Anita Page

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Anita Page
Nascimento 4 de agosto de 1910
Flushing
Morte 6 de setembro de 2008 (98 anos)
Van Nuys
Cidadania Estados Unidos
Cônjuge Nacio Herb Brown
Ocupação atriz de cinema, atriz de teatro
Prêmios estrela na calçada da fama de Hollywood
Página oficial
http://www.anitapage.com/

Anita Page nascida Anita Evelyn Pomares, (Flushing, 4 de agosto de 1910Van Nuys, 6 de setembro de 2008) foi uma atriz americana que alcançou o estrelato nos últimos anos do cinema mudo.[1]

Anita Page em uma revista argentina (1929)

Page se tornou uma estrela jovem e muito popular, supostamente recebendo o maior número de fãs na MGM. Ela foi conhecida como "uma latina de olhos azuis"[2] e "o rosto mais bonito de Hollywood" na década de 1920. [3] Aposentou-se em 1936.

Page voltou a atuar sessenta anos depois, em 1996, e apareceu em quatro filmes nos anos 2000. Morreu em setembro de 2008 aos 98 anos.

Primeiros Anos[editar | editar código-fonte]

Anita Evelyn Pomares era filha d Marino Leo, Sr. (Brooklyn [4] ) e Maude Evelyn Pomares. [5] Ela tinha um irmão, Marino Jr, que posteriormente trabalhou para ela como instrutor de ginástica. Sua mãe era secretária e seu pai motorista. [6] O avô paterno de Page, era espanhol[7] e foi cônsul em El Salvador ; sua avó paterna, Ana Muñoz era de ascendência espanhola. [8] Sua mãe era descendente de ianques e franceses . [9] [10]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Page entrou no mundo cinematográfico com a ajuda da amiga Betty Bronson . Uma foto de Page foi descoberta por um homem que lidava com a correspondência de fãs de Bronson que também estava interessado em representar atores. Com o apoio de sua mãe, Page telefonou para o homem que marcou uma reunião com um diretor de elenco da Paramount. Depois de ser testada pela Paramount, Page também passou por um teste com a MGM. Page recebeu oferta de contrato dos dois estúdios, porém decidiu pela MGM. . [11]

O primeiro filme de Page pela MGM foi a comédia dramática de 1928, "Telling the World", com William Haines. Sua atuação em seu segundo filme pela MGM "Our Dancing Daughters" (1928), ao lado de Joan Crawford, foi um grande sucesso e inspirou dois filmes semelhantes: "Our Modern Maidens" e "Our Blushing Brides".

"A Broadway Melody" (1929), ao lado de Bessie Love, foi um de seus maiores sucessos e ganhou o Oscar de Melhor Filme. Page não teve problemas na transição para o cinema falado, mas não estava empolgada com o fato de terem acabado com os filmes mudos.

Page foi protagonista de Lon Chaney, Buster Keaton, Robert Montgomery e Clark Gable (entre outros). Ela se envolveu com Clark Gable brevemente nesse período. No auge de sua popularidade ela recebia mais cartas de fãs do que qualquer outra estrela, com exceção de Greta Garbo.

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Quando seu contrato expirou em 1933, ela surpreendeu Hollywood ao anunciar sua aposentadoria aos 23 anos. Page ainda fez mais um filme, "Hitch Hike to Heaven" em 1936 e depois deixou as telas praticamente desaparecendo dos círculos de Hollywood por sessenta anos. Em uma entrevista em 2004 para o autor Scott Feinsberg, ela afirmou que sua recusa em atender às demandas por favores sexuais por Irving Thalberg, chefe de produção da MGM, apoiada pelo chefe de estúdio Louis B. Mayer, foi o que realmente a motivou a encerrar a carreira. Ela disse que Mayer conspirou com outros chefes de estúdio para que ela e outras atrizes "não cooperativas" não encontrassem trabalho.

Ela se casou com o compositor Nacio Herb Brown em 1934, mas o casamento foi anulado um ano depois, uma vez que o divórcio anterior de Brown não havia sido finalizado no momento do casamento. [12] Ela se casou novamente com o tenente Hershel A. House, um piloto da marinha, em 9 de janeiro de 1937 [13] , mudaram para Coronado, Califórnia, e lá viveram até sua morte em 1991. Tiveram duas filhas, Linda e Sandra.[14]

Retorno à Atuação[editar | editar código-fonte]

Page voltou às telas em 1996, após sessenta anos de afastamento, e apareceu em vários filmes de terror de baixo orçamento. .

