Lista de personagens de Resident Evil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Este artigo contém a lista de personagens de Resident Evil que incluí os personagens principais e secundários presentes na franquia de mídia Resident Evil, incluindo filmes e jogos eletrônicos.

Principais personagens[editar | editar código-fonte]

Ada Wong[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ada Wong

Ada Wong é uma misteriosa agente asiática que trabalhou como espiã para uma organização originalmente rival à Umbrella. Há poucas informações sobre o seu passado – sequer é possível dizer se seu nome é mesmo Ada. Ela trabalhou disfarçada, obtendo informações sobre as pesquisas da empresa enquanto mantinha um relacionamento falso com um pesquisador chamado John. Com treinamento especial, Ada é definida como uma ótima profissional. Ela conduz seus planos até o final de forma fria e calculista até mesmo nas situações mais extremas. Os seus sentimentos são o único obstáculo que podem desviá-la de seus caminhos e objetivos. [1]

Albert Wesker[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Albert Wesker

Albert Wesker foi um dos maiores vilões da franquia Resident Evil. Ele era filho de pais considerados de intelecto superior, e por isso, foi escolhido como uma das treze cobaias do Projeto W, liderado por Ozwell E. Spencer. Desde a infância, Albert recebeu uma educação especial, financiada por Spencer. O processo educativo, além de despertar o intelecto das crianças candidatas ao Projeto W deveria doutriná-las, de forma que aceitassem os valores estimados por Spencer. Albert nunca soube que estava sendo manipulado e que seu sobrenome não era o mesmo de sua família, e sim dado a ele após se tornar uma das “Crianças Wesker”. [2] [3]

Claire Redfield[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Claire Redfield

Claire Redfield é a irmã mais nova de Chris Redfield. Ela tem personalidade forte e mesmo sendo somente uma civil, ela sabe manejar armas e lockpicks muito bem, graças às lições que aprendeu com o irmão mais velho. Claire levava uma vida perfeitamente normal, sendo uma estudante apaixonada por motocicletas, até o repentino desaparecimento de Chris. Ela decidiu ir até Raccoon City tentar descobrir o paradeiro de seu irmão e se envolveu na trágica história da cidade. A partir daí, Claire se viu comovida com as vítimas da pesquisa ilegal e do bioterrorismo e se tornou uma ativista para combater esse tipo de atividade. [4]

Chris Redfield[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Chris Redfield

Chris Redfield é um dos primeiros e mais recorrentes protagonistas da franquia Resident Evil, sendo um dos protagonistas mais ativos no combate ao bioterrorismo. É irmão de Claire Redfield, ex-companheiro de equipe de Jill Valentine e Rebecca Chambers, e rival de Albert Wesker. Chris é inabalável em qualquer situação, mas essa personalidade forte faz com que ele encare sem medo seus superiores. É um excelente atirador, com grande capacidade de observação e percepção. Tem ampla experiência com armas de fogo e é excelente no combate corpo a corpo. Começou a carreira militar na Força Aérea Americana, onde conheceu Barry Burton, que fazia parte da mesma unidade. Era definido pelos Comandantes como “intransigente”, “possuidor de dedicação firme” e “com grande capacidade de adaptação”. Após o afastamento da Força Aérea, por constantemente entrar em conflito com oficiais superiores, Chris foi recrutado para os S.T.A.R.S., ocupando a posição de batedor na equipe Alpha. Sua função era patrulhar e manter assegurar as posições à frente da equipe. Suas funções não somente exigiam que ele fosse um bom atirador e lutador, mas também que fosse capaz de manejar uma grande variedade de armas. Chris ganhou grande destaque em sua equipe, pois sempre demontrou um desempenho exemplar. [5] [6] [7]

Jill Valentine[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Jill Valentine

Leon S. Kennedy[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Leon S. Kennedy

Jake Muller[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Jake Muller

Jake Muller é o filho do eugenista, virologista e bioterrorista Albert Wesker, que anteriormente trabalhou para a Umbrella Corporation. Jake viria a trabalhar como mercenário, a fim de sustentar sua mãe, abandonada por Wesker logo após seu nascimento. Entretanto, ele foi preso em um ato de bioterrorismo durante operações anti-governamentais na República de Edonia localizada no Leste Europeu. Seus companheiros mercenários foram infectadas com o C-vírus, mas o sangue de Jake é resistente à infecção, assim como seu pai. Logo depois, ele conhece o agente americano Sherry Birkin - cujo pai, William Birkin, era coincidentemente parceiro de Albert Wesker em suas pesquisas. Sherry e Jake participam da batalha subsequente entre as forças da B.S.A.A e os mercenários infectados pelo C-vírus. Além de seu sangue resistente aos efeitos negativos do vírus mutagênico, Jake também herdou algumas das habilidades de seu pai como o aumento da força, velocidade, cura e habilidades avançadas de combate. A B.S.A.A. oferece a Jake uma grande quantidade de dinheiro para que este ceda uma amostra de seu sangue para que seja desenvolvida uma vacina para o C-vírus. Ele e Sherry são capturados por Carla Radamés. Ambos permaneceram detidos em Lanshiang na China. Contudo, seis meses depois, eles conseguem escapar durante o surto do C-vírus na cidade. Ao longo da história de Resident Evil 6, Jake aproxima-se de Sherry e toma conhecimento das ações de seu pai, assim como o de sua morte pelas mãos de Chris Redfield três anos antes. Após finalmente escaparem, Jake fornece uma amostra de seu sangue a Sherry para a criação da vacina. Meses depois, Jake passa a atuar como um vigilante no combate às armas biológicas, agindo em locais de conflito de países subdesenvolvidos, com sua verdadeira identidade acobertada pela BSAA.

Ethan[editar | editar código-fonte]

Ethan é o protagonista do Resident Evil 7 ele esta em busca da sua esposa Mia na Mansão da Familia Baker.

