António Marques Mendes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

António Joaquim Bastos Marques Mendes (Porto, Paranhos, 30 de março de 1934Porto, 15 de junho de 2015) foi um advogado e político português.

Família[editar | editar código-fonte]

Filho de Joaquim Marques Mendes (Fornos de Algodres, Figueiró da Granja, 3 de Março de 1892 - Porto, Paranhos, 19 de Janeiro de 1941), Director de Serviços nos Correios, Telégrafos e Telefones, e de sua mulher (Fafe, São Romão de Arões, 20 de Abril de 1933) Antónia Pereira da Costa Bastos (Fafe, São Romão de Arões, 18 de Dezembro de 1904 - Fafe, São Romão de Arões, 2 de Outubro de 1990).[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra fez carreira como advogado.

Envolvido na fundação do Partido Popular Democrático (hoje PSD), em conjunto com Francisco Sá Carneiro, Francisco Pinto Balsemão e Joaquim Magalhães Mota.

Ocupou os cargos de Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Deputado à Assembleia da República pelo Círculo de Braga, nas I, III, IV, V e VI Legislaturas, e Deputado ao Parlamento Europeu (1987-1994). Havia deixado o PSD para se incluir na Acção Social Democrata Independente junto com outros fundadores do PPD/PSD como Magalhães Mota.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Casou em Fafe, São Romão de Arões, a 29 de Novembro de 1956 com Maria Isabel Gonçalves (Fafe, Cepães, 10 de Julho de 1933), Professora do Ensino Primário, filha de Gervásio Gonçalves (Fafe, Cepães, Carreira, 1 de Junho de 1905 - Guimarães, Creixomil, 19 de Maio de 1993), Industrial, e de sua primeira mulher (Felgueiras, Felgueiras, 25 de Junho de 1928) Isabel Teixeira (Felgueiras, Jugueiros, 11 de Outubro de 1902 - 22 de Agosto de 1980),[1] de quem teve:

  • Luís Manuel Gonçalves Marques Mendes (Guimarães, Azurém, 5 de Setembro de 1957)
  • Maria Adelaide Gonçalves Marques Mendes (19 de Janeiro de 1960), casada a 29 de Julho de 1989 com Manuel Luís Baldaque Ferreira da Costa (31 de Março de 1955), com geração:
    • Luís Nuno Marques Mendes Baldaque (30 de Abril de 1991)
  • José Miguel Gonçalves Marques Mendes (14 de Dezembro de 1967), solteiro e sem geração
  • Maria Clara Gonçalves Marques Mendes (30 de Abril de 1970), solteira e sem geração

Morte[editar | editar código-fonte]

Faleceu a 15 de junho de 2015, com 81 anos de idade, no Hospital de Santo António, no Porto, devido a problemas cardíacos.[2]

Referências

  1. a b Ribera, José António Moya, Costados, N.º 126
  2. «Morreu António Marques Mendes, fundador do PSD». SOL. SOL. 15 de junho de 2015. Consultado em 15 de junho de 2015 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.