Lista de personagens de Turma da Mônica Jovem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Personagens secundários da revista Turma da Mônica Jovem.

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Os Pais[editar | editar código-fonte]

Dona Luísa[editar | editar código-fonte]

Mãe de Mônica e esposa do Seu Sousa. Apareceu primeiramente na edição 00 entregando o lanche e maleta para seu marido que estava indo trabalhar. Foi uma das heroínas do Imperador e ficou presa numa Katana, na 1ª edição. Uma imagem sua é mostrada na 3ª edição quando o Mestre Caolho mostra os estilos de cada herói. Ela foi libertada na 4ª edição, mas esqueceu de tudo, assim como os outros Heróis do Imperador. Magali sempre a confunde chamando-a de Dona Coisa. Na 5ª edição ela dá conselhos a Mônica que ficou magoada por causa do Cebola, e explica a Magali, Mônica, Denise e Cascuda, as onze coisas que as garotas mais amam. Já na 6ª edição, ela aparece no começo, recebendo as mensagens da filha Mônica, que já estava numa nave rumo à Estação Espacial Hoshi. Aparece também na 9ª edição assistindo a apresentação de Mônica no colégio na peça Romeu & Julieta. Na segunda parte da saga Monstros do Id ela aparece no começo da edição lendo jornal na sala com seu marido e pensando que a Mônica está passando pela puberdade. Em Surge uma Estrela Parte I ela não deixa Mônica ir de saia curta para o show das Star Stars alegando que sabe o que é melhor para ela e tem uma breve aparição depois. Na edição 19 ela atende a ligação de Magali, falando que Mônica está indisposta para falar. Na edição 26 ela ajuda sua filha quando ela ficou chateada por Cebola escolher Carmem para a valsa do aniversário de Marina. Na edição 35 aparece recebendo Magali em sua casa. Em Histórias de Arrepiar ela aparece no início da edição se assustando com Mônica fantasiada de vampira e achando que ela havia virado gótica, além de discutir com ela quando a mesma a chama de velha. Em Amor de Anjo ela aparece primeiramente servindo suco à Nina, depois regando flores com a mesma e depois dando dicas de ecologia para Dona Cebola. No Casamento do Século ela aparece no futuro ajudando Mônica a arrumar o vestido de noiva e mais tarde indo pegar o buquê. Na edição especial em cores Mônica Jovem Lembranças ela faz uma participação especial como uma estátua. Na 64ª ela estranha o comportamento de sua filha (que havia trocado de corpo com Cebola). Na edição 70 ela desmaia quando Mônica diz que ela e Do Contra tiveram um filhote achando que a filha havia engravidado e depois ajudando a cuidar de Fofenho. Em Caçadores de Androides Cebola liga para ela perguntando de Mônica, mas ela diz que a jovem está bem com o namorado simpático dela e que gosta dele mas a felicidade de sua filha vem primeiro. Ela faz uma participação rápida em Sombras do Futuro, onde no futuro do Xavecão ela se refugiou no leste com sua família e costurou as roupas das Amazônicas para a batalha contra Cebola e seu exército. Na edição 80 ela fala para seu marido de que Mônica já está crescida e que ele precisa parar de se preocupar com ela. No final da mesma edição aparece chorando por sua filha ter desaparecido. Na edição 93 ela aparece na realidade alternativa alegando para Cebola de que não tem filha nenhuma. Em Dentuça, Eu? ela inicialmente aparece preocupada com sua filha depois de levá-la ao médico e depois secando a louça quando presencia as dores de cabeça de Mônica se agravarem e marca uma consulta ao dentista. É vista na sala de espera do consultório lendo jornal enquanto Mônica é atendida e se assusta quando ela passa correndo. Em casa, fica preocupada novamente com sua filha perguntando ao marido se ela já havia chegado. Com a onda do #TimeDC e #TimeCebola ela fica do lado do segundo alegando que não quer arriscar a saúde de sua filha por uma simples questão de aparência.

Seu Sousa[editar | editar código-fonte]

Pai de Mônica e marido de Dona Luísa. Trabalha em uma empresa. Apareceu inicialmente na edição 00 indo trabalhar. Ficou traumatizado ao saber que Cascão agora toma banho e levou Mônica e Magali à escola na 1ª edição. Na 5ª edição recebe o telefonema de Dona Luísa no trabalho para transferir um dinheiro para compras. Na 6ª edição, acompanhou as mensagens da filha que já estava na nave rumo à Hoshi e desmaiou quando soube que a filha ia viajar numa dessas naves. Em O Príncipe Perfeito assistiu a peça em que Mônica participou na escola, Romeu & Julieta. Apareceu numa imaginação da Mônica, na 10ª edição, em que o pai ficaria surpreso ao saber que a filha tirou notas muito ruins. Aparece também na edição 16 achando que a filha estava na puberdade. Na 18, leva a filha ao show das Star Stars e reclama com ela devido à saia curta. Em Um Dia de Agito aparece primeiramente discutindo com Mônica em seu quarto e no final da história leva Mônica e Magali ao Shopping West Lemon. Também aparece na edição 35 levando Mônica para o baile à fantasia. Apareceu na edição 46 falando que Mônica tinha uma boa educação, mas acaba levando uma bronca da mesma por ter deixado a luz do banheiro acesa e a torneira aberta. Em O Casamento do Século, aparece no futuro levando Mônica à igreja e depois ao altar. Reaparece depois conversando com o Seu Cebola. Em Sombras do Futuro se refugia no leste do país junto com sua família e ajuda a fazer as roupas das Amazônicas no futuro alternativo. Na edição 80 ele fica preocupado com a saída de sua filha com Do Contra ao circo alegando que só quer ter certeza de que ela está bem. No final da mesma edição fica triste pelo desaparecimento de Mônica. Em Nunca Mais faz uma rápida participação quando Cebola diz que nem os adultos se lembram de Mônica e que seus pais são um casal sem filhos.

Seu Cebola[editar | editar código-fonte]

Pai de Cebola e Maria Cebolinha e marido de Dona Cebola. Ainda continua com seus cinco fios de cabelos, apesar de seu filho Cebola ter seis, já que quando se torna jovem, seus cinco fios se tornam volumosos, formando uma cabeleira alternativa. Por esta razão, Cebola fica fazendo piadas sobre a situação do cabelo de seu pai não ter crescido. Foi um dos Heróis do Imperador e fica preso na Katana na primeira edição e é libertado pela Turma apenas na quarta. Uma imagem sua é mostrada na 3ª edição quando o Mestre Caolho mostra os estilos de cada herói. Tem um carro que o chama de Popó, fato revelado na 5ª edição, e de placa TMJ 2010, como mostra na 20ª edição em que seu filho lava eventualmente e ganha uma grana de seu pai. Na nona edição oferece carona à Cebola e Cascão para ir a escola que é recusada mas depois é aceita pelo primeiro. Em O Dono do Mundo Parte II discute com seu filho falando que ele está passando muito tempo no notebook, mas desiste para assistir um jogo de futebol na televisão. Aparece rapidamente no começo de Um Dia de Agito falando para o filho lavar o carro que ele adianta a mesada e pensando que a turma está estudando matemática e no final leva Cebola e Cascão ao Shopping West Lemon. Na edição 26 ajuda os rapazes da turma a se arrumarem para o aniversário de Marina junto com Antenor. Em O Mundo Do Contra Parte I aparece levando Floquinho no pet shop. Na edição 40 se orgulha do filho começar a jogar xadrez e o aconselha a comprar um tabuleiro. Tem uma rápida participação no meio da história entrando no quarto de seu filho e achando que Mônica estava de cosplay. Estranhamente seus cabelos estavam pretos nessa edição. Em Amor de Anjo recebe uma bronca de Cebola por deixar o computador ligado, depois na imaginação dele ficando desesperado por Maria Cebolinha estar em risco de vida e no final se emociona com o depoimento de sua filha ao repórter. Na edição 50 aparece no futuro se preparando e indo à igreja para o matrimônio de seu filho e depois conversando com o Seu Sousa. Na edição 52 Mônica pergunta como os pais de Cebola deixaram ele ir para a França e Sofia fala que Penha os hipnotizou. Na edição 56 Cebola menciona ele quando diz que seus pais não deixam ele ter outro cachorro. Em Conflito de Gerações ele tem um papel importante sendo considerado o co-protagonista da edição. Nela ele não permite Cebola ir ao Monte do Desafio e tenta o impedir de todas as maneiras a desistir da ideia, inclusive o colocando de castigo. Quando o jovem engana todos e vai de qualquer jeito e fica perdido e apurado pela mata ele vai atrás e consegue encontrá-lo e ajudá-lo. Também é revelado nesta edição que quando criança ele era escoteiro. Depois de um tempo sumido voltou na edição 95, que assim como todos os maiores de quinze anos vira estátua, sendo que virou quando ia trabalhar. Voltou ao normal no final da história assim como todos. Curiosamente seu cabelo cresceu nesta edição ficando igual ao seu filho.

Dona Cebola[editar | editar código-fonte]

Mãe de Cebola e Maria Cebolinha e esposa do Seu Cebola. Até onde se sabe, é uma mãe muito cuidadosa com sua casa e preocupada com seu filho, o qual ela vê estudar pouco as matérias do colégio e levar muito tempo na internet e jogando no computador. Principalmente quando ele é delatado pela irmã, Maria Cebolinha. Aparece na primeira edição no café da manhã da família falando sobre a dislalia de seu filho. Em O Príncipe Perfeito aparece recebendo Cascão em sua casa e sendo corrigida por Cebola quando o chama de Cebolinha. Na saga O Dono do Mundo ela aparece na primeira parte estranhando seu filho não querer falar com Mônica e jogando no computador mesmo estando de repouso. Na segunda parte tem uma participação rápida perguntando o que houve com Maria Cebolinha. Na edição 20 acha que a turma está estudando quando na verdade estavam contando dinheiro para saírem. Na edição 23 fica orgulhosa por seu filho ter tirado dez na prova e depois reclama por sua filha estar assistindo um programa de brigas na televisão mas muda de ideia quando as participantes começam a rir. Em O Aniversário de 15 Anos da Marina Parte I auxilia Cebola o ajudando a dançar valsa alegando ser a melhor dançarina do bairro. Em O Plano N° 1 ela ajuda as meninas a prepararem uma surpresa para seu filho. Em Amor de Anjo ela primeiramente recebe dicas de ecologia da Dona Luísa e depois é vista no pensamente de Cebola em que fica desesperada em ver que Maria Cebolinha corre perigo na enchente. No final fica emocionada com o depoimento que a garota dá para o repórter. Na edição 49 aparece rapidamente falando à Cascão que seu filho saiu com um amigo. Na edição 50 ela aparece no futuro emocionada com seus filhos já crescidos e depois na igreja indo pegar o buquê. Na edição 51 ela não aparece mas Cebola diz para ela não abrir a porta que ele irá abrir. Na edição 52 Mônica pergunta como os pais de Cebola deixaram ele ir para a França e Sofia fala que Penha os hipnotizou. Na edição 56 Cebola menciona ela quando diz que seus pais não deixam ele ter outro cachorro. Em Um Novo Amor? recebe Mônica em sua casa. Em Nunca Mais fica preocupada com Cebola que ficou deprimido na realidade alternativa. Na edição 95 assim como todos os maiores de quinze anos do bairro ela vira estátua, sendo que virou no momento em que beijaria seu marido antes dele ir trabalhar. Voltou ao normal no final da história assim como todos.