Outros personagens importantes[editar | editar código-fonte]

S.T.A.R.S.[editar | editar código-fonte]

S.T.A.R.S. (Special Tactics And Rescue Squad; lit. "Esquadrão de Táticas Especiais e Resgate") é uma força especial no Departamento de Polícia de Raccoon, que aparece pela primeira vez no Resident Evil original, e que é dissolvida, após acontecimentos no jogo seguinte. Os membros principais incluem Albert Wesker, Barry Burton, Brad Vickers, Chris Redfield, Enrico Marini, Forest Speyer, Jill Valentine, Joseph Frost, Kenneth J. Sullivan, Rebecca Chambers e Richard Aiken.[8]

Além de Chris, Jill, Rebecca e Wesker, três outros membros do S.T.A.R.S. são personagens importantes na série de jogos:

Barry Burton[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Barry Burton

Barry Burton (バリー・バートン, Barī Bāton?) é um homem de meia-idade (38 anos no primeiro jogo)[9] ex-membro da SWAT[8] e o especialista em armas do Alpha Team do S.T.A.R.S. No jogo original, ele atua como um coadjuvante na história da Jill e apenas aparece brevemente nas cenas de abertura do cenário do Chris. Com o decorrer do jogo, é revelado que ele traiu seus companheiros após ser chantageado por Albert Wesker, que ameaçou ferir sua família, caso se recusasse. Ele retorna em Resident Evil 3: Nemesis, ajudando Jill e Carlos a escaparem de Raccoon City antes de sua destruição. Barry também aparece no jogo não-canônico Resident Evil Gaiden como um dos dois personagens do jogador e como um personagem DLC no modo Mercenaries Reunion de Resident Evil 5.[9]

O site PlayStation Universe descreveu o personagem como "uma espécie de lenda entre os aficionados de RE, em grande parte graças aos seus segmentos de diálogo absolutamente risíveis no Resident Evil original", e acrescentou que "ele também continua sendo um dos personagens mais genuinamente simpáticos da franquia, especialmente após [...] o remake para GameCube."[9] Em 2010, o Joystick Division colocou ele em quinto lugar dos melhores personagens secundários na história dos video games.[10]

Brad Vickers[editar | editar código-fonte]

Brad Vickers (ブラッド・ヴィッカーズ, Buraddo Vikkāzu?) é o piloto de helicóptero do S.T.A.R.S. e um perito em computação e informática do Alpha Team, que é apelidado pelo seus colegas como "Coração de Galinha".[8] Ele abandona seus companheiros na floresta durante a abertura do primeiro Resident Evil após de entrar em pânico, mas retorna no final do jogo para salvar os sobreviventes (Jill, Chris, Barry e Rebecca). Em Resident Evil 3, apesar de tentar evitar qualquer envolvimento com a Umbrella, Brad é perseguido e morto por Nemesis. Ele pode ser visto como um zumbi na frente do departamento de polícia em Resident Evil 2 dependendo de como a história prossegue.[11]

Enrico Marini[editar | editar código-fonte]

Enrico Marini é o líder da missão do "Bravo Team's" e segundo em comando de S.T.A.R.S. sob Albert Wesker. É um soldado do veterano e hábil em várias técnicas da sobrevivência.

Em Resident Evil o jogador encontrará um Enrico ferido nos túneis subterrâneos. Enrico revela a existência de um traidor dentro da unidade S.T.A.R.S., porém antes que possa compartilhar de seu conhecimento com o jogador, é disparado um tiro por um assaltante despercebido que será revelado mais tarde como Albert Wesker.

Seu papel é expandido em Resident Evil Zero, em que Enrico e sua equipe são enviados às montanhas de Arklay para investigar uma série dos homicídios na região.

Durante todo o jogo comunica-se com Rebecca Chambers através do rádio, e alcança ela em um laboratório subterrâneo da Umbrella Corporation devido à separação do bravo Team's, requisita sua equipe por diversas vezes de uma mansão, conduzindo aos eventos à Resident Evil.

George Trevor[editar | editar código-fonte]

George Trevor era um arquiteto de Nova York, conhecido por sua engenhosidade e inteligência. Uma das marcas registradas dos edifícios que criou era a existência de salas secretas e quartos, e painéis que com alguma freqüência serviram como dispositivos de proteção, dissuasão ou armadilhas. Isso atraiu a atenção do Senhor Oswell E. Spencer, que o contratou em 1962 para construir uma mansão nas Montanhas Arklay na floresta de Raccoon City, com base em sua casa Europeia, atraindo-o com a perspectiva de financiamento ilimitado para que ele pudesse dar asas à sua imaginação construindo de uma mansão que seria, ao mesmo tempo, bela e misteriosa. George, encantado com a idéia, concebeu para a propriedade muitas das armadilhas e segredos que eram sua amarca registrada, e, finalmente, foi convidado para supervisionar a construção da mansão. Tendo uma quantidade considerável de trabalho a fazer, ele enviou sua esposa Jessica e filha Lisa ficar lá antes que ele pudesse ir-se. De acordo com Spencer elas chegaram em 10 de novembro.

Nas horas vagas, George gostava de se vestir como mulher e sair desfilando pela mansão, assim chamando atenção de todos os funcionários da Umbrella (um projecto prévio).

No entanto, depois de chegar ao imóvel, ele foi informado da sua família teve que sair em vez de um parente doente. Trevor entanto suspeitou que elas estavam realmente a ser submetidas a experiências com protótipos de vírus em um laboratório da mansão. Entretanto caminhando ao redor da mansão, notou ele constantemente coisas que ou estavam fora do lugar ou não deveriam existir. O incidente mais notável foi quando ele observou um profundo buraco a ser escavado no lugar que ele tinha projetado uma fonte para descanso; este estava a ser as bases do laboratório a ser construído ali. Além disso, ele reparou alguns de seus desenhos originais haviam sido desfigurados para se tornarem letais. Algum tempo depois, ele foi informado abruptamente a sua esposa e filha havia sido morta por uma doença rara e rápida. Acreditando que sua família tinham sido morta sob ordens do Spencer, Trevor tentou deixar o imóvel, mas foi rapidamente preso. A fugir, ficou horrorizado para encontrar um calçado de sua esposa próximo ao castelo. Ele tentou escapar através de uma rede de túneis secretos que tinha concebido como uma última rota de escape, mas sempre encontrou-se sem saída.

Depois de tentar encontrar policiais por uma semana, George encontrou-se em uma posição que ele não gostava: ele foi forçado a ir se esconder em uma das passagens inacabadas. Famintos e severamente debilitado, ele não se lembrava da maioria dos segredos que ele próprio tinha projetado e foi torturado pelo conhecimento que ele tinha arrastado a sua família em um ninho de víboras. Depois de percorrer um corredor escondido, ele pulou em um poço que levava ao caminho secreto. No entanto, o seu trajeto foi bloqueado por uma pesada pedra que ele não conseguiu remover. Apalpando as paredes na escuridão do poço, ele encontrou letras gravadas em uma placa. Acendendo do seu último fósforo, ele viu o seu nome inscrito em uma lápide. Percebendo que era afinal o seu destino final a morrer nessa mansão, ele desmaiou. Após escrever em sua agenda um pedido de perdão à sua esposa e á filha, ele saia lutando e finalmente morreu de inanição e sede no inescapável corredor.

