Anik

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Os satélites Anik são uma série de satélites de comunicação geoestacionários lançados pela Telesat Canada, de 1972 a 2013, para fornecem serviços de televisão ao Canadá. Alguns dos satélites laçados mais tarde na série permanecem operacionais em órbita, enquanto outros já foram retirados e estão abandonados. Em inuctitut, Anik significa "irmão mais novo".

Satélites[editar | editar código-fonte]

Nome Plataforma Data de lançamento Data de retirada Veículo de lançamento
Anik A1 Hughes Aircraft HS-333 9 de novembro de 1972 15 de julho de 1982 Delta 1914[1][2]
Anik A2 Hughes Aircraft HS-333 20 de abril de 1973 6 de outubro de 1982 Delta 1914
Anik A3 Hughes Aircraft HS-333 7 de maio de 1975 21 de novembro de 1984 Delta 2914[3][4]
Anik B1 RCA Astro AS-3000 15 de dezembro de 1978 1 de dezembro de 1986 Delta 3914[5]
Anik C1 Hughes Aircraft HS 376 12 de abril de 1985 5 de maio de 2003 Discovery
Anik C2 Hughes Aircraft HS 376 18 de junho de 1983 7 de janeiro de 1998 Challenger
Anik C3 Hughes Aircraft HS 376 11 de novembro de 1982 8 de junho de 1997 Columbia
Anik D1 Hughes Aircraft HS 376 26 de agosto de 1982 16 de dezembro de 1991 Delta 3920 PAM-D[6]
Anik D2 Hughes Aircraft HS 376 8 de novembro de 1984 31 de janeiro de 1995 Discovery
Anik E1 GE Astro AS-5000 26 de setembro de 1991 18 de janeiro de 2005 Ariane 4
Anik E2 GE Astro AS-5000 4 de abril de 1991 23 de novembro de 2005 Ariane 4
Anik E2R Hughes Aircraft HS-601 15 de dezembro de 1995 15 de janeiro de 2006 Atlas-2A
Anik F1 Boeing BSS-702 21 de novembro de 2000 Ativo Ariane 4
Anik F2 Boeing BSS-702 17 de julho de 2004 Ativo Ariane 5G
Anik F1R Astrium Eurostar E3000S 9 de setembro de 2005 Ativo Proton-M/Breeze-M
Anik F3 Astrium Eurostar E3000S 10 de abril de 2007 Ativo Proton-M/Breeze-M
Anik G1 Space Systems/Loral LS-1300 15 de abril de 2013 Ativo Proton-M/Breeze-M

Anik A[editar | editar código-fonte]

Foguete Delta com o Anik A1 a bordo.

O Anik A foi a primeira série de satélites de comunicações geoestacionários do mundo[7] e proporcionaram à CBC a capacidade de chegar ao norte canadense pela primeira vez. Cada um dos satélites levava doze transponders em banda C e, portanto, tinha capacidade para doze canais de televisão à cores.

Anik B[editar | editar código-fonte]

O Anik B tinha também 12 transponders em banda C, como os Anik A, mas tinha também seis transponders em banda Ku.

Foi lançado em 15 de dezembro de 1978 e foi o sucessor dos Anik A e do satélite experimental de comunicações CTS, também conhecido como Hermes.

A maior parte dos transponders eram usados para as retransmissões da CBC. O operador CNCP Telecommunicationstambém usou o Anik B como retransmissor para os seus serviços. O jornal Globe and Mail usou o Anik B para transmitir cópias de impressão em diferentes impressão ao longo do Canadá.

Anik C[editar | editar código-fonte]

Os satélites da série Anik C tinham três vezes mais potência que os da série A. Levavam dezesseis transponders em banda Ku. O Anik C-2 foi usado para distribuir as primeiras redes de TV paga do Canadá.

Anik D[editar | editar código-fonte]

Os dois satélites Anik da série D, com transponders em banda C, foram lançados em 1982 e 1984. Eles estavam baseados no projeto do Hughes 376. O Anik D1 levava o pacote CANCOM para transmitir sinais de televisão para uso por empresas de cabo.

Anik E[editar | editar código-fonte]

O Anik E1 e o E2 foram lançados no início da década de 1990 para substituir os Anik D1 e D2. Não tinham a forma cilíndrica dos Anik da série D.

O Anik E2 teve problemas durante a implantação da antena de banda C, que foi desdobrada com êxito após várias manobras.[8]

Na quinta-feira 20 de janeiro de 1994, O Anik E1 e E2 tiveram problemas devido à atividade solar. O E1 falhou primeiro, deixando o Canadá sem televisão por satélite. Algumas horas mais tarde, a Telesat conseguiu recuperar o satélite. O E2 falhou depois devido a um problema com o giroscópio, que causou uma perda do apontado do sinal do satélite. O problema exato esteve nos circuitos relacionados com o volante de inércia. O E2 não pode ser recuperado durante cinco meses, o que fez o E1 assumir o serviço e os usuários tiveram que mover suas antenas para apontar para o satélite. O E2 foi recuperado, finalmente, através da utilização de estações de terra especiais em cada extremo do país que controlavam a posição do satélite e usando os propulsores do satélite para ajustar o apontado e a posição. Esta técnica encurtou a vida do satélite, uma vez que o consumo de propelente previsto originalmente era muito menor do que o que foi usado nesta operação realizada devido a avaria.