Page gostava de seu status de "a última estrela do cinema mudo" e frequentemente dava entrevistas e aparecia em documentários sobre a época. Problemas de saúde a impediram de fazer aparições públicas em seus últimos anos.

Morte[editar | editar código-fonte]

Page morreu dormindo em 6 de setembro de 2008, em sua casa em Los Angeles, aos 98 anos de idade. [15] Foi enterrada em San Diego.

Na época de sua morte, em setembro de 2008, era uma das últimas atrizes a atuar como adulta em filmes mudos. Também foi a última participante viva da primeira cerimônia do Oscar em 1929.

Por sua contribuição para a indústria cinematográfica, Anita Page tem uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, no Hollywood Boulevard 6116 .

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Papel Notas
1925 A Kiss for Cinderella Sem Créditos
1926 Love 'Em and Leave 'Em Sem Créditos
1927 Beach Nuts Curta Metragem
1928 Telling the World Chrystal Malone
Our Dancing Daughters Ann 'Annikins'
While the City Sleeps Myrtle
West of Zanzibar Bit role Sem Créditos
1929 The Flying Fleet Anita Hastings
The Broadway Melody Queenie Mahoney Título alternativo: The Broadway Melody of 1929
Our Modern Maidens Kentucky Strafford
Speedway Patricia
Navy Blues Alice "Allie" Brown
1930 Great Day Incompleto
Free and Easy Elvira Plunkett Título alternativo: Easy Go
Caught Short Genevieve Jones
Our Blushing Brides Connie Blair
The Little Accident Isabel
War Nurse Joy Meadows
1931 The Voice of Hollywood No. 7 (Second Series)
Reducing Vivian Truffle
The Easiest Way Peg Murdock Feliki
Gentleman's Fate Ruth Corrigan
Sidewalks of New York Margie Kelly
Under Eighteen Sophie
1932 Are You Listening? Sally O'Neil
Night Court Mary Thomas Título Alternativo: Justice for Sale
Skyscraper Souls Jenny LeGrande
Prosperity Helen Praskins Warren
1933 Jungle Bride Doris Evans
Soldiers of the Storm Natalie
The Big Cage Lilian Langley
I Have Lived Jean St. Clair Alternative titles: After Midnight

Love Life
1936 Hitch Hike to Heaven Claudia Revelle Alternative title: Footlights and Shadows
1961 The Runaway Nun
1996 Sunset After Dark
2000 Witchcraft XI: Sisters in Blood Sister Seraphina
2002 The Crawling Brain Grandma Anita Kroger
2004 Bob's Night Out Socialite
2009 Frankenstein Rising Elizabeth Frankenstein Lançado postumamente
2016 Doctor Stein Elizabeth Stein Lançado postumamente

Referências

  1. Anita Page: Star of the silent screen. Independent.co.uk (September 8, 2008). Retrieved on May 10, 2012.
  2. Latinas in the United States. Books.google.co.uk. Retrieved on May 10, 2012.
  3. Anita Page, 98; Hollywood Star at End of Silent Movie Era. Washingtonpost.com. Retrieved on May 10, 2012.
  4. Anita Page Interview 4 out of 9. States her father was of Spanish origin born in Brooklyn.
  5. Ankerich, Michael G. The Sound Of Silence: Conversations With 16 Film and Stage Personalities Who Bridged the Gap Between Silents and Talkies. [S.l.: s.n.] ISBN 0-786-40504-X 
  6. «Anita Page: Obituary». The Guardian 
  7. At the Center of the Frame: Leading Ladies of the Twenties and Thirties William M. Drew "My real name is Anita Pomares which is Spanish. Both my parents were born in this country. My paternal grandfather had come over from Spain and was a consul in El Salvador. My grandmother was definitely Castilian Spanish".
  8. At the Center of the Frame: Leading Ladies of the Twenties and Thirties William M. Drew
  9. Latin American Writers and the Rise of Hollywood Cinema By Jason Borge
  10. Beyond Paradise: The Life of Ramon Novarro By André Soares
  11. Golden, Eve. Golden Images: 41 Essays on Silent Film Stars. [S.l.: s.n.] ISBN 0-7864-0834-0 
  12. Alternate Film Guide: Anita Page: Anita Page: Q&A with Author Allan Ellenberger. Altfg.com (August 22, 2007). Retrieved on May 10, 2012.
  13. Arizona, County Marriage Records, 1865-1972
  14. Morning News, January 10, 1948, Who Was Who in America (Vol. 2)
  15. «Anita Page, Silent-Film Siren, Dies at 98». The New York Times 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]