Temporada do Sport Lisboa e Benfica de 2012–13

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sport Lisboa e Benfica
Temporada 2012/2013
SLBenfica3estrelas.png
Treinador Jorge Jesus
Presidente Luís Filipe Vieira
Posição final
Jogos 56 (39 vitórias, 11 empates, 6 derrotas)
Saldo de gols 82 (123 gols marcados e 41 gols sofridos)
Artilheiro Cardozo (33 gols)
◄◄ Portugal Temporada 2011-12 Futebol Temporada 2013-14 Portugal ►►
editar

A temporada 2012/2013 do Sport Lisboa e Benfica começou a 18 de Agosto de 2012 com a primeira jornada da Liga Zon Sagres frente ao Sporting de Braga .

O Benfica joga também na Taça de Portugal, na Taça da Liga e na Liga Europa (depois da eliminação na Liga dos Campeões).

Nesta temporada, o Benfica realizou boas campanhas em todas as provas que esteve inserido mas, acabou por claudicar nos momentos finais, cedendo titulos aos seus oponentes e concluindo o ano com nenhum titulo conquistado.

Campeonato:

No campeonato, os Encarnados alcançaram o segundo posto, sofrendo somente uma derrota, no Dragao(2-1). Derrota essa, sofrida no periodo de compensação, que, conjuntamente com um empate na Luz(1-1 ante o Estoril) uma semana antes, atirou o Benfica para o segundo lugar do podio, apos uma campanha passada maioritariamente na pole position.

Taça da Liga:

Contrariando a tendencia das ultimas epocas, as aguias acabaram eliminadas da Taça da Liga, pelo vencedor Braga, nas grandes penalidades onde o heroi foi o ex-benfiquista Quim.

Taça de Portugal:

Realizando uma boa prova, mesmo sem ter encontrado nenhum dos rivais, o Benfica almejou a final do Jamor, com somente 1 golo sofrido. Na final cedo se colocou a vencer, fruto do golo do argentino Nicolas Gaitan mas, perto do final, voltou a ceder, permitindo a reviravolta, entregando a Taça de Portugal ao Vitoria de Guimaraes. No final do desafio, descontente pelo resultado e pelo facto de ter sido substituido aos 70 minutos, Oscar Cardozo empurrou Jorge Jesus, na ultima imagem de uma epoca absolutamente desmotivante.

Liga dos Campeões:

Sorteadas no mesmo grupo de Barcelona, Celtic e Spartak Moscovo, as aguias tinham fortes possibilidades de avançarem para a fase a eliminar da Liga Milionaria. No entanto, nao se verificou a passagem, com o Benfica a ser rebaixado para a Liga Europa, fruto da comprometedora derrota em Moscovo, ante a equipa mais debilitada do grupo.

Liga Europa:

Os Encarnados cedo deixaram transparecer que almejavam vencer a Liga Europa. Uma vitoria na Alemanha, quebrando um longo enguiço, redundou na eliminaçao do Bayer. Nas conseguintes eliminatorias, brilhou o paraguaio Oscar Cardozo, apontando golos em todas as ditas cujas, com especial enfoque para os bis alcançados frente ao Bordeus e ao Fenerbahçe. Na final, o Benfica defrontou o Chelsea e, apesar de ter possuido maior dominio e melhores oportunidades acabou vergado novamente nos descontos, graças a um golo do servio Branislav Ivanovic.

Equipa-Tipo:

Profundamente influenciada por um estilo de futebol ofensivo, a equipa treinada por Jorge Jesus foi uma maquina de fazer golos, nao defraudando no capitulo defensivo, onde muito contribuiu a preponderancia do servio Nemanja Matic no 4X4X2 de Jesus. À frente do indiscutivel Artur Moraes(51 Jogos), actuava o raçudo Maxi Pereira(42 Jogos, 2 Golos), titular absoluto na direita e peça chave tanto no capitulo defensivo, como no capitulo ofensivo, o paraguaio Lorenzo Melgarejo(40 Jogos, 2 Golos), que se transfigurou numa especie de mal-amado dos adeptos, apos o seu recuo de extremo para lateral esquerdo, contabilizando muitos equivocos no momento defensivo. A dupla de centrais foi mormente constituida pelo irrepriensivel e sereno argentino Ezequiel Garay(46 Jogos, 3 Golos) e pelo capitao Luisao(33 Jogos, 1 Golos) que enfrentou varios meses de castigo devido a uma agressao a um arbitro alemao na pre-epoca. Na ausencia do capitao, Jardel(34 Jogos, 1 Golo) avançou para a titularidade realizando boas exibiçoes, especialmente na Liga Europa. Um meio-campo de conotaçao segura, mas balanceado para munir os alas, ficava a cargo do servio Nemanja Matic(46 Jogos, 5 Golos) que era o pendulo da equipa e do rotativo argentino Enzo Perez(47 Jogos, 4 Golos) que compensaram na plenitude as saidas, no inicio da epoca, do belga Axel Witsel e do espanhol Javi Garcia. Os experientes Carlos Martins(22 Jogos) e Pablo Aimar(21 Jogos) nao foram mais do que meras alternativas perante a intocavel dupla centrocampista. Explosivos e virtuosos, os alas do Benfica possuiram papel assertivo na estrategia de Jesus, servindo como os desiquilibradores natos e, diversas vezes, como soluçao unica no momento de desvantagem. Eduardo Salvio(51 Jogos, 14 Golos), regressado a Luz, cumpriu uma temporada de excepcional regularidade, falhando somente 5 desafios e Nicolas Gaitan(44 Jogos, 5 Golos), apesar de ter começado em ma forma, reconquistou seu lugar, alternando frequentemente com a jovem promessa Ola John(42 Jogos, 4 Golos). Os dois atacantes, a quem cabia a missao de fazer golo, tinham funçoes distintas. O Ponta-de-Lança fixava-se maioritariamente na area, esperando bolas para finalizar. Esse era o paraguaio Oscar Cardozo(47 Jogos, 33 Golos), o goleador da equipa, detentor de um potente remate, mas de uma lentidao exasperante, que obrigou Jorge Jesus a retira-lo em algumas ocasioes do Onze. O atacante mais movel, destinado a vir buscar jogo começou por ser Rodrigo(39 Jogos, 12 Golos), que tinha tido papel de destaque na preterita epoca mas uma menor eficacia em zonas de finalizaçao, bem como uma quebra visivel de confiança, empurrou o reforço Lima(49 Jogos, 30 Golos), segundo melhor marcador do campeonato para a titularidade, correspondendo na plenitude, apesar de na final da Liga Europa Jorge Jesus ter surpreendido e ter lançado o hispano-brasileiro Rodrigo em detrimento de Lima.

Figuras: 1- Nemanja Matic- 46 Jogos, 5 Golos, 17 CA, 1 CV

2- Eduardo Salvio- 51 Jogos, 14 Golos, 1 CA, 0 CV

3- Ezequiel Garay- 46 Jogos, 3 Golos, 5 CA, 0 CV

Equipamento[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisola vermelha, calção branco e meias vermelhas;
  • 2º - Camisola preta, calção vermelho e meias brancas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Equipamento casa
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Equipamento fora

Uniformes dos guarda-redes[editar | editar código-fonte]

  • Camisa branca, calção e meias brancas.
  • Camisa dourada, calção e meias douradas.
  • Camisa cinza, calção e meias cinzas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes de treino[editar | editar código-fonte]

  • Camisa branca, calção e meias brancas.
  • Camisa vermelha, calção e meias vermelhas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Transferências[editar | editar código-fonte]

Mercado de Verão[editar | editar código-fonte]

Mercado de Inverno[editar | editar código-fonte]

Plantel[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 3 de Setembro de 2012.
Goleiros
Jogador
1 Brasil Artur Moraes
13 Portugal Paulo Lopes
39 Portugal Mika
Defensores
Jogador Pos.
4 Brasil Luisão Capitão Z
24 Argentina Ezequiel Garay Z
33 Brasil Jardel Z
14 Uruguai Maxi Pereira LD
5 Portugal Luisinho LE
25 Paraguai Melgarejo LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
21 Sérvia Matić V
10 Argentina Pablo Aimar M
17 Portugal Carlos Martins M
18 Argentina Eduardo Salvio M
35 Argentina Enzo Pérez M
20 Argentina Nicolás Gaitán M
15 Países Baixos Ola John M
Atacantes
Jogador
7 Paraguai Óscar Cardozo
19 Espanha Rodrigo
31 Brasil Alan Kardec
11 Brasil Lima
Comissão técnica
Nome Pos.
Portugal Jorge Jesus T

[1]

Equipa técnica[editar | editar código-fonte]