Seu Antenor[editar | editar código-fonte]

Pai de Cascão e marido de Dona Lurdes. Fica raivoso quando seu filho Cascão demora no banheiro, não porque toma muito banho, mas porque usa muito gel e recentemente se preocupa com o cabelo, fato revelado na primeira edição. Antenor foi um dos Heróis do Imperador, ficou preso numa Katana e foi libertado não se lembrando de mais nada. Muito desastrado, tropeçou duas vezes em formigas. Uma imagem sua é mostrada na 3ª edição quando o Mestre Caolho mostra os estilos de cada herói. Na 5ª edição, fez uma participação rápida na última história achando que seu filho lavaria o carro. Na 11ª edição, ficou cheio de orgulho por saber que o Cascão ajudou a ganhar a semifinal do Campeonato de Futebol. Mas achou ele meio louco, quando seu filho disse que viu um robô no telhado de sua casa. Aparece também na edição 26, ajudando os meninos a se arrumarem para o aniversário de Marina. Em Histórias de Arrepiar ele participa da lenda que Cascão conta em que o pai fica nervoso e desapontado com ele devido aos maus modos. Tem uma grande participação em Somos Todos Nerds onde ele procura seu filho durante quase toda edição na Comic Con que ele e seus amigos foram. Ao final se fantasia de Darth Vader e recria uma das cenas mais clássicas do cinema. Na edição 95 Cascão o menciona quando diz que seus pais viraram estátuas sendo que aparece mais tarde confuso na escola quando todos que viraram estátua voltaram ao normal.

Dona Lurdes[editar | editar código-fonte]

Mãe de Cascão e esposa de Seu Antenor. Apareceu na 1ª edição, falando apenas "Querido" ao seu marido quando ele reclama por Cascão estar demorando no banheiro. Em Ser ou Não Ser? Parte II ela faz uma rápida participação quando seu filho quebra o chuveiro. Em Histórias de Arrepiar ela aparece na lenda que Cascão conta em que a mãe fica triste pelos maus modos do filho. Em Amor de Anjo aparece comprando um desodorante. Na edição 49 ela aparece limpando a casa e estranhando Cascão. Ela fica assustada quando a cozinha fica toda suja já que ela tinha acabado de limpar. Ela aparece depois estranhando seu filho o chamando de corpo mole e perguntando porque ele não vai tomar café. Também tem participação em O Monstro do Mar limpando a casa e oferecendo vitaminas a seu filho. Ela aparece de novo perguntando a Cascão se ele estava bem e mais tarde quando ele vai pegar comida na geladeira ela fala que quando ele quiser pode contar o que está fazendo no quarto. Por fim ela aparece quando ia tomar banho e se assusta com Adamastor na banheira e manda Cascão tirá-lo de lá. Na edição 66 ele o menciona indiretamente quando chama por "Mamãe". Na edição edição 79 ela é vista no futuro alternativo costurando as botas das Amazônicas. Em Somos Todos Nerds ela leva a Turma até a Comic-Con e depois aparece para buscá-los revelando que é fã de rock. Na edição 95 ela é mencionada quando Cascão diz que seus pais viraram estátuas, sendo que depois ela aparece na imaginação de Cebola e uma provável silhueta sua é vista no final da edição, quando ela e todos que viraram estátuas voltam ao normal.

Dona Lina[editar | editar código-fonte]

Mãe de Magali e esposa do Seu Carlito. Apareceu na 1ª edição e revelou ser uma dos quatro heróis do Imperador tendo ficado presa em uma katana no final. Uma imagem sua é mostrada na 3ª edição quando o Mestre Caolho mostra os estilos de cada herói. Também apareceu na 4ª edição, feliz de ver a filha de volta. Em Surge Uma Estrela Parte I ela aparece falando para Quim que Magali saiu sendo chama de Dona Lili. Na edição 19 fica perplexa com a vitória da filha no concurso em busca da quinta estrela e no final da edição assiste ela na televisão quando a mesma diz estar abandonando o grupo musical. Em Histórias de Arrepiar ela aparece na lenda que Magali conta em que a ajuda quanto a brinquedos usados e reclama com ela pela bagunça. Na edição 53 ela fica assustada com os gatos e Magali diz para ela redobrar o estoque de antialérgicos no fim da edição. Em Par Perfeito ela é mencionada quando Magali vai tomar café da manhã. Na edição 79 ela é vista no futuro alternativo ajudando a fazer as roupas das Amazônicas. Em Reinado dos Jovens Magali a menciona quando diz que seus pais viraram estátuas e apesar de não ser vista ela voltou ao normal no final assim como todos.

Seu Carlito[editar | editar código-fonte]

Pai de Magali e marido de Dona Lina. Apareceu na primeira edição, um pouco desacostumado com a nova alimentação da filha e na edição 19 perplexo com a vitória de Magali no concurso em busca da quinta estrela do grupo Star Stars e no final da edição assiste ela na televisão quando a mesma diz estar abandonando o grupo musical. Na edição 53 ele aparece no início da edição lendo jornal e descansando e logo depois discutindo com Magali em relação aos gatos. Depois tem uma participação pequena na imaginação de sua filha e no final da história ele briga com Magali por ela ter montado o Cafelino e indica uma ONG para levar os gatos, no entanto, ele deixa a filha ficar com todos. Em Reinado dos Jovens Magali menciona que seus pais viraram estátuas sendo que depois ele aparece na imaginação de Cebola e por fim confuso na escola depois que todos que viraram estátuas voltaram ao normal.

Dona Alice[editar | editar código-fonte]

Mãe de Marina e esposa do Seu Mauricio. Ela é uma mãe superprotetora e quer o bem de sua filha, pois se preocupa muito com ela. Ela apareceu inicialmente na edição 21 lendo Alice no País das Maravilhas para sua filha na infância sendo que é confundida com a Alice do livro. No tempo presente ela se despede de Marina que sai com Franja. Na edição seguinte ela é mencionada indiretamente várias vezes pelo povo do País das Maravilhas que sempre a confundem com a Alice do livro. Ela retorna na edição 26 ajudando Marina a experimentar seu vestido de aniversário com sua amiga Tiyomi sendo que puxa sua filha para trás das cortinas no fim da história. Na 27, se assusta com o comportamento da filha e a avisa da mudança que está por vir. Mais tarde ela aparece embaixo da escadaria esperando Marina chegar. Ela tem outras duas participações na revista falando que ajudou ''Os Jovens'' com os instrumentos e assistindo ao show de mágica. Retorna em Sem Medo onde ela fica feliz por Marina estar superando seu medo de cachorros e faz outras pontas na edição questionando os comportamentos de 42. Em Reinado dos Jovens Marina a menciona quando diz que seus pais viraram estátuas. Ela é inspirada na esposa real de Mauricio de Sousa.

Seu Mauricio[editar | editar código-fonte]

Pai de Marina e marido da Dona Alice. É um pai super legal que ensinou a filha seus dotes artísticos. Em um quadrinho de Monstros do ID Parte III ele fala que mangá precisa de cenário. Em Um Dia de Agito ele é visto indo à Comic Shop. Aparece na edição 21 dando para a filha o seu lápis mágico na infância. Também aparece na edição 25 patinando e na edição 26, alertando aos jovens sobre o mal que a bebida alcoólica pode causar e segurando o ''Fim''. Na edição 27 tem uma participação mediana aguarda embaixo da escadaria a chegada de sua filha e quando ela chega dança com a mesma. Aparece mais tarde apreciando a surpresa da turma e assistindo ao show de mágica. Aparece em um quadrinho da edição 49 dizendo 'só nos gibis galera' e em um quadrinho da edição 57 dizendo 'eu tirei'. Na edição 60 participa em um quadrinho dizendo: ' Mas é para os leitores, não pra você. ' Em Somos Todos Nerds ele é visto mascarado na Comic Con. Em Reinado dos Jovens Marina o menciona quando diz que seus pais viraram estátuas. É inspirado no Mauricio de Sousa real.

Seu Quinzão[editar | editar código-fonte]

Pai de Quim. Assim quando seu filho era criança ele ainda desaprova seu namoro com Magali e mantém seu sotaque lusitano. Ele aparece em um quadrinho na edição 18 reclamando por Quim pretender levar a namorada para comer em sua padaria. Na edição 45 ele recebe Magali em sua casa mas diz que Quim não pode falar porque está estudando e se mostra orgulhoso por ele ter ingressado na academia de culinária. Em Tem Gato no Meu Café ele participa no fim da edição bravo por seu filho ter autorizado montar o Cafelino em sua padaria e manda ele limpar a bagunça. Em Sangue Fresco ele reclama com Quim por Magali ter preferido um campeonato de atletas do que comemorado o aniversário de namoro dos dois.

Dona Keiko[editar | editar código-fonte]

Mãe de Nimbus e Do Contra e esposa do Seu Nimbão. Ela é mencionada por Nimbus em Monstros do ID Parte I de que foi fazer compras. Na edição 26 ela aparece secando e arrumando o cabelo de Marina. Em Um Mundo Do Contra Parte I ela recebe Mônica em sua casa, mas seu rosto não é mostrado. Na edição 86 ela é vista no hospital junto com sua família muito preocupada com Do Contra e no final agradece Cebola por ele doar sangue. Curiosamente nesta edição ela é vista diferente de suas outras aparições sendo mostrada loira/ruiva e sem aparência japonesa. Em Reinado dos Jovens suas características físicas originais voltam e assim como todos os maiores de 15 anos ela vira estátua aparecendo em sua casa e mais tarde na escola e apesar de não ser vista, ela volta ao normal no final assim como todos.

Seu Nimbão[editar | editar código-fonte]

Pai de Nimbus e Do Contra e marido da Dona Keiko. Ele apareceu na edição 86 no hospital junto com o resto de sua família muito preocupado com Do Contra e reclama da falta de sangue do lugar e no final agradece Cebola por ele fazer a doação. Assim como sua esposa ele aparece diferente de sua aparência original nesta edição. Em Reinado dos Jovens ele é mostrado como estátua em sua casa e mais tarde na escola e apesar de não ser visto, ele volta ao normal no final assim como todos. Nesta edição ele tem aparência japonesa.

