António Emiliano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


António Henrique de Figueiredo Pedro de Albuquerque Emiliano (Lisboa em 25 de Janeiro de 1959) é um linguista, professor e músico português.

Actividade académica[editar | editar código-fonte]

É doutor em Linguística Portuguesa pela Universidade Nova de Lisboa e professor na mesma instituição, onde também desenvolve actividades de investigação, tendo coordenado projectos nas áreas da filologia portuguesa medieval e da história da língua portuguesa [1].

É autor de vários trabalhos científicos e de divulgação científica, destacando-se na sua produção obras nas áreas da Fonética e da Filologia [2].

É sócio fundador da Associação Portuguesa de Linguística e da Associação Internacional de Linguística do Português, membro cooperador da Sociedade Portuguesa de Autores. Foi membro do Conselho Geral da Fundação Millennium BCP (2005-09) e membro do Conselho Editorial do grupo editorial BABEL (2009-11). [3]

É, em Portugal, um dos mais fortes opositores do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, sobre o qual publicou diversos livros e artigos de opinião [4].

Actividade musical[editar | editar código-fonte]

Exerceu intermitentemente a actividade de músico e criador de música cénica, autorando obras que lhe valeram prémios na década de 1980, em particular, o sucesso "Aguaceiro", LP de 1987, interpretado pela cantora Lena D'água, o qual foi disco de prata. [5]. Após alguns anos de interregno, regressou à criação musical em 2005, com, entre outras, produções para a Companhia Nacional de Bailado e a banda sonora do filme '20,13', de Joaquim Leitão.

É, desde 2010, Embaixador Roland (Roland Iberia) no âmbito do Roland Value Co-Creation Programme. [6]

Referências