante na cidade de Inazuma, chamada Rairaiken. Além de tudo isso, foi o goleiro dos lendários Super Onze, cujo técnico era ninguém menos do que Daisuke Endo, o avô de Satoru Endo. Certa vez, enquanto estes estavam indo em direção a um estádio para uma partida, sofreram um grave acidente com o ônibus em que estavam, e o impacto foi tão violento que deixaram todos incapazes de jogar novamente. Por isso, depois de um tempo, cada um seguiu seu rumo, e Hibiki acabou se tornando o chefe do Rairaiken. Esse simpático senhor foi convencido por Endo a se tornar o treinador da Raimon, algo que ele recusou a início, mas depois de um desafio, acabou aceitando.

Hitomiko Kira[editar | editar código-fonte]

Hitomiko se tornou a segunda treinadora da Raimon da série original, posto dado a ela por Hibiki na segunda temporada. Ele fez isso porque acreditava no potencial dela, e sabia que suas ordens e seu modo de guiar a equipe seriam muito mais eficazes. Essa nova treinadora tem temperamento calmo na maioria das vezes, mas pode se tornar um pouco arrogante e séria quando necessário. Não costuma falar muito, e prefere apenas ficar observando seus jogadores e lhes dando as ordens que são fundamentais. Hitomiko também é uma pessoa boa e sincera, e seu modo de agir, apesar de não parecer, é bastante produtivo, pois garante resultados aceitáveis e favoráveis.

Michiya Kudou[editar | editar código-fonte]

Kudou foi escolhido para ser o treinador da seleção juvenil japonesa (Super Onze do Japão), na terceira temporada da série original. É rigoroso e severo quando se trata de guiar e treinar seu time, mas também tem um lado mais calmo e cuidadoso, que é relacionado à sua filha adotiva, Fuyuka. Kudou se preocupa muito com ela, e quer garantir que sua saúde (que já não se mostra muito boa) esteja sempre num estado bom, além de gostar muito de ajudá-la em tudo que ela precisa. Como treinador, suas ordens são austeras e severas na maioria das vezes, mas não costuma explicar com muitos detalhes, uma vez que quer que os jogadores entendam e descubram suas habilidades sozinhos, através de seu futebol e de todos os sentimentos provindos de quem está ao redor.

Clark Wonderbot[editar | editar código-fonte]

Clark Wonderbat, mais conhecido como Wandaba, é um urso de pelúcia androide que viajou no tempo juntamente com Fey Rune para a época de Tenma, a fim de auxiliá-los na luta contra o El Dorado, durante a série Chrono Stone. Ele gosta muito de ajudar, e isso é percebido sempre em seu modo de agir. Toda vez que a equipe a qual auxilia joga uma partida, ele se oferece para ser o técnico. Porém, na maioria das vezes esse posto lhe é tomado por outra pessoa repentinamente, o que o deixa bastante chateado e quase depressivo. Quando fica muito animado com algo, ele muda de cor em um segundo, passando de azul (original) para um rosa escuro. Isso acontece com a ajuda do dispositivo localizado em seu peito, chamado de "Medidor de Emoções". Wandaba também possui uma arma bastante peculiar, denominada Mixi Max, que serve para transferir a aura de uma pessoa a outra. Apesar de querer sempre ser o técnico, esse desejo quase nunca é realizado, como mencionado anteriormente, mas esse simpático e enérgico urso de pelúcia coloca sempre o sentimento de guerrear contra as malícias do El Dorado antes de pensar nisso.

Ryuusei Kuroiwa[editar | editar código-fonte]

Kuroiwa é o treinador da seleção juvenil japonesa destacada na série Galaxy. É um homem muito sério, e suas ações são sempre calmas e misteriosas. Como Kudou, da série original, seu desejo é presenciar os sentimentos e as habilidades surgindo do fundo dos corações de seus jogadores, porém sem sua ajuda, e sim tendo eles mesmos descoberto isso. Como é calado e indiferente, Kuroiwa quase nunca é mencionado, e também não costuma dar muitas ordens a seu time, procurando ser rápido e preciso nas suas falas; o restante ele deixa para seus jogadores descobrirem.

