Anfiteatro de El Jem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pix.gif Anfiteatro de El Djem *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Anfiteatro, El Jem, Túnez, 2016-09-04, DD 55-66 HDR PAN.jpg
Anfiteatro de El Djem
País  Tunísia
Critérios (iv) (vi)
Referência 38 en fr es
Coordenadas 35° 18′ N, 10° 43′ L
Histórico de inscrição
Inscrição 1979  (3.ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
Interior do anfiteatro de El Djem

O Anfiteatro de El Jem (ou de Thysdrus) é o maior coliseu do norte de África, e o maior do mundo a seguir ao de Roma. Situa-se a cerca de 200 km a sudeste de Tunes, na Tunísia. O enorme anfiteatro construído no século III (mais concretamente entre 230 a 238) por ordem do oficial Gordian, que podia acomodar 35 mil espectadores, ilustra a grandeza da Roma Imperial[carece de fontes?] e foi inscrito pela UNESCO, em 1979, na lista dos locais ou monumentos que são Património da Humanidade.

O coliseu tem um comprimento de 148 metros por 122 metros de largura, com uma altura de cerca de 35 metros. Parte da sua muralha desapareceu em 1695, para pôr a descoberto os lugares de abrigo dos dissidentes contra os otomanos. As pedras usadas para construir o coliseu foram transportadas de Salakta, a 30 quilómetros. Em 238 a construção do coliseu parou devido à morte de Gordian.[carece de fontes?]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anfiteatro de El Jem