Seu Xavier[editar | editar código-fonte]

Pai de Xaveco e Xabéu. Na edição 79 ele é visto no futuro alternativo contribuindo na criação de armas e roupas contra o império de Cebola. Em Somos Todos Nerds ele aparece na Comic Con fantasiado de Nabor elogiando a vestimenta do Seu Antenor. Na edição 95 assim como todos o maiores de 15 anos ele vira estátua e é mostrado no vídeo de Denise paralisado enquanto lia jornal com Maria Cebolinha desenhando nele. Mais tarde ele é visto sendo carregado por Mônica até a escola e no final, quando todos voltam ao normal, ele fica confuso e pergunta o motivo do desenho.

Dona Danusa[editar | editar código-fonte]

Mãe de Denise. Até agora só apareceu na edição 57 dizendo a sua filha que uma amiga (Mônica) veio visitá-la.

Jovens[editar | editar código-fonte]

Franjinha[editar | editar código-fonte]

É um garoto inteligente como sempre foi desde pequeno. Agora é namorado de Marina. Continua dedicado ao estudo da ciência, e atualmente trabalha no Museu do Limoeiro, teve sua primeira aparição na edição 1. No aniversário de 15 anos de Marina, foi transformado pela bruxa Viviane em um híbrido de homem e cachorro, e a maldição só poderia ser desfeita se Marina o beijasse; apesar de ter pavor de cães, Marina foi capaz de beijá-lo fechando os olhos e reconhecendo seu amado pela voz. Foi vítima na edição 23 do ataque de riso depois de errar no invento. Na edição 37 aparece como um jovem nerd(mais do que na sua realidade). Foi ele quem levou Mônica, Cebola, Magali e Cascão à Floresta Amazônica nas edições 43 e 44,aparece na contra capa da edição 3. Aparece na edição 46 parafusando um robô, e em um quadrinho ao lado de Marina. Aparece na edição 34 parabenizando Mônica e Cebola, é um dos convidados da edição 50, aparece na edição 52 ajudando Mônica a excluir o vídeo que a Penha filmou, reaparece na edição 54 mexendo no computador, na edição 56 ajuda Marina a lidar com 42. Aparece na edição 59 em um encontro com a Marina. Na edição 62, ele prova que o cabelo da cena do crime não era do Toni. Na edição 83, saga Herdeiros da Terra, Franja viaja com a turma para o interior para ajudar o Chico. Na edição 93, Cebola pede ajuda para Franja para descobrir o mistério do sumiço da Mônica.

Marina[editar | editar código-fonte]

Namorada de Franja. Ela continua sempre a mesma desenhista . É praticante de karatê, e fazia parte das "Panteleras", sendo substituída por Denise. Não se encaixou no grupo por não ser simpática. Possui um jeito mais delicado e reflexivo, sendo um tanto estudiosa e não tolerando desvios de comportamento das amigas. Morre de medo de cachorros, principalmente do Monicão (o cachorro da Mônica) e um pouco de gatos. Sua mãe é Alice e seu pai é o Mauricio, e é dele que Marina herdou o talento de desenhar. É a protagonista da saga "O Aniversário de 15 anos da Marina" (edição 26, 27 e 28) saga que teve páginas coloridas. Aparece na capas das edições 16, 26, 28, 41, 49, 53 e 56, na contra capa das edições 3 e 22. Aparece na edição 1 falando para o Cebola mandar um beijo para Mônica, na edição 3 recebe a ligação do Franja, na edição 4 pedindo ajuda e lutando caratê, na edição 11 é uma das líderes de torcida, na edição 12 continua como líder de de torcida, na edição 15 aparece dando bronca na Mônica, na edição 16 é uma das meninas que Soranin beija, na edição 21 recebe o lápis mágico, na edição 22 é mantida prisioneira pela rainha de copas, na edição 34 parabeniza Mônica e Cebola, na edição 37 não teve muitas aparições. Aparece na edição 46 pintando uma tela, e depois dando uma lição de ecologia para Carmem e Denise. Aparece na edição 49 conversando com Denise e Nimbus, é uma das convidadas da edição 50, na edição 53 é uma das meninas do cafelino, na edição 54 fica com ciúme da Amanda, na edição 56 é a protagonista da história, na edição 57 é uma vitima do Rei de Trolls. Aparece na edição 59 em um encontro com Franja. Na edição "Jogos Mortíferos" (edição 68) Marina entra no reality show de terror. Na edição 79 aparece como uma das Amazonas e ajuda a Mônica, a Denise , A Sofia e o Xavecão a salvar o mundo. Na edição 96, Marina da conselhos á Mônica sobre seu namoro.

Ângelo[editar | editar código-fonte]

Conhecido como Anjinho quando criança, atualmente ele adotou o nome Ângelo, mas também é conhecido como Céuboy, Céufirot e Angélico. No primeiro arco, ajuda o professor Falconi a localizar e recolher Artefatos Místicos. Suas asas ficaram maiores e ele possui a “Espada do Divino Alcance”. É conhecido por tantos nomes, que a turma não sabe qual o verdadeiro. Na edição 11, aparece conversando com Franja. Na edição 14, aparece no jogo e se diz ser Céufirot (paródia do vilão Sephiroth), o anjo de uma só asa; mas tenta voar e acaba caindo de um precipício. Na edição 15, Nimbus mostra a ela que Mônica estava na Terra dos IDs e se oferece para tirá-la de lá, na edição 16 escapa da terra dos Monstros ID. Na edição 17, ajuda a resgatar Nimbus, que havia sido sequestrado por Dr. Bikkuri. Na edição 18, comenta o fato de quase nunca aparecer na revista. Na edição 21, leva Mônica ao Morro da Coruja, onde a turma faria uma surpresa para comemorar o seu aniversário; mais tarde revela ser amigo de Benevides, a coruja gigante que habita o morro. Na edição 23, tenta tirar o Caderno do Riso de Cebola, o avisando que aquilo era um artefato feito pelos anjos e que precisava ser devolvido. Na edição 25, se torna o juiz da competição de patins entre Mônica e Cebola e Felipe e Luiza, anunciando o empate. Na edição 26, é par de Dorinha na valsa do aniversário de Marina. Na edição 27, leva Do Contra para o hospital, após ele tocar bateria sem seus protetores de ouvido. Na edição 46, conhece e se apaixona por Nina, que descobre ser uma ninfa protetora da natureza; por estar demonstrando sentimentos de humano, Ângelo quase deixa de ser anjo, mas abre mão de seus sentimentos e decide que sua prioridade é proteger as pessoas, aparece na edição 50 como cupido e é um dos convidados da edição 50. Aparece na edição 52 para levar Agnes para o céu ou o inferno, mas ela acaba indo para o céu. Aparece também na contracapa das edições 5, 22 e 46.É um dos protagonistas da edição 46,resgatando Nina.

Denise[editar | editar código-fonte]

É uma menina de atitude, é agora uma das garotas mais bonitas e mais caracterizada por sua personalidade forte. No inicio da TMJ se apresenta do mesmo jeito fútil e rebelde de sua grande amiga de Carmem, porém atualmente não é tão mostrada com a Carmem, agora é mais amiga da Mônica, Magali e Sofia. Sua primeira aparição foi na edição 3, ao lado de Cascuda e Marina. Na edição 4 enfrenta o Poeira Negra. Na edição 5 aprende as onze coisas que as garotas amam. A partir da Edição 9, se mostra ao lado de sua ex melhor amiga Carminha FruFru (ou, agora, Carmem). Aparece nas edições 11 e 12 como uma das líderes de torcida. Aparece na edição 16 sendo uma das meninas que Soranin beija. Aparece na edição 20 na praia. Aparece na edição 26. Aparece na edição 27 não querendo dançar com seu par (Xaveco). Aparece na edição 34 falando para o Cebola onde Mônica estava, e depois parabenizando Mônica e Cebola. Aparece na edição 37 não muito diferente da sua realidade normal. Aparece na edição 46 questionando que Nina e Carmem não queriam ir ao shopping com ela para ficarem com as plantas, e depois elogiando o celular novo de Carmem e achando que Marina a chamou de gorda. Aparece na edição 49 olhando com Carmem o cartaz de Kid Clean, depois reclamando pelo ser do esgoto ter segurado ela, e depois conversando com Nimbus e Marina. Aparece na edição 50 fazendo parte do esquadrão "Madrinhas de Casamento". Na saga "Sombras do Passado" (edição 51 e 52) ela é uma das protagonistas, Denise fica disfarçada de Paullete, nesta saga Denise mostra ser amiga leal á Mônica mesmo com seu jeito "vida louca" de ser. Aparece na edição 54 com ciúmes da Amanda, na edição 57 é uma das vitimas do Rei de Trolls. Aparece na edição 58 e na edição 59 na imaginação do Cebola. Em "Os Opostos se Atraem" (edição 60) ela faz dupla no trabalho com Xaveco, e depois no banheiro fala que seria bem pior se tivesse feito par com a Mônica, e depois choramingando que Carmem a trocou pelo Cascão. Em "Jogos Mortíferos" (edição 68) Denise entra para o reality show de terror. Na edição 69 "A Decisão" Denise da conselhos para Mônica, também aparece na edição 70 tirando uma foto de Mônica e Do Contra. Na saga UMBRA (edição 74,75 e 76) tem uma participação importante, ajudando a derrotar a Jumenta Voadora e salvar o mundo da destruição, e beija o Xavecão (versão do futuro do Xaveco). Na edição 76, o mundo da revista gira em torno dela e de Xaveco. Foi comprovado que ela será a namorada dele no futuro. Ela parece gostar de Xavecão, mas tem medo de admitir e esconde de todo mundo (o que não é do habitual dela), é a personagem com mais destaque em "Férias na Praia" (edição 78), onde ela contracena com sua versão do futuro. Em "Sombras do Futuro" (edição 79) também é uma das principais, principalmente a versão futura dela. Na saga "Herdeiros da Terra" (edições 83 e 84), Denise ajuda a turma a descobrir os segredos da Cidade Perdida dos Incas, nesta saga, Zeca fica completamente apaixonado por ela, na edição 84 mostra ela tentando pegar todo o ouro antigo dos incas, porém sem sucesso. Na saga "A Torre Inversa" (edições 90,91 e 92) Denise e Sofia vão visitar a Penha que estava em coma, na edição 91 ela beija o Cebola após ele ter salvado sua vida, mas na edição 92 é revelado que tudo foi uma ilusão da torre que fez ela pensar que estava apaixonada por ele, na ultima parte da saga, Denise e Cebola criam um plano para derrotar o Capitão Feio. Ela aparece na edição 94 falando sobre a Mônica no Facebook e na edição edição 95, gravando um vídeo relatando o que estava acontecendo no bairro do Limoeiro. Aparece na edição 99 no Parque de Diversões do Ursinho Bilu.Denise atualmente é uma das personagens mais populares e amadas da TMJ, é a principal em todas as edições do roteirista Emerson Abreu, é a melhor amiga de Sofia.É a personagem mais diva eveeeeeer.

Nik[editar | editar código-fonte]

Personagem introduzido na TMJ 100,gosta de Mônica.Também participará do filme da TMJ em 2018.

