Anna Sewell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Anna Sewell

Anna Sewell (30 de março de 1820, Great Yarmouth, Norfolk, Inglaterra25 de abril de 1878) foi uma escritora inglesa.

Em seu acervo estão presentes grandes bestsellers, como Black Beauty.

Ficou inválida para toda a vida, na sequência de uma queda dada em criança, passando muito tempo a acompanhar o pai no trabalho. O sentar-se no lugar do cocheiro fê-la começar a simpatizar com cavalos.

Escreveu Black Beauty (O Cavalo Preto) para traduzir os sentimentos e contar a história deste cavalo. É do seu ponto de vista que nos apercebemos do sofrimento da adaptação a um freio, de carregar um fardo pesado por uma subida íngreme ou de estar muitas horas ao frio.

Ana Sewell criticava o uso da gamarra (correia dos arreios para impedir o animal de levantar a cabeça) nos cavalos, por ser um acessório que os faz sofrer.

Ironicamente, os cavalos das carruagens que acompanharam o funeral de Anna usavam gamarras. Mas a sua mãe exigiu que fossem retiradas, em homenagem à sua filha, que deu voz a este animal que tanto a encantou.

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Anna Sewell
Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.