António Simões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
António Simões
António Simões.jpg
Informações pessoais
Nome completo António Simões da Costa
Data de nasc. 14 de dezembro de 1943 (73 anos)
Local de nasc. Corroios, (Seixal), Portugal Portugal
Informações profissionais
Posição Meio-campo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1961–1975
Portugal Benfica 00445 00(72)
Seleção nacional
1962–1973 Flag of Portugal.svg Portugal 0046 000(3)
Times/Equipas que treinou

António Simões da Costa, mais conhecido como António Simões ou Simões MPIH (Seixal, Corroios, 14 de Dezembro de 1943), foi jogador de futebol do Benfica e da Selecção Portuguesa. Pertenceu à magnífica geração de 60, que conquistou uma Taça dos Campeões pelo Benfica, e o 3º lugar no Mundial de 1966 pela Selecção Nacional.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Inicio[editar | editar código-fonte]

Decorria o ano de 1957 quando chegou aos ouvidos dos dirigentes do Almada F. C. que dois irmãos faziam "furor" pelas ruas desta cidade. Não demorou muito até irem pedir autorização a D. Palmira para que os seus dois filhos se pudessem inscrever como jogadores do clube. Os seus nomes eram Aníbal e António Simões e, se bem que um, Aníbal, tenha recusado o convite para poder continuar a estudar, António aceitou de imediato, passando a treinar e a trabalhar numa firma de máquinas de escrever. É no Almada que Simões Costa, como então era conhecido, se estrearia pelos principiantes a nível oficial, iniciando assim uma carreira gloriosa.

Belenenses[editar | editar código-fonte]

Pouco tempo depois, o Clube de Futebol Os Belenenses convida-o para fazer testes no Restelo, só que o Almada exigiu cinquenta contos pela transferência do jovem jogador e a mesma não se realizou. Meses depois é o Sporting que surge na corrida à sua contratação. Simões passa a treinar em Alvalade recebendo 750 escudos por mês mas, uma vez que o Almada ainda não tinha recebido os tais 50 contos pela transferência, é o Benfica que chega primeiro a acordo tanto com o Almada como com a mãe de Simões.

A 3 de Janeiro fará a sua estreia contra o Belenenses, no qual marcará um golo. Ainda com dezessete anos tornou-se titular indiscutível do onze base. E, com apenas 20 anos, o Rato Mickey, como era carinhosamente chamado pelos colegas, foi considerado o melhor extremo-esquerdo da Europa.

Selecção[editar | editar código-fonte]

Do Benfica à Selecção foi apenas um passo. Simões estaria no segundo maior feito do futebol português: a conquista do terceiro lugar no Mundial de 66. Em Inglaterra realizou exibições espectaculares, tendo mesmo marcado um golo ao Brasil de Pelé.

Honras[editar | editar código-fonte]

A 19 de Dezembro de 1966 foi agraciado com a Medalha de Prata da Ordem do Infante D. Henrique.[1]

Além do Benfica, Simões jogou, ainda, pelo União de Tomar, encerrando a sua carreira de jogador na América.

No seu brilhante palmarés podemos encontrar uma Taça dos Clubes Campeões Europeus, 4 Taças de Portugal, 11 Campeonatos Nacionais, tendo realizado 46 jogos com a camisola da Selecção.

Fora dos relvados[editar | editar código-fonte]

Foi, ainda, treinador de futebol. Foi comentador de futebol no programa Play-Off da SIC Notícias.

Dados[editar | editar código-fonte]

  • Primeira participação na selecção: 6 de Maio de 1962
  • Última participação na selecção: 13 de Outubro de 1973
  • Equipas onde jogou: Kansas City Comets (MISL) [1981/1982], Chicago Horizons [1980/1981], Detroit Lightning [1979/1980], Dallas Tornado [1978/1979], New Jersey Americans [1977/1978], San Jose Earthquakes (NASL) [1975/1976], Estoril Praia [1975/1976], Boston Minutemen [1974/1975], Benfica [1961/1962>1974/1975], Almada F. C. até 1961

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "António Simões da Costa". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 7 de janeiro de 2015 
Bandeira de PortugalSoccer icon Este artigo sobre futebolistas portugueses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.