Animangá (editora)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Animanga, veja Animanga (desambiguação).


Animangá foi uma loja/editora especializada na divulgação de mangás e animes situada na cidade de São Paulo, Brasil.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A Animangá foi uma loja de mangá, animes e tokusatsus do Brasil, tendo publicado diversos títulos nacionais e importados, além de miniaturas, cards, CDs e muito mais.

Era também editora e foi pioneira na publicação de mangás adaptados ao público brasileiro. Destacam-se nas suas edições o mangá Ranma ½ (apenas 29 volumes),[1][2] traduzido por Cristiane Akune Sato, presidente da ABRADEMI,[3] o Dicionário Romanizado Japonês-Português e Por Dentro do Japão, um livro sobre cultura japonesa. Possuía também uma escola onde ensinava a desenhar mangás, animações japonesas (que contou com um animador japonês chamado Jooji Oka, da empresa Doga Kobo), língua japonesa e Shodö[4].

Manteve-se activa entre 1998 e 2003.


Referências[editar | editar código-fonte]

Notas
  1. Guia dos quadrinhos
  2. Megacubo
  3. «Abrademi - 15 Anos». Abrademi. português. Consultado em 17 de novembro de 2009 
  4. Site da Animangá (via Web Archive)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.