Carmem[editar | editar código-fonte]

Assim como a maioria dos personagens, não costuma ser chamada por seu nome no diminutivo, sendo assim, a maioria a chama de Carmem (embora Denise ainda a chame de Carminha ou Cacá). Continua a mesma e foi caracterizada como "patricinha" por Poeira Negra em sua primeira aparição, sendo uma menina arrogante, fútil e convencida. Ela adora curtir a vida com sua melhor amiga Denise, fofocando com esta e tentando chamar a atenção dos garotos mais bonitos do bairro, sendo que possui uma atração por meninos como Toni, Titi ou Nimbus. Também mostra rivalidade em relação à Mônica, principalmente quando se trata de conquistar algum garoto em especial. Em outras situações, se mostra amiga da Mônica, na edição 9 faz teste para Julieta, na edição 10 e rival de Mônica e Magali no programa 'Decifra-me ou Devoro-te', é uma das líderes de torcida das edições 11 e 12, na edição 15 da bronca na Mônica, na edição 16 como uma das meninas que Soranin beija, na edição 17 tem uma pequena aparição fugindo de Kainin. Aparece na edição 46 oferecendo seu celular antigo para Marina. Aparece nas edições 31, 34, 35, 49, 50, 54, e 57. Aparece na edição 59 na imaginação do Cebola. Aparece na edição 60 como uma das principais. Aparece na contra capa da edição 6.

Titi[editar | editar código-fonte]

Cresceu, e agora é um jovem alto, atlético e que adora uma boa festa. Na edição 31, sua ex-namorada Aninha terminou com ele definitivamente, mesmo assim nutre muito ciúmes e um sentimento de possessão por ela. Demonstra ser o garoto mais machista da turma, do tipo "faça o que eu digo mas não faça oque eu faço". Dessa forma, ele continua paquerando outras meninas, sendo alvo constante das cantadas de Denise e Carmem. Seu nome verdadeiro é Timóteo Soares de Lima. Ainda é dentuço. Aparece na contra capa da edição 6. Aparece nas edições: 4, 5, 11, 12, 26, 27, 28,31, 34, 35, 37, 39, 46, 49, 50, 54,59,60,86,89 e 95. Aparece na edição 60 fazendo dupla com Jeremias.

Dorinha[editar | editar código-fonte]

Dorinha é uma menina com deficiência visual. É super amiga de toda a turma e teve sua primeira aparição na edição 16,sendo uma das meninas que Soranin beija, na edição 26, onde fez par com Ângelo na festa de quinze anos da Marina. Na edição 27, é transformada em um objeto pela bruxa Viviane e na edição 28, ainda transformada, encoraja Marina a beijar Franja para que o encanto se quebre e todos voltem ao normal. Aparece na contra capa da edição 12.

Xaveco[editar | editar código-fonte]

É um garoto tímido e acanhado, e parece não ter muita auto-estima, sendo que se considera rejeitado e deixado de lado pelos demais personagens. Isso vale ao fato de ainda ser famoso por ter a característica de personagem secundário, apesar de hora ou outra se destacar em meio a alguma história. Ainda assim se mostra astuto e habilidoso em jogos clássicos como xadrez e é o goleiro do time de futebol do Limoeiro. Ainda é um bom amigo de Cebola, Cascão e outros. Aparece na contra capa da edição 14. Aparece na edição 4, aparece em um quadrinho na edição 5 rindo da Mônica, aparece na edição 9, é um dos jogadores das edições 11 e 12. Apareceu na edição 17 sendo enganado pelo Kainin, apareceu nas edições 26, 27 e 28, ia fazer par romântico com Denise, mas ela não deixou. Aparece na edição 34 tentando namorar Mônica. Aparece na edição 37, como um garoto nada tímido, pois tinha feito um tratamento.Aparece na edição 38 sendo um dos protagonistas.Aparece na edição 50 como um dos convidados do casamento, e depois desconfiando do Cascão de ter amarrado latas no carro dos noivos. Na edição 53 vai no cafelino e pensa ser tratado muito bem por Magali, mas ela estava falando com o professor Rubens. Aparece na edição 54 derretido por Amanda. Na edição 57 é vítima do rei de trolls duas vezes. Aparece na edição 59 como protagonista depois de Cebola( É ele conseguiu), ele é dono do game 'Encontro Marcado' e aparece como mais amigo do Cebola nesta edição, aparece sua casa e é revelado que ele é fã do game Encontro Marcado, pois tem vários itens do game. Na edição 60 é escolhido por Denise para fazer dupla com ela, e ele fica todo feliz por ter sido escolhido sem ninguém tem que ser seu par sem ser enganado.Ele tem uma versão no futuro,o Xavecão ,o Xavecão ás vezes aparece mais do que o próprio Xaveco.

Luca[editar | editar código-fonte]

Cadeirante, foi um dos figurantes da 4ª edição. Teve sua primeira aparição significativa na edição 26, onde faz par romântico com Irene na valsa do aniversário da Marina. Sua cadeira de rodas possui um dispositivo que o permite ficar de pé e dançar. Na edição 27, é transformado em um objeto pela bruxa Viviane. Aparece na contra-capa da edição 26. Já gostou de Isa, que aparece na edição 33, mas desiste logo desta paixão e move esta paixão para Maria Mello, que também está apaixonada por ele.Aparece na edição 34 tentando namorar Mônica. Aparece na edição 50 como convidado do casamento. Aparece na edição 60 fazendo dupla com Nimbus.

Toni[editar | editar código-fonte]

Tem sua primeira aparição na edição 9. Ele, na verdade, se chama Marco Antônio e quando criança apanhou de Mônica e ficou traumatizado. Foi embora prometendo vingança e a fez, magoando Mônica. Durante a história, ele revela ser o Tonhão da Rua de Baixo, um dos valentões do Limoeiro durante a série infantil que aparece poucas vezes. Ele volta como um rapaz bonito, inteligente e simpático que conquista as garotas do Limoeiro, sobretudo Mônica, a fim de se vingar dela. Volta a aparecer na edição 20, tentando conquistar Mônica, impedindo a turma de irem a uma sessão de cinema. Aparece também em um quadrinho da edição 24, como sendo um dos "suspeitos" da identidade do Grande Palhaço, de acordo com o Detetive L. Aparece também na edição 26, sendo par romântico de Mônica na valsa do aniversário de Marina. Na edição 27, é levado para a delegacia por tentar comprar bebida alcoólica. Aparece na contra-capa da edição 28.Aparece na edição 34 dizendo que veio para namorar Mônica, mas é derrotado por Cebola.Na edição 35 fica xavecando Mônica juntamente com Felipe.Na edição 36,aparece no show da banda TMJ,encantado com a Mônica,junto com Tikara e Felipe.Aparece na edição 31 elogiando a Aninha,mesmo sendo em um quadrinho.Aparece também na edição 33 quando Maria Melo fala príncipe, e também com dor de barriga ao comer os docinhos da Carmem e da Denise. Aparece na edição 37, mas como um valentão sarado de cabelo alto. Aparece na edição 46 dizendo a Isa e Magali que os bichinhos que elas estavam levando para o abrigo estavam velhos e doentes. Aparece na edição 50 como um dos convidados do casamento. Aparece na edição 55 ameaçando Dudu se ele não roubasse a revista ele iria apanhar, mas Mônica o impede. Aparece na edição 57 rindo das fofocas, mas no final ele acaba sendo vítima do Rei de Trolls. Aparece na edição 58 cheio de fãs, pois havia feito um comercial de refrigerante, depois ele desafia Cebola, e no final aparece no hospital com a perna quebrada. Na edição 60 faz dupla com Do Contra no trabalho. Na edição "Campeões da Justiça" (edição 62) Toni vira réu no tribunal da escola após o professor Licurgo desconfiar dele. Aparece nas edições 85 e 86 provocando Sarah. Em "Reinado dos jovens" (edição 95) Toni se aproveita da situação e tenta tomar posse do Shopping do Limoeiro. Ele agora é loiro,não mais aquele menino careca quando criança.

Aninha[editar | editar código-fonte]

Tem sua primeira aparição na edição 11. Até então era a namorada do Titi, mas na edição 31 eles romperam o namoro. Durante seu namoro com Titi, continua muito ciumenta. Aparece também nas edições 11, 12, 15, 16, 18, 20, 23, 25, 26, 27, 28, 31, 33, 34, 37, 40 e na edição especial em cores e na contra-capa da edição 11. Nas edições 26 e 27, faz par romântico com Titi, na valsa do aniversário de Marina. Ao final da edição 27, é transformada em um objeto pela bruxa Viviane. Aparece também na edição 28 dizendo que um beijo de amor resolve tudo. Na edição 31 ela rompeu seu namoro com o Titi e decidiu descobrir outras coisas para fazer. Já foi professora assistente de dança indiana, garçonete, balconista, vendedora de ingressos,vendedora de panfletos e apresentadora de torneio de videogame. Aparece na edição 51 na imaginação de Mônica. Aparece na edição 52 em um quadrinho. Na edição 53 era uma das garotas do cafelino, mas desiste. Na edição 54 aparece na praia sem ciúmes de Titi. Aparece na contra-capa da edição 11. Aparece na edição 59 na imaginação do Xaveco.Aninha é lider de torcida,seu cabelo é um tipo de ruivo(meio vermelho),e ela é bem descolada, e se mostra superada em relação ao Titi.

Irene[editar | editar código-fonte]

Apareceu na edição 5, sendo amiga de Cebola indo estudar inglês na sua casa, causando ciúmes a Mônica. Porém Cebola diz que Irene é apenas uma amiga. Aparece também na edição 18, no concurso para a quinta estrela. Parece ter uma quedinha pelo Luca. Aparece na edição 26, no aniversário de Marina, fazendo par romântico com Luca. Em todas as edições em que aparece, Irene possui um penteado e uma aparência diferente. Na edição 27, é transformada em objeto pela bruxa Viviane, voltando ao normal na edição 28. Aparece também na edição 31, querendo ser amiga da turma. Desta vez ela não aparece de visual diferente, da última vez que apareceu. Continua loira e de cabelos curtos. Na edição 33, fica claro que ela tem uma quedinha por Luca. Na Edição 34 aparece tentando dar um parabéns pelo namoro de Cebola e Mônica mais é dispensada. É mencionada por Mônica, Cebola, Cascão e Magali várias vezes na edição 46. É uma das convidadas do casamento na edição 50, e depois no mercado. Na edição 54 aparece na imaginação do Cebola. Na edição 57 consola Cebola após ver a suposta foto de Mônica beijando Fabinho e explicando o que aconteceu para Mônica. Na edição 59 aparece na imaginação do Cebola. Apesar das dúvidas sobre os verdadeiros sentimentos de Irene por Cebola, na edição 71 ela finalmente deixa claro que o vê só como amigo, e se sentia chateada pela Mônica pensar que havia algo mais.