Anik F[editar | editar código-fonte]

A série F era a mais moderna até o lançamento do Anik G1, em abril de 2013.

Anik F1[editar | editar código-fonte]

O Anik F1 foi lançado em 21 de novembro de 2000 por um foguete Ariane 4 a partir do Centro Espacial de Kourou, em Kourou na Guiana Francesa. No momento de seu lançamento el era o satélite de comunicações mais potente e tinha um sistema de propulsão iônica alimentado por xénon.

Anik F2[editar | editar código-fonte]

O Anik F2 pesando 5.900 kg (13.000 lb), é mais de dez vezes o tamanho do Anik A1 e é um dos maiores e mais poderosos satélites de comunicações já construído. O Anik F2 foi concebido para apoiar e melhorar a atual transmissão de serviços norte-americanos, de voz e dados, com suas tecnologias de transponders em banda C e banda Ku. É o décimo quinto satélite a ser lançado pela Telesat. Com o uso da tecnologia de banda Ka, de baixo custo de entrega por satélite de duas vias estará disponível para conexões de Internet banda larga sem fio, telemedicina, teleteaching e teletrabalho nas regiões mais remotas do Canadá.

No dia 6 de outubro de 2011 por volta das 06:30 começou uma "anomalia técnica" fezendo com que o satélite apontasse para longe da terra, causando uma interrupção na Internet, telefone e conectividade de máquinas dos bancos durante a maior parte das áreas do norte do Canadá. A queda também afetou voos na região.[9][10][11]

Anik F3[editar | editar código-fonte]

O Anik F3 de acordo com a SatNews Publishers, é um satélite de telecomunicações por radiodifusão pesando 4.634 kg (£ 10.216) que irá fornecer televisão direct-to-home (DTH) para os Estados Unidos, Internet de banda larga e telecomunicações para a Bell Canada, e transmissão de TV para o norte e outro áreas remotas do Canadá.[12] foi construído pela EADS Astrium e lançado em um foguete Proton M. Foi colocado em órbita com sucesso pela International Launch Services, que também lançou o Anik F1R, Nimiq 1 e Nimiq 2.

Anik G[editar | editar código-fonte]

O lançamento do Anik G1 foi anunciada pela Telesat em 16 de abril de 2013.

O Anik G1 é um satélite de multimissão com três cargas diferentes que irão fornecer serviços de TV direct-to-home (DTH) para o Canadá, assim como banda larga, voz, dados e serviços de vídeo para a América do Sul, onde o crescimento econômico tem impulsionado uma alta demanda para serviços via satélite. Ele também é o primeiro satélite comercial com uma carga de banda X substancial para as comunicações de governos sobre as Américas e para o Oceano Pacífico, incluindo o Havaí. O satélite foi lançado no dia 15 de abril de 2013 e está localizado na posição orbital de 107,3 graus de longitude oeste, juntamente com o satélite Anik F1, duplicando tanto os transponders de banda C como os banda Ku servindo a América do Sul.[13] Timeline, Prince of Wales Northern Heritage Centre

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Delta 1914» (em inglês) 
  2. «Delta-1914» (em inglês) 
  3. «Delta-2914» (em inglês) 
  4. «Delta 2914» (em inglês) 
  5. «Delta 3914» (em inglês) 
  6. «Delta 3920/PAM» (em inglês) 
  7. «Satellite Model Anik A» (em inglês) 
  8. David Michael Harland and Ralph Lorenz (2005). Space systems failures: disasters and rescues of satellites, rockets and space probes. Springer. [S.l.: s.n.] 
  9. «Satellite problems ground Nunavut flights». CBC News 
  10. http://www.space.com/13213-canadian-communications-satellite-malfunctions-anik-f2.html Canadian Satellite Malfunction Leaves Thousands Without Communications
  11. http://www.telesat.com/sites/default/files/telesat/files/news/anikf2_servicerestoredpressreleasefinal2.pdf Arquivado em 12 de outubro de 2011, no Wayback Machine. SERVICES RESTORED ON TELESAT’S ANIK F2 SATELLITE AFTER ANOMALY
  12. «Anik F3 Launch Successful». SatNews Daily. Consultado em 14 de julho de 2013. Arquivado do original em 5 de fevereiro de 2012 
  13. «Cópia arquivada». Consultado em 14 de julho de 2013. Arquivado do original em 30 de abril de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anik