Quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos de 2011

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos de 2011 é uma lista que classifica os Comitês Olímpicos Nacionais das Américas de acordo com o número de medalhas conquistadas nos Jogos realizados em Guadalajara, no México.

A primeira medalha de ouro foi conquistada pela ciclista dos Estados Unidos Heather Irmiger ao vencer a prova feminina de cross-country no mountain bike após liderar as quatro voltas previstas no percurso, num total de 6 200 metros, com o tempo de uma hora, 34 minutos e nove segundos. A medalha de prata foi conquistada pela mexicana Laura Morfín e o bronze pela canadense Amanda Sin.[1]

A primeira medalha brasileira foi de prata e conquistada pela pentatleta Yane Marques no pentatlo moderno. Apesar de ter iniciado o evento combinado entre tiro e corrida na primeira posição, foi superada pela atleta dos Estados Unidos, Margaux Isaksen, vencedora na esgrima e da corrida. A atleta mexicana Tamara Vega ficou com o bronze. As duas primeiras colocadas se classificaram para os Jogos Olímpicos de Londres 2012.[2][3]

Já a primeira medalha de ouro brasileira foi conquistada pelo nadador Thiago Pereira na prova de 400 metros nado medley com o tempo de quatro minutos, 16 segundos e 68 centésimos superando os nadadores Conor Dwyer e Robert John Margalis Jr, ambos dos Estados Unidos, medalhas de prata e bronze, respectivamente.[4]

O quadro[editar | editar código-fonte]

O quadro de medalhas está classificado de acordo com o número de medalhas de ouro, estando as medalhas de prata e bronze como critérios de desempate em caso de países com o mesmo número de ouros.[5]

     País sede destacado.
 Ordem  País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze America medals icons.svg
1 Estados UnidosUSA Estados Unidos 92 79 66 237
2 CubaCUB Cuba 58 35 43 136
3 BrasilBRA Brasil 48 35 58 141
4 MéxicoMEX México 42 41 50 133
5 CanadáCAN Canadá 30 40 49 119
6 ColômbiaCOL Colômbia 24 25 35 84
7 ArgentinaARG Argentina 21 19 34 74
8 VenezuelaVEN Venezuela 11 27 33 71
9 República DominicanaDOM República Dominicana 7 9 17 33
10 EquadorECU Equador 7 8 9 24
11 GuatemalaGUA Guatemala 7 3 5 15
12 Porto RicoPUR Porto Rico 6 8 8 22
13 ChileCHI Chile 3 16 24 43
14 JamaicaJAM Jamaica 1 5 1 7
15 Ilhas CaymanCAY Ilhas Cayman 1 1 1 3
15 BahamasBAH Bahamas 1 1 1 3
17 Antilhas NeerlandesasAHO Antilhas Neerlandesas 1   1 2
18 Costa RicaCRC Costa Rica 1     1
19 UruguaiURU Uruguai   3 2 5
20 PeruPER Peru   2 5 7
21 Trinidad e TobagoTRI Trinidad e Tobago   2 2 4
22 São Cristóvão e NevisSKN São Cristóvão e Nevis   2   2
23 El SalvadorESA El Salvador   1 1 2
24 DominicaDMA Dominica   1   1
25 BarbadosBAR Barbados     2 2
25 BolíviaBOL Bolívia     2 2
25 ParaguaiPAR Paraguai     2 2
28 GuianaGUY Guiana     1 1
28 PanamáPAN Panamá     1 1
TOTAL 361 363 453 1 177

Mudanças no quadro de medalhas[editar | editar código-fonte]

Por doping[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Ciclista americana conquista primeiro ouro dos Jogos Pan-Americanos». GloboEsporte.com. 15 de outubro de 2011. Consultado em 17 de outubro de 2011 
  2. «Yane Marques conquista 1ª medalha do Brasil em Guadalajara». Terra Networks. 15 de outubro de 2011. Consultado em 17 de outubro de 2011 
  3. «Após perder ouro, brasileira detona organização do Pan». Terra Networks. 15 de outubro de 2011. Consultado em 17 de outubro de 2011 
  4. «Thiago Pereira conquista primeiro ouro do Brasil no Pan». Terra Networks. 15 de outubro de 2011. Consultado em 17 de outubro de 2011 
  5. «Medallero» (em espanhol). Consultado em 16 de outubro de 2011. Arquivado do original em 13 de outubro de 2011  Texto "Guadalajara 2011" ignorado (ajuda)
  6. «Brasileiro herda prata no esqui aquático após primeiro doping no Pan». UOL. 28 de outubro de 2011. Consultado em 27 de novembro de 2011 
  7. «Venezuelan Castillo forced to forfeit Pan Am medal after doping» (em inglês). CBC. 9 de novembro de 2011. Consultado em 27 de novembro de 2011 
  8. «Un luchador argentino perdió la medalla de bronce por doping» (em espanhol). Tiempo de San Juan. 6 de janeiro de 2012. Consultado em 2 de agosto de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]