Narradores[editar | editar código-fonte]

Keita Kakuma[editar | editar código-fonte]

Keita Kakuma é o narrador das preliminares do torneio Futebol Fronteira na série original. Antes de assumir tal cargo, era membro do clube de xadrez. É muito animado, e sempre que tem uma oportunidade, chega ao campo onde está acontecendo a partida entre a Raimon e uma equipe rival e toma a frente de todos, anunciando o que está para acontecer. Faz isso até mesmo quando não há espectadores. Keita sonha em ser, um dia, narrador de partidas com equipes profissionais, assim como seu pai.

Oushou Kakuma[editar | editar código-fonte]

Oushou Kakuma é o pai de Keita Kakuma, e também narrador do torneio Futebol Fronteira da série original. Além disso, também narra as partidas do torneio Holy Road na série GO original e as partidas do Futebol Fronteira Internacional V2 na série Galaxy. Também é animado, assim como seu filho, mas com uma frequência um pouco menor. Costuma gritar bastante, e quando alguma técnica especial aparece ou até mesmo quando um gol é marcado, suas falas mostram um grande entusiasmo.

Maxter Land[editar | editar código-fonte]

Maxter Land é o narrador oficial do torneio Futebol Fronteira Internacional, na terceira temporada da série original. Foi ele que esteve comentando todas as partidas, juntamente com Levin Murdoch, ex-jogador que também já havia participado de um torneio parecido anteriormente.

Levin Murdoch[editar | editar código-fonte]

Levin é um ex-jogador de futebol e MVP da Liga Europeia que acontece em meio aos eventos da série Inazuma Eleven original. Durante o torneio FFI, foi o comentarista das partidas, ao lado de Maxter Land. É uma excelente pessoa, e nunca fica com uma expressão que demonstre ódio, se mostrando sempre tranquilo. Costuma, obviamente, torcer para times europeus, como Inglaterra e Itália, mas nunca despreza outras seleções.

Ayumu Kakuma[editar | editar código-fonte]

Ayumu também é filho de Oushou Kakuma, e narrador das preliminares do torneio Holy Road, na série GO original. Não é muito diferente de seu irmão mais velho (Keita), tanto na aparência física como em suas atitudes ao narrar um jogo.

Yousuke Yashima[editar | editar código-fonte]

Yashima é o narrador das partidas entre a Raimon e as equipes representantes do El Dorado, na série Chrono Stone. Entretanto, há um pequeno detalhe quanto a isso: ele nunca é chamado para comentar; na verdade, ele é primeiramente retirado de onde está (provavelmente na linha do tempo original, uma vez que a maioria das partidas acontece fora dela) e colocado, através de um teletransporte, no campo onde as duas equipes estão. Então, os representantes do El Dorado utilizam um mecanismo que controla sua mente, e fazem com que todas as informações dos jogadores fiquem acumuladas em seu cérebro durante toda a partida. Dessa forma, mesmo sem saber, ele narra como se fosse um profissional. Quando a partida acaba, ele é novamente levado de volta para onde estava anteriormente, mas acaba não se lembrando de nada. Yashima, junto com sua esposa, é proprietário de um restaurante em Okinawa, e é deste local que é retirado à força todas as vezes.

Daxgun Varview[editar | editar código-fonte]

Daxgun Varview é o narrador das partidas do torneio Grand Celesta Galaxy, na série Galaxy. É um ser do espaço sideral, e também tem comportamento animado, o que não faz dele muito diferente dos outros. Porém, há uma pequena peculiaridade nele: costuma usar, durante suas narrações, alguns termos em inglês.

Vilões[editar | editar código-fonte]

Reiji Kageyama[editar | editar código-fonte]

Kageyama é o principal vilão da primeira série Inazuma Eleven. Técnico do Instituto Imperial, cuja equipe de futebol é considerada uma das melhores da cidade, ele impõe ordens severas e um tanto quanto agressivas a seus jogadores, e como possui temperamento calmo e misterioso, nunca se sabe o que está pensando. Foi com ele que Kido começou a desenvolver suas habilidades, e este o chama de "comandante", pois se submete com perseverança aos seus comandos. Kageyama é uma pessoa detesta perder, e por isso faz o impossível para tomar todo tipo de poder, chegando ao ponto de utilizar métodos sujos se perceber que está tendo certas dificuldades para ganhar o que quer.

