António Cândido Miranda Macedo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

António Cândido Miranda Macedo GCIHGOL (Valongo, 29 de Setembro de 19061989) foi um advogado e político português.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra em 1931.[2]

Foi iniciado, em 1930, na Loja Maçónica 'A Revolta', de Coimbra, com o nome simbólico de «Fernão Vasquez». Pertenceu às Lojas José Falcão de Lisboa e Vitória do Porto. Era no escritório de Mário Cal Brandão e de António Macedo, conhecido como "A Toca" nos meios republicanos do Porto (e onde também o Partido Popular Democrático teve, em parte, a sua génese), onde alguns maçons como Artur Santos Silva (pai), e outros republicanos não maçons como Mário Montalvão Machado, se reuniam na clandestinidade para discutir a ideia de criar um partido social-democrata de tipo europeu.[3]

Exerceu advocacia no Porto, tendo sido eleito delegado, membro e presidente do Conselho Distrital, e também Presidente do Conselho Superior da Ordem dos Advogados.

Foi fundador e Presidente do Partido Socialista desde 1974 a 1986, tendo sido eleito Presidente honorário do PS no VI Congresso do PS. Exerceu funções de Deputado eleito pelo PS da I a V Legislatura.

A 14 de Abril de 1982 foi feito Grande-Oficial da Ordem da Liberdade e a 8 de Janeiro de 1988 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.[4][5]

Referências

  1. «Grande Oriente Lusitano – Maçonaria Portuguesa » 29 de Novembro de 1906». Gremiolusitano.eu 
  2. Soares, Fundação Mário. «Fundação Mário Soares - Iniciativas - Iniciativa». www.fmsoares.pt 
  3. Mário Montalvão Machado, Francisco Sá Carneiro - 20 Anos depois, Lisboa, Gradiva Publicações, 2001 e Passos da vida: recordações, pessoas, histórias, tribunais, política, Porto, M. M. Machado, 2003, 370 pp.
  4. «Breve Biografia de António Macedo». Ps.pt 
  5. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "António Cândido Miranda Macedo". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 9 de fevereiro de 2015