Richard Aiken[editar | editar código-fonte]

Richard Aiken (リチャード・エイケン, Richādo Eiken?) é o especialista em radiocomunicações tanto do S.T.A.R.S. quanto do Alpha Team[8] No Resident Evil original, ele é mordido e, consequentemente, envenenado por uma cobra gigante, precisando de um soro para se curar.[12] No entanto, ele sempre morre e dependendo do cenário escolhido, pode ser devido a um ataque da cobra Yawn ou do tubarão gigante Neptune.[13] Ele também é um personagem desbloqueável no modo multijogador de Resident Evil: Deadly Silence.[14]

Umbrella Corporation[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Umbrella Corporation
O logotipo da Umbrella Corporation.

A Umbrella Corporation é uma companhia farmacêutica internacional do universo de Resident Evill que serve como a principal antagonista da série. Fundada na década de 1960 pelos descendentes reais britânicos, Ozwell E. Spencer e Edward Ashford, nos jogos, ela comercializa produtos farmacêuticos e suprimentos médicos, realizando paralelamente operações clandestinas, utilizando a engenharia genética. O seu status legítimo é apenas uma fachada para sua pesquisa secreta de armas bio-orgânicas, desenvolvidas através do uso de um vírus único descoberto pelos fundadores da empresa logo após a Segunda Guerra Mundial.[15] A companhia também tem uma face mais pública, produzindo produtos cosméticos, produtos de consumo e alimentos. Uma das subsidiárias da Umbrella é a UBCS (Umbrella Biohazard Countermeasure Service; lit. "Serviço de Contramedida ao Risco Biológico da Umbrella"), uma empreiteira militar com uma força de segurança altamente treinada, composta principalmente de criminosos de guerra e soldados exilados.[16] A empresa criou várias instalações secretas de pesquisa para o desenvolvimento de armas biológicas.[17] Seu centro de pesquisa mais importante está localizado nas Montanhas Arklay, fora de Raccoon City, que conseguiu desenvolver o "T-virus", um potente agente mutagênico que pode alterar drasticamente os organismos vivos e os mortos recentemente. O vírus vaza e contamina a maior parte de Arklay seus arredores, preparando o cenário para o primeiro jogo de Resident Evil.[18]

Alexia Ashford[editar | editar código-fonte]

Alexia Ashford (アレクシア・アシュフォード, Arekushia Ashufōdo?) é a principal antagonista em Resident Evil Code: Veronica.

Carlos Oliveira[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Carlos Oliveira

HUNK[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Hunk

Jake Muller[editar | editar código-fonte]

James Marcus[editar | editar código-fonte]

Mikhail Victor[editar | editar código-fonte]

Nicholai Ginovaef[editar | editar código-fonte]

Ozwell E. Spencer[editar | editar código-fonte]

Lord Ozwell E. Spencer é um personagem fictício da série de jogos Resident Evil. Ele foi o presidente da Umbrella Corporation, que secretamente produzia armas biológicas. Um homem de grande riqueza e poder descendente da nobreza britânica. Spencer tinha uma visão de refazer o mundo e conduzi-lo a uma nova era, pois o estado atual do mundo era menor do que o ideal para ele. Ele pretendia usar a pesquisa sobre BOW's (Bio-Organic Weapons ou Armas Bio-Orgânicas) para realizar sua visão e moldar uma nova utopia para a humanidade. Spencer é frequentemente mencionado nos documentos da série Resident Evil. No entanto, ele nunca fez uma aparição física em qualquer jogo da série antes de Resident Evil 5, onde já está em uma idade bastante avançada.

Mesmo Spencer sendo mais conhecido por seu papel como o presidente da Umbrella Corporation, ele foi também um dos três cientistas que descobriram o Progenitor Vírus. Acompanhado de seu estimado colega e amigo Edward Ashford e do proeminente pesquisador James Marcus, Spencer foi capaz de fazer a pesquisa e desenvolver o vírus em 04 de dezembro de 1968. Após muitos experimentos com o vírus, foi dada a Spencer uma "visão do futuro" do mundo, que ao longo dos anos se manifesta no "Project Wesker", um projeto altamente secreto da Umbrella que viria a ser a razão para cada ação que Spencer tomou. Embora dirigido por suas idéias para criar uma potente arma biológica viral, Spencer e seus colegas estabeleceram a Umbrella Corporation. A empresa surgiu para, originalmente, criar produtos farmacêuticos, o que serviu realmente para disfarçar seus motivos sinistros. Mais tarde Ashford morreu em consequência de contrair o Progenitor Virus. Ao mesmo tempo Spencer contratou o conhecido arquiteto George Trevor para projetar uma mansão especial nas Arklay Mountains. O imóvel serviria como um disfarce para um complexo secreto do laboratórios de pesquisa em seu porão. Depois de perceber que George poderia revelar os segredos da mansão, no futuro, Spencer sequestra a esposa e a filha de George (Jessica e Lisa Trevor) mantendo-as presas na mansão e usado-as como cobaias humanas em testes com ​​o Progenitor Virus. George foi aprisionado dentro dos muros da mansão que ele próprio construiu. Mas sendo capaz de se lembrar das armadilhas e passagens que ele criou, ele conseguiu escapar tempos depois. No entanto, ele não poderia abandonar as duas na mansão e assim escondeu-se nas cavernas logo abaixo da propriedade para uma possível tentativa de resgate. Todas as informações conhecidas sobre George param depois que ele deixa de escrever em seu diário (no mês de dezembro) algum tempo depois de cair num buraco, onde um túmulo havia sido preparado para ele por Spencer. Também no mesmo ano, Spencer cria a Umbrella Management Training Facility para a pesquisa do sobre o Progenitor Virus, e nomeia James Marcus como co-fundador e o 1º gerente geral do local. Após Marcus ter criado com sucesso o Tyrant Virus pela introdução do Progenitor Virus em uma sanguessuga, Spencer começou a ter ideias paranóicas da nova reputação de Marcus. Eventualmente Spencer ordenou aos antigos aprendizes de Marcus, Albert Wesker e William Birkin, que o matassem. No rescaldo, Spencer nomeia Birkin para assumir o projeto Tyrant Virus. Spencer também foi deixado como o único membro fundador remanescente da Umbrella Corporation, sendo facilmente capaz de monopolizar a empresa para si próprio.