Quim[editar | editar código-fonte]

Namorado da Magali, mostra-se preocupado com ela e sente que se preocupa mais com seu namoro do que ela, uma vez em que ela tem uma queda pelo professor Rubens, sentindo dificuldades em ter uma aproximação maior com ela. Ainda costuma convidá-la para jantares românticos e oferecê-la doces e salgados da padaria Quinz, a padaria de seu pai onde ainda trabalha. Diferente da série infantil, tem mais proximidade com outros personagens da turma. Quim aparece na edição 13 fazendo uma participação. Na edição 42 com o usuário PREDADOR SUPREMO 2602. Na edição 45, entra para uma escola de culinária, onde sofre bullying de seus colegas, mas com a ajuda de Mônica e toda a Turma, consegue vencer o bullying e decide sair do curso de culinária, aparece beijando a Magali na edição 46. É um dos convidados da edição 50. Aparece na edição 53 ao lado de Magali para decorar o cafelino. Aparece na edição 54 distraido com Amanda, e brigando com Magali, e depois pedindo desculpa. Na edição 57 fica surpreso ao ver a imagem da Mônica beijando o Fabinho. Na edição 59 aparece na imaginação do Cebola ao lado da Magali. Aparece na contra capa da edição 11. Na edição 67 Quim briga com Magali apos ver uma foto em que ela abraça o Cascão, no final tudo é esclarecido. Aparece também na edição 74 levando a turma na festa da Jumenta Voadora.Aparece na edição 95 paralisado na padaria.

Nimbus[editar | editar código-fonte]

Continua sendo o mágico oficial da turma. Todos sabem que ele e seu irmão são descendentes de japoneses , mas como ficou no estilo mangá não existe mais a necessidade de ser desenhado com olhos puxados. Parece ser o melhor amigo de Do Contra. Aparece como um figurante na 4ª edição e aparece nas edições 11, 12 e 13 junto com Do Contra como o alquimista que Cebola e Lucília procuravam. Aparece na edição 14 juntando as armas do Cebola. Aparece na edição 15, 16 e 17. Aparece também na edição especial e na contra-capa da edição 9. Seu ID é preso num pote de maionese. Aparece na edição 19 quando Denise entrega um ingresso para ele. Aparece também na edição 23, 24, 25, 26, 27 e 28. Soube controlar os medos que tinha durante a infância e é um corajoso rapaz, se tornou também o mágico da turma após tanto treinar quando criança. Na edição 26, é par romântico de Maria Mello, na valsa do aniversário de Marina. Na edição 27, faz um show de mágica no aniversário da Marina. Na edição 28, parte junto com Mônica, Cebola, Cascão e Magali para encontrar Marina e derrotar a bruxa Viviane, e a filha dela, Ramona, parece ter uma quedinha por ele. Ele, Marina, Ângelo e Do Contra, são os únicos da turma, além dos personagens principais, que não são transformados em objeto.Também aparece nas edições 29, 30, 31, 33, 34, 35, 36, 37, em sua versão alternativa que não sabe fazer truques de mágica e 39, fantasiado de mordomo no Dia das Bruxas, no final da edição.Todos sabem que ele e seu irmão Do Contra são descendente dos japoneses,mas como ficou do estilo anime,ele não precisava mais ficar de olhos puxados. Aparece na edição 49 conversando com Marina e Denise. É um dos convidados da edição 50. Aparece na edição 54 jogando vôlei. Aparece na edição 57 vítima do rei de trolls duas vezes. Aparece na edição 60 fazendo dupla com Luca em um trabalho. Nimbus parece ter uma quedinha por Maria Mello.

Do Contra[editar | editar código-fonte]

DC Aparece como um figurante na 4ª edição, na edição 9 apareceu somente em um quadrinho e também teve participação nas edições 11 e 12. Na edição 13 aparece junto com seu irmão Nimbus como o alquimista que Cebola e Lucília procuravam. Também aparece nas edições 14, 19, 23, 24, 26,27 e na edição especial prova que tem uma quedinha por Mônica. Ainda age contrariamente aos outros personagens e ainda é dito como irmão mais novo de Nimbus. Aparece na contra-capa das edições 10 e 36. Ao se tornar jovem, adotou para si um estilo hardcore, que são também os estilos de música que gosta. Na edição 27 faz par com Mônica na valsa por causa do sumiço de Toni e a deixa um pouco nervosa. Nesta mesma edição toca bateria na banda Os Jovens, mas seus protetores de ouvido foram escondidos e começa a ter problemas de audição. Diante dessas circunstâncias, Ângelo o leva para o hospital. Na edição 29 aprece como o principal protagonista tentando desvendar o que se passa por trás de um filme "da moda" e tentando conquistar Mônica. Na edição 30, ele recusa a namorar Mônica, porque ele é "do contra". Aparece também na edição 33,comendo uma empada de palmito,feita pela Isa. Na edição 34, aparece, quando o Nimbus diz que preferia que a Mônica tivesse ficado com o irmão dele. DC deu uma indireta do plano da Mônica (DC foi considerado o antagonista da edição, apesar de ser um contrário do Cebola, já que este mente muito, especialmente para a Mônica, enquanto Do Contra só fala a verdade, de um jeito confuso). Na edição 35 aparece fantasiado de Armadura Dourada, mas como recebe nota 10, vai embora do Baile. Na edição 36 ele aparece como baterista da banda. Ele teve destaque nessa edição,e aparentemente tentou conquistar a Mônica,deixando ela envergonhada e confusa. Tem uma participação rápida na edição 37,sendo interrogado pelo Cebola, sobre terem falado do jeito dele falar na sala de aula.Nessa edição,ele não parece ter postura nem contra,nem a favor de nada. Aparece na edição 39, fantasiado de "Papai Noel" no Dia das Bruxas. Também aparece na Edição em cores da Magali Jovem, recolhendo ratos e sendo o único a achar isso divertido. Aparece na edição 40, competindo com Cebola como o competidor final do Campeonato Interescolar de Xadrez,e também na edição 42 como o ninja que todos achavam que era o predador. Aparece na edição 50 como um dos convidados. Aparece na edição 53 no cafelino. Aparece na edição 54 sendo paquerado por Amanda. Na edição 60 faz dupla com Toni em um trabalho. Na edição Jogos Mortíferos (edição 68) ele é um dos personagens principais, ajudando todos, principalmente Mônica quando estes estão em um reality show de terror feito em uma mansão mal-assombrada, no final ele ganha o reality e beija Mônica, deixando Cebola muito bravo. Na edição 69 "A Decisão" Do Contra e Mônica começam a namorar. É protagonista junto com a namorada na edição 70. Nas edições 80 e 81, Mônica e Do Contra ficam presos em um circo. Na saga "Herdeiros da Terra"(edições 83 e 84) salvou a turma por causa da sua personalidade "do contra". Na edição 86, DC é atropelado por um carro ao tentar encontrar Sarah, perde muito sangue, mas acaba recebendo doação do Cebola. Na edição 89, DC recusa beber o energético Rubi Power. Em "Dentuça, Eu?" (edição 94) Do Contra não aceita que Mônica use aparelho dentário. Mônica pergunta para DC se ele ama ela só por ser diferente, ao responder DC fica confuso e Mônica fica chateada. Na edição 95, DC ajuda a derrotar as Górgonas. Na edição "Desencontros..." (edição 96) Do Contra e Cebola tentam trazer a memória de Mônica de volta. Em meio a todas as lembranças DC percebe que Mônica não era realmente feliz ao seu lado e decide terminar o seu namoro com Mônica.

Jeremias[editar | editar código-fonte]

É agora um jovem negro que vive usando roupas num estilo semelhante ao de skatistas e rappers, sendo geralmente mostrado com calças largas (e às vezes cheias de bolso), jaquetões e tênis coloridos e sempre usando boné (como quando era criança). Pouco se sabe sobre sua personalidade na série, sendo que até agora, teve poucas aparições e participações de pouca importância. Pelo que parece, continua amigo de Titi, Franja e Manezinho (este último porém, ainda não teve nenhuma aparição na série). Apesar de ser bem amigo de Titi, costuma se interessar pelas mesmas garotas que este e invejá-lo, apesar de ainda não ser revelado se ainda possui uma queda por Aninha. Aparece na contra capa da edição 18. Aparece nas edições 26, 27, 28, 49 e 57. Aparece na edição 59 convidando Cebola para jogar futebol, mas ele nega. Aparece na edição 60 fazendo dupla com o Titi em um trabalho.

Dudu[editar | editar código-fonte]

Está em fase de crescimento como sempre. É praticante de skate. Aparece na edição 4, 11 e 12, buzinando para o Cascão para ele se concentrar no jogo. Também aparece na edição 13 como "Dudu, o caça Piratas" pedindo para que Cebola devolva a terceira espada dele. Então ele luta com Lucília e perde. Aparece na contracapa da edição 12. Até agora não foi mostrada nenhuma ligação dele com a Magali, como costumava ter quando eram crianças. Aparece na edição 50 como um dos convidados.Aparece também na edição 27,fazendo par com uma amiga da Marina no aniversario da Marina de 15 Anos . Na edição 26, Magali diz que Dudu come direito.

Cascuda[editar | editar código-fonte]

Não tem mais as famosas marcas no rosto e ainda namora o Cascão. É grande amiga de Denise e Marina, juntas, elas formam "As Garotas Hiperultrapoderosas". Ela aparece no arco "4 Dimensões Mágicas", na edição 5, , nas edições 11 e 12 é uma das líderes de torcida do Time do Limoeiro, 15, na edição 16 é uma das garotas que Soranin beija, 18, 19, 23, 25 e 26, onde faz par romântico com Cascão, na valsa do aniversário de Marina. Na edição 27, é transformada em objeto pela bruxa Viviane. Tem participação na edição especial. Ela aparece na edição 31 tentando ajudar a Aninha a fazer outra coisa, depois que terminou o namoro da Aninha com o Titi. Aparece também na edição 34, reclamando sobre o fato de Cascão ainda não estar pronto para sair com ela, e também parabenizando o namoro de Cebola e Mônica. Aparece na edição 36 e também na edição 37, onde aparece com Denise e Marina na versão paralela da turma.Aparece na edição 42 com inveja da Magali por ter um namorado que faz tudo para ela. Aparece na edição 46 passeando com o Chovinista. Aparece na edição 49 como uma personagem principal, nessa edição Cascuda mostra sua personalidade forte, ela é do tipo intolerante e mostra ser uma das melhores alunas da classe. Aparece na edição 50 na hora em que Mônica aceita o pedido do Cebola, como convidada do casamento, e depois dando banho no Júnior. Aparece na edição 51 jogando vôlei e na imaginação de Magali. Aparece na edição 54 com inveja da Amanda, e recebendo uma bronca do Cascão. Na edição 57 é revelado que ela usa água oxigenada. Na edição 58 dando bronca no cascão. Na edição 59 aparece na imaginação do Cascão, e depois dizendo que ele iria se machucar fazendo parkour. Na edição 60 ela é uma das principais. Aparece na contra-capa das edições 9 e 60.