Nome Posição Proveniente de:
Portugal Jorge Jesus Treinador principal Sporting de Braga
Portugal Hugo Oliveira Treinador de Guarda-Redes Selecção Portuguesa (Sub 19)
Portugal Miguel Quaresma Treinador-Adjunto (defesas) Sporting de Braga
Portugal Raul José Treinador-Adjunto (avançados) Sporting de Braga
Portugal Minervino Pietra Treinador-Adjunto Benfica (gabinete de prospecção)
Portugal Mário Monteiro Preparador-Fisico Sporting de Braga

Classificações[editar | editar código-fonte]

Adeptos do Benfica num jogo da Liga Zon Sagres

Resultados por jornadas[editar | editar código-fonte]

Jornada 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
Jogo (C/F) C F C F F C F
Resultado E V V E V V V
Pontos 1 4 7 8 11 14 17
Lugar

Jogos da temporada[editar | editar código-fonte]

Liga Zon Sagres[editar | editar código-fonte]

18 de Agosto de 2012 Portugal Benfica 2 - 2 Portugal SC Braga Estádio da Luz, Lisboa
20:15
Salvio Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49'
Cardozo Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72' (pen)
Relatório Melgarejo Gol contra marcado aos 54 minutos de jogo 54'
Mossoró Gol marcado aos 62 minutos de jogo 62'
Público: 53 357

26 de Agosto de 2012 Portugal V. Setúbal 0 - 5 Portugal Benfica Estádio do Bonfim, Setúbal
20:15
Relatório Rodrigo Gol marcado aos 14 minutos de jogo 14'Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
Salvio Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30'
Enzo Pérez Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43'
Nolito Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67'
Público: 10 569

2 de Setembro de 2012 Portugal Benfica 3 - 0 Portugal Nacional Estádio da Luz, Lisboa
20:15
Cardozo Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50'Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Rodrigo Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Relatório Público: 34 695

23 de Setembro de 2012 Portugal Académica 2 - 2 Portugal Benfica Estádio Cidade de Coimbra, Coimbra
20:15
Sam Gol marcado aos 26 minutos de jogo 26' (pen)
Wilson Eduardo Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68' (pen)
Relatório Cardozo Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51' (pen)
Lima Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86'
Público: 8 270

28 de Setembro de 2012 Portugal Paços de Ferreira 1 - 2 Portugal Benfica Estádio da Mata Real, Paços de Ferreira
20:15
Cícero Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6' Relatório Lima Gol marcado aos 7 minutos de jogo 7'Gol marcado aos 71 minutos de jogo 71' Público: 4 247

6 de Outubro de 2012 Portugal Benfica 2 - 1 Portugal Beira-Mar Estádio da Luz, Lisboa
20:30
Sasso Gol marcado aos 4 minutos de jogo 4' Relatório Maxi Pereira Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58'
Rodrigo Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60'
Público: 28 303

27 de Outubro de 2012 Portugal Gil Vicente 0 - 3 Portugal Benfica Estádio Cidade de Barcelos, Barcelos
20:30
Relatório Lima Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2'
Luisinho Gol marcado aos 26 minutos de jogo 26'
André Gomes Gol marcado aos 25+1 minutos de jogo 25+1'
Público: 4 247

Taça de Portugal[editar | editar código-fonte]

18 de Outubro de 2012 Portugal Freamunde 0 - 4 Portugal Benfica Complexo Desportivo do SC Freamunde, Freamunde
20:15
Relatório Lima Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16'
Cardozo Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Salvio Gol marcado aos 62 minutos de jogo 62'
André Gomes Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'

Taça da Liga[editar | editar código-fonte]

Liga dos Campeões[editar | editar código-fonte]

19 de Setembro de 2012 Celtic Escócia 0 – 0 Portugal Benfica Celtic Park, Glasgow
19:45
Relatório Público: 57,759
Árbitro: ItáliaITA Nicola Rizzoli

2 de Outubro de 2012 Benfica Portugal 0 – 2 Espanha Barcelona Estádio da Luz, Lisboa
19:45
Relatório Sánchez Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6'
Fàbregas Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Público: 63 847
Árbitro: TurquiaTUR Cüneyt Çakır

23 de Outubro de 2012 Spartak Moscovo Rússia 2 – 1 Portugal Benfica Estádio Lujniki, Moscou
17:00
Rafael Carioca Gol marcado aos 3 minutos de jogo 3'
Jardel Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' (g.c.)
Relatório Lima Gol marcado aos 32 minutos de jogo 32' Público: 41 237
Árbitro: InglaterraENG Mark Clattenburg

Referências

  1. slbenfica.pt. «Plantel» (em Português). slbenfica.pt. Consultado em 2 de Setembro de 2011  |lang= e |língua= redundantes (ajuda)