Quando o surto de Zumbis afetou Raccoon City, Spencer ordenou um que todos os dados da Umbrella fossem transferidos para o núcleo do computador U.M.F.-013, um ato que foi realizado e supervisionado por seu mais fiel empregado, Sergei Vladimir. Sergei e um oficial não identificado da Umbrella levaram o computador para fora do centro da cidade de helicóptero. Raccoon City foi arrasada por um míssel do Governo dos EUA momentos depois da fuga de Sergei. Spencer mais tarde recebeu a notícia que a cidade tinha sido completamente destruída e fez uma nota sobre o assunto em seu diário. Ele também deixou Sergei encarregado de uma estrutura remanescente da Umbrella, indo para um esconderijo logo em seguida. Após o rescaldo dos incidentes nas Arklay Mountains e em Raccoon City, Spencer trouxe os melhores advogados e comprou testemunhas falsas para o Supremo Tribunal na tentativa de transferir a culpa para os eventos de Raccoon City para o Governo, que manteve da Umbrella ativa por mais de cinco anos.

Atualmente, os governadores dos EUA estavam envolvidos com negócios da Umbrella. Finalmente, Albert Wesker selou o destino da Umbrella, apresentando todas as informações secretas da empresa (B.O.W.s, amostras virais, Treinamentos Táticos, etc) ao Governo. As informações tinham sido transferidas para um disco especial do U.M.F.-013, um dos maiores arquivos da Umbrella. Wesker foi longe testemunhando contra Spencer, detalhando o papel que ele teve nos acontecimentos de Raccoon City. Ele foi referido como um amigo pessoal do CEO, mas finalmente traiu o seu antigo empregador. Imediatamente depois, a licença de negócios da Umbrella foi revogada e uma caçada global foi iniciada com o objetivo de encontrar Spencer, que desapareceu misteriosamente após a destruição da Umbrella. Wesker tomou todas as infra-estruturas da Umbrella que ele tinha recuperado e planejando refazer a sociedade e o seu próprio império, com a qual a liderar levaria o mundo a uma nova era. Ele se reuniria novamente com Spencer e revelar seus planos antes do fim de tudo.

Nos anos seguintes, Spencer manteve-se escondido, certificando-se de que tivesse pouco contato com o mundo exterior. Seu esconderijo foi sua propriedade Europeia, um castelo ao longo da costa do oceano Atlântico. Chris Redfield e Jill Valentine receberam informações de uma fonte confiável sobre a localização de Spencer e na esperança da prisão Spencer e de obter informações sobre o paradeiro de Wesker ele foram até lá. Minutos antes de Jill e Chris chegarem, o próprio Wesker fez uma visita a Spencer, que estava esperando por ele. Para grande choque de Wesker, Spencer sempre soube que Wesker tinha tomado o controle de tudo o que vinha ocorrendo ao longo de todos esses anos, até mesmo suas próprias ações, até que os dois começam a discutiram sobre as origens de Wesker. Wesker foi o resultado de experiências genéticas com o Progenitor Virus, juntamente com milhares de outros, conhecidos os "Crianças de Wesker." Spencer revelou que seu objetivo era criar uma nova raça de humanos - incluindo Albert - e, portanto, se tornar um deus ao longo do novo mundo. No entanto, de todos os indivíduos "fabricados" Wesker foi o único que sobreviveu, como ele, e as pesquisas em si foram destruídas, juntamente com toda Raccoon City. Como Spencer estava em cadeira de rodas para enfrentar Wesker face a face, Wesker empurra violentamente a mão no peito de Spencer, sussurrando-lhe que o direito de se tornar um deus agora era sua, e nunca tinha sido de Spencer. Wesker brutalmente tira a mão do peito de Spencer, permitindo que ele tombe. Quando Jill e Chris entram no quarto, eles inesperadamente encontram o cadáver de Spencer aos pés de Wesker e uma figura ensanguentada em cima dele. Depois de uma batalha na mansão de Spencer, Wesker e Jill desaparecem e são dados como mortos. O cadáver de Spencer foi deixado no chão de seu castelo.

Sergei Vladimir[editar | editar código-fonte]

William Birkin[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: William Birkin

B.S.A.A.[editar | editar código-fonte]

Jessica Sherawat[editar | editar código-fonte]

Josh Stone[editar | editar código-fonte]

Piers Nivans[editar | editar código-fonte]

Sheva Alomar[editar | editar código-fonte]

Organizações governamentais[editar | editar código-fonte]

Adam Benford[editar | editar código-fonte]

Carla Radames[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Ada Wong

Deborah Harper[editar | editar código-fonte]

foi um burro=== Derek C. Simmouns ===[editar | editar código-fonte]

Helena Harper[editar | editar código-fonte]

Ingrid Hunnigan[editar | editar código-fonte]

Sherry Birkin[editar | editar código-fonte]

Sherry Birkin é uma personagem do video-game Resident Evil 2. Filha dos cientistas, Annette Birkin e William Birkin, Sherry nasceu em torno de 1986. Passou por uma infância difícil, pois seus pais sempre estiveram ocupados com seus trabalhos, ambos trabalhavam para a poderosa Corporação Umbrella, na criação de um vírus, o G-Vírus.

No meio da epidemia viral em Raccoon, no ano de 1998, com doze anos Sherry acaba perdida pela Delegacia até encontrar-se com Claire Redfield, com quem acaba tendo uma amizade.

Dependendo dos cenários, Sherry acaba infectada pelo G-Vírus por seu pai, que agora havia implantado em si mesmo e virado uma terrível criatura, mas Sherry é salva com o antídoto de Claire feito com ajuda de sua mãe. Sherry também carregava um medalhão, que fora depositado pela sua mãe e que continha a última amostra do G-Vírus fora de uma criatura. Depois, ela foge da cidade com Claire Redfield e Leon Scott Kennedy.

O futuro de Sherry é desconhecido. O seu epílogo aparece no Resident Evil 3, na qual mostra um oficial pedindo se ela tinha parentes, mas os seus únicos parentes, sua mãe e seu pai estavam mortos. Claire vai para a Europa atrás de seu desaparecido irmão Chris Redfield, o que nos faz crer que talvez Sherry ficou por algum tempo sob a custódia de Leon ou do governo.

O próprio Albert Wesker, um dos vilões da série, admite que ela tem muito a dizer.

A personagem Angela Ashford do filme Resident Evil: Apocalipse pode ter sido inspirada em Sherry Birkin.

Sherry Birkin é uma das protagonistas de Resident Evil 6. Ela ajuda o filho de Albert Wesker, Jake Muller, que possui um anticorpo para um novo tipo de vírus.

Sherry agora é uma agente contratada pelo governo, e em meio a um conflito na Europa, ela encontra se com Jake Muller, filho de Albert Wesker. É sabido que os 2 possuem super habilidades, mas enquanto Jake é um cara frio e sem sentimento algum, Sherry é uma mulher meiga, que será fundamental na construção deste novo protagonista.