Seijirou Kira[editar | editar código-fonte]

Seijirou é o pai de Hitomiko Kira, treinadora da Raimon na segunda temporada da série original. Também é o criador do projeto Alien, e todos os times do mesmo foram treinados por ele. Desde que encontrou o meteorito Alien, que dava poderes incríveis a quem o utilizasse, esse senhor faminto por poder jurou que vingaria a morte de seu filho através do futebol, e por isso decidiu criar jogadores aptos que pudessem destruir os times "inferiores" e mostra o quão poderoso seu projeto é. Tem temperamento calmo na maior parte do tempo, mas sua mente e seu coração são extremamente maléficos.

Ryuuichi Kenzaki[editar | editar código-fonte]

Kenzaki é o ajudante de Seijirou Kira, com quem co-criou o projeto Alien. É um homem egoísta, mentiroso e que só se importa com seus próprios interesses, desprezando todo e qualquer tipo de aproximação ou amizade.

Bayham Garshield[editar | editar código-fonte]

Garshield é, indiretamente, o principal antagonista da série original. Também é o presidente do torneio Futebol Fronteira Internacional, o que lhe dá poder e riquezas. É um senhor egoísta, mesquinho e ganancioso, que deseja dominar o mundo e ganhar dinheiro utilizando o futebol como instrumento. Não se importa com ninguém, nem mesmo se uma pessoa o ajuda com seus objetivos. Dono de uma enorme quantidade de empresas, Garshiel se mostra totalmente somítico, e também faz, assim como Kageyama, o impossível para acumular todas as riquezas da Terra.

Lubbock Hentacker[editar | editar código-fonte]

Hentacker é o auxiliar de Garshield. Está sempre perto dele, na maioria das vezes chamando-o de "mestre", e também é o que prepara tudo para que os planos maléficos de seu chefe ocorram com sucesso. Como Garshield, ele também não se importa muito com pessoas, e tem muito prazer em auxiliá-lo, mesmo que seja rejeitado de alguma forma.

Shuuji Ishido[editar | editar código-fonte]

Shuuji Ishido é um dos principais antagonistas da série Inazuma Eleven Go original. É o imperador do Quinto Setor, instituição da qual assumiu esse posto para poder controlar o futebol, utilizando alguns métodos sujos, como já decidir o resultado de uma partida antes da mesma começar e permitir jogadas violentas. Ele se mostra como uma pessoa quieta, calma e que gosta de presenciar cada plano seu sendo realizado.

Daigo Senguuji[editar | editar código-fonte]

Daigo Senguuji é o principal antagonista da série GO original. Tem uma personalidade enganosa e carismática/convincente, e fica na maior parte do tempo próximo a Shuuji Ishido, de quem parece querer tomar o lugar, visto que desconfia muito das atitudes tomadas por ele.

Heikichi Toudou[editar | editar código-fonte]

Toudou é um dos principais antagonistas da série Chrono Stone, e também é o criador e presidente da instituição conhecida como El Dorado. Decidido a impedir que o futebol e todos os sentimentos bons contidos no esporte se espalhem pelo mundo, ele e toda a sua equipe, que está no futuro, quer causar uma distorção na linha do tempo e permitir que histórias sejam modificadas completamente, principalmente aquelas nas quais o futebol se mostra como divertido.

Togurou Sakamaki[editar | editar código-fonte]

Sakamaki também é um membro do El Dorado, e assim como seu chefe e presidente, deseja a todo custo causar distorções na história e barrar os bons sentimentos que o futebol traz, mesmo que tenha de forçar isso usando métodos terríveis.

Bitway Ozroch[editar | editar código-fonte]

Bitway Ozroch é o principal vilão e antagonista da série Galaxy. Nela, ele se mostra como um dos responsáveis pela criação do torneio Grand Celesta Galaxy, que iria acontecer em meio ao espaço sideral. Para tal, cada planeta com seres capacitados para o futebol iria ser representado por uma equipe. No caso da Terra, a equipe teria o nome de "Earth Eleven" (Onze da Terra). Esse torneio também serviria para decidir o destino de cada povo: caso a equipe representante perdesse, seu planeta iria ser invadido, não para ser destruído, mas para servir de moradia a outros seres espaciais. Ozroch aparenta ser emproado e arrogante, e seus comportamentos, apesar de calmos, parecem esconder sua maleficia.