António Oliveira (treinador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
António Oliveira
Informações pessoais
Nome completo António José Cardoso de Oliveira
Data de nasc. 9 de outubro de 1982 (41 anos)
Local de nasc. Lisboa, Portugal
Nacionalidade português
Altura 1,85 m
destro
Apelido "Tonhão"[1]
Informações profissionais
Clube atual Corinthians
Posição ex-zagueiro
Função treinador
Clubes de juventude
1993–2001 Benfica
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
2001–2003
2003–2004
2004–2005
2005–2006
2006–2010
2010–2011
Benfica B
Braga B
Santa Clara
Casa Pia
Oriental
Fabril do Barreiro

0018 0000(0)
0006 0000(0)
0002 0000(0)

0008 0000(1)
Times/clubes que treinou
2012–2016
2017
2017–2019
2020
2021
2022
2022
2022–2023
2023–2024
2024–
Tractor STFC (auxiliar técnico)
Rudar Velenje (auxiliar técnico)
Kazma SC (auxiliar técnico)
Santos (auxiliar técnico)
Athletico Paranaense
Benfica B
Cuiabá
Coritiba
Cuiabá
Corinthians
Última atualização: 9 de fevereiro de 2024

António José Cardoso de Oliveira (Lisboa, 9 de outubro de 1982) é um treinador e ex-futebolista português que atuava como zagueiro. Atualmente comanda o Corinthians.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Nascido em Lisboa, iniciou sua carreira no Benfica aos 8 anos.[2] Ele estreou com os reservas do Benfica na temporada 2001–02, na Segunda Divisão Portuguesa. Em julho de 2004, após um período de um ano no Braga B, assinou com o Santa Clara.

Estreou no dia 18 de setembro, saindo do banco e entrando no segundo tempo da derrota fora de casa por 3 a 1 contra o Varzim. Depois de ser pouco usado, posteriormente atuou no Casa Pia, no Oriental e no G.D. Fabril, aposentando-se neste último em 2011, com apenas 29 anos.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Com apenas 23 anos, iniciou o curso de Educação Física, em Lisboa.[3] Realizou um estágio no sub-17 do Benfica[4] e começou como auxiliar do pai no Tractor Club, do Irã, onde foram campeões da Taça Iraniana, em 2014.[3] A dupla ficou no clube entre 2012 e 2016.[2]

Oliveira passou por clubes da Eslovênia e Kuwait antes de chegar ao Brasil.[3] No Rudar, da Eslovênia, onde ficou seis meses,[4] António era o auxiliar, e Tóni, o técnico. No Kazma, do Kuwait, em 2017 António Oliveira assumiu, pela primeira vez, como técnico, e o pai passou para a função de manager.[2] Levou o clube ao título da Taça Federação do Kuwait em 2018,[2] e sofreu apenas uma derrota em um intervalo de 10 meses em 2018.[4]

Em 2020, foi apresentado no Santos como auxiliar técnico de Jesualdo Ferreira.[3]

Athletico Paranaense[editar | editar código-fonte]

Em 2021, chegou ao Athletico Paranaense após convite do gerente executivo William Thomas, que tinha trabalho com o profissional no Santos.[5][6] Assumiu o time de aspirantes do Athletico por apenas um jogo até ser promovido para a equipe principal.[7][6] Oliveira entregou o cargo após ser eliminado na semifinal do Campeonato Paranaense, em setembro de 2021.[6][7][8][9] Pelo Furacão, o comandante teve 21 vitórias, sete empates e 12 derrotas em 40 jogos - 58% de aproveitamento.[7][6]

Cuiabá[editar | editar código-fonte]

Em 2 de junho de 2022 foi contratado para comandar o Cuiabá no Campeonato Brasileiro.[3][7][10] Liderou o Dourado em 29 partidas na Série A, com oito vitórias, doze derrotas e nove empates e deixou o Cuiabá ao término do contrato.[11]

Coritiba[editar | editar código-fonte]

Em 13 de dezembro de 2022 assume o comando do Coritiba,[12][13][14] no qual ficou até 18 de abril de 2023, quando foi demitido na primeira rodada do campeonato brasileiro de 2023.[15][16][17] Ao todo, foram 17 partidas à frente do Alviverde, com sete vitórias, sete empates e três derrotas.[17]

Retorno ao Cuiabá[editar | editar código-fonte]

Em 13 de maio de 2023, acerta o retorno ao Cuiabá para comandar o clube no Campeonato Brasileiro.[11][18] Foi eleito o melhor técnico do Brasileirão no mês de julho, após votação feita pela CBF entre jornalistas e influenciadores.[19] Em 9 de fevereiro de 2024, o Cuiabá anunciou que o treinador deixou o clube.[20]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Em 9 de fevereiro de 2024, foi anunciado pelo Corinthians até o final da temporada.[21] No dia seguinte (10), foi apresentado oficialmente no CT Joaquim Grava.[22] Fez a sua estreia em 11 de fevereiro, na vitória por 2-0 contra a Portuguesa, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Paulista 2024.[23]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É filho do ex-jogador António José Conceição Oliveira, também conhecido como Toni.[2][24] Toni era meio-campista e atuou por 13 temporadas no Benfica, sendo um dos ídolos do clube.[25]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 09 de abril de 2024[26]