Ela se encontra novamente com Leon, este que começa a questioná-la de e o porquê dela estar ali.Mas a garota ainda tem um grande carinho por Leon e Claire.

Outros personagens[editar | editar código-fonte]

Annette Birkin[editar | editar código-fonte]

Annette é uma cientista extremamente dedicada, mas se considera um fracasso como mãe. Annette não permite intrusos no laboratório da Umbrella, e fará de tudo para eliminar Claire, Leon e Ada. Ela ajudou seu marido, William, a desenvolver o G-Vírus, deixando de cuidar de sua filha Sherry e ao descobrir que a filha está perdida no R.P.D., Annette se desespera, ao lembrar-se de que a única amostra restante do G-Vírus está no pingente da garotinha. Ela sabia que seu marido não imaginou que Raccoon City seria condenada a morte. Annette desmaia quando uma canoa acerta na cabeça, reunindo suas ultimas forças ainda acerta um tiro em Ada que queria roubar a amostra do G-vírus de Leon Scoott Kennedy, depois ela morre, e Ada cai da passarela e por pouco não morre, sendo salva depois por Wesker.

Ark Thompson[editar | editar código-fonte]

Ashley Graham[editar | editar código-fonte]

Ashley Graham é a filha do presidente dos EUA, durante os eventos de Resident Evil 4, e é seqüestrada por uma organização misteriosa durante uma viagem de regresso a sua casa. Como Leon S. Kennedy, é objetivo do jogador para determinar o paradeiro de Ashley e resgatá-la de seus captores qualquer momento ela está em perigo.

Quando o jogador está com Ashley, é seu dever de protegê-la de qualquer inimigo de entrada e impedir de ser levada por ele. O jogador também pode dar comandos simples para Ashley, enquanto no jogo. Ashley também é brevemente jogável no castelo. 

BIOGRAFIA

Em 2004 , Ashley foi raptada por Jack Krauser , um mercenário que trabalha para Osmund Saddler dos Los Iluminados , enquanto voltava para casa de sua faculdade em Massachusetts. Ela é levada para uma aldeia remota em algum lugar na Espanha, onde ela está aparentemente mantida como refén pelos Los Iluminados . Depois de receber informações sobre o paradeiro de Ashley , o governo dos EUA envia o agente Leon para investigar a área. Ele descobre que os moradores locais são realmente membros de Los Iluminados , convertidos às suas crenças através de organismos parasitas conhecidos como Las Plagas . Leon encontrou Ashley em uma igreja nos arredores da aldeia. Pouco tempo depois, os dois se encontraram com o líder da seita , Saddler , que revelou que Ashley (assim como Leon ) é hospedeira dos parasitas Plaga , e que Saddler estava planejando devolver Ashley ao Presidente , a fim de se infiltrar e destruir o Governo dos EUA a partir de dentro . Depois de escapar Saddler e os aldeões , os dois encontraram seu caminho para o castelo de Ramon Salazar , e mais tarde , em um complexo na ilha de Saddler . Ashley foi repetidamente recapturada por Los Iluminados durante a missão de Leon e, posteriormente, resgatada . Dentro do complexo da ilha , os dois encontraram uma máquina de cirurgia a laser construída por Luis Sera com a finalidade de remover uma Plaga internamente a partir do corpo do hospedeiro . Leon e Ashley usaram a máquina em si, destruindo seus parasitas Plaga e, assim , removendo o controle que Saddler tinha sobre eles. Após Saddler ser eliminado , Leon e Ashley fez a sua fuga da ilha em colapso em um jet ski deixada por Ada Wong. Ashley ofereceu a Leon para vir para o seu lugar para " algumas horas extras " , que Leon recusou educadamente . Posteriormente, a ambos são apanhados pelas autoridades do governo dos EUA .

Billy Coen[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Billy Coen

Bruce McGivern[editar | editar código-fonte]

Um dia, na sede Umbrella de Paris, um dos membros R&D da Umbrella, Morpheus D. Duvall, rouba uma das amostras do T-Virus. Após isso, ele, secretamente, parte para um cruzeiro financiado pela Umbrella, que também levava alguns fracos do vírus. Lá, ele acaba encontrando Bruce McGivern, um agente de uma corporação Antí-Umbrella, que estava no cruzeiro para roubar o T-Virus e provar que a Umbrella não era uma empresa farmacêutica, e sim uma empresa que desenvolvia virús prejudiciais a humanidade. No encontro entre os dois, uma figura feminina joga uma granada onde os dois estavam (na proa no navio), fazendo com que o vírus que estava nas mãos de Morpheus se disperse pelo cruzeiro.

Bruce, ao adentrar no navio, acaba descobrindo que ele foi infestado completamente, e todos os passageiros se tornaram mortos-vivos. Durante suas tentativas de de roubar o vírus e sair vivo, ele encontra a tal garota que jogou a granada na sua direção. Seu nome é Fong Ling, uma espiã chinesa que também quer roubar o vírus em prol do governo da China, que estava interessado no vírus. No começo eles são rivais, mas para sair vivos eles acabam desenvolvendo um tipo de amizade, que mais tarde se tornaria amor. Durante um "passeio" mais adentro do navio, Bruce reencontraMorpheus, só que numa forma de mutação (muito parecido com uma mulher, que alem de ter seios, tem forma e voz feminina). Após alguns encontros com essa criatura, Bruce acaba fazendo com que Morpheus se torne uma criatura mais deformada. Após muitos eventos, o cruzeiro acaba explodindo por estar fora de rota e bater numa colina. Bruce e Fong conseguem fugir antes da explosão e acabam numa ilha de propriedade da Umbrella, onde havia um velho laboratório da empresa.

Bruce,mais tarde,acaba por reencontrar Morpheus, e após mais uma luta, Morphues fica numa forma deformada. Depois desta ultima luta, Bruce consegue atirar na cabeça da criatura, porém, como consequência, ela acaba crescendo aceleradamente de tamanho, fazendo com que o lugar exploda.

Bruce e Fong conseguem entrar em um bote salvavidas e usam um sinalizador para conseguir resgate. Enquanto presos no bote, Bruce convida Fong para morar junto a ele na américa, e se beijam.

Fong Ling[editar | editar código-fonte]

Jack Krauser[editar | editar código-fonte]

Em 2002, antes da destruição da Base Russa da Umbrella, Krauser, um agente experiente, (ex-membro do SOCOM dos EUA - US Special Operations Command) foi selecionada para ser o parceiro de Leon S. Kennedy, devido à natureza difícil da operação.

Eles são enviados para um pequeno país da América do Sul como parte de um destacamento militar secreto, os agentes foram informados de que um ex-pesquisador da Umbrella chamado Javier Hidalgo estava em um pequeno estado sul-americano.

