Anna Maria de Andrade Sharp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético. (desde maio de 2018)
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra n° 6 da eliminação rápida.
Nuvola apps kcmpartitions.png
Este artigo não está em nenhuma categoria (desde maio de 2018).
Por favor, categorize-o para que seja listado com suas páginas similares.
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde maio de 2018).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde maio de 2018)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Anna Maria de Andrade Sharp ou apenas Anna Sharp, neta[1][2] de Dilermando de Assis e Anna de Assis, nascida no Rio de Janeiro em 17 de outubro de 1940, viúva de Billy Sharp, com quem teve 4 filhos, Andrea, Aniella, Norman e Dave.

Escritora dos livros "O Resgate de um Casamento", "A Luz Azul", "Quem Não Trai", "A Magia Do Caminho Real", "Zul", "A Vida Tende a Dar Certo", "A Empresa Na Era Do Ser", "Guia da Peregrinação Sagrada", "Reflexões", editora Rocco; além de inúmeros artigos publicados, tais como: "A Cola", "O Centésimo Macaco", "O Tripé na Teia", "Afinal, o que é traição?", "A Cultura do Pecado", "Espelho meu", "O Calcanhar de Aquiles", "A teia e os instintos", "A Era do Amor", "Computador Mental", "Perguntas", "Quem sou?", "Nosso Potencial de Criação", "Percorrendo Caminhos", "A Busca", "Modificando o Presente", "2012", "Na Era do Ser", "A Doença Carioca", "As Marias 'aparecidas' em todas nós!", "Três Tipos Básicos", "Alquimia do Ser", "Como Viver um Grande Amor", "DNA Tecnológico".

Publicou o vídeo "A Busca" contendo 3 documentários "Caminho de Santiago", "Paranormais" e "Crop Circles".

Consultora motivacional e terapeuta, utiliza a física conceitual, ou das significações como base de seu trabalho de aperfeiçoamento humano. Com mais de 10.000 alunos no Brasil e no mundo difunde seus ensinamentos através de seu método transformador, o Processo de Pesquisa Interior.

Estudou Física e Astronomia na UFRJ e tem formação no exterior em Hipnose, Primal Therapy, Regressão, Gestalt Therapy, Programação Neurolinguística e Processo Fisher-Hoffman, com especialização no Eneagrama das Personalidades. Liderou grupos de estudos de “Um Curso Em Milagres” de 1981 até 2010.

Membro da OMA, Open Mind Akademie – Konstanz-Suiça com sua tese “MEDO É DESEJO” desde 2012.

Premiada como "Destaque Profissional do Inst. Brasileiro de Pesquisa e Estatística Cultural" (São Paulo, 2000), Medalha de Mérito Duque de Caxias (Rio de Janeiro, 1989) e Medalha de Mérito Alvorada (Brasília, 1987).

  1. Fernanda Pontes, Fernanda (22 de maio de 2014). «Mulher de Euclides da Cunha fala da traição e do assassinato do escritor Neta de Anna Emília Ribeiro de Assis recebeu das mãos de um desconhecido diário com título revelador escrito pela avó». Jornal O Globo  line feed character character in |titulo= at position 73 (ajuda)
  2. Borges, Beatriz (25 de junho de 2014). «O penúltimo capítulo da novela de Euclides da Cunha». Brasil - El Pais