Anita Brookner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anita Brookner
Nascimento 16 de julho de 1928
Herne Hill, Inglaterra
Morte 10 de março de 2016 (87 anos)
Nacionalidade Reino Unido Inglesa
Ocupação Escritora e historiadora de arte
Prémios Prémio Man Booker (1984)

Anita Brookner, CBE (Herne Hill, 16 Julho de 1928 – 10 de Março de 2016[1]) foi uma romancista premiada e historiadora de arte britânica. Foi Slade Professor of Fine Art na Universidade de Cambridge de 1967 a 1968 e foi a primeira mulher a realizar um visiting professorship. Venceu o Prémio Man Booker de 1984 pelo seu romance Hotel du Lac.

Perfil[editar | editar código-fonte]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Brookner nasceu em Herne Hill, um subúrbio de Londres.[2][3] Era filha única de Newson Bruckner, um imigrante judeu da Polónia, e de Maude Schiska, uma cantora cuja pai tinha emigrado da Polónia e fundado uma fábrica de tabaco. Maude alterou o apelido de família para Brookner devido ao sentimento anti-Germânico em Inglaterra. Anita Brookner teve uma infância adorável, apesar de a sua avó e tio viverem com a família, e os seus pais, judeus seculares, terem aberto a casa a refugiados judeus que fugiam da perseguição Nazi durante a II Guerra Mundial nos anos 1930. .

Foi educada na escola privada James Allen's Girls' School. Em 1949 recebeu o título de Bacharelato em História do King's College London, e em 1953 o doutoramento em História da Arte no Courtauld Institute of Art, Universidade de Londres.[4]

Brookner nunca se casou, mas tomou conta dos seus pais à medida que estes envelheciam.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como académica[editar | editar código-fonte]

Em 1967 tornou-se a primeira mulher a ter um Slade Professorship de Fine Art na Universidade de Cambridge. Foi promovida a Leitora no Courtauld Institute of Art em 1977, onde trabalhou até se reformar em 1988. Foi uma Fellow do King's College London e do Murray Edwards College, Cambridge.

Como romancista[editar | editar código-fonte]

Autora publicada de não-ficção, Brookner publicou o seu primeiro romance, A Start In Life (1981), aos 53 anos. Seguidamente, publicou quase um romance por ano. Brookner era altamente vista como uma estilista. Os seus romances exploram os temas da perda emocional e dificuldades associadas à tentativa de fazer parte da sociedade, e tipicamente representam mulheres intelectuais, de classe média, que sofrem isolamento e decepções no amor. Muitas das personagens de Brookner são os filhos de imigrantes europeus na Inglaterra; um número deles parece ser de origem judaica.[2][5] Hotel du Lac (1984), o seu quatro romance, recebeu o Booker Prize.[6]

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Greuze: 1725-1805: The Rise and Fall of an Eighteenth-century Phenomenon (1972)
  • Jacques-Louis David (1980)
  • A Start in Life (1981)
  • Providence (1982)
  • Olhem para mim - no original Look at Me (1983)
  • Hotel du Lac (1984) (Prémio Man Booker
  • Família e amigos - no original Family and Friends (1985)
  • A Misalliance (1986)
  • Uma amiga de Inglaterra - no original A Friend from England (1987)
  • O tempo esquecido - no original Latecomers (1988)
  • Lewis Percy (1989)
  • Brief Lives (1990)
  • A Closed Eye (1991)
  • Fraude - no original Fraud (1992)
  • A Family Romance (1993)
  • A Private View (1994)
  • Incidents in the Rue Laugier (1995)
  • Altered States (1996)
  • Visitas - no original Visitors (1997)
  • Falling Slowly (1998)
  • Undue Influence (1999)
  • A Baía dos Anjos - no original The Bay of Angels (2001)
  • The Next Big Thing (2002) (nomeado para Prémio Man Booker)
  • As regras do compromisso - no original The Rules of Engagement (2003)
  • Leaving Home (2005)
  • Desconhecidos - no original Strangers (2009) (nomeado para o James Tait Black Memorial Prize)
  • "At The Hairdressers" (2011) (novela, disponível apenas como e-book)

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Anita Brookner, Booker Prize-winning author, dies age 87, Times announces». BBC News. 14 de março de 2016. Consultado em 14 de março de 2016 
  2. a b Dr Anita Brookner at British Council: Literature
  3. «Anita Brookner, 1928– Notebooks, ca. 1986–1994». Harry Ransom Center. The University of Texas at Austin. Cópia arquivada em 10 de março de 2009 
  4. Cowell, Alan (15 de março de 2016). «Anita Brookner, Whose Bleak Fiction Won the Booker Prize, Dies at 87». The New York Times. ISSN 0362-4331. Consultado em 17 de março de 2016 
  5. Malcolm, Cheryl Alexander. «Understanding Anita Brookner». University of South Carolina. Cópia arquivada em 31 de dezembro de 2001 
  6. «Anita Brookner». London: The Times. Consultado em 14 de março de 2016. (pede subscrição (ajuda)) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]