Krauser e Leon haviam sido enviados em uma missão pelo governo dos EUA para se infiltrar na mansão Javier localizada em uma pequena Amparo. Encontrar Javier é o seu objetivo, já que ele é um traficante que tomou de fato o controle sobre uma grande área de selva. Ele governa toda a área absolutamente. O governo pequeno é incapaz de fazer qualquer coisa sobre o controle de Javier do tráfico de drogas, por isso Krauser e Leon foram chamados.

O governo dos EUA recebeu informações de que krauser era um antigo pesquisador da Umbrella, de alguma forma entrou na região. Fontes indicam que algo estranho está acontecendo, mas não há informações precisas que podem ser obtidas. Não querendo correr o risco de um incidente de risco biológico, uma agência secreta militar envia Leon e Krauser para esta região volátil para determinar o que, de alguma coisa, está acontecendo.

Pouco tempo depois eles chegam ao ponto de sua zona de queda (da Selva), mas antes de chegar na vila de Mixcoatl, Krauser diz a Leon que não acredita em armas biológicas . Leon especula que ele vê o inimigo como sendo o mesmo para ele.

Eles se viram obrigados a cooperar na prostituiçao uma célula de dois homens em uma epidemia do T-Virus. Durante a sua cooperação, torna-se mais interessados ​​em experiências de Leon no incidente de Raccoon City Destruição . Depois de aprender tanto com Leon quanto ele pode, ele percebe que o inimigo que estamos enfrentando é totalmente novo para ele, e assim começa a perceber que BOWs realmente existem. Ao chegar dentro Mixcoatl, Leon e Krauser estão confrontados com a residência zombified da aldeia, antes de encontrar o seu guia de mortalmente ferido também. Eles logo lutar passado os vários BOW, que eles encontraram, apenas para encontrar uma garota misteriosa, chamada Manuela Hidalgo, juntamente com um BOW anfíbio feroz que logo conseguem derrotar por enquanto.

Leon e Krauser são guiados por Manuela através barragem maciça de Javier, só para encontrar BOWs, então, foi revelado que a jovem é na verdade filha de Javier, e que tinha sido infectada com o vírus Veronica, antes de ser separado dela por homens de Javier. Como Leon e Krauser, eventualmente, lutaram pela barragem e reuniram-se com Manuela mais uma vez, eles descobrem que ela administrou o vírus, a fim de salvá-la de uma doença terminal que ela e sua mãe continham, com isso,Manuela concorda em levá-los para seu pai na mansão.

Ao longo do caminho, Krauser, preocupado com as possíveis transformações que Manuela poderia sofrer devido ao vírus Veronica, aprende de Leon está sendo enviado para esta missão sob as ordens diretas do presidente, a fim de eliminar completamente o vírus. Embora Krauser concorda em ajudar Leon, no fundo, ele começa a sentir inveja , rancoroso, da elite de Leon , Krauser se sentia apenas um peão.

Como os dois fazem o seu caminho através de mansão de Javier, Krauser continua a contemplar a missão. Ele logo descobre-se concordando com a mentalidade de Javier de "se tornar mais forte para sobreviver", e ele cresce cada vez mais ressentida com Leon. Isto leva Krauser ficar obcecado com o poder do vírus Veronica.

Enquanto os três fazem o seu caminho até um armazém, que encontrar a verdade sobre o controle de Manuela sobre o vírus: Ela tem os seus órgãos vitais regularmente transplantados de meninas seqüestradas, a fim de reduzir a dor do vírus, e para manter sua mente forte . Javier, em seguida, envia o mesmo arco anfíbio que Krauser e Leon encontrou mais cedo, apenas para descobrir que Manuela pode mantê-lo de atacar pelo canto.

À medida que tentam protegê-la, Krauser acaba tendo seu braço esquerdo empalado pela besta, ferindo gravemente a ele obtendo em seu braço ferido o " T Veronica Virus" , antes que ele e Leon aprender que o arco é realmente a mãe de Manuela, Hilda .

Como se funde com Javier Usina Veronica, tornando-se o "V Complex" arma bio, Leon, Krauser e Manuela trabalhem juntos para derrotá-lo. Todo o tempo, Krauser se torna mais e mais convencido de que o poder deste vírus é benéfico, e que destruí-la seria um erro. Ele torna-se assim plenamente convencido de que ele deve se tornar mais forte, vendo Leon como um "covarde", e decidir que ele vai se tornar mais poderoso.

Depois de destruir Javier uma vez por todas, Manuela é levado em custódia do governo dos EUA, enquanto Krauser se pretende procurar Wesker, para que ele possa ganhar mais força. Seu braço não se recuperar totalmente, e ele é, assim, retirado da comissão do Exército dos EUA, aumentando ainda mais sua raiva e inveja, antes que ele logo iria cair ainda mais na escuridão onde forja a sua morte para fazer trabalhos como mercenário para Wesker.

Lisa Trevor[editar | editar código-fonte]

Lisa no Resident Evil de 2002.

Lisa Trevor aparece no remake de Resident Evil para Nintendo Gamecube e no Resident Evil: The Umbrella Chronicles para o Nintendo Wii. É apenas mencionada no Resident Evil Original. Lisa é descrita como uma abominação monstruosa, e também foi usada como um teste pela Umbrella Corporation em uma tentativa de produzir os soldados super perfeitos, assim como Tyrants.[19]

Lisa Trevor é filha de Jessica e de George Trevor. George, um arquiteto respeitável de New York, é empregado para projetar um mansão para Ozwell E. Spencer, que serviria mais tarde como a mansão de Resident Evil. Ao supervisionar a construção da mansão, George descobre que o mansão serviria apenas de fachada, hospedando um laboratório secreto subterraneo. Spencer descobre a suspeita de George, e decide eliminar alguma possibilidade de uma publicidade sobre o laboratório: Convida a família de George à viajar a mansão para passar as férias. Lisa, atualmente uma estudante, chega a mansão com sua mãe aproximademante em meados de 1960, onde George estava muito preocupado com trabalho, opta juntar-se mais tarde sua família. Spencer aproveita este momento e logo captura Lisa e Jessica. Quando vai informar a George que sua família tinha deixado temporariamente a mansão, Spencer sela-o permanentemente dentro de uma prisão na mansão, onde ele resistiu por um bom tempo.[20]