Blog[editar | editar código-fonte]

Velho amigo da Turma, agora é guardião da dimensão mágica de Tobor, conhecido como Cyber Master, e ajuda a Turma na 3ª edição. Não se sabe como ele foi parar nessa dimensão. Aparece dando um tutorial nas edições 13 e 14, não sabendo usar a acentuação e dizendo "@" em vez de "A". Aparece também na contracapa da edição 17 e na edição 50, como fotógrafo do casamento da Mônica com o Cebola.

Tenente Xabéu[editar | editar código-fonte]

A irmã mais velha do Xaveco agora é ajudante do Astronauta, e ajuda o herói a prender malfeitores intergalácticos. Atualmente tem cerca de uns 23 anos de idade. Na nova série, rola um clima entre ela e Cebola (que sempre nutriu um amor platônico por ela), causando ciúmes em Mônica, porém, ela revela ter um interesse em seu superior, Astronauta. Apareceu pela primeira vez na edição 3; porém, tratava-se de uma versão alternativa da Xabéu, vivendo na dimensão mágica de Tobor. A verdadeira Xabéu da Turma Jovem aparece pela primeira vez na edição 6, no arco "O Brilho de Um Pulsar". Apareceu na contra capa da edição 17. Aparece na edição 37 vendo a realidade alternativa com o Astronauta. É uma das convidadas do casamento da edição 50. Aparece em um quadradinho da edição 57 dizendo 'CALÚNIA!'.

Alferes Zé Luís[editar | editar código-fonte]

Aparece no arco "O Brilho de Um Pulsar", sendo ajudante do Comandante Astronauta, junto com Xabéu. Sempre no seu computador portátil, tem poucas, mas importantes participações, dando informações ao Comandante Astronauta e ao resto da turma. Na edição 41, pega um pouco de lava vulcânica de Io para Cascão. Aparece na edição 50 como um dos convidados do casamento do século.

Maria Cebolinha[editar | editar código-fonte]

Não é mais uma bebê, mas uma menina de sete anos muito fofinha e conscienciosa e que adora a vida jovem. Ama (e pega no pé) o irmão Cebola. Parece ter uma queda pelos amigos de seu irmão, sobretudo por dudu. Não aparece em todas edições.E No Casamento De Cebola Aparece Jovem,Recentemente Com Um Namorado Chamado:Gabriel. Aparece na contra capa da edição 14. Aparece na edição 1 falando para Cebola não chamar seu pai de cinco fios. Aparece na edição 20 quase emprestando dinheiro para Cebola. Aparece na edição 26 tentando dançar valsa com o Cebola. Aparece na edição 39 na lenda de Mônica. Aparece na edição 46 em um telhado de uma casa, pois havia ido a casa de uma amiguinha onde havia uma enchente, mas é salva por Ângelo e Nina, e fala na televisão que a enchente aconteceu por causa das pessoas. Aparece na edição 56 emprestando seu patinete para Marina. Aparece na edição 58 recebendo seu Cebola, contando um resumo do castigo do Cebola para Mônica, e depois tomando café da manhã com Seu Cebola, Dona Cebola e Mônica.

Maria Mello[editar | editar código-fonte]

Menina nova do Colégio do Limoeiro, que aparece pela primeira vez na edição 26, onde faz par romântico com Nimbus, na valsa do aniversário de Marina. Ela é usada para mostrar um problema grave que afeta várias garotas nos dias de hoje: a anorexia. Maria Mello está sempre fazendo dieta e, mesmo sendo macérrima, ao se olhar no espelho, vê a sua própria imagem como obesa. É revelado em uma história que seu sonho é ser modelo e por isso ela quer ser magra a qualquer custo. Mas ela se acha fraca porque passa mal com frequência. É uma menina muito bonita tendo os cabelos longos, pretos e lisos, causando inveja em Aninha por ter um corpo realmente de modelo. Por essas razões, ela é um tanto tímida. Parece ter uma queda por Nimbus ou por Luca, uma vez em que é amiga chegada dos dois. Aparece na contra capa da edição 28. Aparece em uma foto na edição 57 com um prato cheio de comida. Aparece na edição 59 na imaginação do Cebola.

Tikara[editar | editar código-fonte]

O ícone do centenário da imigração japonesa das histórias da Turma da Mônica também cresceu e aparece na edição 26, onde faz par romântico com Keika na valsa do aniversário da Marina. Apesar de ser incerto se os dois realmente são namorados. Na edição 34 tenta namorar Mônica. Na edição 42 faz parte do time de jogadores de "SuperTreta Fighters"(uma paródia à Super Street Fighters)liderado por Cebola. Na edição 47, ele e Keika estão morando por um tempo no Japão, onde recebem a visita da Turma. Na mesma edição, é revelado que os dois fazem parte do Superpoderoso Esquadrão Sentai. Aparece na contra capa da edição 27. Aparece na edição 57 em uma foto com Keika, e surpreso com a foto de Mônica beijando Fabinho.

Keika[editar | editar código-fonte]

Aparece na edição 26, onde faz par romântico com Tikara na valsa do aniversário da Marina. Possui cabelos curtos, é muito linda e esbelta. Possui altos conhecimentos sobre maquiagem e beleza, e ajuda as garotas a se arrumarem para o aniversário da Marina. Em suas primeiras aparições, dá a entender que é namorada de Tikara, o que gera dúvidas, já que é vista sendo paquerada por outros garotos do bairro nas demais edições. Na edição 47, ela e Tikara estão morando por um tempo no Japão, onde recebem a visita da Turma. Na mesma edição, é revelado que os dois fazem parte do Superpoderoso Esquadrão Sentai. Tem um avô que constrói os mecanismos do Banzai Robô, embora os mecanismos não funcionem como deveriam. Aparece na contra capa da edição 27. Aparece na edição 57 em uma foto ao lado de Tikara, e surpresa com a foto de Mônica beijando Fabinho.

Isadora[editar | editar código-fonte]

É uma jovem obesa que sofre de hipotireoidismo, por isso não consegue emagrecer, e sofre muito preconceito na turma, principalmente da maioria dos garotos e da Maria Mello, que a acha uma garota que só se preocupa em comer. Ela é loira e tem olhos claros, e atrai Carmem e Denise a andarem com ela, porém por puro interesse, para parecerem mais magras, bonitas e esbeltas.Sua Primeira Aparição Foi Na Edição 33 Em Que A Turma Toda Conhece Ela. Luca se apaixona por ela, e é um dos poucos que não faz piadas ligadas ao seu peso. Costuma preparar variados tipos de doces em casa e distribuí-los aos amigos no colégio. Aparece também nas edições 34, parabenizando Cebola e Mônica pelo namoro, na edição 35, fantasiada de princesa Píti (sátira à princesa Peach, do jogo Mario Bros.), na edição 36, distribuindo doces para a banda e no Especial da Magali Jovem em que aparece no começo juntamente com Maria Mello, quando Magali recebe seu presente de aniversário de namoro de Quinzinho. Possui um namorado, mas ele nunca apareceu e ninguém sabe seu nome. Aparece na contra capa da edição 33. Aparece na edição 46 junto com Magali levando bichinhos abandonados para um abrigo. Aparece na edição 54 e na edição 57 sendo vítima do Rei dos Trolls duas vezes. Aparece na edição 59 preocupada com Cebola, e depois na imaginação dele.

Sofia[editar | editar código-fonte]

Conhecida na infância como "Sofia, a Terrível", fazia parte do grupo das meninas do Bairro das Pitangueiras, inimigas da Turma da Mônica. Porém, na edição 51, Sofia se matricula no Colégio do Limoeiro após ser separada de suas amigas. Tenta fazer amizade com a Turma, mas Mônica inicialmente a isola de todos, não acreditando que Sofia tivesse mudado. Apenas depois que Magali decide ir contra Mônica e dar uma chance a Sofia, Mônica aceita a nova amiga. Sofia aparenta valorizar muito seus amigos, após a experiência de ter perdido a amizade de suas amigas de infância, Penha e Agnes. Na edição seguinte, é revelado que Sofia estava ajudando Penha em seu plano contra a Mônica, mas ela se arrepende ao reconhecer o mal que estava fazendo e ajuda Mônica contra o plano de Penha. Continua sendo uma garota obesa e com o cabelo preso em maria-chiquinhas.Também não é tão quieta quando criança. Aparece na contra capa da edição 51.E é muito amiga de Denise. Sofia aparece na Saga UMBRA (edição 74, 75 e 76) ajudando a derrotar a Jumenta Voadora. Aparece também na saga "A Torre Inversa (edição 90, 91 e 92) Sofia e Denise vão visitar Penha no hospital.

Agnes a Tenebrosa[editar | editar código-fonte]

Conhecida na infância como "Agnes, a Tenebrosa", fazia parte do grupo das meninas do Bairro das Pitangueiras, inimigas da Turma da Mônica. Porém, na edição 51, sua antiga amiga Sofia revela que Agnes faleceu, o que levou ao fim do grupo. Apesar disso, Agnes continuou existindo na Terra como um fantasma, sequestrando os leitões alados da Leleala e trancando-os em gaiolas. Também causou pesadelos em Mônica, atraindo-a para sua antiga casa, onde tentou capturá-la. Com a ajuda de Denise e dos leitões da Leleala, Mônica conseguiu escapar com todos pelo esgoto, percebendo que mesmo depois de morta Agnes continuava com medo de pegar doenças. Aparece em duas formas: sua forma humana continua usando óculos, gorro e cachecol como na infância (embora Denise reconheça que a fantasma Agnes se veste muito bem), enquanto sua verdadeira forma fantasmagórica é uma criatura monstruosa. Na edição seguinte, é revelado que Penha invocou o fantasma de Agnes para ajudá-la a destruir Mônica. No confronto final na mansão de Penha, Agnes captura Mônica e Cebola, mas Ângelo a leva embora da Terra, dizendo que ela iria para o Céu ou para o Inferno. Porém o céu suga a alma de Agnes levando-a para o mesmo. Apareceu na contra capa da edição 52 como fantasma. Na saga "A Torre Inversa" é revelado seu passado.

Penha[editar | editar código-fonte]

Conhecida na infância como "Penha, a Temida", fazia parte do grupo das meninas do Bairro das Pitangueiras, inimigas da Turma da Mônica. Continua usando boina como na infância, e tornou-se uma adolescente muito bonita chamando atenção para os garotos e principalmente irritando outros pelo seu sotaque Francês. Porém, na saga "Sombras do passado" (edição 51 e 52), sua antiga amiga Sofia revela que Penha entrou em depressão após a morte da amiga Agnes, o que levou à mudança de sua família para a França e ao fim do grupo. Na mesma edição, Penha retorna da França e visita Cebola; no dia seguinte, Mônica entra em choque após ver Cebola e Penha se beijando. Na edição seguinte, é revelado que Penha forçou Cebola a namorá-la, tendo filmado Mônica invadindo e depredando a casa de Agnes. Seu plano é frustrado por Denise, Cebola, Sofia e Ângelo, ao tentar jogar a Mônica de um penhasco, a própria Penha cai e fica em coma. Nesta saga ela se apresenta como o Cavalo Vermelho da Guerra, um dos servos da "Serpente". Ainda em coma na edição 63 seu espírito sai de seu corpo e vai para o colégio de Mônica onde esta tendo uma festa de dia das bruxas, Penha quer derrotar a Mônica, mas no final tudo da errado e seu espírito volta para o seu corpo. Na saga "A Torre Inversa" (edição 90, 91 e 92) Penha sai do coma, e continua com sua personalidade forte, mas desta vez Penha ajuda a turma a derrotar o Capitão Feio e se recusa a se unir a ele. No final Penha decide voltar para a França para tirar satisfação com seus pais por eles nunca terem visitado ela enquanto estava no hospital em coma.