Clube Início Até Jogos
J V E D GP GC SG %
Athletico Paranaense 13 de março de 2021 09 de setembro de 2021 36 18 6 12 50 34 16 55,55
Benfica B 05 de janeiro de 2022 01 de junho de 2022 18 7 3 8 28 26 2 44,44
Cuiabá 10 de junho de 2022 30 de novembro de 2022 28 7 9 12 23 30 -7 35,71
Coritiba 14 de dezembro de 2022 18 de abril de 2023 15 7 5 3 19 15 4 57,77
Cuiabá 23 de maio de 2023 8 de fevereiro de 2024 36 15 10 11 46 32 14 50,92
Corinthians 09 de fevereiro de 2024 Atual 10 6 3 1 21 7 14 70,00
Total 143 60 36 47 187 144 +43 52,40

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como auxiliar[editar | editar código-fonte]

Tractor Sazi
  • Copa do Irã: 2013–14

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Kazma
  • Taça Federação do Kuwait: 2018

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Treinador do Mês do Campeonato Brasileiro: julho de 2023

Referências

  1. «Tonhão da Fiel: técnico português cai nas graças da torcida». ge. Consultado em 27 de março de 2024 
  2. a b c d e «Filho de técnico, fã de Mourinho: 10 curiosidades sobre António Oliveira, novo comandante do Athletico». ge. 17 de março de 2021. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  3. a b c d e SISTEMAS, CF (13 de dezembro de 2022). «António Oliveira é o novo técnico do Coritiba». Coritiba Foot Ball Club. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  4. a b c «Do Irã ao Santos: conheça António Oliveira, português que é o novo auxiliar técnico do Athletico». ge. 22 de outubro de 2020. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  5. «Athletico demite Eduardo Barros, contrata António Oliveira e deixa Paulo Autuori como técnico». ge. 22 de outubro de 2020. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  6. a b c d «António Oliveira entrega o cargo e não é mais o técnico do Athletico». ge. 9 de setembro de 2021. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  7. a b c d «Cuiabá acerta com técnico António Oliveira, ex-Athletico e Benfica». ge. Consultado em 11 de julho de 2022 
  8. «António Oliveira deixa o comando técnico do Athletico Paranaense». www.lance.com.br. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  9. lance. «Técnico português António Oliveira deixa o Athletico». Terra. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  10. «Cuiabá anuncia a contratação do técnico português António Oliveira». www.lance.com.br. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  11. a b «Cuiabá acerta retorno de António Oliveira para o comando técnico». ge. Consultado em 13 de maio de 2023 
  12. «António Oliveira assina e é oficializado como novo técnico do Coritiba». ge. Consultado em 16 de maio de 2023 
  13. «Coritiba anuncia António Oliveira como treinador - Gazeta Esportiva». www.gazetaesportiva.com. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  14. «Antônio Oliveira é anunciado como o novo treinador do Coritiba». www.uol.com.br. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  15. Paulo, Resina de Oliveira Campos, Renato Volossovitch, Anna Pereira Ferreira, António (18 de abril de 2023). «Coritiba demite primeiro técnico da Série A do Brasileirão». www.uol.com.br. OCLC 1343534620. Consultado em 18 de abril de 2023 
  16. «Coritiba anuncia a saída do técnico António Oliveira». ge. 18 de abril de 2023. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  17. a b «Coritiba demite António Oliveira após derrota na estreia do Campeonato Brasileiro». ESPN.com. 18 de abril de 2023. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  18. «Cuiabá anuncia a contratação de António Oliveira como novo técnico». TNT Sports. 16 de maio de 2023. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  19. «António Oliveira, do Cuiabá, é eleito melhor técnico do Brasileirão no mês de julho». ge. 9 de agosto de 2023. Consultado em 4 de dezembro de 2023 
  20. Teixeira, Iuri Furtado Medeiros (9 de fevereiro de 2024). «Corinthians paga multa rescisória de António Oliveira e Cuiabá oficializa saída do treinador». Gazeta Esportiva. Consultado em 9 de fevereiro de 2024 
  21. «António Oliveira é o novo técnico do Corinthians». Sport Club Corinthians Paulista. Consultado em 9 de fevereiro de 2024 
  22. «António Oliveira diz que chance no Corinthians era "irrecusável" e dá recado contra crise: "Falar pouco"». ge. 10 de fevereiro de 2024. Consultado em 10 de fevereiro de 2024 
  23. «Corinthians 2 x 0 Portuguesa | Corinthians vence a Portuguesa na estreia de António Oliveira e respira.». ge. 11 de fevereiro de 2024. Consultado em 11 de fevereiro de 2024 
  24. «Treinador António Oliveira, filho de Toni, ambiciona "alcançar o top europeu"». TSF. 28 de julho de 2017. Consultado em 27 de dezembro de 2019 
  25. «Toni». SerBenfiquista. 6 de fevereiro de 2024. Consultado em 6 de fevereiro de 2024 
  26. «Antonio Oliveira». www.ogol.com.br. Consultado em 14 de fevereiro de 2024 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Paulo Autuori
Treinador do Athletico Paranaense
2021
Sucedido por
Bruno Lazaroni (interino)
Precedido por
Luiz Fernando Iubel (interino)
Luiz Fernando Iubel (interino)
Treinador do Cuiabá
2022
2023–2024
Sucedido por
Ivo Vieira
Luiz Fernando Iubel (interino)
Precedido por
Guto Ferreira
Treinador do Coritiba
2023
Sucedido por
Leomir (interino)
Precedido por
Mano Menezes
Treinador do Corinthians
2024–
Sucedido por