Em 10 de novembro de 1967, algum tempo após a morte por fome de George, dispondo de Lisa e Jessica, Spencer decide-se usá-las para a experimentação. Durante os testes, foi administrada uma amostra do vírus Progenitor tipo A em Jessica, e à Lisa foi administrada uma amostra do tipo B. Enquanto Jessica foi morta pelo vírus não ter feito efeito algum, Lisa, por sua vez, revelou-se como uma cobaia de grande potencial. As entradas da mansão e do relatório de Albert Wesker revelam que Lisa estêve exposta numerosas vezes aos Progenitor Virus incluindo os vírus Ebola e o G-Vírus.[20][21][22]

Como já mencionado anteriormente, as mutações de Lisa deformaram terrivelmente sua constituição física. O rosto horrível de Lisa é parcialmente mascarado por camadas de carne de suas vítimas. Durante algumas cenas, pode ser capaz de detectar um dos olhos misteriosos Lisa através de um pequeno buraco em sua máscara. Seus braços enormes e corcundas dão-lhe uma aparência orangotango. Veste-se com um vestido de hospital esfarrapado e tem as mãos unidas por um par de algemas de madeira revestidas com ferro. Há também um tumor ocular, como visível nas costas, sinal típico do G-vírus. Lisa pode, portanto, receber quantidades consideráveis ​​de danos, porém quando atacada numerosos tentáculos emergirão de seu corpo e ondularão violentamente a cada ataque, sinal típico do vírus NE-α usado na criação de Nemesis.[20][23]

Lisa é incapaz de usar um nível mais elevado do pensamento e, por conseguinte, em conformidade com uma natureza mais animal, os lamentos e gritos de Lisa podem ser ouvidos em várias partes da mansão. No entanto, deve notar-se que Lisa foi capaz de iniciar um incêndio, a fim de aquecer-se, bem como escrever algumas linhas, de maneira grosseira, em seu diário. Ela também é capaz de grasnar algo como "Mãe" ao encontrar o crânio de sua mãe.[20]

O vírus que alterou o corpo e a mente de Lisa, forneceu os dados que foram usados mais tarde produzir Tyrant, um tipo especial de Super Soldado criado pela Umbrella Corporation. Adicionalmente, o relatório de Wesker revela que ela foi exposta ao NE-α parasita, e que ajudou a Umbrella a criar o G-Vírus e o "Tyrant Nemesis" este que foi caracterizado no Resident Evil 3: Nemesis, mas o seu corpo o dominou e ele desapareceu enquanto tentava invadir o sistema nervoso central da garota.[21][24]

Em um diário que Lisa mantinha, apesar de seus baixos níveis de consciência, a garota relata um desses acontecimentos. A fim de pacificar Lisa, que tinha sido separada de sua mãe durante a sua prisão, a Umbrella enviou funcionárias disfraçadas de pais de Lisa para proporcionar a ela uma sensação de segurança. No entanto, Lisa foi capaz de reconhecê-los como impostores e violentamente os mataram. Umbrella fez repetidas tentativas de subjugar Lisa, porém todas falharam quando ela arrancava os rostos das vítimas colocando-os sobre o seu próprio. Assim, Lisa foi ficando cada vez mais mentalmente instável e só cresceu sua obsessão por encontrar sua verdadeira mãe para que ela pudesse "dar de volta o seu rosto".[20]

Após a extração do G-vírus de Lisa, a Corporação Umbrella perdeu o interesse por ela. Conforme o tempo passou, a solidão e as mutações de Lisa levaram-la a tornar-se cada vez mais violenta. Em uma ocasião, ela brutalmente agrediu e matou três pesquisadores de laboratório.[25] Como Lisa agora era vista como ameaça, funcionários da Umbrella Corporation foram chamado para a destruição de Lisa. Por muitas vezes, em 1995, Lisa foi supostamente morta em uma área não revelada da propriedade de Spencer. No entanto, o excesso de experiências efectuadas em Lisa havia a deixado imune a quase todas as formas golpes físicos, tornando-a imune a todos os tiros, na medida em que um míssil antitanque teve pouco ou nenhum efeito sobre ela. Mesmo com sua morte "confirmada" após três dias de monitoramento seus sinais vitais, ela foi capaz de recuperar sua vida algum tempo depois de ser despejada neste local desconhecido.[20]

Inicialmente em Lisa foi administrada a variação do "tipo B" do vírus Progenitor. Depois que ela serviu como um teste para mais experimentos biológicos. Lisa foi capaz de sobreviver a todos os testes, independentemente da potência do vírus ou parasita implantado. Foi injetado um exemplar do tipo NE-α em que, para surpresa dos pesquisadores da Umbrella", Lisa não só superou a amostra, mas também conseguiu absorver e adaptar os seus poderes em seu sistema.[20]

Os principais ataques de Lisa incluem lançar-se em direção a seu inimigo e atingi-lo com sua corrente e algemas. No entanto, o verdadeiro poder de Lisa é imortalidade, como ela é capaz de tomar grandes quantidades de dano e ainda consegue levantar-se depois de um tempo de regeneração extremamente curto.[20]

Marvin Branagh[editar | editar código-fonte]

Marvin era um oficial da Raccoon City Police Department. Marvin foi muito respeitado, com seus companheiros de polícia considerando-o um dos melhores oficiais do RPD, já que era agradável e ético. Em termos de carreira, Marvin era um ótimo detetive.

Marvin estava respondendo a uma ocorrência na cidade, quando o surto em Raccoon City começou, deixando a cidade no caos. Cercado por zumbis, Marvin foi resgatado pela UBCS. Não desperdiçando tempo, Marvin rapidamente auxiliou a UBCS na busca de sobreviventes.

Após a U.B.C.S. ser dizimada, Marvin percebeu que a situação da cidade estava fora de controle, e assim, enquanto ainda estava servindo na delegacia, reuniu um pequeno grupo de sobreviventes. Mas a delegacia foi infiltrada por zumbis e rapidamente se tornou um lugar inseguro.

Mantendo a calma, Marvin organizou os sobreviventes em equipes de busca, determinado-as para que encontrassem uma rota alternativa de fuga. Pouco antes de o grupo de resgate chegar, Marvin foi mordido fatalmente por todo o peito por um zumbi. Sabendo que estava condenado, já que havia sido infectado, Marvin decidiu permanecer na delegacia, se trancando em um escritório. Pouco depois caiu inconsciente devido às lesões e mais tarde foi descoberto por Jill Valentine, quando ela fugiu para a delegacia para escapar do Nemesis. Jill pensou que ele estava morto.

Marvin ferido permaneceu no escritório até Leon Scott Kennedy (ou Claire Redfield, dependendo do cenário) chegar. Marvin informou a Leon (ou Claire) o destino de Chris Redfield, Jill Valentine e os outros Stars, na sequência do Incidente da Mansão. Marvin alertou que ele e os outros policiais da RPD não acreditou em suas advertências sobre os experimentos da Umbrella Corporation.

