Lista de temporadas de ciclones tropicais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bacias de formação de ciclones tropicais. Cada bacia tem a sua própria temporada ciclônica predeterminada

Os ciclones tropicais (também chamados de furacões no Oceano Atlântico e no Oceano Pacífico ao norte da linha do Equador e a leste da Linha Internacional de Data,[1][2] de tufões no Oceano Pacífico ao norte da linha do Equador e a oeste da Linha Internacional de Data,[1] de tempestade ciclônica no Oceano Índico ao norte da linha do Equador,[1] ou simplesmente ciclones em outras regiões do mundo[1]) tendem a se formar durante o verão e o outono, quando a temperatura da superfície do mar está superior a 26,5°C.[3] Por isso, a época propícia para a formação de ciclones tropicais é normalmente chamada de temporada de ciclones tropicais ou temporada ciclônica.[4] Cada região ou bacia oceânica tem o seu próprio período predefinido para o início e o término da respectiva temporada ciclônica, que é definida pelo Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) responsável por cada bacia oceânica.[4] Os CMREs são designados pela Organização Meteorológica Mundial (OMM) para atuar na monitoração dos ciclones tropicais pelo mundo, sendo que cada uma atua dentro de sua área de responsabilidade definida pela OMM.[5]

Oceano Atlântico norte[editar | editar código-fonte]

No Oceano Atlântico, ao norte da linha do Equador, a temporada ciclônica, ou temporada de furacões, começa em 1 de Junho e termina em 30 de Novembro de cada ano. O pico de atividade dos furacões no Atlântico norte varia entre Agosto e Outubro.[4][6] A seguir, está apresentada uma lista das temporadas de furacões no Atlântico por ano:

Oceano Pacífico nordeste[editar | editar código-fonte]

No Oceano Pacífico, ao norte da linha do Equador e a oeste do meridiano 140 W, a temporada ciclônica, ou temporada de furacões, começa em 15 de Maio e também termina em 30 de Novembro de cada ano. Assim como no Atlântico, o pico de atividade também varia entre Agosto e Outubro no Pacífico nordeste.[4][6]

No Oceano Pacífico centro-norte, ao norte da linha do Equador e entre a Linha Internacional de Data e o meridiano 140°O, a temporada ciclônica, ou temporada de furacões, começa em 1 de Junho e termina em 30 de Novembro.[4][7]

A seguir, está apresentada uma lista das temporadas de furacões no Pacífico nordeste e centro-norte por ano:

Oceano Pacífico noroeste[editar | editar código-fonte]

No Oceano Pacífico noroeste, ao norte da linha do Equador e a oeste da Linha Internacional de Data, assim como no mar da China Meridional, não há uma época predefinida para o começo ou o término das temporadas, já que os ciclones tropicais (neste caso os tufões) podem se formar a qualquer época do ano. No entanto, os ciclones tropicais tendem a se formar entre Abril e Janeiro.[4][8] A seguir, está apresentada uma lista das temporadas de tufões no Pacífico por ano:

Oceano Índico norte[editar | editar código-fonte]

No Oceano Índico norte, ao norte da linha do Equador, assim como no Pacífico noroeste, não há uma temporada com datas de início e fim predeterminadas. No entanto, os ciclones tropicais nesta região oceânica tendem a se formar entre Abril e Dezembro, com picos em Maio e em Novembro.[4][9] A seguir, está apresentada uma lista das temporadas de ciclones no Oceano Índico norte por ano:

Oceano Índico sudoeste[editar | editar código-fonte]

No Oceano Índico sudoeste, ao sul da linha do Equador e a oeste do meridiano 90 E, a temporada ciclônica começa em 15 de Novembro e termina em 30 de Abril de cada ano, com picos geralmente em Março.[4][10] A seguir, está apresentada uma lista das temporadas de ciclones no Oceano Índico sudoeste por ano:

Região da Austrália[editar | editar código-fonte]

A região da Austrália, que engloba o Oceano Índico sudeste, o mar de Arafura, o mar de Timor, o golfo de Carpentária, o golfo de Papua e o mar de Coral, a temporada ciclônica começa em 1 de Novembro e termina em 30 de Abril de cada ano. Assim como no Índico sudoeste, o pico de atividade ocorre geralmente em Março.[4] A seguir, está apresentada uma lista das temporadas de ciclones no Oceano Índico sudoeste por ano:

Oceano Pacífico sul[editar | editar código-fonte]

O Oceano Pacífico sul, ao sul da linha do Equador e entre os meridianos 160°L e 120°O, assim como na região da Austrália, a temporada ciclônica começa em 1 de Novembro e termina em 30 de Abril, com pico de atividade em Março.[4][11] A seguir, está apresentada uma lista das temporadas de ciclones no Oceano Índico sudoeste por ano:

Oceano Atlântico Sul[editar | editar código-fonte]

O Oceano Atlântico Sul, não tem uma temporada de furacões ou tempestades fixa, pois nesse oceano, essas tempestades são extremamente raras. Um Ciclone (Furacão) tropical do Atlântico Sul é todo o tipo de tempestade que se forma em alto mar (entre a costa brasileira e a africana) e apresenta características de furacão, depressão tropical ou tempestade tropical. Dentre as mais recentes tempestades, podemos citar o Furacão Catarina ( atingiu o estado de Santa Catarina ), a tempestade tropical Anita de 2010 ( atingiu o estado de Santa Catarina e Rio Grande do Sul ), o ciclone tropical de Angola de 1991 e o ciclone tropical de 2004 ( atingiu o estado da Bahia ).

Referências

  1. a b c d Chris Landsea. «What is a hurricane, typhoon, or tropical cyclone?». Laboratório Oceanográfico e Meteorológico do Atlântico (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2008 
  2. «Classificação do Catarina». Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Consultado em 26 de outubro de 2008 
  3. Chris Landsea. «Why do tropical cyclones require 80°F (26.5°C) ocean temperatures to form ?». Laboratório Oceanográfico e Meteorológico do Atlântico (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2008 
  4. a b c d e f g h i j Neal Dorst. «When is hurricane season ?». Laboratório Oceanográfico e Meteorológico do Atlântico (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2008 
  5. «Severe Weather Information Centre». Organização Meteorológica Mundial (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2008 
  6. a b «NHC Archive of Hurricane Seasons». Centro Nacional de Furacões (NHC) (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2008 
  7. «Previous Tropical Systems in the Central Pacific». Centro de Furacões do Pacífico Central (CPHC) (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2008 
  8. «Best Track Data». Agência Meteorológica do Japão (AMJ) (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2008 
  9. «Frequently Asked Questions on Tropical Cyclones». Departamento Meteorológico da Índia (DMI) (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2008 
  10. «Saisons cycloniques précédentes». Météo-France (em francês). Consultado em 26 de outubro de 2008 
  11. «2008/2009 South Pacific tropical cyclone season outlook» (PDF). Serviço Meteorológico de Fiji (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2008 

Ver também[editar | editar código-fonte]