Anna Schäffer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ana Schäffer
Anna Schäffer
Nascimento 18 de fevereiro de 1882 em Mindelstetten
Morte 5 de outubro de 1925 (43 anos) em Mindelstetten
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 17 de março de 1999, Basílica de São Pedro, Vaticano por Papa João Paulo II
Canonização 21 de outubro de 2012, Basílica de São Pedro, Vaticano por Papa Bento XVI
Festa litúrgica 5 de outubro
Gloriole.svg Portal dos Santos

Santa Anna Schäffer (Mindelstetten, 18 de fevereiro de 1882 – Mindelstetten, 5 de outubro de 1925) foi uma mística católica da Alemanha, que viveu na região de Mindelstetten.

Nascida numa família muito pobre, o seu pai era carpinteiro e morreu aos 40 anos, deixando a família na penúria. Aos 14 anos de idade, Anna entra como criada em Ratisbona em casa de uma farmacêutica, depois em Landshut trabalha para um jurista. O seu desejo era ser religiosa missionária.

Em 4 de fevereiro de 1901, enquanto fazia trabalho doméstico em Stammham, Anna Schäffer escorregou e caiu quando arranjava um cano e queimou as pernas em água a ferver e lixívia. Levada para o hospital, foi nos anos seguintes sujeita a mais de 30 dolorosas intervenções cirúrgicas. Ficou imobilizada, sendo tratada pela mãe até ao final dos seus dias.

Anna Schäffer nunca perdeu o otimismo e tornou-se mais devota à fé católica apesar de um constante sofrimento. Muitas vezes não dormia, mas continuava a expressar a sua adoração por Cristo, especialmente pelo Sagrado Coração de Jesus.

A partir de 1910 desenvolveu estigmas que tentava esconder[1] e teve visões ocasionais que a deixavam em êxtase.[2] Prometia rezar por todos os que lhe escreviam.[3]

Em 1925 contraiu cancro do cólon, e a sua paralisia expandiu-se para a espinha, tornando-se difícil escrever e falar. Na manhã de 5 de outubro desse ano recebeu a Eucaristia, e de repente exclamou "Jesus, amo-Te!" tendo morrido minutos depois.[4]

Considerava o seu sofrimento, a sua escrita, e a sua capacidade de costurar roupas para os amigos as três chaves pelas quais entraria no Paraíso.

Foi beatificada em 17 de março de 1999 pelo Papa João Paulo II e canonizada pelo Papa Bento XVI em 21 de outubro de 2012[5]. A sua festa litúrgica é em 5 de outubro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rommel C. Lontayao. "Blessed Anna Schaffer: A life of pain and suffering". Manila Times, January 22, 2012.
  2. Radio Vaticana. "The canonization of Anna Schäffer: Interview with postulator". October 20, 2012.
  3. "Apostolate of Suffering and Reparation Was Call Given to Bl. Anna Schaffer, German Laywoman" L'Osservatore Romano, March 10, 1999
  4. Georg Franz X. Schwager. "Anna Schäffer of Mindelstetten Arquivado em 8 de março de 2014, no Wayback Machine." Municipality of Mindelstetten.
  5. Agência ecclesia.pt. «Vaticano: Sete novos santos para a Igreja». 21-10-2012. Consultado em 22 de outubro de 2012. Arquivado do original em 29 de novembro de 2014 

Aviso: A chave de ordenação padrão "Anna Schäffer, Santa" sobrepõe-se à anterior "Schaffer, Anna".