Um tempo depois, Marvin sucumbiu aos seus ferimentos e se transformou em um zumbi. Leon ou Claire estava presente quando isso ocorreu e foram forçados a matá-lo.

Luis Sera[editar | editar código-fonte]

Osmund Saddler[editar | editar código-fonte]

Steve Burnside[editar | editar código-fonte]

Criaturas[editar | editar código-fonte]

Nemesis[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Nemesis (Resident Evil)

Tyrant[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Tyrant (Resident Evil)

Personagens exclusivos dos filmes[editar | editar código-fonte]

Alice[editar | editar código-fonte]

Alice trabalhava na Umbrella Corporation, como mostra o filme (O Hospede Maldito), ela torna-se uma B.O.W potente após testes feitos pela Umbrella Corporation em (Apocalypse), no filme a cidade de Raccoon City fica em estado de Emergência após a invasão dos Zumbis que estavam na ''Colmeia'', Alice, Jill Valentine, L.J e Carlos Oliveira fazem de tudo para sobreviver aos Zumbis. Agora o Apocalypse é Mundial em (A Extinção) Alice se encontra com Claire Redfield e Carlos Oliveira já conhecido, eles lutam contra o apocalypse total, para irem ao Alaska com outras pessoas para sobreviverem. Em (Recomeço) eles ficam mais perto de chegar ao Alaska, Claire, Chris, Alice e outros, lutam contra novas ameaças, principalmente de Albert Wesker, o criador da Umbrella, no fim, Jill Ataca o navio aonde estavam todos e capturam Alice, K-Mart, Chris e Claire. Em (Retribuição), um clone de Alice, Carlos e uma Garota chamada Becky, vivem como uma família no Subúrbio até que o ataque Zumbi ''Recomeça'', Alice Original, apareçe e junto há Ada encontra Becky que para ela, Alice é sua Mãe. no fim Albert, Alice, Ada, Leon e Jill apareçem juntos preparados para a Luta final em (O Capítulo Final).

Rain Ocampo[editar | editar código-fonte]

Uma personagem ficticia dos filmes Resident Evil. Aparece pela primeira vez no primeiro filme (O Hospede Maldito) na forma humana, onde era membro da STARS, foi a mais forte depois da Alice, ela morre com um tiro na cabeça depois de ser mordida na mão. Aparece no ultimo filme como uma clone sua. Depois de uma luta dura com Leon, Ada e Alice, ela mostra seu poder de Regeneração por levar varios tiros. Morre após cair em um lago infestado de Zumbis, mas aparece viva e estará em O Capítulo Final.

Matt Addison[editar | editar código-fonte]

Apareçe apenas no Primeiro filme (O Hospede Maldito), como amigo de Alice, e ex-trabalhador da Umbrella, ele é arranhado por um dos monstros Zumbis, no fim, ele é levado por Homens com roupas brancas. No segundo filme (Apocalypse) ele vira o grande temido vilão Nemesis, que no final se lembra de Alice e a Defende mais é morto no lugar dela.

K-Mart[editar | editar código-fonte]

Amiga de Claire, que apareçe apenas nos filmes (A Extinção e Retribuição). E possívelmente voltará no último filme da franquia.

Referências

  1. «Ada Wong - REVIL Wiki». REVIL. Consultado em 01 de fevereiro de 2016. 
  2. «Albert Wesker - REVIL Wiki». REVIL. Consultado em 01 de fevereiro de 2016. 
  3. «Live Action Intro Actors». ResidentEvil. Consultado em 02 de fevereiro de 2016. 
  4. «Claire Redfield - REVIL Wiki». REVIL. Consultado em 01 de fevereiro de 2016. 
  5. «Chris Redfield - REVIL Wiki». REVIL. Consultado em 02 de fevereiro de 2016. 
  6. «Chris Redfield - Behind the Voice». Behind the Voice. Consultado em 02 de fevereiro de 2016. 
  7. «Live Action Intro Actors». ResidentEvil. Consultado em 02 de fevereiro de 2016. 
  8. a b c d «STARS Members». GameSpot. Arquivado desde o original em 26 de outubro de 2007. Consultado em 19 de fevereiro de 2013. 
  9. a b c Harradence, Mike (19 de fevereiro de 2010). «In the Spotlight: Barry Burton» (em inglês). PlayStation Universe. Consultado em 19 de fevereiro de 2013. 
  10. Hawkins, James (21 de outubro de 2010). «The Top Ten Supporting Characters In Video Game History» (em inglês). Joystick Division. Consultado em 20 de fevereiro de 2013. 
  11. Resident Evil Archives BradyGames/Capcom [S.l.] ano. p. 136. ISBN 0-7440-0655-4. 
  12. «Richard Aiken» (em inglês). IGN. Consultado em 2 de março de 2013. 
  13. Meikleham, Dave (12 de março de 2009). «RIP: The Resi characters that croaked it» (em inglês). GamesRadar. Consultado em 2 de março de 2013. 
  14. «Resident Evil: Deadly Silence Hints & Cheats» (em inglês). GameSpot. Consultado em 2 de março de 2013. 
  15. Resident Evil Zero BradyGames Official Strategy Guide, p. 19
  16. Capcom (2000). Manual de instruções de Resident Evill 3 para Dreamcast.
  17. Addison, Matt (1º de abril de 2009). «Umbrella Corporation requests bailout» (em inglês). GameSpot. Consultado em 3 de março de 2013. 
  18. (outubro de 2007) "Resident History". GameAxis Unwired p. 76. SSN 0219-872X.
  19. residentevildatabase.com. «Lisa Trevor» (em inglês). Consultado em 21 de novembro de 2012. 
  20. a b c d e f g h ResidentEvil Wiki. «Lisa Trevor» (em inglês). Consultado em 21 de novembro de 2012. 
  21. a b REVIL - residentevil.com.br. «Lisa Trevor». Consultado em 21 de novembro de 2012. 
  22. ResidentEvil Wiki. «Resident Evil: The Umbrella Chronicles» (em inglês). Consultado em 21 de novembro de 2012. 
  23. Rely On Horror (31 de outubro de 2011). «reHorror: And the scariest Resident Evil game of all time is…» (em inglês). Consultado em 21 de novembro de 2012. 
  24. IGN (6 de Fevereiro de 2011). «Lisa Character Analysis» (em inglês). Consultado em 21 de novembro de 2012. 
  25. ResidentEvil Wiki. «Resident Evil» (em inglês). Consultado em 21 de novembro de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Esta lista está incompleta. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-a.