Amanda[editar | editar código-fonte]

Aparece na edição 54,quando a turma vai para a casa da Marina para passar as férias de verão na Praia.É uma menina-problema que adora se vestir com roupas mega-curtas,com decotes e sutiã.Os meninos são muito amigos dela,que fazem de tudo para ela gostar deles.As meninas odeiam ela,principalmente Mônica e Carmem.Ela pegou a Água de Coco de Mônica sem pedir,e Mônica ficou furiosa com a Amanda,querendo bater nela.Mas os meninos a defenderam,deixando a Mônica furiosa mais do que ela já estava.A Carmem falou que Amanda não devia ser muito esperta,e como forma de vingança,Amanda(que estava jogando Volei com os meninos)acertou a bola na areia,de propósito,deixando Carmem cheia de areia. Porém,é revelado que Amanda tinha uma mãe que não aceitava ela do jeito que ela era.Também foi revelado que Amanda só queria a atenção e o privilégio dos meninos,pois ela não gostava de ser excluída,ela realmente estava apaixonada pelo Do Contra,que não lhe dava a mínima.Do Contra diz que,na verdade,ela vive mudando o jeito dela para ser popular.Depois,todos descobrem e param de tratar Amanda bem.

Sofia (garota virtual)[editar | editar código-fonte]

É uma garota virtual,que ajuda Mônica a escolher sua futura profissão,fazendo Mônica viver diversas profissões para escolher qual delas é melhor para ela.Aparece na edição 55,e também na contracapa da edição.

Hortênsia[editar | editar código-fonte]

Ela é uma das meninas do game Encontro Marcado, ela é tímida, meiga e educada. Ela tem cabelos castanhos claros, foi escolhida pelo Cebola para um encontro, mas após Dália a provoca-la e ela some. Cebola à encontra com óculos especiais e teria que escolher pedir ela em namoro, mas após pensar em Mônica reinicia o jogo. Aparece na contracapa da edição 59 junto com Dália e Narcisa.

Dália[editar | editar código-fonte]

Ela é uma das meninas do game Encontro Marcado, ela é descolada e auto-confiante . Ela tem cabelos negros e curtos, foi negada pelo Cebola para um encontro, depois provoca Hortênsia para ela deixar Cebola, depois diz para que se ele quisesse saber onde Hortênsia teria que beija-lá, ele ia mais acabou se distraindo com Mônica e não conseguiu. Aparece na contra-capa da edição 59 junto com Hortênsia e Narcisa.

Narcisa[editar | editar código-fonte]

Ela é uma das meninas do game Encontro Marcado, ela é muito auto-confiante. Ela tem cabelos rosas e longos. Ela tentou fazer que Cebola desistisse de Hortênsia para ficar com ela, mas falha. Aparece na contra-capa da edição 59 junto de Hortênsia e Dália.

Roberto Daniel Júnior[editar | editar código-fonte]

Ele é o diretor do filme Armadura Dourada nas edições 29 e 30. Na edição 50 é casado com a Irene e tem dois filhos. Aparece na contra-capa da edição 29.

Animais[editar | editar código-fonte]

Mingau[editar | editar código-fonte]

"Casou-se" com a gata de Quinzinho, a Aveia, e encheu a casa de gatinhos, para desespero do pai de Magali que é alérgico a pelos de gatos. Aparece nas edições 1, 2, 13 (como Ming-Au), 19 e 22. Aparece na Capa e na Contra-Capa de dentro da edição 25 em forma gibi. Aparece na edição 49 no colo de Magali. Aparece na edição 53 como um dos protagonista, aparece na contra capa da mesma edição. Aparece também na edição 56 no pensamento de Magali.

Aveia[editar | editar código-fonte]

"Casou-se" com o gato da Magali, o Mingau, e encheu a casa de gatinhos, para desespero do pai de Magali que é alérgico a pelos de gatos. Aparece na edição 0(para colecionadores) e 1, apareceu várias vezes na edição 53 e também apareceu na contra capa da mesma.

Bidu[editar | editar código-fonte]

Aparece como um figurante na 4ª edição, velhinho. Franja inventou uma Super-Ração que o fez ter força de um filhote. Aparece na contra capa da edição 13 e em um cartaz de filmes do cinema da edição 20. Aparece também na edição 21 e 22. Aparece na Capa e na Contra-Capa de dentro da edição 25 em forma gibi. Aparece na edição 46 sendo abraçado por Nina. Aparece na edição 56 na contra capa e na história sendo um dos cachorros que Marina tem medo. Aparece na contra capa das edições 13 e 56.

Floquinho[editar | editar código-fonte]

Aparece na 5ª edição admirando o namoro de Mônica e Cebola e na edição 20 aparece metade de sua cabeça. Aparece na Capa e na Contra-Capa de dentro da edição 25 em forma gibi e na edição 29 faz uma rápida aparição com Maria Cebolinha, apareceu na edição 56 como pensamento do Cebola.

Bugu[editar | editar código-fonte]

Aparece na Contra-Capa da edição 13. É o guardião da torre da edição 14. Tem participação na edição especial. Aparece em um quadrinho na edição 19 e em um cartaz de filmes do cinema da edição 20.

Teve sua 5° aparição na edição 29,na fila de testes de calouros.

Chovinista[editar | editar código-fonte]

Aparece na Contra-Capa da edição 25 em forma gibi. Apareceu na Edição 46 sendo levado para passear por Cascuda na página 7. Na Edição 53, Cascão leva Chovinista para o Cafelino da Magali. Apareceu na Edição 56 no pensamento do Cascão quando ele diz que não pode levar 42 para sua casa.

Bóris[editar | editar código-fonte]

Gato preto de estimação da Bruxa Viviane. Ele consegue falar e é comparsa dos planos maléficos de Viviane, mesmo debochando deles. Bóris na verdade é um humano que foi transformado em gato por Viviane; porém, ele prefere viver como gato a viver como humano. Aparece na edição 26, 27 e 28.

42[editar | editar código-fonte]

Foi encontrado pela Marina na tmj 56 e foi adotado por ela,só teve uma aparição na tmj 56.

Professores[editar | editar código-fonte]

Professor Falconi[editar | editar código-fonte]

Guardião dos Artefatos Místicos, também é dono do Museu do Limoeiro, onde Franja trabalha, sendo assim, seu gerente. Apareceu ainda somente no arco "4 Dimensões Mágicas". Aparece como um dos convidados na edição 50, apareceu nas edições 1, 2, 3, 4 e 50.

Professor Spada[editar | editar código-fonte]

Aparece na edição 3, só que com forma de Megaspam. Está na dimensão mágica de Tobor. Ele se transforma em Megaspam toda vez que leva um choque. Ele reaparece na edição 12 de Chico Bento Moço como principal antagonista.

Professor Licurgo (Louco)[editar | editar código-fonte]

Seu nome é Licurgo Orival Umbelino Casfiaspirino Oliveira, isso é dito na edição #44 quando a turma se perde na floresta. Virou professor e continua sendo maluco, porém de uma forma mais controlada. Odeia quando o chamam de louco. Não gosta de celulares durante sua aula, principalmente quando é para passar cola. Mas apesar de ainda ter seus pequenos surtinhos de loucura, ele mostra ter grande conhecimento sobre uma espécie de monstros chamados Id (que segundo Sigmund Freud, o pai da psicanálise, são os componentes da nossa personalidade); que surgem durante o arco "Monstros do ID". Esse conhecimento se deve ao fato de que o próprio Licurgo já teve que enfrentar esses monstros pessoais, talvez para curar sua loucura. Em alguns flashbacks nesta edição, acaba-se revelando que ele tinha uma espécie de namorada na adolescência, mas seu monstro interior, Dr. Bikkuri, acabou por levá-la para o desconhecido, aparentemente este foi o motivo de sua loucura, insinuada por ele na edição 16, ao falar com Mônica para deixar Cebola resolver seus problemas com Soranin(seu monstro interior) por si próprio. Apesar de ser engraçado, o Professor Licurgo, por enquanto, permanece como um dos personagens mais misteriosos da história, isso porque ninguém sabe o que se passa ou já se passou na cabeça dele. Na edição 62, é revelado que o Professor Licurgo também é diretor da escola (fato até então desconhecido por todos). Aparece na contra capa das edições 16, 24 e 43.

Professor Jorge[editar | editar código-fonte]

Apareceu nas edições 9 e 24. Ele é o professor de artes, sendo o diretor de teatro do colégio. Se irrita facilmente com os deslizes de seus atores e principalmente quando há brigas entre eles. Aparece na edição 56 falando para Marina que seu desenho baseado no 42 era muito fora da arte. Aparece na edição 57 elogiando Marina.

Professor Rubens[editar | editar código-fonte]

Aparece na edição 5, tem uma pequena participação na edição 9, é mencionado na edição 10 e aparece em outras edições, sendo o professor mais comum. É o professor de ciências da turma e é fã do programa Decifra-me ou Devoro-te. Magali tem uma quedinha por ele. Tem uma pequena participação na edição 0, só que desenhado de outra forma e seu nome só foi revelado na edição 10. Nas histórias mais recentes, esta admiração por parte da Magali não tem muita ênfase, já que pelo que se mostra, ela continua namorando Quim. Também aparece na edição 31 com a professora Ana Paula. Aparece na edição 34 dando aula e falando para Ana Paula, Átila e Licurgo que Cebola e a Mônica estavam namorando e em um pensamento da Magali, aparece também na edição 15 dizendo a Mônica para desligar o celular, aparece na edição 53 visitando o cafelino de Magali, aparece na edição 57 consolando Ana Paula após ter levado um fora do professor Átila, na mesma edição chama Magali na sala dos professores.

Professor Átila[editar | editar código-fonte]

Aparece como treinador do time do Colégio do Limoeiro(em alguns episódios) e é o professor de educação física. Átila é um jovem professor de porte físico musculoso, loiro, que geralmente está trajado em roupas de treino e nunca foi mostrado sem óculos escuros. É um tanto durão e exigente com seus alunos(principalmente meninos) e detesta ser chamado de "Professor", sempre corrigindo para "Treinador".Na edição: O dono do mundo parte final aparece com a professora Ana Paula que fala para o Cebola que eles marcaram um encontro.E Na Edição 23 Tem Um Ataque De Riso, Por Causa Do Caderno Do Riso,Pelo Plano Do Detetive L(Professor Licurgo(Louco)). Aparece na edição 34 recebendo a notícia de que Mônica e o Cebola estavam namorando, aparece na edição 49 chamando Manto Negro de vilão, é um dos convidados da edição 50, e sai no rei de trolls saindo com a prima na edição 57.

