Anjos (Lisboa)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Anjos 
—  Freguesia portuguesa extinta  —
Anjos está localizado em: Portugal Continental
Anjos
Localização de Anjos em Portugal Continental
Coordenadas 38° 43' 26" N 9° 08' 11" O
Concelho primitivo Lisboa
Concelho (s) atual (is) Lisboa
Freguesia (s) atual (is) Arroios
Fundação 1564
Extinção 2013
Área
 - Total 0,49 km²
População (2011)
 - Total 9 361
    • Densidade 19 104,1 hab./km²

Anjos é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Lisboa, com 0,49 km² de área e 9 361 habitantes (2011). Densidade: 19 104,1 hab/km².

A freguesia foi instituída em 1564, no reinado de D. Sebastião I de Portugal, por desanexação da freguesia de Santa Justa.

Como consequência de nova reorganização administrativa, oficializada a 8 de novembro de 2012 e que entrou em vigor após as eleições autárquicas de 2013, foi determinada a extinção da freguesia, passando a quase totalidade do seu território a integrar a nova freguesia de Arroios, com apenas uma pequena parcela de território, confinante com a também extinta freguesia da Graça, a transitar para a nova freguesia de São Vicente.[1]

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Anjos [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
8 162 10 683 14 983 19 891 27 566 31 277 33 082 35 152 34 746 23 572 17 444 18 283 12 490 9 738 9 361

No censo de 1864 pertencia ao Bairro de Alfama. Os limites desta freguesia haviam sido definidos pelo decreto-lei nº 42.142 de 7 de fevereiro de 1959 e alterados pelo decrteo-lei nº 42.751 de 22 de dezembro de 1959.

Património[editar | editar código-fonte]

Cultura[editar | editar código-fonte]

A zona dos Anjos é uma zona de intensa actividade cultural. Nos 5 últimos anos, a recém-chegada camada populacional maioritariamente jovem e multi-cultural trouxe consigo o aparecimento de diversos locais de lazer e troca cultural que oferecem sessões de cinema, performance, concertos, jams, aulas de dança e outros desportos, workshops, jantares e almoços, entre inúmeras outras actividades e serviços. Acessíveis a toda a população Lisboeta e com preços muito atraentes quando comparados com o restante mercado, estes locais tornaram a zona dos Anjos a mais alternativa da cidade de Lisboa, atraindo quem foge das massas e dos locais turísticos.

Alguns desses locais:

Arruamentos[editar | editar código-fonte]

A freguesia dos Anjos continha 67 arruamentos. Eram eles:

  • Avenida Almirante Reis[3]
  • Beco da Bombarda
  • Beco da Índia aos Anjos
  • Beco do Borralho
  • Beco do Félix
  • Beco do Monte
  • Beco do Petinguim
  • Calçada do Conde de Pombeiro[4]
  • Escadas do Monte[5]
  • Escadinhas das Olarias[6]
  • Largo de Santa Bárbara[7]
  • Largo do Cabeço de Bola
  • Largo do Conde de Pombeiro
  • Largo do Intendente Pina Manique
  • Paço da Rainha[4]
  • Praça das Novas Nações
  • Regueirão dos Anjos[7]
  • Rua Álvaro Coutinho
  • Rua Andrade
  • Rua Angelina Vidal[8]
  • Rua Antero de Quental[4]
  • Rua Antónia Andrade
  • Rua Capitão Renato Baptista[4]
  • Rua Cidade de Cardiff[9]
  • Rua Cidade de Liverpool[7]
  • Rua Cidade de Manchester[9]
  • Rua da Bombarda
  • Rua da Escola do Exército[4]
  • Rua da Guiné
  • Rua da Ilha de São Tomé
  • Rua da Ilha do Príncipe
  • Rua da Palma[10]
  • Rua da Penha de França[11]
  • Rua Damasceno Monteiro[5]
  • Rua das Barracas
  • Rua das Olarias[12]
  • Rua de Angola
  • Rua de Cabo Verde
  • Rua de Macau
  • Rua de Moçambique
  • Rua de Santa Bárbara
  • Rua de Timor
  • Rua do Benformoso[13]
  • Rua do Forno do Tijolo
  • Rua do Zaire
  • Rua dos Anjos
  • Rua Febo Moniz[7]
  • Rua Francisco Lázaro
  • Rua Heliodoro Salgado[9]
  • Rua Jacinta Marto[14]
  • Rua Luís Pinto Moitinho
  • Rua Manuel Soares Guedes
  • Rua Maria
  • Rua Maria Andrade
  • Rua Maria da Fonte
  • Rua Newton
  • Rua Nova do Desterro[15]
  • Rua Palmira
  • Rua Poeta Milton
  • Travessa da Bica aos Anjos
  • Travessa da Cruz aos Anjos
  • Travessa das Terras do Monte[5]
  • Travessa do Benformoso[10]
  • Travessa do Cidadão João Gonçalves
  • Travessa do Forno aos Anjos
  • Travessa do Forno do Maldonado
  • Travessa do Maldonado

Notas e referências

  1. Diário da República, 1.ª Série, n.º 216, Lei n.º 56/2012 (Reorganização administrativa de Lisboa). Acedido a 25/11/2012.
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  3. Partilhada com a freguesia do Areeiro (Alto do Pina e São João de Deus) e com a antiga freguesia de São Jorge de Arroios.
  4. a b c d e Partilhada(o) com a antiga freguesia da Pena.
  5. a b c Partilhada(s) com a freguesia de São Vicente (Graça).
  6. Partilhada(s) com a freguesia de Santa Maria Maior (Socorro).
  7. a b c d Partilhado(a) com a antiga freguesia de São Jorge de Arroios.
  8. Partilhada com as freguesias de São Vicente (Graça) e Penha de França (na sua configuração anterior à reorganização administrativa da cidade de Lisboa).
  9. a b c Partilhada com a freguesia da Penha de França (na sua configuração anterior à reorganização administrativa da cidade de Lisboa).
  10. a b Partilhada com a freguesia de Santa Maria Maior (Santa Justa).
  11. Partilhada com as freguesias de São Vicente (Santa Engrácia) e Penha de França (na sua configuração anterior à reorganização administrativa da cidade de Lisboa).
  12. Partilhada com as freguesias de São Vicente (Graça) e Santa Maria Maior (Socorro).
  13. Partilhada com a freguesia de Santa Maria Maior (Socorro e Santa Justa).
  14. Partilhada com as antigas freguesias de São Jorge de Arroios e Pena.
  15. Partilhada com a freguesia de Santa Maria Maior (Santa Justa) e com a antiga freguesia da Pena.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anjos (Lisboa)