Professora Ana Paula[editar | editar código-fonte]

Aparece na edição 13 e é a professora de informática no colégio do Limoeiro. Na edição 14 é revelado que ela é a Lucília, a companheira de Cebola, em um jogo de computador. Tem uma queda pelo Professor Átila. Aparece também na edição 22, 23 e 24.Aparece também na edição 31 para ajudar a Aninha fazer outra coisa.Aparece também na contra-capa da edição 31 junto com o Professor Rubens. Aparece na edição 34 recebendo a notícia de que Mônica e o Cebola estavam namorando, aparece na edição 49 dizendo que Manto Negro estavam os cercando, aparece na edição 57 dando aula de informática, aonde Denise mostra que o Professor Átila saiu com uma mulher, e recebendo o conselho do Professor Rubens.

Outros personagens[editar | editar código-fonte]

Comandante Astronauta[editar | editar código-fonte]

Astronauta (agora chamado de Comandante Astronauta) apareceu na edição 3 para prender Cabeleira Negra. Ele também levou Magali até Tobor e ajudou a vencer Kraker. Tem uma participação mais fixa no arco "O Brilho de um Pulsar", como comandante do Cruzador Espacial Hoshi, e tendo como ajudantes, Tenente Xabéu e Alferes Zé Luís; nesse arco, fica subentendido que o Astronauta e a Xabéu encontrados pela Turma na edição 3 eram versões alternativas que vivem em Tobor. Na edição 6, quando Cebola não o reconhece, Cascão diz que ele participa de um jogo chamado Super Mortal Fighter Plus Champion Edition. Depois de ter levado uma surra de um robô Pulsar (na edição 7), ele avisa sobre o Império Karoton. Na edição 8, ele e Franja descobrem o ponto fraco do inimigo. Durante a série, não é descrito como um jovem (como é visto em suas séries), mas como um homem agora na faixa dos 30 anos. Mônica o descreve como alguém que sempre vê as coisas pelo lado ruim, e que apesar de ser duro e frio, é uma boa pessoa. É mencionado pelo Cosmoguerreiro na edição 12, dando a entender que eles se conhecem. Reaparece na edição 37, observando um universo paralelo com Xabéu. Na edição 40, é um dos personagens do tabuleiro mágico de xadrez. Na edição 50 é um dos convidados.

Seu Juca[editar | editar código-fonte]

Depois de tantos anos variando de emprego, parece que se fixou como segurança, agindo em lugares como o Museu do Limoeiro e o Cinema. Apareceu na edição 4 e mais tarde na edição 20 demonstrando ainda ter medo das crianças (agora jovens) e dizendo que agora que cresceram o causarão mais problemas. Ainda sofre deste e de outros traumas. Ele também fica com uma aparência diferente na edição 20, parecendo mais velho.Tem uma média aparição na edição 50,na hora em que Cebola pede Mônica em casamento.

Felipe e Luísa[editar | editar código-fonte]

Dois patinadores famosos que perambulam pelas ruas do bairro do Limoeiro, perturbando e debochando das pessoas. São desafiados, acidentalmente, por Mônica para um desafio de patins pelas ruas do Limoeiro. O time que vencer, poderia dar uma ordem ao time adversário. São primos de Carmem. Aparecem na edição 25 e na contra-capa da mesma. Luísa aparece na edição 31. Felipe aparece na edição 34 e na edição 35 xavecando a Mônica no baile de máscaras. Os dois aparecem na edição 50.

Ramona[editar | editar código-fonte]

Filha da Bruxa Viviane, mas, ao contrário da mãe, é bondosa, não quer ser bruxa e o seu hobby é colher flores no campo. Usa óculos com lentes redondas, tem sardas e um cabelo um pouco bagunçado. Aparece nas edições 26, 27, 28, 46 ( como figurante...), 50, 54 e 57. Parece ter uma quedinha por Nimbus.

Doutor Ráuse[editar | editar código-fonte]

Médico do bairro do Limoeiro, constantemente mal-humorado, sarcástico e pouco sociável. Ele é uma paródia óbvia do personagem Dr. Gregory House, interpretado pelo ator britânico Hugh Laurie. Aparece nas edições 11, 12, 33, 46, 49 e 87.

Sidão[editar | editar código-fonte]

Versão em quadrinhos do editor e jornalista Sidney Gusman na vida real, aparece na edição 20 e trabalha em um sebo e faz um quiz para ver que revista ele vai comprar: a de Cebola ou a de Toni. Aparece na edição 50 como convidado.

Bernardinho[editar | editar código-fonte]

Ele nunca apareceu em nenhuma edição, mas foi mencionado por Mônica na edição 12. Ele é mais um dos galãs do bairro (como Ricardinho, Robertinho e Reinaldinho), que de fato ainda não fizeram nenhuma aparição na série jovem.

Benevides[editar | editar código-fonte]

É uma coruja gigante, que, segundo uma lenda, morava no Morro da Coruja. Ela realmente existe, e assusta Titi, Xaveco e Franja, na edição 21. Ele é um dos melhores amigos de Ângelo.

MegaSpam[editar | editar código-fonte]

Apareceu somente na edição 3.Estava com o fragmento verde da jóia genial e lutou com Cebola.Acabou que ele sumiu após Cebola dar um soco Antispam,e apareceu como Professor Spada. É mencionado por Mônica na edição 27, mas ela o chama de 'Doutor Spam'.

Manto Negro[editar | editar código-fonte]

É o herói que Cascão inventou após receber os poderes do Capitão Feio na edição 49.É um herói que seu poder é soltar raios de sujeira,porém seus raios de sujeira geralmente pioram a situação.Mas Kid Clean fez com que para todos ele fosse o 'Novo Capitão Feio' por seus poderes,no final ele desiste de seus poderes.

Kid Clean[editar | editar código-fonte]

É um herói musculoso e de cabelos loiros,ele teve sua aparição na edição 49,ele conseguiu fazer com que todos ficarem contra o Manto Negro,e começaram a chamá-lo de 'Feio','Novo Capitão Feio' e etc.No final é revelado que Kid Clean é na verdade o Capitão Feio,que fez o plano para receber seus poderes de volta.

Cumulus[editar | editar código-fonte]

Cumulus á principio é um surfista de cabelos loiros em forma de moicano. O Antigo inimigo de cascão apareceu na edição 78, ele acaba causando um tsunami depois um tornado sendo controlado por Magali e também aparece no final da 79. Na saga "A Torre Inversa" ele acaba ajudando sem querer a derrotar o Capitão Feio.

Fabinho-Boa-Pinta[editar | editar código-fonte]

Ele apareceu na edição Veneno Virtual como vilão e ele ainda tem um ar de galã. Nessa edição ele aparece como vilão pois nunca mas ninguém viu ele depois que ele mudou de escola e ele queria atenção. Bonito e galanteador.

Monique[editar | editar código-fonte]

É a tataraneta de Mônica e Cebola,apareceu na edição 48 como uma dos sobreviventes,ela também se apaixona por Cebola,parece que herdou da Mônica,quando ia ser transformada em Zumbot,Cebola a beija,no final Monique vira tataraneta de Cebola,pois ele ficou com a Mônica no passado.

Francine[editar | editar código-fonte]

É a tataraneta de Marina e Franja,não aparece muito na história mais foi ela que praticamente fez tudo,foi ela que levou Cebola para o futuro na Edição 48,ela também conta o projeto nanita e suas falhas,é cientista que nem Franja,no final vira professora.

Casquinha[editar | editar código-fonte]

É o tataraneto de Cascão e Cascuda,é a única criança do futuro,faz parte da tropa de Xisto,ele que descobriu as passagens secretas quando a galera entrou na Bulbus Tech(empresa do Cebola) quase transformou-se em Zumbot.

Magno[editar | editar código-fonte]

É o tataraneto de Magali e Quim,ele e responsável pelas armas e mantimentos,apareceu muitas vezes mais assim como Monique,Casquinha e Bidu 9.5 quase virou Zumbot.

Bidu 9.5[editar | editar código-fonte]

É um clone do Bidu. Este controla a nave dos personagens e explica para Cebola que até o Astronauta foi transformado em zumbot. Ele que abriu o vídeo do Cebolácio para a humanidade,quase foi transformado em Zumbot.

Akanin[editar | editar código-fonte]

É o ID da Mônica,apareceu no arco 'Monstros do ID',ele fingiu ser a Mônica para humilhar Cebola,Licurgo diz a Mônica que Akanin não era igual a ela,Akanin vai atrás do Cebola na edição 15 virando um monstro ID gigante,na edição 16 aparece na banheira de Mônica lendo TMJ 15,depois ele aparece na sorveteria ID roubando um sorvete de graça,na mesma edição ele se funde com Mônica,na edição 17 aparece fundido com a Mônica para derrotar Bikkuri. Tem uma pequena aparição na edição 50 como convidado do Casamento.

Soranin[editar | editar código-fonte]

É o ID do Cebola,ele enviou mensagens zoando a Mônica,ele beija todas as meninas do Limoeiro,Soranin sabe voar e é azul,aparece na capa da edição 16 como Cebola e Sombra,no final Cebola derrota Soranin. Aparece na edição 17 no último quadrinho.

Penadinho[editar | editar código-fonte]

Apareceu em Edom e ajudou a turma a derrotar os lobisomens. Agora está em uma forma fofa. Aparece na Contra-Capa da edição 15, junto com Zé Vampir. Aparece também em um desenho na edição 20, onde Maria Cebolinha mostra ao Seu Juca, como ele irá ficar daqui a dez anos e também apareceu na edição 40 representando o Peão do Xadrez.

Muminho[editar | editar código-fonte]

Junto com Zé Vampir, ajudou Magali e Cascão a pegarem o Cilindro de Netuno, na edição 4.

Zé Vampir[editar | editar código-fonte]

Junto com Muminho, ajudou Magali e Cascão a pegarem o Cilindro de Netuno, na edição 4. Está com uma aparência mais humana agora. Aparece na Contra-Capa da edição 15, junto com Penadinho.

Xavecão[editar | editar código-fonte]

É o próprio Xaveco no futuro. Ele havia viajado no tempo com a Denise do futuro e acabam se separando. Se passa por primo do Xaveco para combater a jumenta Voadora. É revelado que ele e Denise ficam juntos no futuro. Na edição 76 ele confessa que teve uma quedinha pela Denise do presente, mas não poderia ficar com ela se quisesse consertar o futuro. Denise também nutria uma pequena paixão por ele, como mostrado da edição 74,75, 76, 77, 78,79. Aparece também na edição 78, procurando a Denise do futuro no luau, e na edição 79, contando para a turma o que acontece no futuro original de onde ele veio.Ele aparece nas edições 74,75,76,77,78,79,99.